city breaks

Download City breaks

Post on 01-Nov-2014

704 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • 1. TURISMO DE PORTUGAL 10 PRODUTOS ESTRATGICOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO TURISMO EM PORTUGAL CITY BREAKSTurismo de Portugal, ipRua Ivone Silva, Lote 61050-124 LisboaT: 21 781 00 00 F: 21 793 75 37geral@turismodeportugal.pt www.turismodeportugal.pt www.visitportugal.com
  • 2. 10 produtos estratgicos para odesenvolvimento do turismo em Portugal
  • 3. Tendo por base a anlise das grandes tendncias da procura internacional, oPlano Estratgico Nacional do Turismo (PENT) definiu 10 produtos seleccionados emfuno da sua quota de mercado e potencial de crescimento, bem como da aptidoe potencial competitivo de Portugal, nos quais devero assentar as polticas dedesenvolvimento e capacitao da nossa oferta turstica. Esses 10 produtos tursticos estratgicos so: > Sol e Mar > Turismo de Natureza > Turismo Nutico > Resorts Integrados e Turismo Residencial > Turismo de Negcios > Golfe > Gastronomia e Vinhos > Sade e Bem-Estar > Touring Cultural e Paisagstico > City Breaks Os estudos que agora se publicam representam, assim, o ponto de partidapara um trabalho sistemtico de criao de novas propostas de consumo e para adefinio de novos modelos de cooperao entre os Destinos Tursticos, o Turismode Portugal, ip e as Empresas. Nessa medida, estes estudos pretendem dar incio aum debate construtivo que conduza adopo das melhoras prticas para desen-volvimento do Turismo em Portugal.
  • 4. Estudo realizado por: THR (Asesores en Turismo Hotelera y Recreacin,S.A.) para o Turismo de Portugal, ipEdio: Turismo de Portugal, ipDesign: Filipa PiasPaginao: Caixa AltaFotografia: Duccio/Casa da Msica, Jos ManuelAcompanhamento de impresso: Caixa AltaImpresso: Fernandes & Terceiro, Lda.Depsito legal n: 250627/06 Turismo de Portugal, ipLisboa 2006
  • 5. ndiceA. Oportunidades e requisitos do mercado 1. O mercado...............................................................................................................9 2. Perfil do consumidor........................................................................................ 12 3. Os destinos concorrentes ............................................................................... 14 4. A negociao....................................................................................................... 17 5. Oportunidades .................................................................................................. 19 6. Requisitos do sector ......................................................................................... 21B. A capacidade competitiva de Portugal 1. Os recursos disponveis................................................................................... 27 2. A cadeia de produo de valor .................................................................... 28 3. A composio da procura............................................................................... 31 4. Potencial da capacidade competitiva ........................................................ 31C. O modelo de negcio 1. Targeting ............................................................................................................... 37 2. Clienting ................................................................................................................ 39 3. O sistema de valor ............................................................................................. 42 4. A produo de valor ......................................................................................... 45D. Estratgia de desenvolvimento 1. Localizao geogrfica .................................................................................... 57 2. Fases de desenvolvimento............................................................................. 58 3. Gesto do crescimento....................................................................................60 4. Instrumentos de apoio ao crescimento.....................................................60
  • 6. Aoportunidades e requisitos do mercado
  • 7. CITY BREAKS 91. O MERCADO > Definio Definio do sector de City breaksMotivao principal MercadosConhecer uma cidade e as suas atraces monu- > City breaks standard: os turistas viajam para umamentais, arquitectnicas, culturais, comerciais, cidade com o objectivo de visitar atraces rela-gastronmicas, etc. cionadas com uma variedade de temas (hist- rico, cultural, social, etc.). Durante a sua estada, ficam alojados em hotis confortveis de 2-3 estrelas e procuram produtos e servios com preos acessveis.Actividades > City breaks upscale: os turistas viajam para uma cidade com o objectivo de visitar atraces rela-Estadia de curta durao para visitar vrias cionadas com uma variedade de temas (hist-atraces de uma cidade. rico, cultural, social, etc.). Durante a sua estada procuram servios personalizados de alta quali- dade, boutique hotis, hotis de 4-5 estrelas e com charme, menus de degustao e provas de vinho, etc. > City breaks temticos: os turistas viajam para uma cidade com o objectivo de visitar atraces e de viver experincias relativas a um tema espe- cfico, por exemplo, assistir a um evento musical, teatral, cinematogrfico, desportivo, de moda, etc. > Volume e evoluo Um mercado de 34 milhes de viagens internacionais por ano na Europa A principal procura das viagens internacionais de city breaks, i.e., aquela paraa qual os city breaks so o principal motivo da viagem, composta por 34 milhes deviagens, com uma ou mais noites de durao. Este volume representa aproximada-mente 14% do total das viagens de lazer realizadas pelos europeus. Estima-se um crescimento anual entre 12% - 15% ano nas viagens de city breaks Segundo dados da pesquisa pan-europeia do European Travel Monitor, ovolume de viagens de city breaks mostra uma linha de evoluo irregular, com subi-das e descidas pronunciadas, entre um ano e outro. Contudo, segundo peritos e pro-fissionais consultados no processo de elaborao deste trabalho, todas as condiesapontam para um cenrio favorvel ao crescimento deste mercado.
  • 8. 10 10 produtos estratgicos para o desenvolvimento do turismo em Portugal Evoluo do volume de viagens de city breaks. Perodo 1997 2004 (milhares) 40.000 38.000 37.703 37.000 36.000 35.000 34.000 34.000 33.203 33.000 32.000 31.000 30.000 1997 2000 2004 Fonte: Estimativas THR com base em dados do European Travel Monitor, IPK Factores como o surgimento de linhas areas de baixo custo, a descida do preo dos voos, o aparecimento de novos destinos de city breaks (cidades do Leste da Europa), as maiores facilidades de reserva e compra de viagens, etc., levam os peritos e profissionais do sector a prever um crescimento anual entre os 12% e os 15%. Com base nestas estimativas, o mercado europeu de viagens de city breaks alcanaria, em 10 anos, um volume de cerca de 1.000 milhes de viagens. Reino Unido e Alemanha so os principais mercados emissores de viagens de city breaks De acordo com os dados da pesquisa do European Travel Monitor, o Reino Unido o principal mercado emissor deste tipo de viagens, com mais de 5,5 milhes de viagens em 2004; a Alemanha aparece em segundo lugar, com pouco mais de 5 milhes de viagens. Em termos relativos, a Espanha o mercado que regista a maior taxa de via- gens de city breaks (% sobre o total de viagens ao estrangeiro), com 50%. Embora existam outros