cresce procura por condomÍnios fechados

Click here to load reader

Post on 10-Jan-2017

218 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Capa Promocional A

    JUD

    E O

    PLA

    NE

    TA. R

    EC

    ICLE

    .

    ANO 4 / NMERO 185 / 18 A 24 DE OUTUBRO DE 2014 / www.jornaltudobh.com.br

    CRESCE PROCURA POR CONDOMNIOS FECHADOS

    GRAN VIVER PROMOVE AO DE VENDASA Gran Viver Urbanismo, empresa

    especializada em parcelamento de solo, com 39 anos de mercado, hoje a maior loteadora de Minas Gerais. A empresa conta com empreendimentos em 35 municpios brasileiros, em todos os estados da regio sudeste. Com o intuito de incentivar e facilitar a compra

    de lotes em condomnios fechados, a Gran Viver lanou uma grande campanha de vendas. So condies facilitadas de pagamento e descontos que variam de acordo com o tempo de parcelamento, podendo chegar a R$ 69 mil. Uma outra excelente opo para viabilizar a compra a

    utilizao do 13 salrio como sinal de pagamento. Para conhecer melhor a promoo e os empreendimentos participantes, basta visitar a loja conceito da Gran Viver, que est

    localizada na Av. do Contorno, 6.170,

    na Savassi, em Belo Horizonte, ou

    ligue para 0800 941 6699.

    Com o grande crescimento das metrpoles nos ltimos anos, a busca por tranquilidade, bem-estar e, principalmente, segurana aumenta cada vez mais. Ter uma casa confortvel onde se possa viver em contato com a natureza, com reas que possibilitem a prtica de esportes um dos principais motivos pelos quais as pessoas tm escolhido investir em condomnios fechados.

    Com mais de cinco dcadas de histria, o Grupo Seculus possui oito empresas controladas por uma holding

    imobilirio, industrial e de comrcio de relgios, sempre atuando com seriedade e comprometimento. Alm disso, o Grupo tem forte atuao no setor social, com importantes projetos ativos. Entre eles, destacam-se o Lar dos Meninos So Vicente de Paulo e a Associao da Promoo Humana Divina Providncia.

    GRAN VIVER, EMPRESA DO GRUPO SECULUS

  • USE O SEU

    COMO SINAL13 CONDIES FACILITADAS DE PAGAMENTO!

    COMPRE O

    SEU LOTE

    DE AT

    80 MILR$DESCONTOS

    *

    GRAN PARK TOSCANA ECO CASA BRANCA GRAN VILLE IGARAP

    No perca a chance de fazer um excelente negcio. Compre um lote em condomnio

    opes de empreendimentos na regio metropolitana de BH. A hora agora! Entre em

    Todas as imagens so representaes artsticas, podendo sofrer alteraes de cor, acabamento e composio. *Consulte o regulamento com um de nossos consultores para validao das condies comerciais. Campanha vlida at 31/10/2014 ou enquanto durar o estoque.

    VENDAS:

    0800 941 6699REALIZAO:

    granviver.com.brgranviver

    COMPRE OSEU LOTE EM CONDOMNIO

    FECHADO.

    DE AT

    69 MILR$DESCONTOS

    *

  • TIO MOURO

    Semana de decisoU Acio e Dilma precisam buscar eleitor que no tem partido e quer ouvir proposta U Expectativa de resultado apertado. Pginas 6 e 7

    AJU

    DE

    O P

    LAN

    ETA

    . RE

    CIC

    LE .

    Nova Lima e Belo Hori-zonte realizam edies da tradicional festa ale-m da cerveja. Pg. 11

    Comemorando 15 anos de carreira, o Chama Chuva grava DVD come-morativo em BH. Pg. 11

    Oktoberfest mineira

    Forr do Chama Chuva em BH

    U Coluna doPCOPGINA 2

    ANO 4 / NMERO 185 / 18 A 24 DE OUTUBRO DE 2014 / www.jornaltudobh.com.br

    Molhos especiais so atrao de festival em So Loureno. Pg. 13

    U Artigo

    Clia Regina Araujo Alves, gestora do Museu Histrico Ablio Barreto: Museu da cidade

    PGINA 4

    Reconstruindo a autoestima

    O diretor executivo do UBS Wealth Man- agement Brasil, Renato Folino, em palestra no Conexo Empresarial, disse que a discusso com a famlia melhor forma de planejar a su-cesso. Pgina 5

    De olho na proteo dos bens

    J Henrique Salvador: As mulheres tm

    de querer fazer"

    A evoluo da reconstruo mamria garante que as pacientes que esto em tratamento de cncer de mama tenham maior autoestima. H desde a re-

    construo imediata, logo aps a cirurgia da retirada da mama com cncer, ou feita tardiamente, em mu-lheres que j passaram pela interveno. Pgina 8

    Adiante seu relgio

    Neste sbado, comea o horrio de vero

    126 dias de durao

    10 estados e no DF

    Economia prevista de R$ 278 mi

    PEDRO VILELA/AGNCIA I7

    GEORGE GIANNI/PSDB ELZA FIUZA/ABr

  • TUDO - BELO HORIZONTE, 18 A 24 DE OUTUBRO DE 2014 2 PAULO CESAR DE OLIVEIRA

    PCOEntre os melhores

    executivos do mundo

    Eleio para a PGJ

    Os procuradores de Justia Carlos Andr Mariani Bittencourt e Rmulo de Carvalho Ferraz so os dois inscritos para concorrer ao cargo de procurador-geral de Justia de Minas Gerais binio 2015/2016. Nos dias 4 e 5 de novembro, ser realizada a votao e, em seguida, o governador tem o prazo de 15 dias para nomear o procurador-geral de Justia.

    Autorizada licitao

    O governo de Minas aprovou a realizao de licita-o para escolher a empresa responsvel para implan-tao do Contorno Norte de Lagoa Santa e do novo trecho rodovirio que ligar a LMG-800 MG-020. Nas obras do Contorno Norte, que daro um novo acesso serra do Cip, esto pre-vistos investimentos de R$ 100 milhes. J para a im-plantao da estrada, esto previstos R$ 174,1 milhes.

    Coca-Cola no Superminas

    A Coca-Co la pa r-t ic ipar da 28 edio

    O presidente da Cemig, Djalma Morais, um dos trs executivos bra-sileiros que se mantiveram no ranking de CEOs, elaborado pela Harvard Business Review. H dois anos, eram nove executivos do pas entre os 100 melhores do mundo. Agora, s trs e Djalma Bastos de Morais o mais bem

    colocado dentre eles, no 30 lugar, e o melhor entre as companhias no setor de utilities que engloba as compa-nhias de energia eltrica, gs e sa-neamento. Morais ocupa a presi-dncia da Cemig, h 15 anos, desde 1999: o presidente que est h mais tempo frente da companhia.

    ALMGNa recomposio dos cargos da As-

    sembleia Legislativa, o PMDB quer a presi-dncia. Entre os nomes, surge o deputado Ivair Nogueira. Do lado do PT, que ser o partido do governo, surge o nome do de-putado Paulo Guedes (foto), que foi o mais votado de Minas.

    A Fundao Dom Cabral, frente o presidente Wagner Veloso, comemora, no dia 3 de novembro, os 15 anos de atividades do PDA - Parcerias para o Desenvolvimento do Acionista e da Famlia Em-presaria. O PDA uma soluo educacional que tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento de empresas familiares ajudando seus membros a criarem um ambiente favorvel para discutir e construir um futuro maduro e profi ssionalizado, ga-rantindo a perenidade do negcio, a preservao do patrimnio e a harmonia das relaes familiares.

    PMDB quer presidncia da ALMG

    FDC brinda 15 anos do PDA

    gua, hora de economizar

    Tem alguns bens em nossa vida que, de tanto desfrutarmos deles, nem chegamos a notar sua enorme importncia. A gua , deles, o maior exemplo. O uso to automtico que no nos damos conta, no pensamos de onde ela vem e muito menos de todo o processo que exige at chegar s nossas torneiras. E, por ela brotar de um simples gesto de rodar as torneiras, no cuidamos de poup-la. Parece at que ela nasce ali e que inesgotvel. Bom, mas se ela falta... esse o drama que nos cerca agora. Estamos, sim, na iminncia de abrirmos as torneiras e vermos que nada sai da. Alis, algumas regies da cidade, por mais que se negue oficialmente, ficam sem abastecimento parte do dia. Nem notamos isso, pois as caixas dgua, na maioria das vezes, esto lotadas. E vamos

    e, pensamos, ela para ser gasta mesmo. para ser gasta sim, mas com parcimnia. No para substituir vassouras na limpeza de passeios. No para ser usada em lavao de carros e, muito menos, para jorrar alegremente em torneiras mal fechadas. O mnimo que voc faa para economizar gua, j ajuda. Ajuda a natureza, ajuda aos que moram em partes mais altas da cidade onde a gua controlada custa a chegar e, pode comparar, ajuda tambm o seu bolso com uma conta de gua menor. Alm do mais, bom comear a treinar para reduzir o consumo.No ano que vem, viveremos situao no mnimo igual a atual. que, se as chuvas vierem normais, no conseguiro nem mesmo recompor os reservatrios para a estiagem de 2015. Mas se, ao contrrio, vierem fortes, vamos ter muitas enchentes, destruio e, certamente, mortes. Ento o melhor fazer um acordo com os cus: a chuva vem com a intensidade normal e ns, aqui embaixo, fazemos a nossa parte, controlando o volume e abolindo o desperdcio.

    Com a colaborao de Ana Lcia Cortez, Eliane Hardy, Flvio Penna e Jaqueline da Mata

    da Superminas Food Show, que acontece de 21 a 23 de outu-bro, no Expominas. A empresa apresentar novidades do portflio, como o lanamento da embalagem de 3 litros de Coca-Cola, Leo Fuze, novo Burn e as cervejas Heineken, Sol Premium, Desperados e Kaiser Radler. A Co-ca-Cola, em parceria com a Heineken, ter um stand personali-zado, no qual sero realizadas aes de relacionamento com os consumidores.

    Celulares com mais um dgito

    Os celulares de cinco estados passam a ter 9 nmeros. A implemen-tao do nono dgito nos telefones mveis de Amap (DDD 96), Amazonas (DDDs 92 e 97), Maranho (DDDs 98 e 99), Par (DDDs 91, 93 e 94) e de Roraima (DDD 95) comea no dia 2 de novembro. Com a mudana, o dgito 9 ser acrescentado esquer-da dos atuais nmeros.

    Poltica do rancor

    Marina Silva (PSB) classificou como uma poltica atrasada os ataques que tem sofrido aps declarar apoio a Acio Neves (PSDB). Dirigentes do PSB cri-ticaram Roberto Ama-ral, ex-presidente da legenda, dizendo que ele est isolado por no ter aceitado o apoio ao tucano. O que fato, de fato, que, com o voto cristalizado, eleitores de Marina vo decidir eleio.

    EDITORA-ADJUNTACludia Rezende

    [email protected]: Patrcia CarvalhoAssistente de Fotografi a:

    Tamara JesusReviso: Maria Lcia de Sousa Pires

    DIRETORA DE ARTE Oridina Panicali

    [email protected] de arte: Renato Luiz

    Equipe de arte: Adroaldo Leal, Gilberto Silva, Luciano Cabral

    Supervisora de distribuio: Kelly Maia

    Departamento Comercial (31) 3503-8888

    DIRETOR-GERALPaulo Cesar de Oliveira

    [email protected]

    DIRETOR DE REDAOHomero Dolabella

    [email protected]

    DIRETORA-EXECUTIVA Eliana Paula

    [email protected]

    EDITORA-GERALMaria Eugnia Lages

    [email protected]

    DIRETORESGustavo Cesar de Oliveira Paulo Cesar Alkimim de Oliveira

    DIRETORESJos Chebly FilhoLeonardo Chebly

    TUDO uma publicao da VB Editora e Comunicao Ltda. em conjunto

    com a J.Chebly Comunicao Ltda.Rodovia MG-030, 8.625, Torre 2, Nvel 4 Serena Mall Vale do

    Sereno CEP 34000-000 Nova Lima MG - Redao: [email protected]

    Impresso: Rede Editora Grfi caTiragem semanal: 38 mil exemplares

  • Voc sabia que, nos

    ltimos 12 anos,

    o Governo de Minas

    deixou de investir mais

    de R$8 bilhes

    na sade?

    www.cutmg.org.br

    VERDAD

    E

    SEJA DITA

  • TUDO - BELO HORIZONTE, 18 A 24 DE OUTUBRO DE 20144 OPINIO

    Em 1943, a cidade ganhou seu primei-ro museu, denominado, inicialmente, Museu Histrico de Belo Horizonte, graas ao esforo do jornalista e histo-riador Ablio Velho Barreto que contou com o apoio do ento prefeito Juscelino Kubitschek (1940-1945). Em 1967, em ho-menagem ao seu idealizador, a Institui-o recebeu o nome de Museu Histrico Ablio Barreto/MHAB.

    Em seus primrdios o museu cele-brou as aes fundadoras da nova capital mineira. A partir dos anos de 1990, os di-versos setores do museu, processamento tcnico, conservao e pesquisa, apro-fundaram suas atividades possibilitando a construo de narrativas sobre o pas-sado. Com nfase na histria cultural, observando a materialidade das colees e incorporando a ordem simblica de objetos e documentos, procura-se construir uma intercesso entre o visvel e o invisvel. O M H A B, c o m o m u s e u d a cidade, abraou as repre-sentaes de identidades dos habitantes da cidade.

    A nova exposio aberta em 28 de setembro, 3 Sinal: Belo Horizonte em Cena, com curadoria de Glria Reis, estudou os movimentos teatrais da cidade, seus personagens, trajetrias de artistas e grupos. Apresenta informaes, ima-gens, objetos e depoimentos, registran-do lembranas e traando um panorama do universo teatral na cidade.

    A mostra foi dividida em trs mdu-los: Teatro: ofcio coletivo, Caixa cni-ca: lugar de memrias e Bastidores: es-tar preparado tudo. Passo a passo, foi traado os desafios dos artistas na cons-truo de seus personagens, as transfor-maes do espao urbano ocupado pelo fazer teatral e oferece, tambm, toda a magia da caixa cnica italiana procu-rando simbolizar todos os palcos. Enfim, tudo aquilo que se relaciona criao ar-tstica desde projetos, leituras, ensaios, concepo de figurinos necessria para que o espetculo acontea.

    As aes educativas do MHAB pro-movem uma interao entre o pblico e as exposies como, tambm, permitem construir pensamentos sobre os bens culturais que constituem ou podero se constituir em patrimnios. Recentemen-te, o setor educativo preparou uma pro-gramao especial com aes que pri-vilegiaram encontros entre os diversos grupos sociais, em dilogo com outra ex-posio: O Museu e a Cidade sem Fim. Essa mostra ocupa os espaos do Casaro da Fazenda do Leito, prdio erguido no final do sculo 19 e que estabelece elo com o Arraial do Curral Del Rei.

    O projeto denominado Estao da Bomba Verde, possibilitou a formao de bombas de sementes com a misso

    de reflorestar a cidade. A oficina, estruturada com material reciclado da des-montagem de exposies, Hortas Urbanas Slow--Food apresentou formas alternativas de cultivo de hortalias e leguminosas p a r a u m a a l i m e n t a o saudvel.

    Ciclistas do Tweed Ride Edio da Primave-ra estiveram nos jardins

    do museu, juntamente com o grupo Be Hoppers, e msica, dana e piquenique alegraram os participantes. Mostras de cinema e caminhadas culturais promo-veram dilogo sobre a diversidade do patrimnio cultural e ambiental da capi-tal mineira, enfatizando o desafio de se construir museus criativos.

    Em nossa anlise, o MHAB lugar de reflexo e encantamento, na medida em que permite explorar contextos e experi-ncias sociais mltiplos. Surpresa e sa-tisfao marcam visitas s mostras, como tambm consolidam as temporadas de eventos de domingos: o Brincando no Museu e o Domingo no MHAB tm sido momentos de lazer, fortalecendo a produo cultural de Belo Horizonte.

    Clia Regina Araujo Alves Gestora do MHAB

    Museu da cidade

    Em nossa anlise, o MHAB

    encantamento, na medida em que permite

    mltiplos

    Clia Regina

    US$ 353 + 4 x USD175A partir de

    14 a 18/fevereiro de 2015

    Aeroporto de Confins: (31) 3689.2794 So Paulo: (11) 3014.0540Rio de Janeiro: (21) 3513.8800

    exodus.tur.br /exodusturismo/exodusviagenswww [email protected]

    * Obs.: Valor sujeito a alterao sem aviso prvio. Lugar sujeito a disponibilidade. Favor confirmar o cmbio na data do fechamento.

    - 4 dirias em apartamento duplo com caf da manh- Passagem area ida e volta voando TAM.- City tour regular

    Matriz: Av. do Contorno, 7.213 - Lourdes | Belo Horizonte-MG | Tel.: (31) 2125.3939

    Carnaval em Buenos Aires

    AS MAIS LIDAS DO PORTAL ENTRE OS DIAS 18 E 24 DE OUTUBRO1 - Chuva em Minas prxima aos ndices do serto2 - Parque das Mangabeiras tem programao especial para as crianas 3 - Filho de Acio Neves deixa hospital aps 65 dias internado4 - Deputado jogado no lixo por manifestantes na Ucrnia5 - Prefeitura de Belo Horizonte lana programa Em Dia com a Cidade

    Facebook: www.facebook.com/TudoBHTwitter: @TudoBH Portal: www.jornaltudobh.com.br

    O PORTAL DE NOTCIAS DA VB COMUNICAO

    NO TWITTER

    FRASES

    T vio, feio e errado como sempre, mas disposto a defender meu lado, pois ningum vai estar disposto a isso, nem no jornal nem na vida.

    Apenas um detalhe! Eu ,em momento algum propus fugir para Miami,embora comece a considerar uma boa ideia. @lobaoeletrico, msica

    Todos os dias vejo gente querendo se mudar pra

    a passagem pro Lula e pra Dilma, Fulvio Stefanini, ator, em encontro no Teatro Frei Caneca, no

    Rio de Janeiro

    uma felicidade imensa, realizando mais um sonho. Nem nos meus melhores sonhos imaginava uma coisa dessas, mas vem acontecendo e aconteceu,

    Neymar, aps partida que o consagrou como quinto maior artilheiro da seleo

    TUDOBH

    PAULO WERNER

  • Terezinha MoreiraREPRTER

    fundamental a dis-cusso com a famlia sobre o planejamento sucessrio para se evitar problemas com relao ao patrim-nio, aps a morte do pa-triarca. A recomendao do diretor executivo do UBS Wealth Management Brasil, Renato Folino, e foi feita em sua palestra mi-nistrada na edio de outu-bro, no Conexo Empresa-rial. O evento promovido pela VB Comunicao, na sede da empresa, em Nova Lima, e tem o apoio da Anglo American, Clube de Permuta, MBR, Usiminas e PAD, tendo como media

    partners a rdio Itatiaia, JChebly, Band e os jornais O Tempo, Dirio do Co-mrcio, Jornal de Braslia. O almoo ficou por conta do Club do Chef, com par-ticipao especial da Mot & Chandon. A decorao do espao e o mobilirio ficaram a cargo da Verde Musgo.

    De acordo com Folino, as regras de sucesso patri-monial no Brasil so muito confusas. Elas preveem que metade do patrimnio dos herdeiros, mas o dono pode gastar durante a vida. Segundo Folino, nas alteraes do cdigo civil de 2002, o cnjuge tornou-se herdeiro neces-srio e tem a herana em p de igualdade com os

    filhos. Prev ainda, que a unio estvel equivale ao casamento em regime de comunho parcial de bens. J o patrimnio particular no se comuni-ca com o do cnjuge. Outra novidade foi a separao obrigatria, em que a pes-soa com mais de 70 anos

    s poder se casar com separao total de bens. meio absurdo, mas a lei cr que a pessoa com mais de 70 no tem capacidade de deciso, pondera.

    Para Renato Folino, mesmo com a garantia de que os bens ficaro para a famlia, so necessrias

    algumas medidas para proteg-los e o ideal se fazer um planejamento sucessrio adequado. Os pontos principais desse planejamento so para garantir a perpetuao do patrimnio, a possibilida-de de planejar os recursos, ao longo do tempo, para deix-los para a famlia e organizar a maximizao do patrimnio, recomen-da Folino, para quem, tambm importante conhecer a capacidade dos membros da famlia que podero assumir o patrimnio para avaliar se melhor profissionalizar o negcio ou continuar por meio de gesto de fa-

    mercado.

    J Folino: regras de sucesso patrimonial so confusas

    U Diretor do UBS, Renato Folino, recomenda planejamento sucessrio

    Pelo bem do patrimnioTIO MOURO

    TUDO - BELO HORIZONTE, 18 A 24 DE OUTUBRO DE 2014 5 ECONOMIA

    No perca o prazo. Acesse o site e veja as condies de pagamento: www.pbh.gov.br/emdiacomacidade

    90 UMEIs em funcionamento, 42 em construoe previso de 153 unidades em 2016. o ensino

    infantil em BH entre os melhores do mundo.

    MUITO MAIS UMEIS

    REVITALIZAO DA LAGOA DA PAMPULHA

    A orla est com nova iluminao, nova ciclovia,nova pista de caminhada e o trabalho

    de limpeza e despoluio da lagoa continua.

    AMPLIAO DAS UPAS

    ACADEMIAS A CU ABERTO PARA TODOS

    Ampliao da rede para 11 UPAs,4 j esto em obras. At 300 pacientes

    atendidos 24 horas por dia.

    Mais de 250 Academias a Cu Aberto j foramimplantadas em todas as regies da cidade.

    At 2016 sero mais de 400.

    PAGUE SUA DVIDA COM DESCONTO E AJUDE A PREFEITURA A FAZER MUITO MAIS POR VOC E PELA CIDADE.

    HOSPITAL METROPOLITANO

    As obras do Hospital Metropolitano do Barreiroesto a todo vapor. E no prximo semestre,

    com a entrega da 1 fase, j comea a funcionar.

    NOVAS OBRAS DO OP

    Em todas as regies da cidade, mais de 1.100 obras concludase outras 355 em andamento.

    No para de trabalhar por voc.

    A Prefeitura de Belo Horizonte est lanando um programa para voc que tem dbitos com o municpio vencidos at 31 de dezembro de 2013. Esta a sua chance de regularizar suas dvidas com at 90% de desconto nas multas e juros. A Prefeitura est fazendo muito pela cidade. E pode fazer ainda mais com a sua contribuio.

    EM DIACIDADECOM A

  • Terezinha MoreiraREPRTER

    As eleies presiden-ciais deste ano, por tudo o que j apresentaram e podero apresentar nesta ltima semana de campanha entraro para a histria do Brasil como as mais dinmi-cas, as que apresenta-ram maior sobe e desce de candidatos, mudan-as na preferncia do eleitor. Marina Silva (PSB), aps a morte de Eduardo Campos, deu pinta de que iria para o 2 turno. Acio Neves (PSDB) sofreria a maior derrota de sua carreira poltica. H menos de um ano, Dilma Rousseff (PT), de acordo com as pesquisas, seria reeleita em 1 turno. Nada disso aconteceu. Mas, ento, o que esperar desta ltima semana de campanha? Tudo.

    Dilma e Acio esto t e c n i c a m e n t e e m p a -tados, segundo as pes-quisas dos principais institutos, com ligeira vantagem do tucano. H t a m b m p o u c a g e n t e indecisa e, para atrair

    U Acio e Dilma tm que conquistar eleitor mediano para vencer

    Semana do tudo ou nada

    PEDRO VILELA/AGNCIA I7

    GEORGE GIANNI/PSDB ELZA FIUZA/ABr

    TUDO - BELO HORIZONTE, 18 A 24 DE OUTUBRO DE 20146 ESPECIAL

    Realizao:Uma ao para o:Apoio:

    Eles tm de conquistar os votos dos eleitores medianos, pessoas que querem olhar

    concretamente suas propostas

    Adriano Gianturco

    esses eleitores, os dois candidatos vo usar todos os artifcios. Segundo o professor do Ibmec e

    doutor em Cincia Pol-tica, Adriano Gianturco, nesta fase da disputa, aplica-se o teorema do

    eleitor mediano. O PT j tem os eleitores prprios, que nunca vota-ro no Acio, e ele tem de con-vencer as pesso-as mais do meio. Do outro lado, Acio tem pesso-as que tambm nunca votaro n a a d v e r s r i a dele. Eles tm de conquistar os votos dos eleito-res medianos, pessoas que no se ocupam mui-t o d e p o l t i c a , ou muito estu-dadas que no so partidrias e querem olhar concretamente suas propostas, diz Gianturco.

    H uma luta eleitoral muito forte e um dos fatores para en-t e n d e r q u e m ganhar, nesta etapa, o de re-jeio, quesito n o q u a l A c i o leva vantagem s o b r e D i l m a ,

    apesar de a petista dis-putar a reeleio. Pode-mos considerar que h mais erros do PT, por vrios motivos. Quem s e r e c a n d i d a t a t e m margem para ganhar, estatisticamente, pois tem a vantagem de mos-trar realizaes concre-tas contra um discurso hipottico do opositor, tem mais experincia de administrao da m q u i n a p b l i c a e pode explor-la a seu favor; tem a gesto da administrao pblica, ou seja, de certa for-ma, utiliza a mquina estatal para ganhar as eleies; em termos de gesto da mquina estatal, o chamado political bussines cycle, em que pode interferir na economia antes das eleies para se favore-cer no processo, com estmulo monetrio, baixando impostos, o que gera, a curto prazo, reaes econmicas favorveis, analisa Gianturco.

  • O eleitor poder esperar um fi m de campanha animado

    TUDO - BELO HORIZONTE, 18 A 24 DE OUTUBRO DE 2014 7 ESPECIAL

    Para o professor do departamento de Cin-cia Poltica da UFMG, Carlos Ranulfo, em ter-mos de campanha, ser uma disputa muito dif-cil, dura, equilibrada, da qual se pode esperar en-frentamento direto em termos de contraposio de propostas nos deba-tes, mas tambm crticas e ataques. As duas can-didaturas vo explorar os pontos fracos uma da outra, aponta Ranulfo, p a r a q u e m o f a t o d e Dilma ser mineira no tem peso para a votao que ter no estado. Ela tem voto em Minas por causa do legado do go-verno Lula aqui. O Acio quem capitaliza essa questo. Como perdeu a eleio em Minas, est tendo de falar menos do estado na campanha. Para Ranulfo, a tendn-cia do eleitorado mineiro ir mais para o lado do tucano.

    Na avaliao de Ra-nulfo, a situao de em-pate tcnico detectada nas pesquisas, nas atuais circunstncias, ainda favorece Dilma. O Acio teve uma semana que o favoreceu: o caso Petro-bras, ampla cobertura da imprensa favorvel a ele. Se o Acio no abriu frente com tudo isso, poder correr o risco de no ser eleito, pondera o professor da UFMG.

    Para o consultor de marketing poltico, soci-logo e cientista poltico Rodrigo Mendes, a geo-poltica, sobretudo social no Brasil, concentra os

    da no Norte e Nordeste, onde a Dilma teve me-lhor desempenho, e si-tuao um pouco melhor no Sul/Sudeste, onde Acio conseguiu melhor votao. Mas, o que vai resolver, no fim das contas, a diferena que a Dilma ter no Nordeste e o desempenho do Acio no Sudeste. So Paulo foi decisivo para ele. A situao est muito pare-lha entre os dois, quem

    conseguir dar um sprint final, leva a eleio, em-bora nestas condies, em que um est detendo o outro, seja difcil isso ocorrer.

    Mendes lembra que a disputa ser acirrada at o dia da eleio e quem vencer, ser por uma di-ferena pequena, talvez a mais apertada do Brasil

    at hoje. Estas, j foram m a r c a d a s c o m o u m a das eleies com muitas mudanas, que tiveram efeito montanha-russa, com o maior dinamismo

    na histria recente do pas. O eleitor poder esperar um fim de cam-panha animado, com coi-sas positivas e negativas, antecipa Carlos Ranulfo.

  • U m d o s m a i o r e s temores de qualquer mulher que passa pelo desafio de um cncer de mama saber, exa-t a m e n t e , c o m o v o ficar seus seios depois da cirurgia em que h retirada completa das mamas, a mastectomia, ou aquela com retirada parcial. A reconstruo mamria um proce-dimento que tem evo-ludo, nos ltimos anos para garantir, principal-mente, que as pacientes que esto em tratamen-to da doena tenham maior autoestima mui-tas acreditam que iro perder a feminilidade

    seios. Atualmente, h desde a reconstruo imediata, logo aps a cirurgia da retirada da mama com cncer, ou feita tardiamente, em mulheres que j passa-ram pela interveno.

    So vrias as tcnicas utilizadas por especialis-tas para a reconstruo, mas, segundo o coor-denador do servio de

    mastologia do Hospital Mater Dei, Henrique Salvador, a cada dia, o foco do mdico ade-quar cada procedimen-to s especificidades da paciente. Ele observa que o acompanhamen-to para a reconstruo feito de forma in-tegrada, com equipe multidisciplinar, com psiclogos, mastologista e cirurgio plstico. Buscamos oferecer o melhor tratamento para cada paciente de forma individualizada e acolhedora, afirma. Entre as tcnicas mais utilizadas, esto a de expanso e colocao de prtese ou com tecido do prprio corpo da paciente. Mas, indepen-dentemente da escolha,

    o mais importante a adeso da pessoa cirurgia. As mulheres tm de querer fazer. No h necessidade de reconstruir j que este no um tratamento que visa tratar o cncer e, sim, a esttica da mu-lher, ressalta Salvador.

    Para que a mama ex-tirpada tenha a mesma simetria do outro seio, mdicos tm optado por tambm fazer uma interveno na mama saudvel para que os seios fiquem com o m e s m o t a m a n h o e contorno. Mesmo com todas essas possibilida-des, h mulheres que optam por no fazer a reconstruo. Isso por-que, em alguns casos, o procedimento pode ser

    prolongado e realizado em vrias etapas, o que considerado desmo-tivador para algumas pacientes.

    H tambm casos em que a reconstruo indicada, mas com res-tries, como pacientes com risco cirrgico ele-vado, idosas, fumantes ou hipertensas. O m-dico tem que fazer uma preparao. A mulher tem de parar de fumar, durante algum tempo, cuidar da glicose se for diabtica, para diminuir o risco cirrgico, ob-serva o coordenador do Mater Dei.

    que, no momento do tratamento do cncer de mama, quando a mulher est extrema-mente fragilizada, o mastologista deve ser o maior ponto de re-ferncia para no s saber mais sobre o tra-tamento como tambm o acompanhamento que ser necessrio nos prximos anos de vida da paciente.

    J Henrique Salvador: a reconstruo no visa tratar o cncer, mas a esttica

    Pelo bem-estar das mulheres

    8 SADESTF reduz tributao da

    COFINSAps quinze anos de tramitao, o

    Supremo Tribunal Federal STF encerrou a apreciao do processo envolvendo uma empresa do setor de distribuio de peas automotivas e o Fisco Federal, no qual se debatia a (im)possibilidade de incluso do ICMS na base de clculo da COFINS (RE n. 240.785) nas operaes de importao. Aps sucessivos entraves, concluiu-se que no se pode englobar no conceito de faturamento, que a base de apurao da contribuio em debate, um nus fi scal, como o relativo ao ICMS.

    A razo que fundamentou o referido entendimento consiste no reconhecimento de que os valores correspondentes ao pagamento de impostos, tal qual o ICMS, no tem nature-za de faturamento, visto que no revelam me-didas de riquezas do contribuinte, mas apenas parcelas que transitam por seu patrimnio (ou contabilidade) sem lhe pertencer, j que ao fi nal sero recolhidos aos cofres do Estado.

    Merece destaque o fato de que a deciso produziu efeitos apenas entre as partes envol-vidas naquele processo, de forma que ainda depende de apreciao o debate do tema que venha atingir a todos os contribuintes que eventualmente enfrentem idntico problema. Esta questo retornar pauta do STF no julgamento da Ao Declaratria de Consti-tucionalidade ADC n. 18, estrategicamente ajuizada pela Unio no intuito de reverter as decises judiciais que se consolidavam con-trariamente a suas pretenses. O precedente decidido neste ms exercer grande infl uncia sobre a Corte, j que quatro dos dez atuais Ministros j se pronunciaram pro-contribuinte, sendo que o Ministro Dias Toffoli provavel-mente declarar-se- impedido, por ter sido o Advogado Geral da Unio que assinou, na poca, a inicial da ao declaratria.

    Outro ponto que deve ser ressaltado que a excluso do imposto incidente sobre servios - ISSQN da base de clculo do PIS e da COFINS segue o mesmo raciocnio da discusso da excluso do ICMS, ou seja, que o valor recolhido a ttulo de ISSQN no pode ser considerado faturamento, tampouco receita dos contribuintes objeto de tributao, uma vez que so repassados integralmente ao Municpio.

    Nesse contexto, importante que os con-tribuintes ingressem com as medidas cabveis para buscar a restituio, atravs da com-pensao com outros tributos federais, nos termos da legislao, de forma a evitar que o tempo diminua o direito de reaver os pa-gamentos realizados indevidamente, j que a prescrio de 5 anos. Na mudana de cada ms h a restrio de ressarcimento, caso no haja o ajuizamento da respectiva ao, em que tambm pode se pleitear a suspenso do recolhimento das parcelas vincendas da

    COFINS com a excluso do ICMS e/ou do

    ISSQN de sua base de clculo. Reduo da carga tributria e ganho competitivo!

    Flvio Couto Bernardes

    Bernardes & Advogados Associados

    SHUTTERSTOCK

    DIVULGAO

  • TUDO - BELO HORIZONTE, 18 A 24 DE OUTUBRO DE 2014 9GERAL

    Trs Marias quase a zeroDiferente de outubro do ano passado, quando registrou 24,86% de volume til, a Usina Hidreltrica de Trs Marias, na regio Central de Minas Gerais, opera com 4,1% de sua capacidade mxima, no mesmo perodo deste ano, e pode chegar a zero no ms de outubro. Com seis turbi-nas, a hidreltrica est operando apenas com duas delas, mas segundo a Cemig, continuar gerando energia at o volume til chegar a zero, caso isso acontea.

    Novos relgios e abrigosNa quarta, 15, a prefeitura de BHe abriu editais de licitao para a instalao de novos abrigos em pontos de nibus e de relgios eletrnicos digitais, na capital. Segundo o presidente da BHTrans, Ramon Victor Cesar sero instalados 1.300 abrigos em pontos de nibus e 200 relgios eletrnicos digitais, em locais estratgicos da cidade. O investimento ser de aproximadamente R$ 57 milhes.

    Aconteceu na semana

    D S ST Q Q S

    DIVULGAO

    O Grupo de Lderes Empresariais (Lide) reali-zar, no dia 31 de outubro, no auditrio da Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, o II Frum de Infraestrutura e Logstica. O evento, que promove amplo debate sobre os problemas relacionados s reas de infraestrutura, mobilidade e logstica no pas, direcionado a lde-res empresariais de seto-

    blicas. O frum tambm indica diretrizes para as reas em questo, apon-tadas por especialistas. A importncia do evento ganha dimenso ainda

    maior pelo fato de estar-mos em pleno momento de transformao do Bra-sil. O evento acontecer uma semana depois das eleies presidenciais, pondera o presidente do Lide, Joo Doria Jr..

    Sero debatidos a pri-vatizao de portos, aero-portos e a viao regional; a concesso dos portos e organizao das novas estruturas; a privatizao de rodovias e novo modelo de concesso de ferrovias e a gerao, distribuio e transmisso de energia eltrica. Os temas sero abordados por ministros e

    U Lide realiza frum em BH para discutir problemas de infraestrutura

    Logstica em debate

    Semifi nais da Copa do BrasilNa sexta, 17, no Rio de Janeiro, a Confe-derao Brasileira de Futebol sorteou, na sua sede, os mandos de campo dos jogos da semifinal da Copa do Brasil. No dia 29 de outubro, o Atltico Minei-ro enfrenta o Flamengo, no Maracan, e o Cruzeiro joga com o Santos, no Mi-neiro. J os jogos de volta acontecem no dia 5 de novembro, mas os locais

  • ROTEIRO1 CINEMARK BH SHOPPING TEL.: (31) 4005-1414Sala 1 Fria 12h10, 15h, 17h20, 19h40, 22h10 Sala 2 Annabelle 11h30, 14h10, 16h30, 19h10, 22h Sala 3 O Juiz 12h40, 15h40, 18h40, 21h50 Sala 4 Lucy 22h20; A lenda de Oz (dublado) 12h50, 15h50, 18h, 20h10 Sala 5 Na quebrada 13h10, 15h30, 17h40, 19h50, 22h30 Sala 6 O candi-dato honesto 14h, 16h20, 19h, 21h20 Sala 7 Maze Runner 17h50, 20h20; Festa no cu (dublado) 13h, 15h20 Sala 8 O inventor de jogos 3D (dubla-do) 21h40; Festa no cu 3D (dublado) 11h50, 14h30, 16h50, 19h20 Sala 9 Garota exemplar 14h50, 18h10, 21h30; Os Boxtrolls (dublado) 12h30 Sala 10 A esperana vem do lixo - 18h20, 20h50; Festa no cu (dublado) 11h10, 13h50, 16h10, 18h20. Ingressos de R$ 12 a R$ 25.

    1 DIAMOND MALL TEL.: (31) 4005-1414Sala 1 O Juiz 12h50, 15h40, 18h40, 21h40 Sala 2 A esperana vem do lixo 22h05; Festa no cu 3D (dublado) 13h, 15h20, 17h30, 19h50 Sala 3 O fsico 14h, 16h40, 19h20, 22h Sala 4 Garota exemplar 12h, 15h, 18h10, 21h20; At que a sorte nos separe 2 13h30, 15h50 Sala 5 O homem mais procurado 13h10; Fria 16h, 18h20, 20h30 Sala 6 O candidato honesto 14h50, 19h30, 21h50; A lenda de Oz 12h50, 17h10. Ingressos de R$ 12 a R$ 25.

    1 CINEMARK PTIO SAVASSI TEL.: (31) 3209-0079

    Sala 1 Na quebrada 13h50, 16h, 18h40, 20h50 Sala 2 A esperana vem do lixo 13h, 15h30, 18h, 20h30, 23h20 Sala 3 Maze Runner 14h45, 19h20, 21h50; A lenda de Oz 3D (dublado) 12h40, 17h15 Sala 4 Os Boxtrolls (dublado) 12h20; O Juiz 15h20, 18h30, 21h30 Sala 5 Annabelle 14h15, 16h30, 18h50, 21h10, 23h40 Sala 6 Annabelle 22h10; Festa no cu 3D (dublado) - 12h50, 15h10, 17h30, 19h50 Sala 7 Garota exemplar 11h50, 15h, 18h10, 21h40 Sala 8 O candidato honesto 14h, 16h20, 19h, 21h20. In-gressos de R$ 12 a R$ 25.

    1 CINEART BOULEVARD SHOPPING TEL.: (31) 2571-7538Sala 1 O Juiz 15h, 18h10, 21h Sala 2 Os Boxtrolls 3D (dublado) 13h20; A lenda de Oz 3D (dublado) 15h30, 17h20, 19h15; O fsico 21h10 Sala 3 An-nabelle 14h20, 16h35, 18h40, 20h45 Sala 4 O candidato honesto 14h, 16h10, 18h15, 20h30 Sala 5 A espe-rana vem do lixo 13h30, 15h50, 18h15, 20h30; Garota exemplar - 18h10 Sala 6 Festa no cu (dublado) 13h, 17h; Festa no cu 3D (dublado) 15h, 19h; O inventor de jogos 3D (dublado) 21h. Ingressos de R$ 9 a R$ 26.

    1 CINEART SHOPPING CIDA-DE TEL.: (31) 3264-5959Sala 1 O candidato honesto 14h10, 16h20; A esperana vem do lixo 18h40, 21h Sala 2 O Juiz 14h30, 17h30, 20h20 Sala 3 Na quebrada 12h, 15h, 17h, 19h, 21h Sala 4 Os Boxtrolls

    3D (dublado) 14h10, 16h10; A lenda de Oz 3D (dublado) 18h10, 20h10 Sala 5 Festa no cu 3D (dublado) 13h50, 16h, 18h10; Um amor de vizinha 20h30 Sala 6 O candidato honesto 14h20, 16h30, 18h40, 21h Sala 7 Annabelle (dublado) 14h30, 16h40, 18h50, 20h50 Sala 8 Festa no cu 13h30, 15h35, 17h40; Garota exemplar (dublado) 20h. Ingressos de R$ 9 a R$ 26.

    1 CINEART SHOPPING DEL REY TEL.: (31) 3264-5959 Sala 1 Os Boxtrolls 3D (dublado) 13h30; A lenda de Oz 3D (dublado) 15h30, 17h20, 19h10; Um amor de vizinha 21h h, 16h, 18h Sala 2 Festa no cu 3D (dublado) 14h10, 16h10, 18h15; O inventor de jogos 3D (dublado) 20h20 Sala 3 O candidato honesto 14h, 16h10, 18h20, 20h30, 22h50 Sala 4 A esperana vem do lixo 13h50, 16h20, 18h40, 21h Sala 5 Annabelle 14h30, 16h40, 18h50, 20h50 Sala 6 O Juiz 15h, 17h50, 20h40 - A esperana vem do lixo 13h50, 16h20, 18h40, 21h Sala 7 Festa no cu (dublado) 13h30, 15h40, 18h; Garota exemplar 20h. Ingressos de R$ 9 a R$ 25.

    1 CINEART MINAS SHOPPING TEL.: (31) 2111-8851Sala 1 A lenda de Oz 3D (dublado) 13h30, 15h20, 17h10; A esperana vem do lixo 19h10, 21h15 Sala 2 Festa no cu (dublado) 13h, 17h; Festa no cu 3D (dublado) 15h, 19h; O Protetor (dublado) Sala 3 Os Boxltrolls (dublado) 14h10; Maze Runner (dublado) 16h30, 18h50, 21h10 Sala 4 O candidato honesto

    13h40, 15h50, 18h35, 21h05 Sala 5 Annabelle (dublado) 14h30, 16h40, 18h50, 20h50 Sala 6 Garota exemplar (dublado) 15h; Livrai-nos do mal (dubla-do) 18h, 20h40. Ingressos de R$ 9 a R$ 24.

    1 CINEART PARAGEM TEL.: (31) 3378-0216/ (31) 3377-2552Sala 1 A lenda de Oz 3D (dublado) 14h20, 15h20, 17h10; O inventor de jogos 3D (dublado) 20h20 Sala 2 A Garota exemplar - 15h, 18h; O Protetor (dublado) 20h50 Sala 3 O juiz 14h40, 17h50, 20h30 Sala 4 O candidato honesto 14h10, 16h30, 18h40, 21h Sala 5 Festa no cu (dublado) 13h10, 115h, 17h, 19h; A Bela e Fera (dublado) 21h. Ingressos de R$ 9 a R$ 24. 1 CINEART PONTEIO TEL.: (31) 3264-5959Premier Um amor de vizinha 14h, 16h10, 18h20, 20h30; Um belo domingo 20h30 Sala 2 A esperana vem do lixo 14h, 16h20; O ltimo concerto 18h40, 21h Sala 3 O Juiz 15h, 18h, 20h50 Sala 4 Os Boxtrolls 3D (dubla-do) 14h10; A esperana vem do lixo 14h10; O candidato honesto 16h15; A 100 passos de um sonho 20h45; O homem mais procurado 18h20. In-gressos de R$ 10 a R$ 48.

    1 CINE TJ PAMPULHA MALL TEL.: (31) 3209-0915 / 3492-9155Sala 1 As Tartarugas Ninja 15h10; O candidato honesto 17h10, 19h10, 21h10 Sala 2 O Protetor 15h; A

    Garota exemplar 15h, 17h30 A espe-rana vem do lixo 14h50, 17h, 19h10, 21h20 Sala 3 O que ser de nozes 15h20, 17h20; A esperana vem do lixo 19h20, 21h20 Sala 4 Festa no cu 15h, 17h, 19h; Maze Runner 21h Sala 5 Annabelle 15h15, 17h15, 19h15, 21h15 Sala 6 A lenda de Oz 3D 15h10, 19h10; Festa no cu 17h10, 21h10. Ingressos de R$ 3 a R$ 17.

    1 CINPOLIS SHOPPING ESTAO BH TEL.: (31) 3118-9770 / 3118-9771 Sala 1 Na quebrada 14h50, 17h15, 19h50, 22h Sala 2 A lenda de Oz 3D (dublado) 12h20, 15h40; A esperana vem do lixo 18h, 20h40 Sala 3 Festa no cu 3D (dublado) 13h, 15h20, 17h40, 20h20 Sala 4 Annabelle (dublado) 14h, 16h10, 18h40; Anna-belle 21h10 Sala 5 O Juiz 13h40, 16h30, 19h30, 22h20 Sala 6 Monica e Cebolinha no mundo de Romeu e Julieta 11h; O candidato honesto 14h30, 16h50, 19h10, 21h30. Ingressos de R$ 8 a R$ 23.

    1 USIMINAS BELAS ARTES TEL.: (31) 3252-7232Sala 1 Um amor em Paris 14h, 15h50, 17h40, 21h20; Sem pena 19h30; Attila Marcel 21h20 Sala 2 O fsico 14h, 16h30; O homem mais procurado 19h, 21h30 Sala 3 O homem das multides 17h30; A histria do homem Henry Sobel 14h; Ilegal 15h40, 19h30, 21h20. Ingressos de R$ 13 a R$ 17

    TUDO - BELO HORIZONTE, 18 A 24 DE OUTUBRO DE 2014 12 CINEMA

  • A tradicional festa ale-m Oktoberfest ganha ver-so mineira. Nova Lima, promove a 4 edio da Uaiktoberfestat o dia 19. A programao, gratuita, ter estandes com diversos rtulos de cervejas artesa-nais, gastronomia alem, danas folclricas e shows de jazz, blues e rockn roll. O encerramento com os mineiros da banda Tia-

    nastcia. Informaes: (31) 3581-8423, (31) 3541-5533 ou (31) 8835-1968.

    Em Belo Horizonte, na praa do Papa, acontece a 3 Oktoberfest BH, no dia 18, das 12h s 22h. Para 5 mil pessoas, o espao re-ceber danas tpicas, sho-ws musicais, feira gastro-nmica, mostra artesanal, atividades para crianas e cervejas variadas.

    Os ingressos devem ser trocados por um quilo de alimento no perec-vel, exceto sal e fub, na Central dos Eventos - rua Fernandes Tourinho, 470, Savassi. Limite de trs ingressos por pessoa. No haver troca na porta do evento. Informaes no www.facebook.com/okto-berfestbh ou pelo telefone (31) 2532-8201.

    U Oktoberfests mineiras movimentam as cidades de Belo Horizonte e Nova Lima

    Comemorao alem com toque mineiro

    MARCOS FIGUEIREDO/PUC MINAS

    Dicas...para voc se divertir em BH

    1.

    3.

    2.

    Com vasto acervo de invertebrados, o Museu de Cincias Naturais da PUC Minas inaugura sua primeira exposio de insetos. So mais de 20 mil espcies de borboletas, grilos, abelhas, besouros e formigas, incluindo tipos ameaados de extino. As visitaes podem ser feitas de tera-feira a sba-do, e aos feriados, das 9h s 17h, e as quintas, at s 21h. Ingresso: R$ 5. Informaes: (31) 3319-4983.

    Sob comando do diretor Guilherme Leme, as atrizes Denise Del Vechio, Letcia Sabatella e Miwa Yanagizawa interpretam trs heronas gregas, no espetculo Trgica 3, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil - Circuito Cul-tural Praa da Liberdade, entre os dias 18 e 26 de outubro. Ingressos: R$ 5 (meia) e R$ 10 (inteira). Informaes: (31) 3431-9400.

    C o m e m o r a n d o 15 anos de carreira, a grupo forrozeiro Chama Chuva grava DVD comemorativo, na Caribbean Disco Club, com participa-o do Trio Virguli-no, de Chico Pessoa, e do ex- vocalista da banda Giovani Calmon. Ente as canes, que fazem parte do show, no dia 19 de outubro, esto os sucessos Smarina, Cativeiro Corao, Esse Bicho Mata e Um pouquinho de voc. Ingressos: R$25 (inteira). Informaes: (31) 4103-7447.

    O mundo dos insetos

    Trgica 3 no CCBB

    Chama Chuva grava DVD em BH

    BELO HORIZONTE

    Av. Getlio Vargas, 682, Funcionrios | Tel.: (31) 3262.1777Av. Pres. Antnio Carlos, 6.870, Pampulha | Tel.: (31) 3443.6066Av. Francisco S, 726, Prado | Tel.: (31) 3275.1202Av. Baro Homem de Melo, 3.141, Estoril | Tel.: (31) 3377.3534Av. Pres. Carlos Luz, 444, Caiara | Tel.: (31) 3474.7075

    LOJAS TAMBM EM:

    MONTES CLAROS (38) 3212.6080 VITRIA (27) 3227.8722BRASLIA (61) 3363.5151

    *Tenha em mos o oramento, encarte ou anncio da concorrncia. WWW.POLIMARCAS.COM.BR

    - Estoque completo para carros nacionais e importados.- Condies especiais de pagamento.- Servio rpido e eficiente.

    NO COMPRE SEM NOS CONSULTAR. A POLIMARCAS COBRE O ORAMENTO DA CONCORRNCIA.*

    GRANDES MARCAS, PEQUENOS PREOS. OS MELHORES PNEUS E RODAS ESTO NA POLIMARCAS.

    TUDO - BELO HORIZONTE, 18 A 24 DE OUTUBRO DE 2014 11 CULTURA

    DIVULGAO

  • RIES 20/3 a 20/4 Momento propcio aos estudos de auto conhecimento. Seria til procurar ajuda psicolgica para desvendar certos pontos do seu subconsciente que podem estar travando setores da sua vida.

    TOURO 21/4 a 20/5 necessrio controlar o seu emocional, pois ele a grande chave para a resoluo de questes nos prximos dias. Aja com a discrio e a inteligncia que lhe so peculiares.

    GMEOS 21/5 a 20/6 Momento de cuidar das pessoas e situaes que pode-ro lhe trazer resultados concretos em um tempo curto. O perodo altamente promissor, caminhos livres para os negcios e para o amor.

    CNCER 21/6 a 21/7 A situao ideal seria que voc pudesse realizar uma viagem em breve, mudar um pouco os ares algo que lhe traria um novo vigor. Ao menos, dedique algum tempo programando um novo passeio.

    LEO 22/7 a 22/8 Algumas situaes no ambiente familiar sero bem confl itan-tes e isso se deve ao seu prprio orgulho e difi culdade em reconhecer os seus erros. O momento pede amadurecimento.

    VIRGEM 23/8 a 22/9 Vamos insistir para que voc priorize o aspecto de liber-dade pelo qual a sua vida est passando. muito importante ter essa conscincia para que voc ganhe segurana.

    LIBRA 23/9 a 22/10 O perodo servir para voc dar o impulso que falta concretizao de metas profi ssionais importantes. A sade ganha uma fora extra e o momento propcio para iniciar atividades fsicas.

    ESCORPIO 23/10 a 21/11 A vida afetiva pode ganhar novo impulso e com isso voc tambm ganhar novo nimo. Aproveite o perodo para analisar posturas pessoais e veja onde voc pode agir de maneira diferenciada.

    SAGITRIO 22/11 a 21/12 Perodo agitado no que diz respeito s relaes sociais e aos envolvimentos amorosos. Muitas pessoas podero surgir no seu caminho e voc precisar ter ateno para no se desgastar.

    CAPRICRNIO 22/12 a 20/1 Permanecer com os olhos direcionados para um futuro promissor e feliz sua maior misso no momento. Deixe os problemas de lado e foque naquilo que realmente poder lhe trazer felicidade.

    AQURIO 21/1 a 18/2 O seu jeito desprendido, muitas vezes, pode incomodar as pessoas sua volta e fazer com que elas se sintam carentes da sua ateno. A dica equilibrar um pouco a sua presena e a sua ausncia.

    PEIXES 19/2 a 19/3 Preste ateno na sua tendncia a se fazer de vtima em situaes em que voc no consegue manter o controle. Essa postura acontece em ciclos e voc acaba repetindo antigos erros.

    TUDO - BELO HORIZONTE, 18 A 24 DE OUTUBRO DE 201412 PASSATEMPO

    Saber mais para viver melhor.

    Faa sua inscrio gratuita pelo site www.araujo.com.br/eventos ou na Araujo mais perto de voc

    Dois dias de conversa nunca fi zeram to bem sade.24 E 25 DE OUTUBRO, NO MINASCENTRO.

    Dia 25/10 - das 11h s 12h30 EXCELNCIA EMOCIONAL E PROFISSIONAL

    DR. AUGUSTO CURY Psiquiatra, psicoterapeuta e autor de vrios best-sellers, como Ansiedade como enfrentar o mal do sculo.

    Dia 25/10 - das 14h s 15h30 EDUCAO DE PAIS PARA FILHOS EM CASA E NA ESCOLA

    CRIS POLI Especialista em educao e comportamento infantil e apresentadora do programa Super Nanny.

    Dia 24/10 - das 15h30 s 16h30 INIMIGOS E ALIADOS CONTRA A CELULITE

    DRA. LILIANE OPPERMANParticipao especial da ex-BBB Adriana SantAnna Mdica nutrloga e colaboradora de programa de TV.

    Dia 25/10 - das 15h30 s 16h30 CORPO, ENVELHECIMENTO E FELICIDADE

    MIRIAM GOLDENBERGAntroploga, professora da UFRJ e colunista da Folha de S. Paulo.

    Dia 24/10 - das 19h s 20h30 TRISTEZA OU DEPRESSO?

    DR. DRAUZIO VARELLAMdico oncologista, cientista e escritor. Autor do best-seller Estao Carandiru.

    Fo

    to: Z

    ezin

    ho

    Dia 25/10 - das 9h30 s 10h30 A ASTROLOGIA COMO GPS (GUIA) NA QUALIDADE DE VIDA

    CLAUDIA LISBOAAstrloga e apresentadora do programa No Astral, do GNT.Fo

    to: R

    og

    ir

    o V

    on K

    rg

    er

    HO

    R

    SC

    OP

    O CU DA SEMANA Existe um acmulo muito grande e muito forte de energias no ar e elas esto diretamente ligadas ao modo de agir das pessoas em geral. Sendo assim, o ideal seria prestar ateno nos prprios comportamentos e buscar melhorias.

    NIBUS EXECUTIVOS DE BETIM PARA O AEROPORTO DE CONFINS OU PAMPULHA.

    DE TRFEGO, BASTA O AREO.

    TERMINAL BETIM: AV. BANDEIRANTES, 1210, HOTEL SERRA NEGRA 2572-0061 | CONEXAOAEROPORTO.COM.BR/BETIM

    Embarque nessa praticidade

    3195

    hA BOA NOTCIA

    Com crescimento econmico de 0,27%, o ms de agosto registra segunda alta consecutiva do ndice de Atividade Econmica do Banco Central. Os dados foram divulgados na quinta, 16, pela Agncia Brasil.

    hA M NOTCIAPrimeiro caso da febre Chikungunya, transmitida atra-vs de um vrus do gnero Alphavirus e por mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, foi registrado em Minas Gerais,em Belo Horizonte. Alm do caso, cinco pacientes esto sendo analisados.

  • INGREDIENTES2 peitos de frango1 cebola mdia ralada1 colher de manteiga2 fatias de queijo Brie2 fatias de queijo Azul de Minas Sal e pimenta-do-reino a gosto

    MOLHO1 xcara de melado de cana

    2 colheres de mostarda 1 clice de conhaque

    GUARNIO 2 batatas-roxasleo para fritarFolhas verdes, toma-tes, cereja e cenouras cozidas

    MODO DE PREPARO Peito de frango: corte os pei-tos ao meio e tempere com

    cebola, sal e pimenta. Recheie com os queijos e feche-os utilizando palitos de dente. Frite na manteiga at fi car dourado e cozido por dentro. Reserve. Molho de melado de cana: coloque uma colher de manteiga em uma panela e deixe derreter, acrescente o melado de cana, o conhaque e fl ambe. Aps ceder o fogo, acrescente a mostarda e reserve. Batatas prussianas:

    utilizando um cortador de batata chips, corte as batatas em rodelas e frite em leo quente. Montagem: deite o fi l de frango e sirva com

    o molho por cima, rodeado pelas batatas prussianas e salada verde, tomates, cereja e rodelas de cenouras cozidas.

    U Festival Degusta destaca receitas com molhos especiais

    Exclusividades de So Loureno

    Conhecida por suas fontes hidromine-rais, a cidade de So Loureno, no sul de Mi-nas Gerais, realiza pelo terceiro ano, o Festi-val Degusta. Com o tema Molhos Especiais,

    15 estabelecimentos da cidade participam, at o dia 31 de outubro, com pratos elabora-dos especialmente para o circuito. Informa-es no www.saolourencocvb.com.br.

    FOTOS: DIVULGAO

    INGREDIENTES DO PO AUSTRALIANO

    1250 kg de pr-mistura450 ml de gua35 g de fermento biolgico

    INGREDIENTES DO RECHEIO

    4 fatias de peito de peru4 fatias de queijo prato20 g de tomate seco2 folhas de alface100 g de cenoura ralada20 g de maionese

    INGREDIENTES DO MOLHO AGRIDOCE

    1 xcara de suco de laranja2 colheres de sopa de molho ingls 1 colher de sopa de azeite1 colher de salsinha picada1 pitada de sal colher de sopa de farinha de trigo

    MODO DE PREPAROPo australiano: bata todos os ingredientes at dar ponto de vu. Deixe crescer por uma hora e depois asse

    no forno. Montagem do wrap: abra o po austra-liano e passe a maionese, acrescentar o peito de peru, o queijo prato, a alface, o tomate seco e a cenoura ralada por ltimo. Enrole o po com os ingredientes dentro. Molho agridoce: misture todos os ingredientes e leve ao fogo at engrossar. Cestinha: coloque a massa folhada dentro da forminha de empada e asse por 10 minutos.

    WRAP AUSTRALIANO PANIFICADORA SANREMO CHEF REGIANE FERREIRA

    TENTAO DA RAINHA CERVEJARIA ANTONIETA CHEF BEBETE LORENZO E VERA LIVOTTO

    TUDO - BELO HORIZONTE, 18 A 24 DE OUTUBRO DE 2014 13 GASTRONOMIA

  • www.vw.com.br/premium

    Ter estilo abre portas. Comece abrindo a porta de um Jetta.

    transmisso automtica de 6 velocidades com funo Tiptronic

    Sensores de estacionamento dianteiro e traseiro

    Mais segurana: 4 airbags, ABS, ASR e EDL

    3 anos de garantia total sem limite de quilometragem

    Jetta. A melhor parte do caminho.

    www.vw.com.br. Ofertas vlidas at 24/10/2014 nas Concessionrias Volkswagen para veculos bsicos e custo de frete incluso. 1 - Jetta 2.0,

    Jetta. 5 estrelas no rigoroso teste de segurana da Latin NCAP.

    Jetta Comfortline com cmbio automticoA partir deR$ 69.990 vista ou % 24

    Entrada de

    50Saldo em

    %a.m.