edição 757

Click here to load reader

Post on 26-Jul-2016

228 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Folha Popular de 12 a 19 de fevereiro de 2016 - www.fpop.com.br

TRANSCRIPT

  • FOLHA POPULARANO XVI N 757 TENENTE PORTELA - 12 A 19 DE FEVEREIRO DE 2016 R$ 2,00

    ENCARTE

    www.fpop.com.br

    ACESSE NOSSO SITE

    TENENTE PORTELA SADE

    Trabalho para combater o mosquitoda dengue ser intensificado

    PGINAS 3 E 12

    Audincia em Porto Alegre definereincio das obras da ERS 163

    PGINA 7

    BARRA DO GUARITA ASFALTO

    PGINAS 2, 3 E 10PGINA 6

    TENENTE PORTELA EDUCAO

    Inicia o ano letivo na rede municipal de ensino

    Municpio destaque emsegurana pblica no Estado

    PGINA 9

    VISTA GACHA SEGURANA

    Novo veculo servir aSecretaria de Sade

    PGINA 11

    DERRUBADAS ADMINISTRAO

    PGINA 6

  • Tenente Portela - 12 a 19 de fevereiro de 201622222 FOLHA POPULARGeral

    Direo e edio Jlio Evaristo dos SantosArte e Diagramao Guilherme DamianiReprter fotogrfica - Ana Paula Amaral

    Assinaturas:Semestral:R$ 50,00, Anual: R$ 90,00, Correio R$210,00Circulao: SemanalImpresso: Cia da Arte Iju/RS. Fone: (55) 3332.7070

    Representante para o Brasil:Pereira de Souza & Cia. Ltda. | Fone: (51) 3311.8377

    [email protected]

    Colaboradores: Andreia Primaz Eckhardt, Dante Meller, Felipe Josdos Santos, Jalmir Stefenon, Juliana Henzel, Regis Carniel e TiagoAlbarello.

    As matrias assinadas so de inteira responsabilidade de seusautores e, necessariamente, no refletem a opinio do jornal.

    FOLHA POPULARO jornal que voc l!

    Empresa Jornalstica Pari Ltda.CNPJ-MF:05.438.552/0001-08

    Alvar no1053

    Rua Araci, 47. Tenente Portela - RSCEP: 98500-000.

    Fone: (55) 3551.1608 / 9622-7396

    [email protected]

    EDITORIALMais um ano inicia para alu-

    nos da rede municipal de ensinode Tenente Portela. As oito esco-las municipais de ensino funda-mental e as trs de educao in-fantil correspondem a mais de1.200 alunos, que so orientadospor um corpo docente de aproxi-madamente 120 professores,alm de um grande nmero demonitores, domsticas e coorde-nadores que estipulam e organi-zam os trabalhos educacionaisat dezembro.

    Educao a mola mestrapara transformar sujeitos em se-res crticos, politizados e huma-nizados, com poder intelectual decompactuar razo com tica e sa-bedoria. claro, o plano pedag-gico e o corpo docente so os ve-tores que proporcionaro o desen-volvimento do educando.

    Tambm, um bom ambienteescolar, com boa estrutura paraacolher os alunos, proporcionars escolas transmitirem o conhe-cimento necessrio nessa fase toimportante do aprendizado de cri-anas e adolescentes.

    do centro de treinamento e no sabe oque acontece nos bastidores, no temcomo emitir uma opinio mais conclu-siva.

    Ao torcedor, resta torcer e fazerreflexes sobre osacontecimentos. Seo Grmio, realmen-te, pretende fazer adiferena nessa Li-bertadores, este foio aviso mais clarode que precisa cor-rigir o rumo. Todossabem que a Liber-tadores uma competio que exigeraa e isso foi tudo o que os torcedo-res do Grmio no viram na estria.Claro que os colorados, que esto dis-putando o Gaucho, vo dar a sua tri-

    Na condio de gremista tinha pro-gramado escrever sobre a entradatriunfante do meu time na Copa Li-bertadores. Fiquei acordado at asduas da manh vendo um jogo tristepara os gremistas. Flautas parte, oque se viu no Mxico foi um time semfora, sem nimo e sem coragem.Como um time que pretende ganharuma Libertadores da Amrica come-a jogando com aquela preguia?Com aquele desleixo, com aquela so-berba?

    Tomara que o velho ditado aquele,"h males que vem pro bem", sejaaplicado nessa situao e que o Gr-mio tenha levado uma carraspana darealidade.

    Tomara que a derrota para um timemediano, com um a menos, sirva para

    outra coisa que no seja a vergonhado torcedor que apoia e, muitas ve-zes, idolatra seus "heris" de meiatijela.

    No h desculpas para uma atitu-de como aquela.Total falta de res-peito e propsito.Seria muita carganas costas dos joga-dores? A responsa-bilidade do Luanque o novo astro,

    ou do Douglas que o mais "cascu-do".

    Seria a equipe toda que entrou commuita tranquilidade? Poderia ser umerro na medida entre calma e ener-gia? Responsabilidade do tcnico?Quem est longe dos acontecimentos

    DE OLHO NA IDIA - ALTITUDE

    Felipe Santos

    Advogado

    Ao torcedor, resta torcer efazer reflexes sobre os aconte-cimentos. Se o Grmio, realmen-te, pretende fazer a diferenanessa Libertadores, este foi o avi-so mais claro de que precisa cor-rigir o rumo.

    TENENTE PORTELA ASSISTNCIA

    Novos veculos atendem programasrelacionados aos idosos

    TIAGO ALBARELLO / ASCOM

    F o r a m e n t r e g u e s n a t a r -d e d e q u a r t a - f e i r a , 1 7 ,doi s vecu los novos, umPl io e um Siena , da marca Fiat,a d qu i r i d o s p a ra o s p ro g r a masl ig a d o s a o s i d o so s , d e s en v o l -v ido s pe la Se cre ta r i a Mun ic i -p a l d e As s i s t nc ia S oc i a l .

    C o n f o r me a s e c r e t r i a S a -l e t e B e t t i o S a l a , o P l i o , deR $ 3 3 , 8 5 m i l , s e r d e s t i n a d op a r a o P r o g r a m a " Vi v e n d o aTe r c e i r a I d a d e " , q u e a t e n d ea s d e m a n d a s d o s g r u p o s d ei d o s o s c o m o f i s i o t e r a p i a ,t r a n s p o r t e s , a l i m e n t a o , c a -p a c i t a o e o f i c i n a s t e r a p u -t i c a s . O S i e n a S e d a n , q u a t r opor tas , no valor de R$ 42 mi l , f i -ca r d i sposio da Casa Lard o I d o s o , a t e n d e n d o a o P r o -g r a ma d e A t e n d i me n t o S o c i a lao I do so , q ue e ng lo ba a CasaL a r e o P r o c o n , a t e n d e n d o as i tu a es d e v i o l n c i a . Veculos foram entregues secretria de Assistncia Social e ao prefeito municipal

    pudiada, assim como ns fi-zemos com eles o ano passa-do, mas para os gremistasdeve ser bem mais importan-te o choque de realidade que

    essa primeirapartida demons-trou.

    Ter conscin-cia de que essetime limitado, a primeira lioda estria. Toma-ra que aps essesusto, o Grmio

    passe a ser o time que ideali-zamos, pois em caso contr-rio, amargaremos mais umano de esperanas.

  • ASecretaria Municipal de Adminis-trao e Planejamento comunica queNO haver atendimento do Departa-mento de Pessoal da Prefeitura Munici-pal de Tenente Portela do dia 22 at odia 26 de fevereiro, por motivo de apu-rao do ponto eletrnico e fechamen-to da folha de pagamento dos servido-res, em expediente interno. Nesse per-odo, o IPE tambm no estar aten-dendo ao pblico.

    Ocorpo de um idoso de 71 anos, j

    emestado avanado de decomposio,foi encontrado na manh de quarta-fei-ra, 17, no interior do municpio de Coro-nel Bicaco. Deoclides Mosquer Teixeiraj estava morto h pelo menos 4 dias. Ocadver foi encontrado por um vizinho,aproximadamente s 10h, no ptio dacasa onde ele morava.

    Um balano divulgado pelo Detran

    na tera-feira, aponta que o nmero devtimas fatais em acidentes de trnsitonas estradas gachas em 2015 foi o me-nor desde o incio da srie histrica, em2007.No total, foram 1.726 mortos du-rante o ano passado. Segundo o rgo,2015 teve 297 mortes a menos do queem 2014, uma queda de 15%.

    Em um momento de aperto fiscal e

    incerteza sobre cortes no oramento fe-deral, o ministro da Fazenda, NelsonBarbosa, afirmou que o combate ao zikavrus uma prioridade nacional e queno faltaro recursos para aes de pre-veno, informao e tratamento dosatingidos. Segundo Barbosa, os nme-ros do Oramento de 2016, que devemtrazer cortes de despesas e detalhar ovolume de recursos disponvel para essetrabalho do Ministrio da Sade, seroanunciados nos prximos dias.

    Parece que faltam apenas deta-

    lhes para o PMDB e o PT de TenentePortela se coligarem para as eleiesmunicipais de 2016. As duas siglasquerem indicar candidatos a cabeade chapa. Segundo militantes deambas as siglas, a coligao j estconsolidada, faltando apenas defi-nir quem ir concorrer a prefeito equem ir a vice.

    FOLHA POPULAR 33333Tenente Portela - 12 a 19 de fevereiro de 2016

    *Sugira, critique, colabore com O Observador. Esta coluna s existe pelo e para o leitor. Telefone para a redao ou envie-nos e-mails para [email protected]

    C U R T A S

    FRASE

    A suspeita sempre persegue a conscincia culpada; oladro v em cada sombra um policial.

    William Shakespeare

    A preguia a me do progresso. Se o homem no tivessepreguia de caminhar, no teria inventado a roda.

    Mario Quintana

    As esperanas de se desenvolver uma vacina contra o zika vrus deramum passo adiante na quarta-feira, 17, quando a empresa farmacuticaInovio Pharmaceuticals disse que uma dose experimental induziu uma re-ao robusta e duradoura em ratos. Atualmente, pelo menos 15 empresas e grupos acadmicos esto em-penhados na criao de vacinas contra o zika, de acordo com a OrganizaoMundial da Sade (OMS), em funo do temor crescente do pblico diantedo vrus, que se propaga pelas Amricas. A zika, cujos sintomas incluem febre baixa e irritao cutnea, vem sen-do ligado a casos de microcefalia, uma m-formao cerebral em recm-nascidos no Brasil, embora a conexo ainda no tenha sido provada.

    HUMOR

    Cesar Tadeu Paier, prefeito de Barra do Guarita, falando sobre audincia realizada na capital gacha com o diretor geral do DAERRicardo Nunes, o secretrio da Fazenda do RS Giovani Feltes, o chefe de gabinete Jacir Melo e o vereador Renato Constancio. Pg 5.

    Acreditamos que em breve estaremos com a ERS 163concluda. Voltamos felizes da audincia em Porto Alegre.

    O Projeto AmiCO realizar no sbado, 20, uma feira de adoo de ca-chorros e gatos com desfiles de animais e mateada. Ocorrer na Praa dondio, com incio s 15h. Os animais que sero doados esto sem dono eforam encontrados em estado de abandono, maus tratos e com ferimentos.Os mais de 30 voluntrios do projeto, coordenados pela ONG Organizaode Desenvolvimento Socioambiental e Comunitrio de Tenente Portela(Odesc), aps receberem informaes de animais abandonados, feridos ouem situao de maus tratos, vo resgat-los.

    DIVULGAO / FP

    O horrio de vero acaba no dia 21 de fevereiro de 2016. 0h (meia-noite) de sbado para domingo, os moradores de 10 Estados, alm doDistrito Federal, tero que atrasar os relgios em uma hora. Esta a 40 edio do horrio de vero no pas. A primeira vez ocorreu novero de 1931/1932. O objetivo estimular o uso racional e adequado daenergia eltrica. Segundo o Ministrio de Minas e Energia, nos ltimos dez anos, o horriodiferenciado em parte do pas durante o vero tem possibilitado uma redu-o mdia de 4,6% na demanda por energia no horrio de pico.

    DIVULGAO / FP

    DIVULGAO / FP

  • 44444 FOLHA POPULARGeral

    Tenente Portela - 12 a 19 de fevereiro de 2016

    A PEDIDOEDITAL N 006, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2016.

    CONVOCA APROVADAS NO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO, CONFORMEEDITAL 032/2015 E D OUTRAS PROVIDNCIAS.

    ELIDO JOO BALESTRIN, Prefeito de Tenente Portela - RS, no uso dasatribuies que lhe confere a Lei Orgnica Municipal, TORNA PBLICO aos candidatos doEdital doProcesso Seletivo Simplificado, conforme Edital 032 de 23 de dezembro de 2015, eHomologao do Resultado Final atravs do Edital n. 003, de 18 de janeiro de 2016, e 005 de 03de fevereiro de 2016 a CONVOCAO das candidatos(as) abaixo relacionados(as) para prover oscargos de Professor(a) de Educao Infantil, Professor(a) de Anos Iniciais e professor(a) de AnosFinais, no horrio e local infra mencionados, sob pena do perdimento da vaga correspondente, nostermos do Edital do Processo Seletivo Simplificado, devendo apresentar a documentao exigidanomomento da contratao.Prazo: at dia 26 de fevereiro de 2016, das 8:00 horas s 12:00 horas, e das 13:30 horas s 17:30horas.Local: Departamento de Pessoal da Prefeitura Municipal de Tenente Portela, situada na PraaTenente Portela, n. 23.PROFESSOR(A) DE EDUCAO INFANTILINSCRIO CANDIDATO(A) COLOCAO

    028 Teresinha de Ftima de Lima Castro 1026 T ainara Giacomolli 2010 Marli Teresinha Rodrigues Sturm 3

    PROFESSOR(A) DE ANOS INICIAISINSCRIO CANDIDATO(A) COLOCAO

    009 Cleonice Maria Tolotti Peter 1002 Elissandra Wagner da Rosa 2

    PROFESSOR(A) DE ANOS FINAIS / CINCIASINSCRIO CANDIDATO(A) COLOCAO

    005 Tiago Wollmann 1001 Rosangela Poerch 2

    PROFESSOR(A) DE ANOS FINAIS / MATEMTICAINSCRIO CANDIDATO(A) COLOCAO

    002 Vanderlei Bonora 1

    Gabinete do Prefeito de Tenente Portela, 17 de fevereiro de 2015.

    ELIDO JOO BALESTRINPrefeito de Tenente Portela RS

    Registre-se e Publique-seEm 17 de fevereiro de 2015.

    Nilson Luiz Rosa LopesSecretrio Municipal de Administrao

    A PEDIDO

    PREFEITURA MUNICIPAL DE TENENTE PORTELAPUBLICAES DE EXTRATO de REGISTRO de

    PREOS

    >> REGISTRO DE PREOS - Nr. 01/2016 {{ FormaoVia Prego Presencial Nr. 12/2016 }}- Eventuais Aquisio de :: TUBOS DE CONCRETO Diversos. Fornecedores Contratados: CONS-TRUTORA ADM LTDA - R$: 8.775,00 // EULANIA HOHN - R$: 7.575,00 // NILSONN & CIA. LTDA - R$: 20.796,00 // PRE MOLDADOS DALMO-LIN LTDA - R$: 30.000,00;

    Tenente Portela, 18 de Fevereiro de 2.016Elido J. Balestrin - Prefeito Municipal

    REGIO COOPERATIVISMO

    Sicredi Celeiro RS/SC renecoordenadores de ncleo

    TENENTE PORTELA ESPORTE

    Reunio de programao dos jogos da Olimpada deEsportes acontece no dia 24 de fevereiro

    Conforme solicitao dos coordena-dores das equipes inscritas na OlimpadaMunicipal de Esportes, as partidas serorealizadas no final do ms de fevereiro enos sbados, iniciando no dia 27 no saloda comunidade do Km 12 com a moda-lidadebolozinho, a partir das 13h30min,diz o diretor de Esportes Cleber Tesche.

    Na prxima quarta-feira, 24, s 14h,acontece reunio geral com todos os coor-denadores de equipes, no Centro Cultural,para programar a realizao das demaismodalidades.

    A Sicredi Celeiro RS/SC reali-zou no sbado, 13, Encontrode Coordenadores de Ncleo.O evento ocorreu na sede do LionsClube em Trs Passos e reuniu maisde 150 associados das 17 unidades deatendimento da cooperativa.

    O encontro uma preparaopara o incio das assembleias Sicredi,quando foram expostos os resultadosobtidos pela cooperativa em 2015 e

    os macro objetivos para 2016. Naoportunidade, os coordenadores co-nheceram os planos de desenvolvi-mento das unidades de atendimentobaseados nas consideraes obtidasnos Cafs Colaborativos, realizadosem dezembro do ltimo ano. Para en-cerrar o encontro, uma das palestrasmais assistidas em treinamentos incompany no Brasil foi ministrada. Oempresrio com experincia de 15

    anos em cooperativismo, MarcioMancio, proferiu uma palestra moti-vacional aos associados presentes.

    Estiveram presentes no evento opresidente da Sicredi Celeiro RS/SCVitor Augusto Rizzardi, o vice-presi-dente Adir Francisco Salante, o dire-tor executivo Marcelo Jnior Altssi-mo, a diretora de operaes AlineThiesen, e colaboradores da coope-rativa.

    DIVULGAO / FP

    Palestra motivacional foi ministrada por Marcio Mancio, empresrio com vasta experincia em cooperativismo

  • FOLHA POPULAR 55555Geral

    Tenente Portela - 12 a 19 de fevereiro de 2016

    BARRA DO GUARITA ADMINISTRAOA PEDIDO

    REPBLICA REDERATIVA DO BRASILESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

    MUNICPIO DE MIRAGUAREGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS

    EDITAL DE PROCLAMAS: 1764

    LIVRO: D-9 ANO: 2016 FOLHA:165

    Jordana da Silveira Rutzen - Registradora Designada, Oficial do Registro Civil desta Cidade deMiragua, RS, faz saber que pretendem casar:

    RAFAEL DA SILVA, natural deste Estado, nascido em Erval Seco, nascido em vinte e cinco(25) de setembro de mil novecentos e noventa e um (1991), frentista, divorciado, CI n 6106566109,expedida pela SSP/RS em 16/10/2012, CPF n 023.479.180-28, domiciliado e residente na Ave-nida Iju, n 5425, Bairro Irapu, nesta cidade, filho de Braz Daniel da Silva, nascido em 04de agosto de 1966, servios gerais e de Rute Farias da Silva, nascida em 16 de abril de 1974,servios gerais, ambos brasileiros, naturais deste Estado, domiciliados e residentes nesta cidade.eELIDIANE DILENE VERNER, natural deste Estado, nascida em Redentora, nascida emcinco (05) de novembro de mil novecentos e oitenta e cinco (1985), visitadora do PIN, solteira, CIn 9101342633, expedida pela SJS/RS em 14/06/2004, CPF n 016.053.690-12, domiciliada eresidente na Avenida Iju, n 5425, Bairro Irapu, nesta cidade, filha de Arnaldo BernardoVerner, nascido em 24 de maio de 1943, aposentado e de Eva da Silva Verner, nascida em13 de julho de 1946, aposentada, ambos brasileiros, naturais deste Estado, domiciliados e residen-tes na Avenida Iju, n 5425, Bairro Irapu, nesta cidade.

    Apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 n. I, III, IV e V do Cdigo Civil. Sealgum souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei. Lavro o presente para ser afixadono lugar de costume neste servio e publicado na imprensa local.

    Eu que o lavrei, conferi, dou f e assino.Miragua, 15 de fevereiro de 2016.

    Jordana da Silveira RutzenRegistradora Designada

    A PEDIDO

    Prefeito participa deaudincia em Porto Alegre

    OESTE MANIA

    Na tera-feira, 16, o prefeitomunicipal de Barra do Guari-ta Csar Tadeu Paier, junta-mente com o vereador Renato Cons-tancio, o secretrio da Fazenda do RSGiovani Feltes e o chefe de gabineteJacir Melo, participou de uma audi-ncia com o diretor geral do Departa-mento Autnomo de Estradas de Ro-dagem (DAER), Ricardo Nunes.

    Foram tratados assuntos referen-tes concluso das obras da ERS 163.De acordo com Paier, o diretor doDAER se manifestar nos prximosdias sobre como a obra ser executa-da, estando agendada para iniciar nofinal de maro.

    Conforme o prefeito, a empresaque estava executando a obra retirouo maquinrio, com previso de retor-nar no final de maro.

    A posio que temos da empre-

    sa que quando voltar ir concluir aobra, que necessita de poucos dias detrabalho. Os prximos servios serorealizados para recapear, pintar, si-nalizar, canalizar gua e terminar al-guns trechos que ainda necessitam dereparos. Acreditamos que em breveestaremos com a ERS 163 concluda.Voltamos felizes da audincia em

    Porto Alegre.Um grupo de agricultores do mu-

    nicpio est se mobilizando para blo-quear novamente a rodovia, caso nose confirme o incio dos servios definalizao da ERS. Eles trancaro arodovia com maquinrios agrcolasat que providncias sejam tomadaspara retomar a obra.

    Previso de que as obras sejam retomadas no final de maro

    TENENTE PORTELA ADMINISTRAO

    Obra da Academia da Sade continuaparalisada por falta de repasse federal

    A obra da Academia da Sade ini-ciada no dia 20 de maio de 2015, napraa em frente ao Ginsio da EscolaClia, foi paralisada no dia 30 de outu-bro por falta de recursos. O governofederal repassou apenas 20% dos

    DIVULGAO / FP

    R$100 mil, recursos oriundos do Mi-nistrio da Sade.

    De acordo com o prefeito ElidoBalestrin, aps o repasse do governofederal, a obra ser iniciada.

    Venceu o Processo Licitatrio, que

    foi homologado no dia 15 de maio doano passado, a Construtora Gonalvese da Luz Ltda, com o valor de R$114,99mil. Sero aplicados os R$100 mil doMinistrio da Sade e uma contrapar-tida do municpio de R$14,99 mil.

    Trabalhos somente sero retomados quando o governo federal acenar positivamente pela liberao de recursos

  • 66666 FOLHA POPULAREducao

    Tenente Portela - 12 a 19 de fevereiro de 2016

    TENENTE PORTELA

    Mais de 1.100 alunos da rede municipalde ensino retornam s aulas

    A primeira quinzena de feve-reiro foi marcada pela reto-mada das atividades letivasda rede municipal de ensino. Maisde 1.100 alunos iniciaram o ano leti-vo, distribudos entre oito escolas deensino fundamental e trs de educa-o infantil. Aproximadamente 115professores, alm de monitores, do-msticas, vigias e outros profissio-nais coordenam e organizam os tra-balhos at dezembro.

    Conforme a secretria de Edu-cao, Geni Kasper Carboni, as oito

    escolas de ensino fundamental ini-ciaram as atividades na segunda-feira, 15, e encerram no dia 16 dedezembro, totalizando 200 dias leti-vos. As trs escolas de educaoinfantil, que j esto em funciona-mento desde o dia 3 de fevereiro,concluiro o ano letivo no dia 20 dedezembro.

    "Mais um ano letivo se inicia ecom ele expectativas, novos proje-tos, novos anseios, novos desejos deque tudo ocorrer dentro do espera-do. O iniciar de um novo ano esco-

    lar sempre traz desafios, exignci-as, buscas, realizaes. Somos con-vocados a assumir a caminhadaeducativa com coragem e esperan-a, fazendo a diferena nas prti-cas pedaggicas de nosso corpo do-cente, empenhando esforos em aju-dar a construir solues transforma-doras para as novas demandas dasgeraes atuais, sendo e formandopessoas criativas, dinmicas, capa-zes de dar significado ao aprendi-zado e relacion-lo com o cotidianoda vida", enfatizou a secretria.

    ASCOM

    O municpio possui 657 alunos matriculados no ensino fundamentale 529 na educao infantil

    TENENTE PORTELA

    Melhorias so realizadas naEscola Descobrindo o Saber

    A Secretaria Municipal de Educa-o Cultura e Desporto (Smecd) efe-tuou melhorias na Escola de EducaoInfantil Descobrindo o Saber. Como aescola fruto de recursos federais, aconstruo padronizada e igual emtodo o pas, mas quando chove causatranstornos aos alunos e professores.

    De acordo com a direo da esco-la, os pais dos alunos reclamavam so-

    bre a corrente de vento frio que ocorreno inverno.

    Para resolver o problema foi con-tratada uma empresa para instalar co-berturas e para vedar os vidros.

    As reformas iro gerar melhorconforto trmico dentro do saguo e norefeitrio, alm de garantir proteo noacesso ao educandrio em dias de chu-va, diz a secretria de Educao.

    O custo do investimento foi de R$ 35,12 mil, de recursos da Smecd

    ASCOM

    TENENTE PORTELA

    A Escola Ayrton Senna comemora seu 14 aniversrio

    As atividades letivas da escola ini-ciaram no dia 10 de fevereiro, com arecepo dos professores na reuniode planejamento e preparao dos es-paos para receber os alunos e pais nodia 15, incio do ano letivo.

    No dia 24 de fevereiro, o educan-drio completa quatorze anos de suacriao. Com o fechamento da CNEC,

    a escola est ocupando o espao fsicocenecista, alugado pelo municpio, aten-dendo alunos da educao infantil ao9 ano do ensino fundamental, totali-zando 425 alunos matriculados, que soassistidos por 38 profissionais, 8 funci-onrios e 4 estagirios monitores.

    Conforme o diretor da escola Tia-go Wollman, as conquistas da escola

    so frutos do trabalho conjunto entre acomunidade escolar (pais, alunos, pro-fessores, funcionrios e direo). Ob-jetivamos formar sujeitos autnomos,construtores de conhecimentos, crticose responsveis, que vivenciem valores,tornando-se cidados atuantes na soci-edade, que a poltica do educand-rio, diz o diretor.

    DIVULGAO / FP

    H vagas para turmas da educao infantil e ensino fundamental

  • FOLHA POPULAR 77777Polcia

    Tenente Portela - 12 a 19 de fevereiro de 2016

    TENENTE PORTELA

    Autor de homicdio de trnsito indiciadoA Polcia Civil (PC) de Te-nente Por te la conclu iu eremeteu ao Poder Judici-rio na quarta-feira, 17, o InquritoPolicial que apurou as circunstnci-as da morte de Lotrio Helmuth Lau-er, vtima do acidente de trnsito queocorreu na RSC 472, prximo ao tre-vo de sada a Palmitinho, no dia 6 dejunho de 2015.

    Na poca, a vtima deslocavacom sua motocicleta no sentido Te-nente Portela/Palmitinho, quando foicolhido por um caminho tanque quetrafegava em sentido contrrio. Ocondutor do caminho no parou nolocal para prestar socorro vtima.

    Em investigaes, a PC identifi-cou e apreendeu o caminho envol-vido no fato, mas ao buscar vestgi-os no veculo, constatou que os ro-dados haviam sido substitudos, o quefoi confirmado pelos peritos do Ins-tituto Geral de Percias (IGP).

    De acordo com o delegado de po-lcia Roberto Fagundes Audino, aao no impediu a responsabiliza-o penal do condutor do caminho,V.A., de 28 anos de idade, que foiidentificado atravs de prova teste-munhal e imagens de cmeras de v-deo, e indiciado por homicdio culpo-so (sem inteno de matar), majorado(agravado) pela omisso de socorro.

    ANA PAULA AMARAL / FP

    Lotrio era tcnico em Radiologia e trabalhava h muitos anos no Hospital Santo Antnio

    BARRA DO GUARITA

    Polcia indicia autor dos golpes de faca que resultaram na morte do secretrio de Obras

    OESTE MANIA

    A Polcia Civil remeteu Justia oInqurito Policial que apurou as cir-cunstncias da morte do secretrio de

    Obras de Barra do Guarita, Josimar Pas-choali, ocorrida no dia 5 de fevereiro,aps uma briga em via pblica no mu-

    nicpio.Naquela data, aproximadamente s

    13h, Paschoali, 42 anos, foi esfaquea-

    do aps desentendimento com Gen-sio Lopes da Silva, 42 anos, agricultor,na Avenida Tenente Portela, prximo Praa Municipal.

    Os homens discutiram e desferi-ram-se golpes com arma branca.

    Ambos ficaram feridos e foramconduzidos ao Hospital Santo Antniode Tenente Portela.

    Paschoali, com ferimento no ab-dmen, faleceu aps cirurgia, aproxi-madamente s 17h30min.

    Silva sofreu ferimentos na cabeae nas mos.

    Conforme informaes dos servi-dores municipais que estavam reali-zando servios de pintura e de limpe-

    za na avenida, a briga ocorreu aps amoto Yamaha, conduzida por Silva,ter colidido com o caminho da Pre-feitura Municipal, parado no local.

    Silva, aps depoimento na Dele-gacia de Polcia, foi conduzido ao Pre-sdio Estadual de Trs Passos, ondepermanece disposio do Poder Ju-dicirio.

    Segundo o delegado de polcia Ro-berto Fagundes Audino, responsvelpelas investigaes, o suspeito foi in-diciado por homicdio qualificado pormotivo ftil.

    Ele foi preso em flagrante na datados fatos e permanece recolhido noPresdio Estadual de Trs Passos.O suspeito foi indiciado por homicdio qualificado por motivo ftil

  • 88888 FOLHA POPULAR Tenente Portela - 12 a 19 de fevereiro de 2016Indicador Profissional

    Stela SplendorNutricionista

    SADE

    Alimentao saudvel:dez passos

    Abusca pela qualidade de vida ebem estar uma preocupaocada vez mais presente no con-junto da sociedade. No mesmo sentido,a qualidade de vida crescentementevista como expresso da felicidade, in-clusive sob a perspectiva filosfica -Que seu remdio seja seu alimento, eque seu alimento seja seu remdio Hipcrates.

    Nutrio e qualidade de vida cami-nham juntas. No possvel deixar deconsiderar a alimentao como fator fun-damental da sade das pessoas.

    A alimentao correta, saudvel,equilibrada e com suficiente aporte decalorias e nutrientes essencial para ocorreto desenvolvimento do corpo. Boaalimentao conjugada com hbitos sau-dveis, como a prtica de atividade fsi-ca, so fatores essenciais na promooda sade e preveno de doenas.

    De outro lado, hoje tambm somoslevados a dedicar ateno para os nega-tivos reflexos econmicos e sociais pro-vocados pelo sobrepeso, obesidade eoutras doenas crnicas. No mundo, jse v o avano em torno da adoo deprogramas de qualidade de vida, e a ali-mentao, claro, tem foco especial.

    importante ter orientaes que nosajudem a lidar e a prevenir esses tipos deproblemas. preciso que todos sejamalertados dos riscos decorrentes da in-gesto de alimentos e bebidas ricas emcalorias, gorduras, sdio e acares.Gestos simples que envolve, porexemplo, reduzir o consumo de sal, co-mer mais frutas, verduras e gros inte-grais, aliado com atividade fsica regu-lar, representam efetivamente, confor-me apontam estudos, uma grande e de-cisiva diferena quando buscamos obem-estar.

    Adquirir uma alimentao saudvelrequer quantidades certas, sem exage-ros e tambm sem excluses, rotina dehorrios e alimentos que forneam aocorpo: protenas, carboidratos, gorduras,

    fibras, clcio vitaminas e outros mine-rais. importante verificar a qualidadedos alimentos para consumir produtosbons e que no faam mal sua sade.

    Os Dez Passos para uma Alimenta-o Saudvel so orientaes prticassobre alimentao para pessoas saud-veis com mais de dois anos de idade.Comece escolhendo aquela orientaoque lhe parea mais fcil, interessanteou desafiadora e procure segui-la todosos dias.

    1. Fazer de alimentos a base da ali-mentao

    Alimentos e no produtos deriva-dos de alimentos devem ser a base desua alimentao. Alimentos em grandevariedade e predominantemente de ori-gem vegetal so uma base excelente parauma alimentao equilibrada e saborosa.

    Variedade significa alimentos de to-dos os tipos - gros, razes, tubrculos,legumes, verduras, frutas, castanhas, lei-te, ovos e carnes - e variedade dentro decada tipo - feijo, arroz, milho, batata,mandioca, tomate, abbora, laranja, ba-nana, frango, peixes etc.

    2. Usar leos, gorduras, sal e acarcom moderao.

    leos, gorduras, sal e acar soprodutos alimentcios que devem ser usa-dos com moderao para temperar ecozinhar alimentos e para convert-losem preparaes culinrias variadas esaborosas.

    3. Limitar o uso de produtos pron-tos para consumo

    Alguns produtos prontos para con-sumo, como pes e queijos feitos de modoartesanal, podem fazer parte de uma ali-mentao saudvel quando, em peque-nas quantidades, complementam e nosubstituem alimentos. Outros produtos,como pes de forma, pes doces, biscoi-tos recheados, guloseimas, salgadinhos,refrigerantes, bebidas adoadas em ge-ral, sopa e macarro instantneos, tem-pero pronto, embutidos, produtos pron-tos para aquecer, devem ser evitados ou

    consumidos apenas ocasionalmente.4. Comer com regularidade e com

    ateno e em ambientes apropriadosProcure fazer suas refeies em ho-

    rrios semelhantes todos os dias e evitecomer nos intervalos entre as refeies.Coma sempre devagar e desfrute o queest comendo, sem se envolver em ou-tra atividade. Procure comer em locaislimpos e onde voc se sinta confortvele evite ambientes ruidosos ou estressan-tes. Evite tambm comer em ambien-tes onde h estmulo para o consumo dequantidades ilimitadas de alimentos.

    5. Comer em companhiaSempre que possvel, prefira comer

    em companhia, com familiares, ami-gos ou colegas de trabalho ou escola. Acompanhia favorece o comer com re-gularidade e ateno, combina com am-bientes apropriados e amplia o desfruteda alimentao.

    6. Fazer compras de alimentos emlocais que ofertem variedades de ali-mentos frescos e evitar aqueles que svendem produtos prontos para con-sumo

    Em supermercados e outros esta-belecimentos onde voc encontra todosos tipos de alimentos e produtos, utilizeuma lista de compras para no comprarmais do que voc precisa. Fuja das ofer-tas que oferecem embalagens gigantesde produtos prontos para consumo ouque distribuam brindes para crianas.Faa ao menos parte de suas comprasem mercados, feiras livres, sacolesou varejes, dando preferncia a ali-mentos frescos que esto na safra e aprodutores locais.

    7. Desenvolver, exercitar e partilharhabilidades culinrias

    Se voc tem habilidades culinrias,procure desenvolv-las e partilh-las,principalmente com crianas e jovens,sem distino de gnero. Se voc notem habilidades culinrias - e isso valepara homens e mulheres - procure ad-quiri-las. Para isso converse com as pes-

    soas que sabem cozinhar, pea receitasa familiares, amigos e colegas, leia li-vros, consulte a internet, eventualmentefaa cursos e... comece a cozinhar!

    8. Planejar o uso do tempo paradar alimentao o espao que ela me-rece

    Planeje as compras de alimentos,organize a despensa domstica e definacom antecedncia o cardpio da sema-na. Divida com os membros de sua fa-mlia a responsabilidade por todas as ati-vidades domsticas relacionadas ao pre-paro de refeies. Faa da preparaode refeies e do ato de comer momen-tos privilegiados de convivncia e prazer.Reavalie como voc tem usado o seutempo e identifique quais atividades po-deriam ceder espao para a alimenta-o.

    9. Dar preferncia, quando fora decasa, a locais que servem refeies feitasna hora e evitar redes de fast food

    No dia a dia, procure locais que ser-vem comida caseira e a preo justo. Res-taurantes que oferecem comida vendidapor peso e pratos feitos podem ser boasopes assim como refeitrios que ser-vem comida caseira em escolas ou nolocal de trabalho. De vez em quando, sepuder, v a restaurantes que servem pratosmais elaborados da culinria brasileira oupratos da cozinha de outros pases.

    10. Ser crtico quanto a informa-es, orientaes e mensagens sobre ali-mentao veiculadas em propagandascomerciais

    Lembre-se que a funo da publici-dade aumentar a venda de produtos eno informar e, menos ainda, educar aspessoas. Avalie com crtica o que voc l,v e ouve sobre alimentao e estimuleoutras pessoas a fazerem o mesmo.

  • FOLHA POPULAR 99999Tenente Portela - 12 a 19 de fevereiro de 2016Geral

    Artigos dos BisposFalncias e reaes

    Enviado Por: Pe. Guido TaffarelParquia Nossa Senhora Aparecida - Tenente Portela/RS

    VISTA GACHA ADMINISTRAO

    A cultura que sustenta a sociedade na conquista de progressos, na consoli-dao da inteligncia indispensvel para tratar os anseios do povo, particular-mente as prioridades de quem mais pobre, com oferta de educao, sade,lazer e meios para fortalecer valores indispensveis na composio do que anao brasileira. Os lderes governamentais, educacionais, polticos, culturais ereligiosos so desafiados a olhar o conjunto de sua realidade sociocultural edefinir, com sabedoria, os investimentos prioritrios, parcerias que faam au-mentar os tradicionais patrimnios - culturais, religiosos e educacionais - que tmfora para contribuir com as transformaes capazes de dar ao pas novo rumo.

    As reformulaes mais profundas no viro simplesmente das intenes deplanos governamentais. hora de tratar - de modo tcnico, cientfico e educativa-mente - os substratos que alavancam ou esvaziam a cultura de cada regio.Trata-se de, a partir da reconfigurao dos contextos locais, desencadear opera-o mais revolucionria no conjunto da cultura brasileira. Muitos so os itens queprecisam ser elencados para anlise e tratamento. Entre eles est a conscinciade pertena ao povo. Urge nesse caso, especialmente, quando uma regio enriquecida por muitos e diferentes traos culturais, a superao de um tipo dedeboche - superficial e ridculo - que parece colocar de fora das prprias frontei-ras o que a riqueza do seu territrio.

    Chama a ateno quando uma regio se deixa tratar apenas como destinoextrativista e desrespeita valiosos substratos da prpria cultura. Uma viso distor-cida, que considera importante e interessante apenas o que est e o que se edificafora do prprio territrio. Isso acaba por sustentar dinmicas que vo habituandoo conjunto da populao a no tratar adequadamente seu patrimnio e a no maisinvestir em empreendimentos com fora para fazer avanar a sua histria. Nessecaminho, despreza-se o potencial turstico local, desconsiderando seus valoresculturais. Abre-se mo das riquezas regionais.

    Lderes de diversas reas devem investir e apoiar projetos capazes de valo-rizar equipamentos ambientais e culturais, legados da histria e da natureza, comfora de projeo internacional. Dos governantes e polticos locais, esperadoque busquem, inteligentemente, no cenrio nacional, caminhos para melhorar ainfraestrutura de sua regio, a partir do dilogo e do respeito aos outros. Assim possvel fazer, por exemplo, da malha rodoviria de seu territrio um verdadeirojardim, e no cenrios de abominveis desastres fatais. Dos educadores e produ-tores da cultura, so esperados mais dilogo e cooperao efetiva, para fortalecerredes educativas, mecanismos que valorizam as tradies, riqueza inigualvel.Dos lderes religiosos, so demandadas mais inventividade e abnegao parapreservar o patrimnio da f. Do menos ao mais influente socialmente, pede-seo dilogo que leva cooperao mtua, alimentada por valores j existentes nasprticas familiares e religiosas.

    A ladainha do que necessrio reconfigurar no substrato cultural grande,pode ser acrescida com novos itens por todos. Conta agora compreender a criseantropolgica e reagir com ardor para aperfeioar recursos, dar velocidade aprojetos, priorizar as necessidades dos pobres. hora de uma revoluo cultural,tratando sabiamente as incontestveis falncias para, assim, iniciar reaes in-dispensveis.

    Municpio destaca-se na rea de segurana pblica De acordo com estatsticas da Secre-taria de Segurana Pblica do Estado do RioGrande do Sul, Vista Gacha est na 35colocao entre os 497 municpios do RS, 2colocado dos 21 municpios da Regio Ce-leiro e 1 da microrregio.

    Conforme o relatrio, os dados mos-tram que os nmeros do ano de 2015, com-parados com os de 2008, apontam uma

    diminuio de 95% nos registros de ocor-rncias no municpio.

    Os nmeros comprovam que vive-mos em outros tempos, onde a paz, a tran-quilidade perdura entre as pessoas que aquiresidem. Isso o reflexo de uma adminis-trao pblica que se preocupa com o bemestar da populao e com a segurana donosso povo, diz o prefeito Claudemir Jos

    Locatelli.Os nmeros mostram o quanto avan-

    amos na rea da segurana pblica. Este o reflexo de uma sociedade ordeira, traba-lhadora e respeitosa, mostrando uma sinto-nia entre o comportamento do cidado coma participao do Poder Pblico Municipal,com o acompanhamento da Brigada Mili-tar e da Polcia Civil, conclui Locatelli.

    Em 2008 Um homicdio doloso, 25 furtos e 11 deli-tos relacionados a armas e munies, totalizando 37 ocor-rncias.

    Em 2015 Foram 17 furtos e 2 delitos relacionados aarmas e munies, totalizando 19 ocorrncias.

    Comisso de Educao, Sade e Assis-tncia: PMDB No indicou nome ainda, PP- ElenirFtima Barasuol, PSDB Selfredo Bomm;

    Comisso de Obras e Servios Pbli-cos: PMDB Angelo Celeste Tuzzin, PP- Florindo Bi-din, PSDB Selfredo Bomm;

    Comisso de Fiscalizao Orament-ria: PMDB Erno Bomm, PP- Elenir Ftima Barasuol,PSDB Selfredo Bomm;

    Comisso de Legislao Ambiental:PMDB No indicou nome ainda, PP- Elenir Ftima Ba-rasuol, PSDB Selfredo Bomm;

    Comisso de Controle de Uso de Ve-culos a Disposio do Poder Legislativo deDerrubadas: PMDB No indicou nome ainda, PP-Florindo Bidin, PSDB Selfredo Bomm.

    Tambm foram indicados os Lderes de Ban-cadas da Cmara de Vereadores de Derrubadas: PMDB Erno Bomm, PP Elenir Ftima Barasuol,PSDB Selfredo Bomm.

    Registra-se que o Vereador Osmar Von Mller soli-citou a Mesa Diretora que transcrevesse em ata que o mesmorepresenta-se individualmente na Cmara de Vereadores,no sendo representado pela liderana da bancada doPMDB, eis que no compe a Bancada do PMDB nestelegislativo.

    Haviam ainda neste espao as seguintes matriaspara apreciao dos Vereadores:

    PROJETO DE LEI N 005/2016: queAutoriza o Poder Executivo de Derrubadas a atualizarovalor pago a ttulo de vencimento bsico do magistriopblico municipal, quadro de professores, adequandoao valor do piso nacional e d outras providncias. EsteProjeto de Lei teve seu Regime de Urgncia aprovado porunanimidade, e em seguida foi o mesmo baixado para aComisso de Justia e Finanas, Oramento e Tomada deContas.

    PROJETO DE LEI N 006/2016: queAutoriza o Poder Executivo municipal a firmar instru-mento de doao de imvel urbano CORSAN Compa-nhia Riograndense de Saneamento e d outras provi-dncias. Este Projeto de Lei foi baixado para a Comissode Justia e Finanas, Oramento e Tomada de Contas.

    Claudemir Jos Locatelli

    A PEDIDO

    CMARA DE VEREADORES DE DERRUBADASNo dia quinze de fevereiro de dois mil e dezesseis, s

    dezenove horas, reuniu-se a Cmara Municipal de Vereado-res de Derrubadas, sob a Presidncia do Vereador ADE-MIR CEMIN. A sesso tambm contou com a presen-a dos Vereadores: ERNO BOMM, ANGELO CELESTETUZZIN, NELCI LUIS GAVIRAGHI, OSMAR VON ML-LER, FLORINDO BIDIN, ELENIR FTIMA BARASUOLeSELFREDO BOMM, bem como com a ausncia justifi-cada do Vereador MARCOS ANTNIO BIDIN, o qualencontrava-se acompanhando familiares em tratamentode sade.

    Aberto os trabalhos o Presidente apresentou cpiasxerogrficas das seguintes atas: ATA N 043/2015, da Ses-so Ordinria realizada no dia 14 de dezembro de 2015, s19 horas; ATA N 001/2016, da Sesso Extraordinria re-alizada no dia 08 de janeiro de 2016, s 07h30min.

    REQUERIMENTOS: Haviam inscritos nes-te espao os seguintes Vereadores:

    Do Vereador Nelci Luis Gaviraghi: I)Requereu ao Prefeito Municipal, Sr. Almir Jos Bagega,determinao ao setor competente da municipalidade aconstruo de paradas/abrigos de nibus, na localida-de de Linha Lebre, na esquina entre as propriedades deCaio Rodrigues e Levino Schwertner. Solicitou ainda oVereador proponente, a realizao de estudos quanto anecessidade de construo de outros abrigos no Munic-pio de Derrubadas. Salientou o Vereador proponentetratar-se de um pedido dos moradores desta localidade.Este Requerimento foi aprovado por unanimidade, subs-crito pelos Vereadores Osmar Von Mller e Selfredo Bomm.

    II) Requereu ao Prefeito Municipal, Sr. Almir JosBagega, bem como ao prprio Poder Legislativo, estu-dos quanto a possibilidade de concesso de reajustesalarial aos servidores pblicos do Municpio de Derru-badas, exerccio 2016. Salientou o Vereador proponenteque o salrio mnimo nacional j teve reajuste este ano,emesmo no sendo indexador de reajuste aos servidoresmunicipais, precisa ser levado em conta pois os padresmenores j esto recebendo compenso salarial por re-ceberem menos de 1 salrio mnimo nacional. Este Re-querimento foi aprovado por unanimidade, subscrito peloVereador Erno Bomm.

    III) Requereu ao Prefeito Municipal, Sr. Almir

    Jos Bagega, bem como ao prprio Poder Legislativo, es-tudos quanto a possibilidade de concesso de vale-refeio(em torno de R$ 300,00) aos servidores pblicos do Muni-cpio de Derrubadas. Salientou o Vereador proponente queseria esta uma forma de auxiliar os servidores pblicos,aumento consequentemente sua autoestima, sendo que v-rios municpios do Estado j dispe destes benefcios. EsteRequerimento foi aprovado por unanimidade, subscrito pe-los Vereadores Erno Bomm e Ademir Cemin.

    IV) Requereu ao Prefeito Municipal, Sr. Almir JosBagega, estudos quanto a possibilidade de instalao defeiras livres de produtores rurais, para a comercializaode produtos alimentcios e artesanais, produzidos no meiorural de nosso Municpio. Salientou o Vereador proponen-te que h necessidade para nossos produtores rurais, bemcomo para os consumidores do Municpio conseguirem umproduto diretamente do produtor para consumidor. EsteRequerimento foi aprovado por unanimidade.

    Do Vereador Osmar Von Mller: I) Reque-reu ao Prefeito Municipal, Sr. Almir Jos Bagega, que de-termine ao setor competente da municipalidade, a coloca-o com urgncia de uma proteo nas bocas de lobo, dasruas e avenidas de nossa cidade, bem como a colocao desinalizao, indicando a existncia destes locais, evitando-se assim acidentes tanto com veculos, como com pedestres.Este Requerimento foi aprovado por unanimidade, subscritopela Vereadora Elenir Ftima Barasuol.

    II) Requereu ao Presidente da Cmara Municipal deVereadores de Derrubadas, Sr. Ademir Cemin, que o mesmoinforme ao Plenrio da Casa quais os servidores contrata-dos, quais os cargos lotados, funes individuais, padresevalores pagos a cada servidor, bem como se h a previsode novas contrataes para a gesto 2016, quais os car-gos, para fins de conhecimentos e transparncia no PoderLegislativo. Este Requerimento foi aprovado por unanimi-dade.

    ORDEM DO DIA: Nesse momento o Presidenteprocedeu a composio das Comisses Permanentes do PoderLegislativo para o Exerccio de 2016, as quais ficaram assimcompostas:

    Comisso de Justia e Finanas, Ora-mento e Tomadas de Contas: PMDB Erno Bomm,PP- Florindo Bidin, PSDB Selfredo Bomm;

    Produzido e editado pela Cmara de Vereadores de Derrubadas

  • 1010101010 FOLHA POPULAR Tenente Portela - 12 a 19 de fevereiro de 2016Geral

    TENENTE PORTELA ESPORTE

    Estdio Kangoo Dance comemoraseu primeiro aniversrio

    A PEDIDOPREFEITURA MUNICIPAL DE TENENTE PORTELACONTRATOS LICITATRIOS FIRMADOS EM JAN/2016Contratado:ADEMIR CARLOS GARBIN FILHO-ARQUITETURA -MECNPJ:17.576.783/0001-59Modalidade:Outras ModalidadesNmero da Licitao:3/2015Nmero do Contrato ou Aditivo: 179/2015Objeto:Venda Subsidiada de LOTES / TERRENOS junto ao Distrito Industrial Osvaldo Trintin s Margens do entroncamento das RST472 e da RSC 330 {{ Trevo de acesso a derrubadas}} em conformidade com a Lei Municipal 2233/2014Valor:80.950,00

    Contratado:LUZES & DECOR LTDA - MECNPJ:19.786.942/0001-75Modalidade:PREGO PRESENCIALNmero da Licitao:1/2016Nmero do Contrato ou Aditivo: 001/2016Objeto:Aquisio de MATERIAL DE SONSUMO E PEDAGOGICO para uso junto as Escolas da Rede Municipal de Ensino.Valor:853,70

    Contratado:MILRAU COMRCIO DE ARTIGOS PEDAGGICOS LTDA CNPJ:02.459.406/0001-62Modalidade:PREGO PRESENCIALNmero da Licitao:1/2016Nmero do Contrato ou Aditivo: 002/2016Objeto:Aquisio de MATERIAL DE CONSUMO E PEDAGOGICO para uso junto as Escolas da Rede Municipal de Ensino.Valor: 3.105,80

    Contratado:CRISTIANO DUARTE - MECNPJ:14.480.526/0001-20Modalidade:PREGO PRESENCIALNmero da Licitao:1/2016Nmero do Contrato ou Aditivo: 003/2016Objeto:Aquisio de MATERIAL DE SONSUMO E PEDAGOGICO para uso junto as Escolas da Rede Municipal de Ensino.Valor: 528,00

    Contratado:LEANDRO STRINGARI - MECNPJ:21.681.063/0001-20Modalidade:PREGO PRESENCIALNmero da Licitao:1/2016Nmero do Contrato ou Aditivo: 004/2016Objeto:Aquisio de MATERIAL DE CONSUMO E PEDAGOGICO para uso junto as Escolas da Rede Municipal de Ensino. Cfer ItensDescritos no Anexo 1 do edital. Aquisio de Respons. Secret. Municipal de Educao...Valor:1.862,30

    Contratado:CRISTIANO MEGIER TRAUTMANNCNPJ:13.615.336/0001-00Modalidade:PREGO PRESENCIALNmero da Licitao:1/2016Nmero do Contrato ou Aditivo: 005/2016Objeto:Aquisio de MATERIAL DE CONSUMO E PEDAGOGICO para uso junto as Escolas da Rede Municipal de Ensino.Valor:3.792,65

    Contratado:ALBARELLO TRANSPORTES TERRAPLANAGEM LTDACNPJ:04.820.102/0001-04Modalidade:PREGO PRESENCIALNmero da Licitao:4/2016Nmero do Contrato ou Aditivo: 006/2016Objeto:Contratao de Empresa p/ PRESTAO de SERVIOS TERCEIRIZADOS de Mquinas Pesadas e Caminho e Roadeira.Valor: 40.750,00

    Contratado:L.T.PIAIA &CIA.LTDA.CNPJ:05.871.828/0001-39Modalidade:PREGO PRESENCIALNmero da Licitao:4/2016Nmero do Contrato ou Aditivo: 007/2016Objeto:Contratao de Empresa p/ PRESTAO de SERVIOS TERCEIRIZADOS de Mquinas Pesadas e Caminho e Roadeira.Valor:45.250,00

    Contratado:MAQTER TERRAPLENAGEM LTDA -EPPCNPJ:05.343.673/0001-68Modalidade:PREGO PRESENCIALNmero da Licitao:4/2016Nmero do Contrato ou Aditivo: 008/2016Objeto:Contratao de Empresa p/ PRESTAO de SERVIOS TERCEIRIZADOS de Mquinas Pesadas e Caminho e Roadeira.Valor:20.760,00

    Contratado:PORTELA TERRAPLENAGEM LTDA - MECNPJ:23.062.510/0001-99Modalidade:PREGO PRESENCIALNmero da Licitao:4/2016Nmero do Contrato ou Aditivo: 009/2016Objeto:Contratao de Empresa p/ PRESTAO de SERVIOS TERCEIRIZADOS de Mquinas Pesadas e Caminho e Roadeira.Valor:166.750,00

    Contratado:JAIR RODRIGUES DE OLIVEIRA -MECNPJ:22.320.542/0001-84Modalidade:PREGO PRESENCIALNmero da Licitao:136/2015Nmero do Contrato ou Aditivo: 28/2016Objeto:Contratao de Empresa para a Prestao de Servios Terceirizados de ASSESSORIA TCNICA para ADEQUAO do SIMepara IMPLANTAO do SISBI /Valor: 25.990,00

    Na noite de sbado, 13, o Stu-dio Kangoo Dance come-morou, juntamente comalunas, amigas e familiares, seuprimeiro ano de trabalho. Inaugu-rado no dia 2 de fevereiro de 2015,contava com aproximadamente 40alunas, sendo que hoje mais de 80praticam o esporte no estdio.

    A festa foi um momento de in-tegrao, descontrao e estreita-mento de laos entre as alunas,alm de um jantar muito saborosocom bebidas, doces e bolos. As alu-nas se divertiram com muita dan-a e msica ao vivo, diz a profes-sora e proprietria do Studio ElisWink, que agradece a todas as alu-

    nas e familiares pela presena,companheirismo, amizade e par-ceria durante todo o ano de 2015.

    O Estdio Kangoo Dance, lo-calizado na Rua Arthur Ambros,420, atende de segunda a sbado,com horrios variados.

    Venha voc tambm fazer par-te dessa famlia!!!

    DIVULGAO / FP

    DIVULGAO / FP

  • FOLHA POPULAR 1111111111Geral

    Tenente Portela - 12 a 19 de fevereiro de 2016

    DERRUBADAS MEIO AMBIENTEA PEDIDOPREFEITURA MUNICIPAL DE TENENTE PORTELA

    PUBLICAES DE EXTRATO de REGISTRO de PREOS

    >> REGISTRO DE PREOS - Nr. 02/2016 {{ Formao ViaPrego Presencial Nr. 13/2016 }}- Eventuais Aquisio de :: MATERI-AS tipo CONSTRUO Diversos. Fornecedores Contratados: CAMILA BONI- R$: 44.150,45 // EUGENIO ALBINO SCHRADER - R$: 105.490,00 // LUISFERNANDO WALTER - R$: 10.964,00 // PAULO JUNIOR ZANETTI & CIA.LTDA - R$: 34.637,80 // RAFFAELLI MATER. CONSTRUO - R$: 32.447,00

    >> REGISTRO DE PREOS - Nr. 03/2016 {{ Formao ViaPrego Presencial Nr. 16/2016 }}- Eventuais Aquisio de :: TIN-TAS DEMARCAO VIARIA Diversos. Fornecedores Contratados:APOLUS MARQUES RIBERIO - R$: 13.023,00 // JEREMIAS BASSO JA-COBS - R$: 19.380,00

    >> REGISTRO DE PREOS - Nr. 04/2016 {{ Formao ViaPrego Presencial Nr. 22/2016 }}- Eventuais Aquisio de :: SER-VIOS TERCEIRIZADOS de REMENDOS e REPOSIO de CALA-MENTO conforme as necessidades. Fornecedores Contratados: DANI-ELA CARDINAL ( Tenente Portela) - R$: 27.599,00; >>Ata Completa Publi-cada no Site do Municpio :: www.tenenteportela.rs.gov.br; Linck:: Pu-blicaes Oficiais \ Registro de Preos Nr. 01/2016 ouEmail:[email protected] ou Fone:55-3551-1454 / 1452.

    PREFEITURA MUNICIPAL DE TENENTE PORTELAPUBLICAES DE AVISOS DE LICITAES.

    PREGO PRESENCIAL - Nr. 27/2016 - Aquisio de :::: PNEUS DIVERSOS c/ Entregas Parceladas. Cfe Itens Descritos no Anexo 1 do edital - Data Abert.: 03/03/2016 - s: 9:00 Hrs - Edital e Anexos:www.tenenteportela.rs.gov.br - Linck: Licitaes, ouEmail:[email protected] ou Fone:55-3551-1454 / 1452

    PREGO PRESENCIAL - Nr. 28/2016 - Contratao de Empre-sa Para :: PRESTAO DE SERVIOS TERCEIRIZADOS de Trans-porte Escolar de 2 Linhas. Cfe Roteiros descritos no Anexo 1 do edital. - DataAbert.: 07/03/2016 - s: 14:00 Hrs - Edital e Anexos:www.tenenteportela.rs.gov.br - Linck: Licitaes, ouEmail:[email protected] ou Fone:55-3551-1454 / 1452

    Tenente Portela, 18 de Fevereiro de 2.016Elido J. Balestrin - Prefeito Municipal

    A PEDIDOEXTRAVIO, FURTO E OU ROUBO TALO N.F. PRODUTOR

    GENIVALDO HIPOLITO DE SOUZA, residente na localidade de So Sebastio, s/n, municpiode Tenente Portela/RS, portador do CPF n 744.921.529-20, vem por meio deste COMUNICAR,o EXTRAVIO do Talo de Notas Fiscais de Produtor, conforme dados abaixo:

    Nome: Genivaldo Hipolito de Souza Endereo: So Sebastio Municpio: Tenente Portela/RSN Inscrio: 143/1083167 Srie: P 145 623.241 a 623.250

    Pato-do-mato, ameaado deextino, fotografado noParque Estadual do Turvo

    DIVULGAO / FP

    O bilogo e monitor ambientaldo Parque Estadual do Tur-vo, Dante Meller, ao visitar oparque, viu um dos ecossistemas maisintrigantes das matas, a Lagoa das Mar-recas. Assim como outros corpos d'guadeste tipo, a Lagoa das Marrecas situa-se perto do divisor de guas, acumulan-do gua tanto da chuva como de nas-centes.

    Segundo Meller, a implantao daestrada do Salto, nos anos 70, deu-lheainda mais volume, formando um espe-lho d'gua, repleto de vegetao aquti-ca, e lhe confere uma superfcie todaverde.

    Observadores de aves, herpetlo-gos, e fotgrafos de natureza normal-mente se deslumbram com a beleza eriqueza desse ambiente. So diversas

    as espcies que ocorrem nesse local,ainda que alguns encontros sejam ra-ros, como o de uma anta se banhandoem plena luz do sol; outras espciesaparecem com alguma eventualidade,como as jacutingas; e h ainda aquelasque fazem dessa lagoa sua morada,

    como a numerosa famlia de patos-do-mato, conclui.

    O pato-do-mato uma espcie atu-almente quase ameaada de extinono Rio Grande do Sul, que encontra nasmatas e lagoas do Turvo um refgio sua sobrevivncia e procriao.

    Lagoa das Marrecas, localizada na reserva do Salto do Yucum

    DERRUBADAS ADMINISTRAO

    Secretaria da Sade adquire novo veculo

    ASCOM DERRUBADAS

    Na manh de segunda-feira ,15, a administrao municipal re-cebeu um veculo Fiat Uno Way,novo, que ser usado pela Secreta-ria Municipal de Sade e Sanea-mento para transportar pacientes.

    O prefeito municipal Almir Ba-

    gega, o vice-prefeito Alair Cemin eo secretrio de Sade e Saneamen-to Cristiano Carvalho receberam oveculo da empresa vencedora dalicitao, a Marina Veculos de TrsPassos.

    De acordo com Bagega, a ad-

    ministrao preocupa-se em pro-porcionar condies dignas popu-lao que necessitar de atendimen-to mdico. Uma de nossas metaspara esse ano a renovao da fro-ta de veculos do municpio, con-clui o prefeito.

    O veculo custou R$ 38,89 mil, de recursos vinculados Sade

  • ANO XVI l N0 757 l TENENTE PORTELA - 12 A 19 DE FEVEREIRO DE 2016 l R$ 2,00

    DOMINGO, 21/02

    20C32C3 mm

    20C33C0 mm

    FASES DA LUA- 08/02

    01/02 -

    - 15/02

    22/02 -

    SBADO, 20/02

    FOLHA POPULAR

    Lixo, entulhos e guas paradas propiciam a proliferaodo mosquito transmissor de doenas

    TENENTE PORTELA SADE

    Municpio se mobiliza para combater aedes aegyptiOsbado, 13, foi marcado comoo Dia D de combate ao mosqui-to aedes aegypti, transmissor dedengue, chikungunya e zika vrus. Em Te-nente Portela, sob a coordenao da Se-cretaria Municipal de Sade e Saneamen-to (SMSS), funcionrios, entidades e a co-munidade em geral mobilizaram-se para

    combater o inseto. Focos de gua paradaforam eliminados e orientaes transmitidaspara a populao sobre os cuidados que sedeve ter nas residncias, jardins e terrenospara evitar a proliferao do mosquito.

    Conforme a secretria de Sade, Gio-vana Maciel, o Centro Municipal de Culturafoi transformado no QG do Mutiro, que

    contou com a participao dos servidoresda Secretaria de Sade, mdicos das Es-tratgias de Sade da Famlia, Departamen-to de Meio Ambiente (DMA), Emater evoluntrios que atuaram no trabalho.

    O objetivo do Dia D de combate aoaedes foi o de promover a conscientizao,orientao e fiscalizao com os morado-

    res. As equipes percorreram as ruas da cida-de fazendo o contato com a populao edistribuindo um folder explicativo. No msde dezembro de 2015 foi realizada uma fis-calizao mais intensa de combate ao mos-quito e o Dia D serviu tambm como umacontinuao deste trabalho, disse a secre-tria.

    Servidores da SMSS, do DMA e da Emater, mdicos e voluntrios eliminaram focos do mosquito e orientaram moradores

    Os rgos responsveis daadminis trao municipal estopreocupados com o grande nme-ro de focos de aedes aegypti nomunicpio.

    Conforme Juliana Henzel, bi-loga do Departamento de MeioAmbiente (DMA), a grande cau-sa da proliferao do mosquito a falta de cuidado de alguns mo-radores.

    Estamos em alerta vermelho!Lixos e entulhos nas ruas, em ter-renos baldios, fundos de lote equintais propiciam o acmulo degua que o local ideal para mos-quito pr seus ovos. Dos ovossaem larvas, que depois se tornammosquitos adultos (aedes aegyp-

    TENENTE PORTELA SADE

    ti), principal transmissor de dengue,chikungunya e zika vrus. A situa-o alarmante e estamos em ris-co. Pensando nisso, a Secretaria deServios Urbanos, a Secretaria deSade e Saneamento Bsico e oDepartamento de Meio Ambientecontinuaro durante todo o ms demaro a campanha de combate aomosquito, diz Juliana.

    A Prefeitura Municipal est dis-pondo caambas nos bairros da ci-dade para depsito de resduos vo-lumosos e resduos oriundos de pe-quenas construes, reformas e re-paros, como mveis velhos, sofse geladeiras, eletroeletrnicos usa-dos, latas de tintas, embalagens,concreto e cermica.

    Fica proibido o depsito deresduos domsticos nessas ca-ambas. Os resduos devem serentregues para a coleta seletivaconforme cronograma, que seroentregues para empresas legal-mente licenciadas. A partir do msde abril no sero mais recolhidospelo setor de limpeza urbana domunicpio os resduos de constru-o civil, ficando, assim, o gera-dor responsvel pela destinaofinal ambientalmente correta. Apopulao ser avisada sobre asnovas determinaes para que noocorram multas, afirma a bilo-ga.

    Esto ocorrendo fiscalizaesnos bairros e notificaes esto

    sendo entregues aos proprietriose responsveis dos locais em queforam evidenciados acmulo degua, lixo e entulhos.

    Os bairros recebero no mni-mo 2 caambas (de acordo com anecessidade) e elas sero substitu-das quando estiverem cheias, paraque todos os moradores possam re-alizar a limpeza de suas residnci-as e eliminar os resduos de ma-neira correta.

    No deixe para amanh o quedeve ser feito hoje. Fique atento,alerte o vizinho, retire lixos e entu-lhos de seu terreno e vamos juntoscombater este mosquito. A admi-nistrao municipal conta com asua colaborao!, conclui Juliana

    ASCOM