rochas magmÁticas resultam da …

of 4 /4
ROCHAS MAGMÁTICAS – resultam da CRISTALIZAÇÃO/consolidação/solidificação/arrefecimento do magma Magma: mistura de rochas “em fusão” com % de gases variável. Magma mantélico magmas de descompressão pq ao se aproximarem da superfície - pressão litostática - ponto de fusão a temperatura da astenosfera é suficiente para fundir as rochas originando magmas que ascendem devido ao seu estado líquido e – densidade Sílica: até 50% ↓ gases dissolvidos associado a rifts e pontos quentes Origem: fusão parcial de rochas do manto (peridotito: rocha rica em minerais de Fe e Mg) ↑ Temperatura ↑ Fluidez 80% Consolidação de magma basáltico: à superfície basalto em profundidade gabro

Upload: others

Post on 16-Oct-2021

5 views

Category:

Documents


0 download

TRANSCRIPT

Page 1: ROCHAS MAGMÁTICAS resultam da …

ROCHAS MAGMÁTICAS – resultam da CRISTALIZAÇÃO/consolidação/solidificação/arrefecimento do magma

Magma: mistura de rochas “em fusão” com % de gases variável.

Magma mantélico

magmas de descompressão pq ao se aproximarem da superfície

↓ - pressão litostática → - ponto de fusão → a temperatura da astenosfera é

suficiente para fundir as rochas ↓

originando magmas que ascendem devido ao seu estado líquido

e – densidade

► Sílica: até 50% ► ↓ gases dissolvidos ► associado a rifts e pontos quentes ► Origem: fusão parcial de rochas do

manto (peridotito: rocha rica em

minerais de Fe e Mg) ► ↑ Temperatura ► ↑ Fluidez ► 80%

Consolidação de magma basáltico:

à superfície ↓

basalto

em profundidade

↓ gabro

Page 2: ROCHAS MAGMÁTICAS resultam da …

Magma crostal

atrito entre as 2 placas gera ↑temperatura

↓ fusão das rochas da crosta

↓ entrada de água → ↓ ponto de fusão

↓ as rochas da crosta fundem-se e

formam-se magmas

► Sílica: 60% ► ↑ gases dissolvidos ► associado a limites convergentes ► origem: zonas de subdução ► composição complexa (depende do

material subductado) ► 10%

Consolidação de magma andesítico:

à superfície ↓

andesito

em profundidade

↓ diorito

Magma riolítico

► Sílica: 70% ► ↑ gases dissolvidos ► associado a zonas de choque de placas continentais (cadeias montanhosas) ► origem: fusão das rochas da crosta continental ricas em H2O e CO2 ► ↓ temperatura ► ↑ viscoso ► 10%

Consolidação de magma riolítico:

à superfície ↓

riólito

em profundidade

↓ granito

DIFERENCIAÇÃO MAGMÁTICA – alteração da composição química do magma inicial, à medida que ocorre o

arrefecimento, permitindo a formação de rochas magmáticas/ígneas.

CRISTALIZAÇÃO FRACIONADA:

ocorre a temperaturas ≠s (pontos de fusão/cristalização ≠s)

Série Reacional de Bowen: sequência de cristalização dos minerais (cristalizam 1º os de ↑ponto de

fusão, seguidos pelos de ↓ponto de fusão)

durante o arrefecimento formam-se ≠s associações de minerais e resta o MAGMA RESIDUAL, cuja

composição modifica-se à medida que temperatura vai diminuindo.

Page 3: ROCHAS MAGMÁTICAS resultam da …

DIFERENCIAÇÃO GRAVÍTICA:

separação e deposição sequencial de acordo com densidade; pode ocorrer de 2 formas:

o a pressão comprime o local onde se formam os cristais → o magma residual tende a escapar

por pequenas fendas, enquanto os cristais permanecem no local de formação

o os cristais –densos deslocam-se para o cimo e os +densos para o fundo da câmara

magmática, acumulando-se por ordem de formação e por densidades

(os 1ºs minerais a cristalizar são os +densos)

No final da cristalização do magma encontram-se:

o posição inferior: rochas +densas (com Fe, Mg e Ca);

o posição menos profunda: rochas –densas (com SiO2, Al, K e Na)

ASSIMILAÇÃO MAGMÁTICA:

o magma pode reagir com as rochas envolventes (das paredes da câmara magmática e das paredes

das condutas por onde sobe); podem ocorrer 2 situações:

1. Se a Tmagma > ponto de fusão das rochas envolventes → os minerais das rochas envolventes

fundem e incorporam a composição do magma, alterando a sua composição.

2. Se a fusão dos minerais das rochas envolventes não for completa → o magma conserva os

restos sólidos desses minerais (ENCRAVES / XENÓLITOS).

MISTURA DE MAGMAS:

quando os magmas basálticos ascendem podem encontrar magmas graníticos, misturando-se e

originando magmas de composição intermédia (andesíticos).

*a profundidade de arrefecimento do magma reflete-se na velocidade de consolidação e, consequentemente, no grau de desenvolvimento dos minerais.

CLASSIFICAÇÃO DE ROCHAS MAGMÁTICAS

ORIGEM

VULCÂNICAS / EXTRUSIVAS

(superfície)

PLUTÓNICAS / INTRUSIVAS

(interior da crosta)

TEXTURA*

AFANÍTICA / AGRANULAR

(arrefecimento rápido;

cristais difíceis de identificar)

FANERÍTICA / GRANULAR

(arrefecimento lento;

cristais macroscópicos)

VÍTREA

(arrefecimento mt rápido;

não se formam cristais)

TEOR EM SIO2

ÁCIDAS

INTERMÉDIAS

BÁSICAS

ULTRABÁSICAS

COR

MELANOCRATAS

(cor escura; ↑Fe e Mg)

MESOCRATAS

LEUCOCRATAS

(cor clara; ↑SiO2)

Page 4: ROCHAS MAGMÁTICAS resultam da …

MINERAIS MAGMÁTICOS

ESSENCIAISconferem carácter à rocha;

determinam a sua designação

ACESSÓRIOSnão afetam o aspeto fundamental

em diminutas quantidades; visíveis ao microscópio