Quim Pratico

Download Quim Pratico

Post on 07-Jul-2016

215 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

quim prat

TRANSCRIPT

  • Colgio S. Miguel 2011/2012

    Fsica e Qumica A 10 Ano

    Ficha de Avaliao n 2 Componente Prtico-Laboratorial

    Verso 1 1. Um dos grandes desafios da Qumica tem sido a obteno de substncias puras a partir de misturas, pois a grande maioria dos materiais presentes na Natureza so misturas de substncias. 1.1. Selecione a nica opo que apresenta caractersticas qumicas exclusivas das misturas. (A) Apresentam uma composio qumica bem definida. (B) Podem ser identificadas pelas suas propriedades fsicas e qumicas, como a sua densidade. (C) So constitudas por dois ou mais elementos qumicos. (D) A sua composio traduz a proporo relativa das substncias que as constituem. 1.2. Procedeu-se ao aquecimento de duas amostras desconhecidas. Pela anlise do grfico obtido (ao lado) pode-se inferir que as linhas AA e BB correspondem, respetivamente, ao comportamento de (A) uma substncia e uma soluo. (B) uma soluo e uma substncia. (C) uma mistura homognea e uma mistura heterognea. (D) duas solues. (E) duas substncias. 1.3. Selecione a opo correta. (A) A destilao simples separa completamente uma mistura de gua e lcool etlico. (B) A filtrao por gravidade separa os componentes de uma mistura de KCl e NaNO3 totalmente

    dissolvidos em gua. (C) A rapidez do processo de filtrao por gravidade depende exclusivamente do comprimento da haste

    do funil. (D) Um man serve para separar o ferro do no-metal no composto cloreto de ferro (II) FeCl2 2. Prepararam-se lamparinas com lcool e a cada uma delas adicionou-se uma soluo saturada dos seguintes sais: LiCl, NaCl, Na2CO3, K2CO3, Ba(NO3)2, BaCl2, Ca(NO3)2, CaSO4 e Cu(NO3)2. Sabe-se que em o catio sdio, quando desexcitado, emite radiao na zona do amarelo. 2.1. Na experincia, verificar-se- que

    (A) As chamas das lamparinas apresentavam todas a mesma cor. (B) Algumas lamparinas apresentavam chama da mesma cor. (C) A chama, quando observada num espetroscpio de bolso, era igual ao espetro da luz branca. (D) Se um composto tiver chama amarela, ento , necessariamente, um composto de sdio. 2.2. Relativamente ao ensaio de chama pode-se afirmar que (A) Os espetros obtidos por espetroscopia de emisso de chama so contnuos. (B) A cor da chama baseia-se em fenmenos de transies de nveis qunticos de caties. (C) Apresentam como desvantagem o facto de requererem grandes quantidades de amostra. (D) Permitem obter uma anlise qualitativa da amostra de modo pouco rigoroso. (E) Nenhuma das opes anteriores.

  • 3. Pretende-se determinar a composio de um objeto metlico, por investigao experimental. Um aluno decidiu determinar a densidade do material e a densidade relativa recorrendo a mtodos distintos. Todos os ensaios foram feitos temperatura de 20C. Nas tabelas seguintes esto os registos efetuados.

    3.1. Calcule a densidade do material constituinte do objeto. 3.2. Calcule a densidade relativa do material em relao gua, a 20C. 4. Um grupo de alunos encontrou dois frascos, A e B, cujo contedo parecia ser acetona. Como o estado dos frascos no inspirava confiana, resolveram verificar se a substncia no seu interior era realmente acetona. Decidiram, ento, determinar o seu ponto de ebulio (ponto de ebulio da acetona = 56,5C). 4.1. Por que razo decidiram os alunos determinar o ponto de ebulio da amostra? 4.2. Selecione a opo que define corretamente o conceito ponto de ebulio.

    (A) Temperatura qual uma substncia passa do estado lquido ao gasoso. (B) Temperatura qual uma substncia passa do estado gasoso ao lquido. (C) Temperatura qual a presso de vapor da substncia no estado lquido inferior presso

    atmosfrica que se exerce sobre a superfcie lquida da substncia. (D) Temperatura qual a presso de vapor da substncia no estado lquido superior presso

    atmosfrica que se exerce sobre a superfcie lquida da substncia. (E) Temperatura qual presso de vapor da substncia no estado lquido iguala a presso atmosfrica

    que se exerce sobre a superfcie lquida da substncia. 4.3. Descobriu-se mais tarde que no frasco B estava uma soluo aquosa de NaCl em vez de acetona. Qual o grfico que melhor representaria o comportamento da amostra mencionada quando fosse aquecida?

    4.4. Antes de determinarem o ponto de ebulio foi necessrio medir a massa de amostra a utilizar. Trs alunos mediram a massa usando trs balanas digitais diferentes e apresentaram os seguintes resultados:

    Aluno Valor obtido A 6,34 g com um erro relativo de 0,2% B 6,35 g (determinada com uma balana de sensibilidade de 5 cg) C 6,45 0,05 g

    Apresente cada uma das medidas obtidas de forma correta. 4.5. Na medio do ponto de ebulio no possvel eliminar totalmente a ocorrncia de erros acidentais. O que se pode fazer para minimizar o efeito deste tipo de erros nas medies efetuadas?

    Ensaio Massa objeto

    (g)

    Massa pic. com gua e slido fora

    Massa pic. com gua e slido dentro

    1 17,377 97,104 95,146

    2 17,376 97,105 95,145

    3 17,376 97,104 95,145

    Ensaio Massa

    objeto (g) Volume

    gua (cm3) Volume gua e objeto (cm3)

    1 17,377 15,0 17,0 2 17,376 15,0 17,0 3 17,376 15,0 17,0

    (A) (B) (C) (D) (E)

  • 5. Num laboratrio so dadas aos alunos as instrues seguintes: (i) Preparar 50,00 cm3 de uma soluo de Na2S2O3.5H2O de concentrao 0,0300 mol/dm

    3, a partir do soluto slido.

    (ii) A partir da soluo obtida em (i), preparar 50,00 cm3 de uma soluo no mesmo soluto de concentrao 0,00300 mol/dm3.

    Para executar a tarefa os alunos tm o seguinte material:

    a) Balana b) Gobel(s) c) Proveta graduada de 10 mL d) Pipeta graduada de 5 mL e) Bureta

    f) Esptula g) Vareta h) Esguicho com gua destilada i) Funil j) Balo volumtrico

    5.1. Apresente os clculos os clculos necessrios preparao da soluo em (i).

    5.2. Selecione o material a utilizar na preparao das solues. Escreva as letras de cada material, indicando claramente a que etapa se refere. (NOTA: se para as duas etapas necessrio o mesmo material, ento deve de repetir a letra) 5.3. Foi proposta a preparao de 50,00 cm3 de duas outras solues, (iii) e (iv), com fator de diluio 4 e 5, respetivamente. Selecione a opo que indica, sequencialmente, o volume a medir em (iii) e (iv) e as respetivas concentraes resultantes obtidas no final de (iii) e (iv). (A) 10,0 mL; 12,5 mL; 7,5 x 10-4 mol/dm3; 6,0 x 10-4 mol/dm3 (B) 12,5 mL; 10,0 mL; 7,5 x 10-4 mol/dm3; 6,0 x 10-4 mol/dm3 (C) 10,0 mL; 12,5 mL; 6,0 x 10-4 mol/dm3; 7,5 x 10-4 mol/dm3 (D) 12,5 mL; 10,0 mL; 6,0 x 10-4 mol/dm3; 7,5 x 10-4 mol/dm3 5.4. O cido clordrico concentrado reage com para da soluo de Na2S2O3.5H2O originando cido sulfuroso e enxofre, que aparece na forma coloidal. Sobre colides e suspenses correto dizer-se que... (A) Quando as suspenses so atravessadas por luz, ocorre disperso da mesma. (B) A luz de um farol ao atravessar a atmosfera sofre disperso devido s propriedades qumicas das

    partculas que constituem o nevoeiro. (C) A espuma do cabelo e a gelatina so exemplos de suspenses utilizadas no quotidiano. (D) Os sprays so aerossis em que as fases dispersa e dispersante se encontram no estado lquido. (E) Nenhuma das opes anteriores. 6. Para estudar o rendimento num processo de aquecimento, um grupo de alunos ps em prtica a seguinte atividade laboratorial:

    Colocar num gobel 200 g de gua, recorrendo a uma balana digital Colocar o conjunto gobel + gua sobre uma placa de esferovite Introduzir dentro do gobel uma resistncia de 250 W e um termmetro de alcance mximo

    100C e menor diviso de escala 1C Registar a temperatura inicial da gua, ligar a resistncia de imerso e registar a temperatura da

    gua em intervalos de tempo regulares

    Os registos dos alunos esto na tabela seguinte: Dado: cH2O = 4180 Jkg-1k-1

    t 0,1 (s) 0,0 30,0 60,0 90,0 120,0 150,0 x (C) 19,5 20,2 22,1 28,2 32,6 40,5

    6.1. Justifique o uso de esferovite.

  • 6.2. Refira outro modo de medir a massa de gua sem recorrer balana digital. 6.3. Selecione a opo que completa a frase corretamente. O valor da incerteza de leitura associada temperatura x de:

    (A) 0,5 C (B) 0,05 C (C) 1,0 C (D) 1,00 C

    6.4. Selecione a opo que completa a frase corretamente. A expresso que permite determinar a energia recebida pela gua :

    (A) Q = 200 x 103 x 4180 x (292,6 313,6) J (B) Q = 200 x 10-3 x 4180 x (313,6 292,6) J (C) Q = 200 x 10-3 x 4180 x (292,6 313,6) J (D) Q = 200 x 103 x 4180 x (313,6 292,6) J

    6.5. Calcule o rendimento do processo de aquecimento descrito. 6.6. Posteriormente, os alunos repetiram a experincia utilizando sempre igual massa de gua, mas fizeram, para cada vez, uma alterao. Ao todo foram feitas trs alteraes:

    i. Usaram um agitador ii. Substituram o gobel por um recipiente de metal, com iguais dimenses

    iii. Substituram o gobel por outro do mesmo material, mas com rea da base maior. Preveja se as alteraes feitas em i. , ii. e iii. fazem aumentar o rendimento no aquecimento da gua, justificando. 6.7. Selecione a opo que melhor representa o circuito eltrico que permitiu realizar a experincia descrita. NOTA: As letras A e V representam, respetivamente, um ampermetro e um voltmetro. (A) (B)

    (C) (D) 7. Um grupo de alunos pretende estudar as condies de rendimento mximo de um painel fotovoltaico para fornecer energia. Para tal, os alunos montaram um circuito eltrico com o painel de clulas, iluminado por uma lmpada, de 220 V e 100 W, de luz colimada (feixe de raios paralelos), de modo a que a luz incidisse perpendicularmente superfcie do painel. Fez-se variar o cursor de um restato (j inserido no circuito) e registaram os valores lidos no ampermetro e no voltmetro (que tambm j estavam no circuito). Na tabela esto os valores, para cada valor de resistncia.

  • I / mA V / V R / P / mW 16,6 1,736 105 28,8