edicao 921

Download Edicao 921

Post on 11-Mar-2016

254 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal de distribuição gratuita nas cidades de Campo Limpo Paulista, Botujuru, Jarinu, Várzea Paulista, Jundiaí e Francisco Morato

TRANSCRIPT

  • COMPROMISSO COM A VERDADE, A SERVIO DO CIDADOFUNDADO EM 1993DE 27 DE SETEMBRO A 03 DE OUTUBRO DE 2013

    DISTRIBUIO GRATUITA

    ANO XX - N 921 - JORNAL DOS MUNICPIOS DE CAMPO LIMPO PAULISTA, JARINU E REGIO - PUBLICAO SEMANAL

    Racha em CampoLimpo Paulista

    Vice-prefeito MarcosMartins, o Marco,rompe com o prefeitocom inmerasacusaes.Pginas 4 e 5

    Legislativo de Vrzea Paulista acompanhaTCESP e rejeita contas de Eduardo T. Pereira

    Na 30 Sesso Ordi-nria da Cmara Muni-cipal de Vrzea Paulis-ta, realizada no dia 24de setembro, a pautateve na Ordem do Dia oProjeto de Decreto Le-gislativo que tratavasobre a rejeio de con-tas do Executivo, refe-rentes ao exerccio de2010, processo TC-002586/026/10 do Tri-

    bunal de Contas do Es-tado de So Paulo.

    Na ocasio, a Casade Leis esteve repletacom representantes departidos e populares,que demonstravam, nasua maioria, insatisfa-o e apoio rejeiodas contas do ex-pre-feito, portando cartazese faixas.

    Pgina 3

    EVENTOProjeto Tanaka 30 anos

    completa ciclo dehomenagens

    Pginas 14 e 15

    AGITO

    Jarinu se prepara paraa Festa do Pssego,no ms de outubro

    Pgina 7

    MEIOAMBIENTEEncontro celebra

    30 anos de recuperaodo Rio Jundia

    Pgina 6

    SADEVrzea Paulista

    reorganiza distribuiode medicamentos

    Pgina 3

    CULTURAComea hoje a

    Feira da Amizadede JundiaPgina 6

    RECURSOSJarinu consegue

    investimentos atravsde deputado federal

    Pgina 7

    Onze Garotos mostrasua fora e vence

    mais umaPgina 12

    SEGUNDONACalifrnia e Vila Olmpia

    chegam final dacompetioPgina 13

    FUTEBOL

    REUNIODeputado e prefeito voa Sabesp em busca deinvestimentos

    Pgina 5

    CAMPANHAVacinao contraa raiva segueem Vrzea Paulista

    Pgina 3

    Ch Beneficente da ONG Abrigo do Jellorene 300 pessoas Pgina 9

  • O PNDULO DE 27 DE SETEMBRO A 03 DE OUTUBRO DE 20132 DIA-A-DIA

    Avenida Presidente Vargas, 275 - Vila Tavares - Campo Limpo PaulistaPABX: 4039-3115 - 4039-3453

    site: www.opendulo.com.br - e-mail: opendulo@opendulo.com.brCircula em Campo Limpo Paulista, Jarinu, Jundia e Vrzea Paulista.

    A direo no se responsabiliza pelos artigos assinados e matrias produzidaspor assessorias de imprensa das prefeituras, devidamente identificadas(*)

    tiragem mnima: oito mil exemplaresUma publicao da Empresa Jornalstica O Pndulo

    C.M.C: 44.506 - CNPJ: 71.882.351/0001-11 proibida a reproduo de anncio e matrias

    Diretora ResponsvelDepartamento ComercialMaria Helena Torrezani Garbim

    Departamento de RedaoNilceu Celso Garbim

    Editor ChefeVincius ScartonMTB 69697

    BOATO? SER FATO?

    Blog: www.o-xis.blogspot.com.br / e-mail: a.roccar@gmail.comFacebook: www.facebook.com/alexandreroccar

    ADa Assessoria de Imprensa

    O professor e tambm jor-nalista Felipe Schadt, publi-cou em seu mural do Face-book o seguinte: PT e PSDB= Sujo falando do mal lava-do. E vice versa. Concordocom ele, porm, tenho algu-mas poucas consideraes.

    Os petralhas sempre es-to acima de toda e qualquersuspeita. Qualquer coisa quese diga sobre eles, no exis-tem provas, segundo o juristaIves Gandra, e sempre, semqualquer exceo, tudoconspirao da imprensagolpista.

    Ressalve-se, porm, quenem todo petista petralha.Sei discernir o trigo do joio,embora no possa arrancarum, sem ferir o outro. Porisso, fica todo mundo na plan-tao.

    O petismo institucionali-zou uma nova ttica de ges-to pblica: somos-sempre-as-vtimas. Um esquema queat agora tem dado certo. E,sinceramente, espero que elesconsigam manter a maquia-gem por tempo suficientepara que a marionete do Mo-lusco-Mor fique no seu devi-do lugar.

    Fiquei louco? No. S te-nho certeza que a semeadurada gerao nem-nem (nemtrabalha, nem estuda) vai darseus frutos em tempo maisprecoce do que esperam osoperrios do poder. Esses la-rpios que usam maquiagemde ideologizados, mas nopassam de mercenrios queno querem apenas a pele dasovelhas, esto de olho nacostela a bafo.

    Vendem imagem de preo-cupados com igualdade soci-al e distribuio de renda,mas adoram reivindicar pri-so especial, no abrem mode nenhum patrimnio e sem-pre encontram meios de di-zer que a cadeia coisa paraladro de frango e, no paraquem ganha um quarquerao trabalhar(sic!) pelo po-greo da nasso.

    Se o governo federal cairna mo de qualquer outro, acrise que vir (e ela vir) serdefinida como culpa de quementrar. Que vou fazer? Votarna Dilma? No! As pesqui-sas tm acertado na maioriadas vezes. Escolho o segun-do ou at terceiro colocadoapenas para no anular o voto.

    Sei que vou pagar o patojunto com todos os outros.Contudo, em 11 anos de ocu-pao do Palcio da Alvora-da, os petralhas envenena-ram coisas suficientes, mas-

    cararam balancetes de todotipo, inventaram PACs paratudo e no resolveram nada.

    Por isso, quero ver a co-lheita de 11 anos sendo feitapor quem espalhou a semen-te do cio. Digo isso porqueassim como temos uma mas-sa que endeusou o Molusco-Mor por coisas que ele nofez, iriam demonizar os subs-titutos por coisas que elesno planejaram.

    O que vendem como m-rito petista fruto de con-quistas que remontam a Ita-mar Franco e no apenas aFernando Henrique Cardo-so. Mesmo assim, esses ban-didos engomados queremdesfilar como construtores deum pas que ningum sabequal o alinhamento da pare-de.

    Considerando que os gas-tos com a Copa das Confede-raes e at com a JornadaMundial da Juventude fez umexrcito de sonmbulos to-marem as ruas, teme-se queos estes guerreiros sociais,combinados com alguns zum-bis faam o mesmo em 2014,em meio ao calor das elei-es.

    Contudo, a soluo seriaa realizao de mais uma edi-o do Rock in Rio, de prefe-rncia na ltima semana desetembro. Pena que a ediodo evento esteja programadapara acontecer em Lisboa.

    Afinal, o evento de R$125 mi, conseguiu incentivopela Lei Rouanet que totali-zou R$ 8,8 mi de patrocniodos Correios (2,1 milhes),Redecard (2 milhes) e Sky(tambm 2 milhes). Mesmoassim, no mobiliza nenhumquestionamento das massassobre qualquer centavo p-blico em sua realizao.

    Como um evento quelevanta a bandeira da paiz edu am (ainda que regado asubstncias de nomes proibi-dos), uma alternativa paraembalar o tal gigante e deix-lo nanando deitado eterna-mente em bero esplndido.

    Sugiro ao PT e seus alia-dos que organizem, via cen-trais sindicais, alguns even-tos para manter o padro po-e-circo: Sudeste, alguns pan-cades; Norte, festa do Boi;Nordeste, forrozo; Sul, umpreldio da Oktoberfest; Cen-tro-Oeste, vrios mega-rodei-os. Se a Dilma fizer qualquerpassinho de Lelek Lek, ten-do a Anita (para vergonha deGaribaldi e Malfatti) comogarota propaganda, a reelei-o est garantida.

    Meus amigos e minhasamigas, como muitos cam-polimpenses, de nascimen-to ou de corao, sempretive dificuldades em enten-der o verdadeiro "endeusa-mento" das autoridades po-lticas por ns mesmosconstitudas, em nossa ci-dade.

    Num passado no muitodistante era comum ver ati-tudes incomuns de ex-pre-feitos que, por coincidn-cia, sempre recebiam liga-es no celular quando co-locavam os iluminados psdentro do pao municipal,com a clara inteno de no"se rebaixar" a falar com a"plebe".

    Algumas pessoas de al-mas pequenas e mentes fra-cas, ao receberem do povoo privilgio de nos repre-sentar, enchem-se de tantaempfia, maquiam-se de

    tanta arrogncia que che-gam ao cmulo de no con-seguir reconhecer os rostosque l o colocaram e pas-sam a comportar-se comose num intocvel pedestalestivessem.

    Sou da opinio que pol-tico inteligente ouve o povo,por razes obvias e surpre-endentemente ignoradaspela maioria dos adminis-tradores e legisladores. do povo que emana o podere do povo que vm asdemandas para que os re-cursos pblicos sejam apli-

    cados corretamente, portan-to seria natural ouvi-lo comoa um orculo. Porm, maisconfortvel fingir-se surdosque encarar obrigaes.

    Mas, ainda h excees.Ainda temos o direito demanter viva a esperana eacesa a luz no fim do tnelpolitico da nossa cidade,pois, quando surgem pes-soas que, mesmo cientes dassuas responsabilidades deadministradores e de lide-ranas, ainda conseguemmanter suas razes bem fir-mes no rico solo da humil-

    dade inteligente, dando a"cara a tapa" e reiterando acoragem to rara nos diasde hoje.

    No ltimo dia 18 tive oprazer de ver o "palciomunicipal", historicamentepovoado pela crte dosamigos do rei, lotada pelapopulao sendo atendidapessoalmente pelo prefeitoJos Roberto de Assis e al-guns secretrios e direto-res.

    Essa atitude de polticosadministradores que, nor-malmente s se sentemmotivados a atender ao povoquando deles precisam ,felizmente e infelizmente,algo que causa surpresa,mas que tambm demons-tra que "dar a cara a tapa"pode representar um gran-de "tapa na cara" em quemacredita ainda viver sob umamonarquia municipalista.

    CARA A TAPA, TAPA NA CARA!

    Reflexes sobre meus votos em 2014

    Tem certas mdiasno muito chegadasno tal de trabalho cor-po a corpo com os co-merciantes, aqueles queno gostam muito desuar a camisa para con-seguir anunciantes, queesto aproveitando asamizades com chefes deexecutivos e legislati-vos e at apadrinhadospor outros ex-algumacoisa, conseguindo unsR$ 25,00, R$ 30,00 porcm de coluna, para pu-blicar coisas que poucointeressam aos munci-pes. O problema quechefes de executivo e

    dinheiro do povo?Ento no tem dono!

    Que venha a ns!

    legislativos, no pagamas tais publicaes como seu prprio dinheiro,mas sim, como o dinhei-ro pblico, com o dinhei-ro que alm de servir parapag-los por serviosnem sempre bem feitos,acaba indo para os bol-sos dos amigos que mon-tam jornais e outros mei-os de comunicao, al-guns, verdadeiras por-carias, s para mamarem uma das tetas davaca gorda da prefeitu-ra ou cmara.

    Quem paga o pato?Como sempre e em todolugar, o contribuinte!

    Chiadeira Geral

    A situao est fican-do cada dia mais difcilpara os comerciantes, tan-to em