fashion design

Download FASHION DESIGN

Post on 27-May-2015

216 views

Category:

Design

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O design e sua relao com a moda.

TRANSCRIPT

  • 1. FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ANTOINE SKAFDESIGNAGREGANDO VALOR AOSPRODUTOS DE MODAPROF. ODAIR TUONO

2. CONCEITO DE DESIGNO design uma atividade criadoracujo propsito determinar asqualidades formais dos objetosproduzidos industrialmente. Porqualidades formais no se deveapenas entender as caractersticasexteriores, mas, sobretudo, asrelaes estruturais e funcionaisque so objeto de uma unidadecoerente.International Council of Societiesof Industrial Design.iPod 160 GB 40000 msicas,25000 fotografias e 200 horas devdeo bateria de 36 horas. 3. DESIGN EXPERIENCESony Xperia Z1s modelo CES 2014 resistente a gua. 4. DESIGN EXPERIENCESonys W Series waterproof Mp3 Player 4GB mmoria, 900 msicas 5. CONCEITO DE DESIGNO design uma atividade que consiste em criar, segundo parmetroseconmicos, tcnicos e estticos, produtos, objetos ou sistemas que sero,em seguida, fabricados e comercializados.Jean-Pierre Vitrac 6. HISTRICO DO DESIGNO design industrial um fenmeno dosculo XX entretanto seus primrdiosantecedem este perodo. Revoluo Industrial criao, produ-oe comercializao em srie. Shakers, sculo XVIII (EUA) criarprodutos sem formas inteis. Art and Crafts, 1860 /1900 (Inglaterra) W. Morris, produtos industrializadoscom caractersticas artesanais. Art Nouveau, sculo XX produto cominspirao orgnica. 7. HISTRICO DO DESIGNO design industrial um fenmeno dosculo XX entretanto seus primrdiosantecedem este perodo. Revoluo Industrial criao, produ-oe comercializao em srie. Shakers, sculo XVIII (EUA) criarprodutos sem formas inteis. Art and Crafts, 1860 /1900 (Inglaterra) W. Morris, produtos industrializadoscom caractersticas artesanais. Art Nouveau, sculo XX produto cominspirao orgnica. 8. HISTRICO DO DESIGN Bauhaus, 1919/1933 (Alemanha) W.Gropius, o produto deve obedecer o sen-tidoforma/funo. Esttica Industrial, 1950 (EUA) pro-dutosgerados a partir do estudo demercados, Raymond Loewy. Novos Materiais, 1950 (Itlia). Artistasassinam o desenho de produtos emescala industrial. Design Digital, 1970 (Japo) . Revolu-onos mercados de udio, vdeo, foto,motos entre outros. Issey Miyake. 9. HISTRICO DO DESIGN Bauhaus, 1919/1933 (Alemanha) W.Gropius, o produto deve obedecer o sen-tidoforma/funo. Esttica Industrial, 1950 (EUA) pro-dutosgerados a partir do estudo demercados, Raymond Loewy. Novos Materiais, 1950 (Itlia). Artistasassinam o desenho de produtos emescala industrial. Design Digital, 1970 (Japo) . Revolu-onos mercados de udio, vdeo, foto,motos entre outros. Issey Miyake. 10. HISTRICO DO DESIGN Bauhaus, 1919/1933 (Alemanha) W.Gropius, o produto deve obedecer o sen-tidoforma/funo. Esttica Industrial, 1950 (EUA) pro-dutosgerados a partir do estudo demercados, Raymond Loewy. Novos Materiais, 1950 (Itlia). Artistasassinam o desenho de produtos emescala industrial. Design Digital, 1970 (Japo) . Revolu-onos mercados de udio, vdeo, foto,motos entre outros. Issey Miyake. 11. PHILIPPE STARCKO francs dolo entre os projetistas de produtoe, sem dvida, um designer que marcou o final desculo XX.Projetou objetos como o espremedor de frutasctricas Juici uma de suas mais famosas epolmicas peas, alm de mobilirio, utensliospara a cozinha, rdios inovadores e luminrias,tudo muito colorido e com muito humor. 12. GIORGETTO GIUGIAROConsiderado um dos maiores designersitalianos, responsvel por grandes prolas daFerrari, Alfa Romeo, Volkswagen, e muitasoutras marcas.A partir de seu escritrio de design atendeempresas de diversos segmentos, que pro-curama exclusividade de suas idias, paraconcepo de novos automveis e formas atpara indstria de alimentos. 13. KARIM RASHIDEgpcio-ingls criado noCanad, um dos gran-desnomes do designatual.Seus produtos em geralso de plstico e supercoloridos, seduzem atodos, inclusive grandesempresas como Prada,Unilever e Coca-Cola. 14. IRMOS CAMPANAHumberto e Fernando Campana nasce-ramno interior de So Paulo, o primeirocomeou a produzir caixas e cestos, sen-dologo acompanhado pelo irmo.Realizaram diversas exposies indivi-duaisao redor do mundo, alm deworkshops e palestras, e possuem peasem acervos de museus e instituies.O nome deles j pode ser visto em proje-tosna indstria de calados, joalheria,confeco e at na construo civil. Pas-saramdo status de artistas, restritos anichos, para virarem grife. 15. CONCEITO DE DESIGNA palavra design tem sua origem nalngua inglesa, significando desenho ouprojeto. Em latim, designare quer dizerescolher por sinais.O desenvolvimento de produtos deveser orientado para o consumidor, odesigner bem sucedido aquele queconsegue pensar com a mente doconsumidor interpretando suas neces-sidades,sonhos, desejos, valor e expec-tativas. Mind Style 16. ELEMENTOS DO DESIGNGLOBALIZAO IDENTIDADECRIATIVIDADEE TCNICAEVOLUOTECNOLGICANOVO OLHARCARTER SOCIAL, ECONMICOE ECOLGICO 17. REAS DE DESIGNO ofcio do design pode ser em-pregadoem diferentes contex-tos: Grfico Movelaria Automobilstico Vesturio Ambiental Iluminao Alimentao 18. DESIGN - HOJEAspectos que envolvem a criao dodesign: Humanizar o trabalho industrial. Atender os desejos do clientes. Situ-lo no contexto sociocultural.A globalizao de produtos, a aberturados mercados levam, progressivamente,a um design em que as diferenas liga-dass origens e s culturas diminuem. 19. DESIGN DE MODAModa e stylingMuitos objetos so produzidos para serum smbolo de bem-estar, de luxo ou destatus. Esses no so objetos de design,pois o design no se ocupa dessasfrivolidades com as quais muitas pes-soasgastam tanto dinheiro.MUNARI, Bruno.Das Coisas nascem coisas, pg. 101So Paulo: Ed. Martins Fontes,2002. 20. DESIGN DE MODAA moda um sistema original de regu-laoe de presso sociais: suas mudan-asapresentam um carter constrange-dor,so acompanhadas do dever deadoo e de assimilao, impem-semais ou menos obrigatoriamente a ummeio social determinado.Lipovetsky.O contexto econmico da moda no mais uma questo local ou nacional. Osistema da moda um empreendimentoglobal e uma linguagem internacionalque transpem as fronteiras tnicas e declasses.Christian Louboutin 21. DESIGN DE MODAA caracterstica do design de moda estaassociada a cada capital que tem suaprpria identidade de estilo.Os centros de moda so as fontes deirradiao dos desejos de consumo. Opoder das marcas e seus criadores atra-emcompradores e jornalistas do mundointeiro para conhecer as novas cores,formas e padres da prxima estao.Eventos de moda movimentam grandescapitais financeiros envolvendo mdia einternet, globalizando desta maneira asinformaes que se apresentam commaior carter inovador. 22. ESTILO FRANCSO design francs se caracteriza pela pu-rezada silhueta associada complexi-dadedo corte: um caimento que acom-panhaos contorno do corpo, com umvolume arredondado.Os mtodos tradicionais de alfaiataria eo trabalho manual fazem parte das cria-esque ganham bordados, rendas eprolas na verso Alta-Costura.As colees so usadas como propa-gandasglamourosas para outros produ-tosincluindo cosmticos, perfumes,acessrios, linha de difuso e licenas.Jean Paul Gaultier. Spring 2011 Coutu-re. 23. ESTILO BRITNICOOs britnicos tm fama de fazer umamoda anrquica, as roupas criadas porMary Quant nos anos 60 so a expres-sodo mercado jovem que influenciamat hoje o rumo da moda.A moda tradicional inglesa reconheci-damundialmente pelos padres cls-sicosde empresas como a Burberry.The Beatles, punks, David Bowie sofenmenos da mudana de comporta-mentoe da moda irradiados pela Ingla-terrapara o mundo.Gareth Pugh. Fall 2011. 24. ESTILO ITALIANOGiorgio Armani nos anos 80 foi o res-ponsvelpelo desenvolvimento dos ter-nosdesestruturados para homens e mu-lheresque proporcionam conforto e ele-gnciadescontrada.A moda italiana perpassa o estilo clssi-cocom elementos de erotismo utilizadosde maneira sofisticada, privilegiando aaparncia marcante e invulgar.Entre as estampas de Pucci at as cam-panhasde Roberto Cavalli a modaitaliana tem muito a mostrar para o mun-dosobre seu estilo particular.Fall 2011. Dolce & Gabbana. 25. ESTILO NORTE AMERICANOEntre os anos 30 e 50 Hollywood pro-moveuum tipo de beleza e elegnciaesguia revelada nos filmes ao mundo.Nos anos 60 os EUA ganharam a em-baixadorapara o estilismo modernoamericano na figura da primeira damaJacqueline Kennedy.O nfase na produo de roupas detrabalho e esportivas foram combinadaspara criar um estilo de moda casual eelegante caracterstica marcante nachancela americana.Calvin Klein por Francisco Costa. Fall2011. 26. ESTILO JAPONSNos anos 80 os estilistas japoneses sur-giramnas passarelas internacionais comformas amplas e desestruturadas, coresescuras, bainhas inacabadas, ras-gos,buracos nas peas aliadas a teci-dosaltamente tecnolgicos.Os estilistas japoneses fizeram de T-quioa quinta capital da moda, mas ain-daapresentam suas colees oficiaisem Paris.O design de moda japons se apresentacomo uma inovao que tm se adap-tadoas formas do ocidente.Comme des Garons. Fall 2011. 27. ESTILO BELGAOs anos 90 abriram a cena para os esti-listasbelgas apresentarem uma modacom aspecto modernista e frente deseu tempo.Os estilistas belgas realizam uma abor-dagemconceitual na elaborao das pe-ase tem predileo pelo preto. A ima-gemdas colees ganham um grandevalor urbano e contemporneo que aomesmo tempo fogem do convencional.Martin Margiela e Walter van Beirendon-ckso alguns nomes da escola da An-turpiaque migraram para Londres eParis divulgando suas criaes.Dries Van Noten. Fall 2011. 28. ESTILO EXTICOA transio de moda para o sculo XXIpermitiu o surgimento de criadores dasmais distintas nacionalidades.Apresentando seus trabalhos em con-ceituadassemanas de moda, o apelopara o novo reside na fuso de umestilo extico e urbano.O cipriota Hussein Chalayan, o russoDenis Simachv so alguns exemplosdeste estilo.Manish Arora ndia. Fall 2011. 29. ESTILO BRASILEIROA moda brasileira, especialmente a par-tirdos anos 90, tem se organizado paraapresentar ao mundo seu estilo.Eventos como o So Paulo Fashion We-eke Fashion Rio promovem a divulga-odas col