677 o profeta gentileza l

Download 677   O Profeta Gentileza   L

Post on 26-Jul-2015

2.643 views

Category:

Education

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1. O PROFETA GENTILEZAO PROFETA GENTILEZA Leonardo Boff 2. Seguramente muitos do Rio se lembram daquela figura singular de cabelos longos, barbas brancas, vestindo uma bata alvssima com apliques cheios de mensagens, com um estandarte na mo com muitos dizeres em vermelho, que a partir dos incios de 1970 at a sua morte em 1996 percorria toda a cidade, viajava nas barcas Rio- Niteri, entrava nos trens e nibus para fazer a sua pregao. 3. A partir de 1980 encheu as 55 pilastras do viaduto do Caju, perto da rodoviria, com inscries em verde-amarelo propondo sua crtica do mundo e sua alternativa ao mal-estar de nossa civilizao. No era louco como parecia, mas um profeta da tmpera dos profetas bblicos como Ams ou Osias. 4. Como todo profeta, sentiu tambm ele um chamamento divino que veio atravs de um acontecimento de grande densidade trgica:o incndio do circo norte-americano em Niteri no dia 17 de dezembro de 1961 no qual foram calcinadas cerca de 400 pessoas. Era um empresrio de transporte de cargas em Guadalupe e sentiu-se chamado para ser o consolador das famlias destas vtimas. 5. Deixou tudo para trs e tomou um de seus caminhes e colocou sobre ele duas pipas de cem litros de vinho e l junto s barcas em Niteri distribua-o em pequenos copos de plstico dizendo: "quem quiser tomar vinho no precisa pagar nada, s pedir por gentileza, s dizer agradecido". 6. De Jos da Trino, esse era seu nome, comeou a se chamar Jos Agradecido ou Profeta Gentileza. Interpretou a queima do circo como um metfora da queima do mundo assim como est organizado como um circo pelo "capeta-capital que vende tudo, destri tudo, destruindo a prpria humanidade". 7. Segundo ele, devemos construir outro mundo a partir da Gentileza, o que ele fez em miniatura, transformando o local num belssimo jardim, chamado "Paraso Gentileza". O quarto aplique de sua bata dizia: "Gentileza o remdio de todos os males, amor e liberdade". 8. E fundamentava assim: "Deus-Pai Gentileza que gera o Filho por Gentileza. Por isso, Gentileza gera Gentileza. Ensinava com insistncia: em lugar de "muito obrigado" devemos dizer "agradecido" e ao invs de "por favor" devemos usar "por gentileza" porque ningum obrigado a nada e devemos ser gentis uns para com os outros e relacionarmo-nos por amor e no por favor. 9. J dissemos que, junto com o princpio de Geometria, a Gentileza funda um princpio civilizatrio, princpio descurado pela modernidade e hoje de extrema importncia se quisermos humanizar as relaes demasiadamente funcionais e marcadas pela violncia. 10. A crtica da modernidade no monoplio dos mestres do pensamento acadmico como Freud com seu o mal estar da civilizao ou a Escola de Frankfurt com Horkheimer com seu O eclipse da razo e com Habermas com o seu Conhecimento e interesse ou mesmo toda a produo filosfica do Heidegger tardio. O Profeta Gentileza, representante do pensamento popular e cordial, chegou mesma concluso que aqueles mestres. 11. Mas foi mais certeiro que eles ao propor a alternativa: a Gentileza como irradiao do cuidado e da ternura essencial. Esse paradigma tem mais chance de nos humanizar do que aquele que ardeu no circo de Niteri: o esprito de geometria, o saber como poder e o poder como dominao sobre os outros e a natureza. LEONARDO BOFFLEONARDO BOFF 12. Na novela Caminho das ndias, Gloria Perez faz uma homenagem a Gentileza, dando vida ao personagem atravs do aclamado ator Paulo Jos, que, como se v na foto ao lado, ficou igualzinho ao profeta. 13. FORMATAO: Mima (Wilma) Badan mimabadan@hotmail.com MSICA: Maluco Beleza Raul Seixas Interpretao: Caetano Veloso IMAGENS: Diversos na Internet (Repasse com os devidos crditos)