edicao 616

Download Edicao 616

Post on 22-Jul-2016

258 views

Category:

Documents

9 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • A JUVENTUDE DE CIDADES

    DE PAPELCom Cara Delevingne e

    Nat Wolff, lme fala para jovens e faz adultos

    revisitarem essa fase com saudade. PG. C5

    Casas aproveitam 10 de julho, o Dia da Pizza, para novas criaes. PG. C6

    O DIA DA REDONDA

    FRIAS ENCONTRE O PROGRAMA IDEAL

    NOVA NOVELA DAS SEIS VOLTA AO SCULO 19

    Em Alphaville ou em So Paulo, h atividades recreativas, o cinas de artes e at programa de imerso em ingls para a crianada. PG. C1

    Paolla Oliveira ser a vil em Alm do Tempo, que estreia nesta segunda (13) na Globo, e ter um amor impossvel como tema principal. PG. C3

    www.folhadealphaville.com.br facebook.com/folhadealphaville

    S A

    FO

    LHA

    TEM

    ISSN

    1808

    -8767

    Sexta ter sol entre nuvens. No sbado e no domingo osol tambm aparece, mas pode chover tarde e noite

    SBADO DOMINGO

    Mx.

    24Mx.

    25Mx.

    25Min.

    13Min.

    15Min.

    15

    INDICADORESECONMICOS

    Euro Dlar

    Bovespa IPC-A

    R$ 3,55 R$ 3,23

    -1,07% 0,79%

    QUA, 8 QUA, 8

    QUA, 8 JUN/15

    SEXTA-FEIRA

    SEXTA-FEIRA, 10 DE JULHO DE 2015

    Escritor analisa a crisedo PT diante das institui-es no Brasil. Pg. A2

    Sandro Vaia

    Colunista revela que demis-ses na Record devem atin-gir teledramaturgia. Pg C4

    Flvio Ricco

    Jornalista avalia a crise econmica grega e um erro da imprensa. Pg. A2

    Herdoto Barbeiro

    PG. B2

    Fio cado prximo a rua no Centro de Apoio preocupa moradores

    O seu maior e mais completo jornalDi re tor: Ce sar Fof f Ano XIII n 616

    Mauricio Maranho/Folha de Alphaville

    Empresas buscam solues para reduzir a conta de luzO aumento gradativo, desde o incio de 2015, de quase 50% na conta de energia tem pesado no bolso de famlias, indstrias e empresas. E, nes-te caso, preciso ter muita criatividade e viso estratgica para driblar o problema e manter os

    nmeros equilibrados. Um empresrio de Ba-rueri, assustado com o aumento de mais de 60% na conta de luz de sua indstria de embalagens, decidiu rever processos e promover mudanas. Tudo isso para evitar o repasse do aumento aos

    clientes, o que poderia levar a queda de vendas. H at consultorias especializadas em identi car e auxiliar na e cincia energtica de empresas. Entre os viles esto ar-condicionado e ilumina-o e rede de computadores inadequadas. PG. A4

    Industrial de Barueri se assustou ao comparar custo da luz em junho de 2014 (R$ 55 mil) com atual (R$ 90 mil) e tomou medidas

    M orar em apartamento compacto tem vanta-gens como praticidade e faci-lidade para limpeza. Mas, na hora da decorao, preciso ter cuidado redobrado e solu-es inteligentes para acertar nas escolhas e tornar o am-biente bonito e funcional.Sofs que viram poltronas reclinveis, painis de TV, prateleiras, mesas dobrveis e armrios embutidos so al-guns dos itens que, quando usados na decorao de apar-tamentos pequenos, podem transformar o ambiente. Alm disso, a iluminao e a cor das paredes tambm podem fazer muita diferena no resultado nal da composio.De acordo com a arquiteta Juliana Binoti, do Espao De-sign do D&D Home Center, a iluminao uma das partes mais importantes na hora de

    decorar o ambiente. Invista em pendentes, lustres e aran-delas para aproveitar cada espao da casa. Tambm opte por pintar as paredes com ores suaves como o branco, zul claro, amarelo claro, que udaro no momento de cla-ar os ambientes, explica.Outra opo investir em veis sob medida. Em umrtamento com

    Ambientes

    Acerte na decorao do apartamento compacto

    IMVEISSexta-feira, 10 de julho de 2015 D1Centenas de OfertasAqui voc encontra o imvel que est procurando Para anunciar ligue: 4208-1600 2424-7540 de segunda a sexta,das 9h s 18hwww.folhadealphaville.com.br

    Folha de Alphaville

    Invista em mveis sob medida e pinte paredes em cores suaves para clarear os ambientes

    CO

    NST

    RU

    O

    DE

    CO

    RA

    O&

    Com requinte e so sticao, a arqui-teta Graciela Piero apresenta seu mais novo projeto na 1 Mostra La Botanique, loja do segmento de de-corao em Alphaville. Para a mostra, Graciela desenvolveu uma so sticada sala terrao. Com acessrios e peas intimistas, o espao tornou-se informal e aconchegante para receber amigos e familiares, com mobilirios em bra. Um dos destaques do ambiente o lus-tre em metal prateado, que contrasta harmoniosamente com as almofadas

    em linho, delicadamente bordadas. Para complementar o ambiente, Gra-ciela Piero contou com o talento do paisagista Thomaz Magno Samara. A Mostra La Botanique apresenta am-bientes diversi cados, que alm dos mveis e itens de decorao, encon-tram inspiraes. A loja tambm conta com um caf, na rea interna, alm de um espao kids. aberta ao pblico e ca em cartaz at 31 de julho, das 8h s 18h. Endereo: avenida Ipanema, 158, 18 do Forte Empresarial.

    A nova coleo 2015 da Bianco-gres traz um mix com 18 decora-es que compem cada placa da Linha Alegretto, formando um patchwork, com uma profuso de cores e desenhos, que proporcio-nam movimento ao ambiente. Em cermica monoporosa , cada placa mede 33 x 58 cm, reti cado e aca-bamento brilhante. Preo sugeri-do: R$ 53, o m. Mais informaes no site: www.biancogres.com.

    Loja abre sua 1 mostra

    Revestimentode patchwork

    OFERTAS DE IMVEIS EM ALPHA E TAMBORQuer investir? O imvel que voc procura para alugar ou comprar est nas pginas de Imveis e Classi cados da Folha de Alphaville

    Cmara de Parnaba quebra 14 vetos do ExecutivoEm clara demonstrao do impasse entre vereadores da oposio e o prefeito de Parnaba, Elvis Cezar (PSDB), 14 de 17 vetos a Projetos de Lei foram derrubados, incluindo o de anistia aos servidores em greve. PG. A3

    Barueri e Parnaba caem em ndice de qualidade de vidaO ndice Paulista de Responsabilidade Social, medido pela Fundao Seade, referente a 2012, indica piora em educao e sade. PG. A7

    Taxistas fazem protesto e buzinao contra clandestinosNa quarta (8), motoristas pro ssionais zeram manifestao desde Barueri, passando por Alphaville e seguindo at a Castello. PG. A7

    Vazamento em Alpha gera impasse entre Sabesp e prdiosO escoamento de esgoto na avenida Universitrio abriu discusso sobre a responsabilidade de rede em condomnio. PG. B2

    Morador de Alpha e sua equipe faturam3 Lees de CannesCom uma campanha emocionante sobre mes que buscam lhos desaparecidos, a produtora de Marcel Izidoro e a agncia parceira do projeto levaram trofus de ouro, prata e bronze do maior prmio de publicidade e criao do mundo. PG. A6

    Projeto com ces ajuda na socializao de crianas em BarueriProjeto Matilha atua na formao de jovens problemticos entre 9 e 13 anos com adestramento e outras atividades. PG. B1

    EM PLENA MANH DE FERIADO, ACIDENTE INTERDITA VIAUm motorista que voltava de So Paulo na manh de quinta-feira (9) bateu em um poste na avenida Yojiro Takaoka, prximo ao Residencial 4, e deixou a estrutura quase tombada. Para evitar problemas, Eletropaulo fez a troca do poste e polcia teve de fazer um desvio at o meio-dia. PG. B2

    S10 GANHA 4 NOVAS VERSESDuas chegam agora, entre elas a High Country, nova topo de linha da picape Chevrolet, porR$ 163.800. PG. C8

  • Crbero era o co que guar-dava o mundo dos mortos. Foi capturado por Hrcules, que levou -o para a Terra. Desde en-to, no parou de criar proble-mas para o povo grego. Usou de todos os seus truques e se trans-formou em uma crise econmica e nanceira que abalou a socie-dade e, at mesmo, os aliados dos gregos na Europa.

    Os governos usaram e abu-saram das polticas econmicas anti-cclicas para atenuar as agruras do pas. Para tanto, ob-tiveram uma cornucpia moder-namente conhecida como Banco Central Europeu. Os euros no paravam de jorrar e os governos torraram o que puderam, contra-taram mais e mais funcionrios, aumentaram os ganhos dos apo-sentados e de um sem nmero de pessoas penduradas no cai-

    A2 | SEXTA-FEIRA, 10 DE JULHO DE 2015 Folha de Alphaville

    EditorialUma revoluo que uniu o Estado

    O Brasil parece que precisa de um feriado para preservar sua memria. Quem se lembra-ria, l das aulas de histria na infncia, de um revolucionrio chamado Tiradentes se no fos-se aquele bem-vindo feriado em 21 de abril?

    Muito possivelmente seria o mesmo com a data comemorada em 9 de julho no Estado de So Paulo que homenageia os solda-dos que lutaram na Revoluo Constitucionalista de 1932.

    Feriado desde 1997, marca o levante armado da populao

    de So Paulo que, entre julho e outubro de 1932, combateu as tropas do governo federal. A reivindicao do movimento era destituir o governo provisrio de Getlio Vargas e promulgar uma nova constituio federal.

    Os soldados paulistas per-deram a guerra, mas a mobili-zao levantou o sentimento de unio entre os paulistas, j que milhares de pessoas de todas as classes sociais doaram joias, alianas e prataria que tinham em casa para ajudar nanceira-mente a revoluo e a Federa-

    o das Indstrias do Estado de So Paulo, a Fiesp encarregada de encomendar s indstrias a fabricao de armamentos mili-tares. Fardas e alimentos eram fornecidos por auxlio de orga-nizaes sociais, que tambm se incumbiam de realizar as inscri-es de voluntrios os solda-dos paulistas que enfrentaram as foras federais.

    Estima-se que at 800 pau-listas tenham sido mortos nes-sas batalhas nos trs meses, que ocorreram na regio do Vale do Paraba, na serra da Mantiquei-

    ra, prximo divisa com Minas Gerais, mais ao sul, prximo divisa com o Paran.

    Se a vitria no veio pelas armas, ela foi conquistada em maio de 1933, quando seria pro-mulgada uma nova Constitui-o. Soldados capturados fica-ram presos por alguns meses e depois receberam anistia.

    Em So Paulo, o Obelisco do Ibirapuera um monumento er-guido em homenagem a todos os 135 mil soldados que partici-param des