tipos de coberturas

of 73/73

Post on 03-Jan-2016

60 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Tipos de Coberturas. Telhas cerâmicas Produzidas por fabricantes de porte médio Matéria prima argila Engradamento:madeira ou metálico Planas ou curvas. Tipos de telhas cerâmicas. Telha cerâmica portuguesa. Consumo: 16 telhas / m2 Peso: 2,6 Kg / peca Telha cerâmica Romana - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

  • Tipos de CoberturasTelhas cermicasProduzidas por fabricantes de porte mdioMatria prima argilaEngradamento:madeira ou metlicoPlanas ou curvas

  • Tipos de telhas cermicasTelha cermica portuguesa Inclinao mnima: 30%Consumo: 17 telhas / m2 Peso: 2,6 Kg / peca Consumo: 16 telhas / m2Peso: 2,6 Kg / peca Telha cermica RomanaInclinao mnima: 30%Consumo: 11,5 telhas / m2Peso: 3,1 Kg / peca Telha cermica AmericanaInclinao mnima: 30%Consumo: 26 telhas / m2 Peso: 2,1 Kg / peca Telha cermica Colonial Inclinao mnima: 20%Consumo: 26 telhas / m2Peso: 1,9 Kg / peca Telha cermica RomanaInclinao mnima: 20%Cumeeira Peso: 2,5 Kg / pecaConsumo: 3 pecas / metro linear

  • Telhas de cimento amiantoPlaca rgida feita de cimento portland, com adio de 10% de amianto crisotila curada a vaporFormas mais comuns:ondulada e trapezoidalPossuem alta absoro de calor, e possuem baixssima absoro de gua, o que evita a formao de fungos.Principal aplicao residncias populares e galpes, reas de servio e construes industriais

  • TABELA 1: Relao entre as especificaes e ao tipo de uso das telhas de fibrocimento

    LARGURATOTALESPESSURAVO LIVREBALANOMXIMOINCLINAOMNIMAUTILIZAO0,506m 4mm1,15m0,14m15(27%)CANTEIROS DE OBRAS, PEQUENAS CONSTRUES, AVIRIOS, REAS DE SERVIO1,10m5mm1,69m0,40m10(18%)COBERTURAS RESIDNCIAIS, DEPSITOS, EDIFICAES RURAIS1,10m6/8mm1,69m0,40m10(18%)TODOS OS TIPOS DE COBERTURAS E TAMBM EM FECHAMENTOS LATERAIS INDUSTRIAIS

  • TABELA 2: Os comprimentos disponveis por espessuras, peso e n de apoios

    ESPESSURACOMPRIMENTO(m) PESO(Kg) N DE APOIOS4mm 1,22 2,44510235mm1,221,531,832,132,4413,917,520,924,327,9222336mm1,221,531,832,132,443,053,66 16,6 21,0 25,1 29,2 33,4 41,9 50,222233338mm1,221,531,832,132,443,05 3,66 22,3328,033,439,044,755,666,92223333

  • Mtodo construtivoFerramentas:Utilize ferramentas adequadas

    Use mscara toda vez que cortar ou furar produtos com ferramentas eltricas que produzam p fino.

  • Montagem da estrutura do telhado:Verifique no projeto a inclinao do telhado (caimento), distncia entre apoios e beirais.Verifique tambm se os comprimentos das telhas esto de acordo com as distncias colocadas no projetoSe algo estiver em desacordo, pergunte ao projetista o que deve ser alterado.Tome os seguintes cuidados ao montar a estrutura de apoio: - mantenha um bom esquadro dos apoios e da obra

  • - e um bom alinhamento entre os apoios.AncoragemAncore a estrutura do telhado na estrutura principal da construo para evitar que ventos fortes causem prejuzos a sua obra.

  • Fixao:parafusos com rosca soberba ou ganchos com rosca

  • Telhas de concretoFabricadas com areia, cimento e pigmentos naturais reponsveis pela coloraoCaractersticas:Alta Impermeabilidade - Elas tm baixa absoro de gua: sua parte inferior impede a penetrao da gua arrastada pelo vento em funo das cmaras formadas por suas nervuras.Encaixes Perfeitos - Produzidas em estreitas tolerncias, as telhas de concreto tem especificaes mnimas, que garantem um telhado sempre alinhado, diminuindo o risco de levantamento de telhas ocasionando por ventos fortes.

  • Maior Resistncia - A alta resistncia flexo reduz a possibilidade de quebra das telhas durante a instalao, resultado da alta qualidade dos materiais e da tecnologia de produo. Essa durabilidade dispensa qualquer custo de manuteno. Principais aplicaes: As telhas de concreto so largamente utilizadas em construes em maioria residncias de mdio e alto padro construtivo com aproximadamente 10 anos de consolidao no mercado.

  • Mtodo Construtivo

  • Telhas metlicasCaractersticas e Propriedades: Trata-se de chapas de ao galvanizadas produzidas em diversos perfis, comumente encontrados nas formas: ondulado liso, ondulado Kraft e trapezoidal, e em diversas espessuras de chapa entre 0,30mm (#32) e 0,65mm (#24), ou sob encomenda, na espessura que se desejar. Encontra-se tambm no mercado as telhas em chapa perfurada, estas com espessuras de 0,80mm e 0,95mm somente. Todas so fornecidas em comprimentos de at 12,0 metros.

  • Resistncia mecnica;Maleveis, fceis de manusear e instalar;Resistentes a impactos, quedas, granizo e inverses trmicas;Leveza, que proporciona reduo de custos com estruturas de sustentao;No liberam partculas prejudiciais sade;Podem ser utilizadas tambm como fechamentos verticais;Podem ser reaproveitadas;Possuem sistemas prprios de cumeeiras e rufos;Podem ser encontradas nas mais diversas cores atravs de 02 processos de pintura:

  • Eletrosttica a p Permite a utilizao de diferentes cores em cada face da telha;Pr-pintura (ao zincado) Com acabamento em polister, mas somente disponvel para cores padro. O ao carbono plano, utilizado na fabricao de coberturas e fechamentos laterais metlicos para uso na cosntruo civil , primeiramente, protegido por uma camada de zinco ou de liga alumnio-zinco, que lhe d uma resistncia corroso. Alm dessa pr-proteo, a chapa de ao pode ser pintada, adquirindo uma resistncia de 3 a 5 vezes superior do ao galvanizado;Aluminizada 55% de alumnio, 43,5% de zinco e 1,5% de silcio. Produzidas pelo processo de imerso a quente a uma temperatura de 600C. Este processo aumenta a vida til em at 4 x mais que a chapa zincada convencional. A vantagem desse processo a considervel diminuio da temperatura no interior do ambiente,se comparada a telha sem esse tipo de pintura

  • Variedades

  • A telha ondulada Kraft

  • Sistema roll-on

  • InstalaoDeve-se verificar se a estrutura de sustentao est de acordo com o projeto,especialmente com relao ao comprimento e largura, espaamento entre apoios, nivelamento, prumo e paralelismo dos apoios.Observe tambm o sentido do vento dominante e inicia a instalao partindo do lado contrrio ao do sopro do vento, indo do beiral em direo cumeeira.transporte das peas. Cada rolo vem cortado no comprimento exato do vo a ser vencido

  • trechos com telhas de policarbonato para iluminao zenital

  • Telhas de alumnioLevezaResistncia a corrosoFabricadas a partir de bobinas de alumnio que passam por perfiladeirasCom essa propriedade pode-se confeccionar telhas que podem cobrir todo um vo, do beiral cumeeira, tendo apenas juntas longitudinais (devido largura da bobina). O condicionante fica por conta do transporte, que torna telhas de 6,0M mais fceis de serem transportadas por carretas ou caminhes at a obra. O caimento sugerido pela norma para as telhas de alumnio ede 10%.

  • Telhas de cobreAlto custoPodem ser curvadasPela sua leveza, contribuem para a reduo de cargas na estruturaPossuem vrias cores definidas pela oxidao do material

  • Telha asflticaconstituda por fibras minerais, fibras vegetais e betume, destinada cobertura de todos os tipos de telhados.Tipos:Onduline 235(telha ecolgica)

  • BardolineClculo de coberturas com telha Bardoline: 7 telhas p/. M2 35 pregos p/. M2 Exemplo: 65.00 M2 x 7 = 455 telhas 65.00 x 35 = 2.275 pregos

  • Coberturas em policarbonatoTermoplsticoCaractersticas:-Trmo-luminosas: A temperatura que leva ao amolecimento do policarbonato da ordem de 150o C, sendo sua temperatura de trabalho de 130o C. A faixa de temperatura recomendada para aplicao do policarbonato, no entanto, de 40o C a 100o C, pois, abaixo ou acima dessa faixa de segurana, suas propriedades mecnicas, como a resistncia e rigidez e ainda seu mdulo de flexo se alteram de modo significativo.Trata-se de um material auto-extinguvel, ou seja, no propagador de chamas. Devido sua leveza, o policarbonato um isolante trmico e sua capacidade de isolamento trmico maior nas chapas alveolares se comparadas s compactas, contando ainda com a possibilidade de utilizao de pelculas refletoras ou filtrantes. H de se estudar cuidadosamente os encaixes entre as chapas de policarbonato e materiais como o alumnio e o ao, pois estes apresentam um maior coeficiente de dilatao trmica.

  • Caractersticas mecnicas

  • Coberturas de membranas tensionadasSo estruturas feitas por membranas que atuam somente sob trao. CaractersticasH trs tipos de estruturas tensionadas para coberturas de acordo com o processo construtivo e os materiais utilizados.Membrana: as prprias membranas propiciam o tensionamento e sustentao da estrutura.Malha: os esforos de trao so suportados e distribudos por uma malha, direcionando as tenses das partes no estruturais da cobertura , como quando so utilizados vidros, placas acrlicas, etc.Pneumticas: aqui utilizada uma membrana de proteo que se sustenta por presso do ar.Caractersticas acsticas do sistema: as mantas apresentam alta refletividade acstica, sendo capazes de refletir ondas numa faixa de 500 a 2000 Hz. A aplicao das mantas requer um projeto que otimize as caractersticas de reflexo sonora, sendo normalmente adotadas formas cncavas para o interior. Outro cuidado oriundo da alta refletividade sonora da estrutura o uso de mantas porosas que absorvam e amorteam o som. Tambm pode-se aplicar membranas de fibra de vidro entre as camadas de revestimento para deter a propagao de rudosCustos das coberturas: o custo varivel de acordo com a complexidade e objetivo do projeto, alm do aspecto dimensional. Para a estrutura montada os preos variam desde R$ 340,00 at R$ 3200,00/m2 dependendo do padro adotado para as estruturas. O preo varia contrariamente dimenso do projeto.

  • Isolamento termo-acstico para telhados

    JATEAMENTO

    um processo cuja aplicao forma uma camada monoltica sem emendas e de mxima aderncia ao substrato, qualquer que seja sua forma ou posio.

    Pode ser projetado em coberturas como telhas de ao, cimento amianto, etc.

    Tem como finalidade o tratamento contra corroso, tratamento termo acstico, impermeabilizante, resistncia ao fogo, etc. dependendo do material a ser aplicado.

    ALGUNS MATERIAIS DE JATEAMENTO USADOS PARA ISOLAMENTO TERMO-ACSTICO:

    FIBRA DE CELULOSE POLURETANO L DE VIDRO

  • FIBRA DE CELULOSEDESCRIO TCNICA: fibras naturais de celulose agregadas a produtos qumicos minerais e produto anti-chamas

    PROPRIEDADES:Isolante acsticoPouca capacidade de isolamento trmicoNo txicoNo abrasivoAnti-fungo, repelente a insetos e roedores.Na presena de fogo possui propriedades de auto extinguibilidade e baixo teor de fumaa.

    COEFICIENTE DE ABSORO SONORA:Dados: Fiberjet tratamento termo acsticos Ltda

    Frequencia (Hz)

    100

    200

    400

    800

    1600

    2000

    4000

    Coeficiente de absoro

    0,04

    0,16

    0,63

    0,78

    0,95

    0,98

    0,92

  • APLICAO: feita na parte interna da cobertura por equipamento pneumtico onde o produto a granel fixado superfcie no momento do espreamento com adesivo acrlico especial em vrias espessuras e densidadesNo pode receber pintura, apresentando-se tonalizados nas cores: marrom; cinza; branco; creme.O jateamento de fibro celulose recomendado em coberturas que j possuam tratamento trmico, j que o calor provoca o resecamento das fibras e futuro desprendimento do material.

  • ESPUMA RGIDA DE POLIURETANO

    DESCRIO TCNICA: Conposto por substncias que ao entrar em contato com oxignio formam a espuma de poliuretano.

    PROPRIEDADES Isolante termo-acstico de coberturas e subcoberturasAnticondensantes Hidrfugos Anti-fungo, repelente a insetos e roedores Prolonga a vida til das coberturas tratadas. Controla as dilataes em estruturas de concreto. Age como amortecedor de vibraes. Promove o saneamento e a renovao da proteo termo-hidrfuga de telhados deteriorados Usado como cobertura tem funo impermeabilizante,

  • COEFICIENTE DE CONDUO TRMICA: 0,0019 kcal / m2.hC.Sua alta capacidade isolante se deve baixa condutividade trmica que possui o gs espumante ocludo no interior de seus compartimentos fechados.

    TRATAMENTO FNICO: reduz o tempo de reverberao do som e ainda reduz o rudo de chuvas em at 60% em telhas metlicas

    APLICAO: Feita por equipamente pneumtico Aplicado com espessura mdia de 20 mm Em coberturas, o sistema deve receber aplicao de 1Kg/m de resina acrlica como forma de proteo contra a ao dos raios ultravioletas. Esta proteo deve ser renovada, em condies normais de uso, num prazo de 8-10 anos.

  • FELTRO DE L DE VIDRO

    DESCRIO TCNICA: L de vidro flocada

    PROPRIEDADES: Isolamento hidrfugo, IncombustibilidadeEstabilidade dimensional, No sofre ataques de insetos e roedores e no apodrece.

    CONDUTIVIDADE TRMICA: a 24C para espessura varivel de 30 a 40mm e densidade de 60Kg/m: Densidade kg/mKcal / m.h.C 50 0,028 80 0,027 100 0,027

    ABSORO SONORA: para espessura varivel de 30 a 40mm e densidade de 60Kg/m:

    Frequencia (Hz)125250500100020004000Coeficiente de absoro sonora0,070,330,640,750,890,96

  • MANTAS IMPERABILIZANTESAs mantas foram desenvolvidas para tratamento trmico e acstico de qualquer tipo de telhado, apresentando-se em rolos que facilitam a instalao.

    CLASSIFICAO NATUREZA DO MATERIAL ISOLANTE FOILS L DE VIDRO L DE ROCHA POLIETILENO TIPO DE COBERTURA COBERTURA DUPLA SUBCOBERTURA SUBCOBERTURA PARA ESTRUTURAS PRONTAS

  • MATERIAIS ISOLANTE PARA MANTAS

    FELTRO DE L DE VIDRO Incombustvel, no alastrando o fogo e no liberando nenhum tipo de gs txico, No atacado por insetos e roedores No favorece a proliferao de fungos e bactrias, No apodrece No afeta a superfcie de contato.Tem aplicao em coberturas duplas; subcoberturas e coberturas j instaladas.Apresenta-se com revestimentos de alumnio (aluminizados), laminado em uma das faces para acabamento interno ou ensacados, com funo impermebilizante.

  • L DE ROCHAFabricada a partir de rochas baslticas especiais e outros minerais que a temperatura de 1500C so transformados em filamentos e aglomerados com solues de resinas orgnicas

    PROPRIEDADES Absoro termo-acstica Facilidade de manipulao Resistentes vibrao Incombustibilidade: resiste a temperaturas de at 750 C sem modificaes em sua estrutura fsica Recupera a espessura original, aps a retirada da fora que causou a deformao. Resistncia a gua: repele a gua na forma lquida devido aos aditivos adicionados ao produto. O laminado aluminizado protege ainda mais o produto , mesmo antes de receber o capeamento definitivo.

    Apresenta-se com revestimentos de alumnio (aluminizados), ou ensacados, com funo impermebilizante.

  • POLIETILENO

    DESCRIO TCNICA: Mantas para subcobertura, podendo se apresentar com proteo U.V. ou aluminizados.

    PROPRIEDADES:

    Impermeveis; Atuam como barreira de vapor; No se corroem No so atacadas por agentes qumicos, orgnicos ou inorgnicos; So reciclveis e no agridem ao meio ambiente; No se degradam mantendo sua forma e espessura ao longo do tempo; No so atacados por insetos ou roedores; So leves; flexveis, termosoldveis

    APLICAO: So termosoldveis e podem ser colocadas com adesivo de contato; Podem ser pregadas sem risco de ruptura ou infiltrao

  • TIPOS DE MANTAS:1-MANTAS PARA COBERTURAS DUPLAS:Utilizado para o isolamento de coberturas metlicas de telhas duplas, onde o material isolante instalado entre duas telhas formando um sistema com grande capacidade de isolamento trmico e acstico.No tem capacidade de absorver sonoramente o rudo interno do ambiente.

  • 2-MANTAS PARA SUBCOBERTURAS:Usada para o isolamento de coberturas metlicas, cermica, fibrocimento, etc. Laminados - para acabamento interno Foils - aluminizadosEnsacados INSTALAO: A manta deve ser fixada (pregada) no madeiramento, entre a ripa e o caibro, ou, na presena de forro, entre a ripa e o forro, sendo desenrolada no sentido horizontal.No caso de foils, a parte de alumnio deve ser voltada para cima.

  • MANTAS PARA SUBCOBERTURAS DE ESTRUTURAS PRONTAS:Usadas para coberturas j instaladas. Sua instalao totalmente vivel em edifcios comerciais / industriais

    INSTALAOCOLOCAO 1: MANTAS DE POLIETILENOEsticam-se arame de ao de parede a parede, com espaamento de 40 a 60 cm. Coloca-se a manta no sentido transversal aos arames de forma que fiquem um por cima, outro por baixo sucessivamente. A manta tencionada e fixada na parede.

  • COLOCAO 2: : MANTAS DE POLIETILENO (fixao acompanhando o telhado)Os arames devero ser fixados na prpria estrutura do telhado. Coloca-se a manta no sentido transversal aos arames de forma que fiquem um por cima, outro por baixo sucessivamente. A manta tencionada e fixada na parede.

  • COLOCAO: (l de vidro)

    Fixar os eletrodutos nas teras com parafusos, esta fixao deve obedecer largura das mantas.Fixar a primeira manta na tera atravs de fita valsiva e estica-las por cima dos eletrodutos, observando para que ela no fique enrugada. Fixar a ltima manta com fita valsiva na tera Grampear as bordas laterais para melhor acabamento.

  • Comparativo entre diversos tipos de coberturas

    TIPO DE TELHADOCARACTERSTICAS PRINCIPAISTELHAS CERMICAS- Grande variedade de formas; - Facilidade de colocao; - Tipos mais comuns: colonial, francesa e plana - Grande conforto trmico.TELHAS DE FIBROCIMENTO- Fabricadas sob a forma de grandes chapas onduladas, com os mais diferentes perfis; - Grande resistncia mecnica; - Peso reduzido; - Excelente estanqueidade; - Montagem fcil; - Grande nmero de peas e acessrios complementares de fixao, vedao, etc.TELHAS METLICAS (Al)- Peso reduzido; - Fcil execuo; - Condutoras de calor (desconforto trmico);

  • PESO DA COBERTURA POR m DE TELHADO INCLINADOTELHAINCLINAO MNIMA (graus)kgf/mCERMICA FRANCESA3350 a 55CERMICA COLONIAL2060 a 70FIBROCIMENTO ONDULADA5 a 1524FIBROCIMENTO CANALETE 90524METLICA ALUMNIO102

  • CONSUMO DE TELHAS POR m DE COBERTURATIPO DE TELHA CERMICACONSUMO (unid./m)COLONIAL25PLANA24FRANCESA16