gps8 construcao de_piramides_etarias_final

Download Gps8 construcao de_piramides_etarias_final

Post on 24-Jul-2015

195 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

construo_de_pirmides_etrias_final

1ResumoEstrutura etria da populaoConstruo de pirmides etriasPirmides etriasPolticas demogrficasRetrato de Portugal2Estrutura etria a repartio da populao por idades (classes etrias). - O comportamento dos indicadores demogrficos (natalidade, mortalidade, esperana de vida, emigrao e imigrao);

- Determinados factos da histria de um pas (guerras, epidemias, crises econmicas, migraes, entre outros).Reflete:3Pirmide etriaConjuntos de 5 anos que agrupam efetivos de uma populao por idades e sexo.Classes etrias A populao normalmente dividida em trs grandes grupos: - Jovens (0 aos 14 anos); - adultos (entre 15 e 64 anos);- idosos ( 65 anos).Grupos etriosA pirmide etria um grfico de barras horizontais que representa a populao por grupos de idade (classes de idades) e por sexos.

4ExemploGmea (5 meses)Menina (7 anos)Menino (5 anos)Av (80 anos)Gmea (5 meses)Pai (47 anos)Me (43 anos)Av (85 anos)Av (82 anos)5Representao grfica da famliaHomensMulheres+ 800 - 45 - 9()40 - 4445 - 50()001212IdadesidososadultosjovensSexoQUANTIDADE (valores absolutos ou percentagem) 6IdadesHomens %Mulheres %0 - 48,9*8,95 - 97,37,310 146,26,115 195,35,320 244,34,325 293,63,530 343,02,935 392,72,440 442,11,945 491,91,850 541,61,555 591,31,260 640,90,865 690,70,770 740,50,575 790,20,2 800,10,11. Passo:Organizar os dados da populao, dividida por sexo e por classes etrias. O exemplo da Nigria* mais fcil utilizar dados em percentagem porque permite uma melhor comparao.Construo de pirmides etrias72. Passo: Traar dois eixos verticais paralelos com 8,5 cm separados por 1 cm.Cada 0,5 cm desse eixo vertical corresponde a uma classe etria.1 cm0-45-90,5 cmConstruo de pirmides etrias83. PassoTraar dois eixos horizontais a partir da base dos eixos verticais:um para os homens (esquerda) e outro para as mulheres (direita).0-45-910-14Construo de pirmides etrias94. PassoMarcar no eixo horizontal o valor em percentagem de cada sexo (por exemplo: escala de 1 cm = 1%).120-45-910-1412%%1 cmConstruo de pirmides etrias105. PassoRepresentar os valores embarras horizontais para cada classe etria e para cada sexo. 12%354678912%3456789 0-4 5-910-1415-1920-2425-2930-3435-3940-4445-4950-5455-5960-6465-6970-7475-79 80Construo de pirmides etrias11Contraste nas estruturas etriasDiversas situaes demogrficas revelam diferentes estruturas etrias12Cada pas um caso

BrasilEtipiaJapo13Pirmides etriasPirmide etria de populao jovem

14Pirmides etriasPirmide etria de populao envelhecida

15Pirmides etriasPirmide etria de populao adulta

16Pirmides etriasDe um modo geral, podemos afirmar que:

Quanto maior for a taxa de natalidade, maior ser a percentagem de populao jovem, uma vez que nascem mais crianas.A percentagem de populao jovem maior nos pases em desenvolvimento que tm uma taxa de natalidade mais alta.Quanto maior for a esperana mdia de vida, maior ser a percentagem de populao idosa.A percentagem de populao idosa maior nos pases desenvolvidos onde a esperana mdia de vida mais alta.

17Pirmides etriasAs pirmides apresentam:(elevada mortalidade e esperana de vida muito curta). Bases largas Topos estreitosPases em desenvolvimentoPirmides deste tipo representam pases com populao jovem.(devido elevada natalidade).

18Pirmides etriasAs pirmides apresentam:(esperana de vida elevada). Bases estreitas Alargando-se no grupo etrio dos adultosPases desenvolvidosPirmides deste tipo representam pases com populao envelhecida.(devido diminuio da natalidade). Topos relativamente largos Classes etrias ocas

19Pirmides etriasEnvelhecimento demogrficoO envelhecimento demogrfico acentuado nos pases mais desenvolvidos devido combinao de dois aspetos que originam um duplo envelhecimento:alargamento do topo da pirmide etria (aumento da proporo de idosos), fruto do aumento da esperana de vida.Envelhecimento pelo topoestreitamento da base da pirmide, como resultado da diminuio da natalidade e da fecundidade, conduzindo a uma diminuio da proporo de jovens.Envelhecimento pela base20Contraste nas estruturas etriasTaxa de natalidade mais baixa;Esperana de vida mais elevada.Taxa de natalidade mais alta;Esperana de vida mais baixa.Pequena proporo de jovens;Grande proporo de idosos;Populao envelhecida;Reduzido crescimento demogrfico.Grande proporo de jovens;Pequena proporo de idosos;Populao muito jovem;Elevado crescimento demogrfico.Pases desenvolvidosPases desenvolvidos21Contraste nas estruturas etriasPolticas demogrficas22Pases desenvolvidosSituao demogrficaEnvelhecimento da populaoPROBLEMASFalta de mo de obra;Pesados encargos sociais (lares, hospitais, medicamentos);Diminuio da produtividade econmica;Problemas nos regimes de penses e reformas (proporo dos contribuintes cada vez mais reduzida, para reformados cada vez mais numerosos);Falta de inovao na investigao (falta de iniciativas).NECESSIDADE DE REJUVENESCIMENTO DA POPULAO23Polticas demogrficas natalistasBenefcios fiscais para quem tem filhos;Aumento do abono de famlia em funo do nmero de filhos;Incentivos conciliao entre o trabalho e a famlia (prolongamento da licena de maternidade ou paternidade, trabalho em part-time);POLTICAS DE INCENTIVO NATALIDADE24Polticas demogrficas natalistasSubsdios a famlias numerosas;Incentivos deslocao para reas mais despovoadas;Incentivos fixao de populao estrangeira;Aumento da rede de equipamentos sociais como creches e infantrios, entre muitos outros.POLTICAS DE INCENTIVO NATALIDADE25Pases em desenvolvimentoNECESSIDADE DE CONTROLAR A NATALIDADESituao demogrficaPopulao essencialmente jovemElevados encargos com a educao (muitas vezes insuportveis).Elevadas taxas de analfabetismo.Custos elevados dos Estados na aquisio de alimentos para toda esta populao.Desemprego/subemprego (devido grande oferta de mo de obra e falta de indstria). Muitas crianas no tm emprego ou so exploradas por multinacionais.PROBLEMAS26Polticas demogrficas natalistas Promoo do planeamento familiar (distribuio gratuita de contracetivos, acompanhada por aes de sensibilizao, por exemplo); Penalizaes sociais para famlias muito numerosas; Aconselhamento ao casamento tardio; Legalizao do aborto; Aumento do nvel de instruo das populaes, entre outras.POLTICAS PARA CONTROLAR A NATALIDADE27FIM

28