manua lde aplicao de compressores

Download manua lde aplicao de compressores

Post on 04-Nov-2015

14 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

comp

TRANSCRIPT

  • Manual de

    de CompressoresAplicao

    www.embraco.com.br

    solues.com

    Su

    jeit

    oa

    alte

    ra

    ose

    mp

    rvi

    oav

    iso

    .-

    C

    dig

    o0

    00

    04

    -D

    ata

    Jun

    ho

    20

    07

    -V

    ers

    o0

    1.

    ^

    Rui Barbosa, 1020 -89219-901 - Joinville - SC - Brasil

    : +55 47 3441-2121Fax: +55 47 3441-2780

    Caixa Postal 91

    Fone

    2800 Vista Ridge Drive NESuwanee, GA 30024-3510

    +1 678 804-1337+1 678 804-1338

    Fone:Fax:

    Via Buttigliera 610020 - Riva Presso Chieri (Turim) -

    - 10023 Chieri (TO): +39 011 943-7111

    Fax: +39 011 946-8377+39 011 946-9950

    ItliaCaixa Postal 151Fone

    29 Yuhua RoadArea B of Beijing Tianzhu Airport Industrial Zone101312 - Beijing - ChinaFone: +86 10 8048-2255Fax: +86 10 6725-6825

    Odorinska Cesta, 2 - 052-01Spissk Nov Ves - EslovquiaFone: +42 153 417-2291

    +42 153 417-2293Fax: +42 153 417-2299

    ^

    Itlia

    Eslovquia

    E.U.A.

    China

    Zona Industriale D1 - Via Fratelli Gambino, 710023 - Chieri (Turim) - ItliaFone: +39 011 940-5611Fax: +39 011 940-5656

    Sales Office

    Zona Industriale D1- Via Fratelli Gambino, 710023 - Chieri (Turim) - ItliaFone: +39 011 940-5611Fax: +39 011 940-5656

    Sales Office

    Brasil

    Torre Alestra, Piso 3 - Office 373Av. Lzaro Crdenas 2321 Pte.C. P. 66260 - San Pedro Garza GarcaNuevo Len - MxicoFone: +52 81 1001-7102Fax: +52 81 1001-7142

    Mxico - Sales Office

  • proibida a reproduo total ou parcial deste manual,sem autorizao da EMBRACO.

  • Manual de Aplicao de Compressores 1

    Pg.

    I. Introduo ............................................................. 03

    II. O circuito de refrigerao ..................................... 04

    III. Compressor hermtico .......................................... 06

    IV. Diagnstico do Problema ...................................... 11

    V. Procedimento para trocar ocompressor hermtico .......................................... 34

    VI. Recomendaes Adicionais Importantes ............. 46

    VII. Informaes complementares .............................. 64

    ndice

  • Manual de Aplicao de Compressores2

  • Manual de Aplicao de Compressores 3

    IntroduoI

    Caro refrigerista!

    Desde a sua fundao, em maro de 1971, aEmbraco tem buscado fortalecer sua relaocom seus clientes. Esta relao tem sidotraduzida no seu compromisso de fornecimentode informaes tcnicas oportunas quecontribuam para desenvolvimento profissionaldos nossos parceiros refrigeristas.

    Este Manual tem por objetivo facilitar seu trabalho.Ele um valioso auxiliar para a localizao dedefeitos nos sistemas de refrigerao. Voc verque raramente necessrio trocar um compressorhermtico. Geralmente as falhas esto em outraspartes do sistema.

    Mas se for preciso substituir o compressor, esteManual vai lhe ajudar a fazer isso passo a passo,mesmo que voc no tenha o equipamento completo.

    O Manual tambm traz algumas dicas paraprolongar a vida til do compressor hermtico.

    So informaes simples e teis.

    Tenha sempre este Manual no seu bolso.

    Bom trabalho... e muitos clientes satisfeitos.

    Para outras informaes, consulte nosso site naInternet, no seguinte endereo wwwwwwwwwwwwwww.embraco.com.br.embraco.com.br.embraco.com.br.embraco.com.br.embraco.com.br.

  • Manual de Aplicao de Compressores4

    Conforme a figura abaixo, podemos observar oscomponentes indispensveis para o funcionamentoda maioria dos circuitos de refrigerao.

    O

    de

    circuitorefrigerao

    II

    Compressor

    Filtro secador

    Fluido refrigerantena forma gasosa,

    super aquecido(alta presso)

    Fluido refrigerantena forma lquida

    e/ou mesclado

    Evaporadorprincipal

    Placa fria ouevaporadorsecundrioCondensador

    Linha de suco

    Fluido refrigerantena forma gasosa(baixa presso)

    Tubo capilar

    Figura 1 - Funcionamento de um sistema bsico de refrigerao

    Linha de descarga

  • Manual de Aplicao de Compressores 5

    Veremos a seguir como funciona um sistema bsicode refrigerao:

    O compressor succiona o fluido refrigerante doevaporador, reduzindo a presso nesse componente.O fluido comprimido pelo compressor e seguepara o condensador. No condensador o fluidorefrigerante, sob alta presso, libera o calorpara o ambiente e se torna lquido. O prximocomponente do circuito o elemento de controle,que pode ser um tubo capilar ou uma vlvulade expanso. O elemento de controle reduz apresso do refrigerante lquido que foi formado nocondensador. Essa reduo de presso permite aevaporao do refrigerante, que volta ao estadogasoso ao passar pelo evaporador.

    A mudana do estado lquido para o gasoso,necessita de calor. Desta forma, o fluido refrigeranteretira o calor de dentro do sistema de refrigeraoatravs do evaporador. O condensador liberaesse calor para o ambiente. O elemento de controleoferece certa resistncia circulao do refrigerante,separando o lado de alta presso (condensador)do lado de baixa presso (evaporador).

    O sistema de refrigerao usa ainda um filtrosecador com dessecante para reter, caso houver,umidade residual existente no sistema.

    O tubo resfriador de leo, que existe em algunscompressores, serve para reduzir a temperaturado compressor.

    H sistemas, finalmente, que utilizam um acumuladorde suco para evaporar restos de refrigerantelquido, evitando seu retorno pela linha de suco.

    II

  • Manual de Aplicao de Compressores6

    O compressor um componente muito importanteno circuito de refrigerao. dele, a funo de fazera circulao do fluido refrigerante dentro do circuito.

    1 - Aplicao de Compressores

    A escolha de um compressor para umdeterminado equipamento de refrigeraodepende dos seguintes fatores:

    1.1 - Elemento de Controle

    Como j vimos, todo o sistema derefrigerao necessita de um elementode controle que pode ser uma vlvula deexpanso ou um tubo capilar.

    Em circuitos dotados de tubo capilar,as presses nos lados de suco edescarga se equalizam durante a paradado compressor. Neste tipo de circuito,o compressor dotado de um motorcom baixo torque de partida.

    J num circuito com vlvula deexpanso, somente h fluxo derefrigerante pela vlvula enquanto ocompressor estiver ligado. Logo, aspresses entre a suco e a descargano equalizam. Neste caso, ocompressor dotado de um motor comalto torque de partida.

    Compressor

    hermticoIII

  • Manual de Aplicao de Compressores 7

    Os motores de compressores apropriadospara estes dois sistemas so denominados:

    LST Low Starting TorqueBaixo torque de partida, empregadoem sistemas com tubo capilar.

    HST Hight Starting TorqueAlto torque de partida, empregadoem sistemas com vlvulade expanso.

    Classificao Sistema deControleExemplo deAplicao

    LST Tubo Capilar

    Refrigeradores,freezers, balces

    comerciais,bebedouros erefresqueiras

    Os compressores HST podem seraplicados em sistemas que utilizamcompressores LST (tubo capilar) quandoos perodos de parada so muito curtos,no permitindo a equalizao das presses.Entretanto, os compressores LST nopodem ser aplicados em sistemas comvlvula de expanso.

    1.2 - Temperatura de EvaporaoOutro fator que influi na escolha docompressor a faixa de temperaturade evaporao que o sistema requer.Assim, podemos apontar dois extremos: Congeladores que trabalham com

    temperaturas bastante baixas, variandoentre 25oC 35oC.

    CompressoresIndicados

    Todos oscompressores

    Embraco

    HSTVlvula deExpanso

    (ou Tubo Capilar)

    Somentecompressores queapresentam a letra

    X no cdigo domodelo

    Ex: FFI12BX,FFI12HBX etc...

    Balcescomerciais,

    expositores erefrigeradorespara aougue

    III

  • Manual de Aplicao de Compressores8

    Desumidificador que trabalha comtemperatura de evaporao acimade 0oC.

    A absoro de calor pelo refrigerante vaidepender da temperatura de evaporao.

    A uma determinada temperatura noevaporador corresponde uma determinadapresso. A densidade do gs alta emtemperaturas baixas e, portanto, somenteuma pequena quantidade de calor poderser absorvida durante a evaporao. Sea evaporao ocorrer a uma temperaturamais alta, por exemplo, 0oC, a presso ea densidade aumentaro e a quantidadede calor absorvida ser maior.

    Por esta razo, podemos concluir que otrabalho realizado pelo motor numcompressor para alta temperatura deevaporao ser maior que o realizadopelo mesmo compressor em baixatemperatura de evaporao.

    Consequentemente, motores paraaplicao em sistemas de alta pressode evaporao devem ter torque maiselevado de funcionamento.

    Os compressores podem ser classificadosquanto sua aplicao:

    HBP High Back Pressure(alta presso de retorno)Alta temperatura de evaporao

    MBP Medium Back Pressure(mdia presso de retorno)Mdia temperatura de evaporao

    LBP Low Back Pressure(baixa presso de retorno)Baixa temperatura de evaporao

    III

  • Manual de Aplicao de Compressores 9

    No momento da escolha do modelo parareposio, muito importante verificarqual era o compressor original. Comovoc sabe, as condies de funcionamentodo compressor podem variar de acordocom cada projeto. Desta forma, podemhaver bebedouros que necessitam de umcompressor HBP enquanto outros aplicamum L/MBP.

    1.3 - Tipo de Fluido Refrigerante

    A Embraco disponibiliza no mercadocompressores para aplicaes com osfludos refrigerantes: R 12 e/ou misturas(Blends), R 134a e R 600a.

    Estes compressores diferem entre siinternamente (motor, bomba, tipo deleo, deslocamento, entre outros) como objetivo de apresentar o melhordesempenho e assegurar um produto dealta confiabilidade.

    Classificao Temperatur