pastores evangélicos: sintomas vocais e laringofaríngeos

Download Pastores evangélicos: sintomas vocais e laringofaríngeos

If you can't read please download the document

Post on 08-Jan-2017

227 views

Category:

Documents

6 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • UNIVERSIDADE DE SO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE BAURU

    PERLA DO NASCIMENTO MARTINS MUNIZ

    Pastores evanglicos: sintomas vocais e laringofarngeos, qualidade vocal e perfil de participao em atividades vocais

    BAURU

    2013

  • PERLA DO NASCIMENTO MARTINS MUNIZ

    Pastores evanglicos: sintomas vocais e laringofarngeos, qualidade vocal e perfil de participao em atividades vocais

    Dissertao apresentada Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de So Paulo para obteno do ttulo de Mestre em Cincias pelo programa de Fonoaudiologia. rea de concentrao: Fonoaudiologia Orientadora: Profa. Dra. Alcione Ghedini Brasolotto

    VERSO CORRIGIDA

    BAURU 2013

  • Nota: A verso original desta dissertao encontra-se disponvel no Servio de Biblioteca e Documentao da Faculdade de Odontologia de Bauru FOB/USP.

    Autorizo, exclusivamente para fins acadmicos e cientficos, a reproduo total ou parcial desta dissertao/tese, por processos fotocopiadores e outros meios eletrnicos. Assinatura: Data:

    Comit de tica da FOB-USP Protocolo n: 060/2011 Data: 26/05/2011

    Muniz, Perla do Nascimento Martins Pastores evanglicos: sintomas vocais e laringofarngeos, qualidade vocal e perfil de participao em atividades vocais/ Perla do Nascimento Martins Muniz. Bauru, 2013. 160p. : il. ; 31cm. Dissertao (Mestrado) Faculdade de Odontologia de Bauru. Universidade de So Paulo Orientador: Profa. Dra. Alcione Ghedini Brasolotto

    M925p

  • ERRATA

  • DEDICATRIA

    A Deus... Sempre! Em primeiro lugar! Acima de todas as coisas!

    Porque Dele e por Ele, e para Ele, so todas as coisas; Glria, pois, a Ele eternamente. Amm!"

    (Romanos 11.36)

    Aos pastores...

    Por pregarem a Palavra de Deus, utilizando dois instrumentos maravilhosos: a Bblia e a voz!

    Como pois invocaro aquele em quem no

    creram? E como crero naquele de quem no ouviram falar? E como ouviro, se no h quem

    pregue? E como pregaro, se no forem enviados? Assim como est escrito: Quo formosos so os ps dos que anunciam o

    evangelho de paz, que trazem alegres novas de coisas boas! (Romanos 10.14-15)

  • AGRADECIMENTOS

    A minha famlia... Pelo amor incondicional! Vocs nunca mediram esforos para que eu pudesse alcanar os meus sonhos... E, neste momento, mais um est se realizando! Famlia Nascimento, Martins, Muniz e agregados... Eu amo vocs!

    Aos meus amigos...

    Por serem to presentes, mesmo que estejam distantes! Obrigada pelo incentivo, horas de alegria e de tristeza, conselhos, ajuda, amor e amizade! Sempre regados a caf...,muito caf! Todos vocs so um presente de Deus em minha vida!

    A minha mestra...

    Profa. Dra. Alcione Ghedini Brasolotto! Que honra! A admirao e respeito que eu tenho por voc, no so s pela sabedoria e conhecimento que possui, mas principalmente pela mulher que voc ! Um verdadeiro exemplo! Por tudo o que eu tenho aprendido e vivido ao se lado..., principalmente, nas madrugadas de trabalho... Muito obrigada!

    As minhas mediadoras... Profa. Dra. Kelly Cristina Alves Silvrio! Pelas orientaes, confiana e sorriso cativante..., sempre cheio de expectativa! muito bom ter voc por perto! Profa. Dra. Leslie Piccolotto Ferreira! Por compartilhar seus conhecimentos em Voz Profissional, e por estar participando deste trabalho. Muito obrigada!

    Aos professores do Curso de Fonoaudiologia...

    Pelo incentivo... Sempre! Vocs tambm fazem parte da minha histria! Aos funcionrios do Departamento e da Clnica de Fonoaudiologia...

    Pelo carinho, ateno e prontido! Por sempre estarem dispostos a me ajudar no que for preciso!

    Aos funcionrios da Biblioteca e da Ps-Graduao... Pela ateno e disposio! Por todo esclarecimento dado para que eu pudesse desenvolver e concluir este trabalho!

    Pela ajuda especial...

    Do Prof. Dr. Jos Roberto Pereira Lauris, na realizao da anlise estatstica, e por esclarecer minhas dvidas. Da Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Ensino Superior (CAPES), pela concesso da bolsa para a realizao desta pesquisa.

    http://scholar.google.com.br/citations?user=Li979DAAAAAJ&hl=pt-BR

  • E Jesus, vendo a multido, subiu a um monte, e,

    assentando-se, aproximaram-se dele os seus

    discpulos; E, abrindo a sua boca, os ensinava,

    dizendo: Bem-aventurados...

    (Mateus 5.1-3)

  • RESUMO

    O presente estudo buscou: investigar sintomas vocais e laringofarngeos,

    qualidade vocal, autorreferncia a desconforto em trato vocal, e perfil de participao

    em atividades vocais de pastores evanglicos, comparando com os mesmos

    aspectos de homens no profissionais da voz; verificar a correlao entre o perfil de

    participao em atividades vocais e a qualidade vocal, autorreferncia a sintomas

    vocais, sensaes laringofarngeas e desconforto em trato vocal, tanto para pastores

    quanto para no profissionais da voz. Foram avaliados 60 indivduos, sexo

    masculino, divididos em grupos: experimental e controle. Foram aplicados os

    instrumentos: Condio de Produo Vocal (CPV) para caracterizao da amostra e

    verificao dos sintomas vocais e sensaes laringofarngeas; Escala de

    Desconforto em Trato Vocal (EDTV) e Perfil de Participao em Atividades Vocais

    (PPAV), bem como a anlise perceptivo-auditiva da voz dos participantes. Os

    resultados foram analisados estatisticamente, considerando o nvel de significncia

    5%. Pastores evanglicos referiram, em maior frequncia que homens no

    profissionais da voz: pigarro (p=0.019), tosse com catarro (p=0.015), ardor na

    garganta (p=0.028), secreo/catarro na garganta (p

  • sesses autopercepo da severidade, efeitos no trabalho, comunicao diria e

    comunicao social do PPAV; entre desconforto em trato vocal e as sesses

    autopercepo da severidade, restrio da participao na comunicao diria e

    emoes do PPAV; entre anlise perceptivo-auditiva da voz e a sesso

    comunicao social do PPAV. Correlaes negativas ocorreram: entre o sintoma

    falha na voz e a restrio de participao na comunicao social do PPAV; anlise

    perceptivo-auditiva da voz e as sesses efeitos no trabalho e comunicao social do

    PPAV. Pastores evanglicos apresentaram elevada ocorrncia de sensaes na

    laringofarngeas e maior percepo do impacto de uma alterao vocal na qualidade

    de vida, quando comparados a homens no profissionais da voz. No caso dos

    pastores, quanto maior o desconforto em trato vocal e a presena de uma alterao

    vocal, maior o impacto percebido nas atividades vocais.

    Palavras-chave: Religiosos. Pastores evanglicos. Distrbios da voz. Qualidade da

    voz.

  • ABSTRACT

    The present study sought to investigate the vocal and laryngopharyngeal

    symptoms, vocal quality, self-perception to vocal tract discomfort, and voice activity

    and participation profile of Evangelical pastors comparing the same aspects with

    non-professional users of the voice; to verify the correlation measure, both for

    pastors and for the control group, between participation profile between voice activity

    and participation profile (VAPP) and vocal quality, self-perception of vocal symptoms,

    sensations in the throat, and vocal discomfort. Sixty individuals were evaluated,

    male, divided into experimental and control groups. The following instruments were

    applied: Condition of Vocal Production (CVP) for sample characterization and

    verification of vocal symptoms and sensations in the throat, Discomfort in the Vocal

    Tract (VTD) and Voice Activity and Participation Profile (VAPP), as well as the

    perceptual voice analysis of the participants. The results were statistically analyzed

    with a significance level 5%. Evangelical pastors demonstrated a higher frequency

    than non-professionals: throat clearing (p=0.019), coughing up phlegm (p=0.015),

    burning in the throat (p=0.028), secretion/phlegm in throat (p< 0.001), dry throat (p<

    0.001), tiredness when talking (p< 0.001), effort to talk (p

  • communication of the PPAV; between discomfort in the vocal tract and sessions: the

    self-perception of severity, restriction participation in daily communication and

    emotions of the PPAV; between perceptual voice analysis and social communication

    session of the PPAV. Negative correlations occurred: between the failure in voice

    symptom and participation restriction and social communication of the PPAV;

    perceptual voice analysis and the effects in job and social communication of the

    PPAV. Evangelical pastors showed high occurrence of sensations in the throat and

    greater awareness in the impact of a vocal change in the quality of life, when

    compared to non-professionals. In the case of the pastors, the greater the discomfort

    in the vocal tract and the presence of a vocal change, the greater impact observed

    on vocals activities.

    Keywords: Clergy. Evangelical pastors. Voice disorders. Voice quality.

  • LISTA DE ILUSTRAES

    QUADROS

    Quadro 1 - Denominaes protestantes e respectivas datas de organizao no Brasil (OLIVEIRA, 2011) ....................................................................

    40

    Quadro 2 -

    Classificao das profisses, baseada na qualidade e demanda vocais exigidas na funo desempenhada. (VILKMAN, 2000) .......

    45

    Quadro 3 -

    Resumo das correlaes entre o perfil de participao em atividades vocais e a condio de produo vocal, desconforto em trato vocal e parmetros da avaliao perceptivo-auditiva, para o g