Plano Gestao 2014 2018

Download Plano Gestao 2014 2018

Post on 14-Oct-2015

91 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li><p>GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAOCOORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIORDIRETORIA DE ENSINO REGIO DE SANTOSEE WILLIAM AURELIEndereo: Rua Carijs, S/N Jd . Rio da Praia (SESC) - Bertioga, SP.Tel: (13)3317 3718 (13) 3317 1601 email: e011617a@see.sp.gov.br</p><p>Plano Gesto</p><p>2014 - 2018</p><p> 1</p></li><li><p>GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAOCOORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIORDIRETORIA DE ENSINO REGIO DE SANTOSEE WILLIAM AURELIEndereo: Rua Carijs, S/N Jd . Rio da Praia (SESC) - Bertioga, SP.Tel: (13)3317 3718 (13) 3317 1601 email: e011617a@see.sp.gov.br</p><p> Bertioga, 13 de junho de 2014.</p><p>Ofcio n 0172/2014Assunto: Plano Gesto 2014 - 2018</p><p> A Direo da EE William Aureli encaminha Plano </p><p>Gesto 2014/2018, para apreciao e homologao.</p><p> Sem mais, aproveitamos para reiterar votos de elevada </p><p>estima e considerao.</p><p> Atenciosamente</p><p>Ilmo.Sr.Dirigente Regional de Ensino da Regio SantosJoo Bosco Arantes Braga Guimares</p><p>2</p></li><li><p>GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAOCOORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIORDIRETORIA DE ENSINO REGIO DE SANTOSEE WILLIAM AURELIEndereo: Rua Carijs, S/N Jd . Rio da Praia (SESC) - Bertioga, SP.Tel: (13)3317 3718 (13) 3317 1601 email: e011617a@see.sp.gov.br</p><p>PLANO GESTO 2010 2014</p><p>1- Identificao da Unidade Escolar</p><p>Escola Estadual William AureliRua: Carijs s/n Jardim Rio da Praia (SESC) Bertioga - So PauloCEP: 11250-000Telefone: (13) 3317-3718 3317-1601E-mail: e011617a@see.sp.gov.brCdigo: CIE-011617Cdigo: F.D.E 02-09-213CNPJ: 49.190.614/0001-72Autorizao de Funcionamento Fundamental: Decreto n9491/77e Resoluo SE 64/78 - D.O.E.:16/02/1995Autorizao de Funcionamento Ensino Mdio Regular: n 9.491/77 e Resoluo SE 64/78 D.O.E .: 16/02/1995Autorizao de Funcionamento Educao de Jovem e Adulto EJA Presencial - Resoluo SE 36/95 D.O.E.:16/02/1995</p><p>Curso : Ensino Fundamental 6/7/8 e 9 anosModalidade: RegularTurnos : DiurnoPerodo: Manh e TardeHorrio:07h00 s 12h20 minutos / 13h00 s 18h20 minutos</p><p>Curso : Ensino Fundamental 6/7/8 e 9 anos - EJA - PresencialModalidade: Educao de Jovens e Adultos EJATurnos : NoturnoPerodo: NoiteHorrio: 19h00 s 23h00</p><p>Curso: Ensino Mdio RegularNvel: 1 a 3 anosModalidade: RegularTurnos: Diurno e NoturnoPerodo: Manh e NoiteHorrio: 07h00 s 12h20 minutos / 19h00 s 23h00</p><p>Curso: Ensino Mdio Educao de Jovem e Adulto EJA PresencialNvel: 1/2 e 3 anosModalidade: Educao de Jovens e Adultos EJA</p><p>3</p></li><li><p>GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAOCOORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIORDIRETORIA DE ENSINO REGIO DE SANTOSEE WILLIAM AURELIEndereo: Rua Carijs, S/N Jd . Rio da Praia (SESC) - Bertioga, SP.Tel: (13)3317 3718 (13) 3317 1601 email: e011617a@see.sp.gov.br</p><p>Turno: NoitePerodo: NoiteHorrio: 19h00 s 23h00</p><p>Equipe GestoraDiretor: Itamar Aparecido FerreiraVice-Diretor: Solange Braz da Silva RodolfoVice-diretor Escola da Famlia: Marta Costa dos Santos SilvaProfessor Coordenador Ensino Fundamental: Desire DondaProfessor Coordenador Ensino Mdio: Wagner Oliveira SantosPofessor Coordenador de Gesto de Apoio Pedaggico - Carlos da Silva</p><p>2 Caracterizao da Unidade Escolar</p><p> A Escola Estadual William Aureli, com 14 salas de aulas por perodo, num total de 42 salas considerada a maior em termos de espao e demanda - atende nos trs perodos cerca de 1.600 (hum mil e seiscentos) alunos -, situa-se no municpio de Bertioga hoje emancipada, prximo a portaria principal de entrada da Colnia de Frias do SESC Servio Social do Comrcio. A escola recebe alunos de vrias regies da cidade, em maior parte dos bairros onde est instalada, tambm de locais adjacentes at dos extremos territorial como do Caruara, divisa de Santos, e Boracia, divisa de So Sebastio, alm de outras partes onde no conseguem atendimento em virtude de espao e vagas, sofre com os atrasos dessas crianas devido a irregularidade dos transportes coletivos, a maioria da clientela possui caractersticas de nvel social baixo, famlias desestruturadas, subempregadas ou desempregadas, com alto ndices de pais separados e/ou convivendo com avs e tios, em meio a violncia e drogas, e se mistura com a classe mdia devido s residncias de veraneio nas imediaes, famlias que saem do Estado de So Paulo por motivos de empregos ou sade. Todos os anos recebemos crianas das escolas particulares por motivos de falncias, no aproveitamento escolar, rendimentos insuficientes, entre outros. O comrcio local est em pleno desenvolvimento, como bares, vendas, padarias, super mercados etc.H demanda de crianas da regio do norte e nordeste, com caractersticas heterogenias, muitos pais desempregados, com situaes comprometidas at judicialmente, tambm em vrios momentos viajam e levam os filhos que apresentam muitas faltas sem justificativas. Muitas das nossas crianas possuem famlia numerosa, pais desempregados e h ainda outro grupo social de famlia que moram em favelas ou semi favelas, sem estrutura bsica de saneamento em geral, inclusive na regio onde a escola est instalada no existe saneamento bsico pblico. </p><p>4</p></li><li><p>GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAOCOORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIORDIRETORIA DE ENSINO REGIO DE SANTOSEE WILLIAM AURELIEndereo: Rua Carijs, S/N Jd . Rio da Praia (SESC) - Bertioga, SP.Tel: (13)3317 3718 (13) 3317 1601 email: e011617a@see.sp.gov.br</p><p>2.1 Recursos Fsicos</p><p>Item Dependncias Quantidades</p><p>01 Secretaria 01</p><p>02 Sala dos Professores 01</p><p>03 Sala Acessa 01</p><p>04 Sala Gesto Escolar 01</p><p>05 Sala de Aula 14</p><p>06 Sala Coordenador Pedaggico 01</p><p>07 Biblioteca 01</p><p>08 Ptio (Interno) 01</p><p>09 Quadra Esportiva (Coberta) 01</p><p>10 Quadra Esportiva (descoberta) 01</p><p>11 Depsito Limpeza/M.Esportivo 01</p><p>12 Sanitrio (masculino)c/3boxes 01</p><p>13 Sanitrio (feminino)c/5boxes 01</p><p>14 Sanitrio p/funcionrios 01</p><p>15 Sanitrio p/professor 01</p><p>16 Depsito adaptado externo 01</p><p>17 Cantina 01</p><p>18 Zeladoria 01</p><p>5</p></li><li><p>GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAOCOORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIORDIRETORIA DE ENSINO REGIO DE SANTOSEE WILLIAM AURELIEndereo: Rua Carijs, S/N Jd . Rio da Praia (SESC) - Bertioga, SP.Tel: (13)3317 3718 (13) 3317 1601 email: e011617a@see.sp.gov.br</p><p>2.2 - Recursos Pedaggicos</p><p>A Unidade Escolar encontra-se equipada para atender a demanda s suas atividades educacionais:Item Descrio dos materiais Quantidades</p><p>01 Antena Parablica s/receptor 01</p><p>02 Aparelhos TV 04</p><p>03 Aparelho de DVD 03</p><p>04 Aparelho Projetor de Imagem 02</p><p>05 Computadores Administrativos 07</p><p>06 Computadores (Acessa) ativos 08</p><p>07 Computadores (Acessa) c/defeito 04</p><p>08 Impressoras 05</p><p>09 Mquina Fotogrfica Digital 01</p><p>10 Micro Systen (inativos) 03</p><p>11 Caixa de Som 01</p><p>12 Geladeira (sala professores) 01</p><p>13 Cafeteira (sala professores) 01</p><p>14 Filtro de gua (sala professores) 01</p><p>15 Filtro de gua (externo) 01</p><p>16 Jogos de Carteiras 09 jogos</p><p>17 Mesa professor 11</p><p>18 Mesa sala professor 01</p><p>19 Cadeiras (estofadas) 50</p><p>6</p></li><li><p>GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAOCOORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIORDIRETORIA DE ENSINO REGIO DE SANTOSEE WILLIAM AURELIEndereo: Rua Carijs, S/N Jd . Rio da Praia (SESC) - Bertioga, SP.Tel: (13)3317 3718 (13) 3317 1601 email: e011617a@see.sp.gov.br</p><p>20 Armrios de ao 10</p><p>21 Estantes baixas de ao 03</p><p>14 Self Service 01</p><p>15 Cortinas + Varo 48</p><p>16 Cadeiras giratrias 09</p><p>2.3 Recursos Humanos</p><p>Nome RG CargoItamar Aparecido Ferreira 10.849.823-2 Diretor de EscolaSolange Braz da Silva Rodolfo</p><p>24.679.815-4 Vice-Diretor de Escola</p><p>Carlos da Silva 16.882.879 PCP-AGP - Apoio a Gesto Pedaggica </p><p>Desire Donda 8.293.812-X PCP Ensino Fundamental Ciclo II</p><p>Wagner Oliveira Santos 24.679.258-1 PCP Ensino MdioCarlos da Silva 16.882.879 PCP AGP </p><p>FundamentalElisngela Cristina Dias Santana de Arajo</p><p>45.591.056-X QAE Secretaria Gerente de Organizao Escolar - GOE</p><p>Geraldino Borges de Brito 5.037.969 QAE Secretaria Licena Sade</p><p>Patrcia Rodrigues da Silva 28.021.888-6 QAE Secretaria Atendimento Pblico</p><p>Rosa Maria dos Santos Feitosa</p><p>10.956.880-1 QAE Secretaria Atendimento Pblico</p><p>Rita Corra Martinez 13.033.759 ASE Readaptado Licena Sade</p><p>7</p></li><li><p>GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAOCOORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIORDIRETORIA DE ENSINO REGIO DE SANTOSEE WILLIAM AURELIEndereo: Rua Carijs, S/N Jd . Rio da Praia (SESC) - Bertioga, SP.Tel: (13)3317 3718 (13) 3317 1601 email: e011617a@see.sp.gov.br</p><p>2.3 Recursos Humanos</p><p>Nome RG CargoAlexsandra de Melo Luz 35.396.797-X QAE- Ptio</p><p>3 Proposta Curricular da Escola</p><p>A nossa unidade escolar definida como espao de cultura e de articulao de competncias e contedos disciplinares partindo dos conhecimentos e das experincias prticas j acumuladas, ou seja, da sistematizao, reviso e recuperao de documentos, publicaes e diagnsticos j existentes e do levantamento e anlise dos resultados de projetos ou iniciativas realizadas. Diante deste processo, a escola procura tambm cumprir seu dever de garantir a todos uma base comum de conhecimentos e competncias, seguindo o currculo oficial da Secretaria de Educao do Estado de So Paulo.Nosso objetivo de apresentar os princpios orientadores para uma escola capaz de promover as competncias indispensveis ao enfrentamento dos desafios sociais, culturais e profissionais do mundo contemporneo, mediante aes de reflexo e de construo de uma cidadania que promova a paz.A nossa Proposta organizar o trabalho nas condies singulares e que seja um recurso efetivo e dinmico para assegurar aos alunos a aprendizagem dos contedos e a constituio das competncias previstas.Nas orientaes para a Gesto do Currculo, nossa proposta prev que a aprendizagem resulte tambm na coordenao de aes entre as disciplinas, do estmulo vida cultural da escola e do fortalecimento de suas relaes com a comunidade, buscando aproximar-se das assoiaes e entidades que promovam trabalho voltado a rea de educao. Para tal, refora e prope orientaes e estratgias para a educao continuada dos professores, quer seja individual, com esforo prprio, quer durante as Atividades de Trabalho Pedaggico Coletivo </p><p>8</p></li><li><p>GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAOCOORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIORDIRETORIA DE ENSINO REGIO DE SANTOSEE WILLIAM AURELIEndereo: Rua Carijs, S/N Jd . Rio da Praia (SESC) - Bertioga, SP.Tel: (13)3317 3718 (13) 3317 1601 email: e011617a@see.sp.gov.br</p><p>ATPCs ou durante o desenvolvimento de aes previstas nos Projetos Mais Educao e Proemi.Nossa sociedade cada vez mais caracterizada pelo uso intensivo do conhecimento, seja para trabalhar, conviver, exercer a cidadania seja para cuidar do ambiente em que vive. Visamos para a nossa clientela a incluso daqueles que por falta de acesso a bens materiais, pela falta de acesso ao conhecimento e aos bens culturais.Verificamos que nossa clientela est aumentando cada vez mais e em um nmero expressivo de alunos advindos das camadas mais pobres que antes no tinham acesso escola. Para tal relevncia pertinente que as aprendizagens sejam decisivas para que o acesso a elas proporcione uma oportunidade real de aprendizado para insero no mundo social e no modo produtivo e solidrio.A precocidade da adolescncia tambm preocupante e expe o jovem muito cedo s prticas da vida adulta, temos muitos casos de gravidez na adolescencia, algumas apresentando doenas sexualmente transmissiveis e que fazem uso de lcool e drogas, assim priorizamos fazer da experincia escolar uma oportunidade para que aprenda a ser livre com cuidados primordiais de sade e convvio, ao mesmo tempo respeitar as diferenas e as regras dos diversos grupos sociais, mas construindo a sua prpria individualidade, fazendo uso dos conhecimentos adquiridos. Hoje, mais do que nunca, aprender na escola o ofcio de aluno, que para tanto a democratizao do acesso educao tem que se tornar uma funo realmente inclusiva que evitar que essas diferenas que constituiro mais um fator de excluso social. Currculo para nossa unidade tem que ter como princpios centrais: </p><p>a) A escola que tambm aprende: nos princpios que estruturam o nosso currculo, a concepo da nossa escola j mudou radicalmente de instituio que ensina para uma instituio que tambm aprende a ensinar. Partimos do princpio de que ningum detentor absoluto do conhecimento e de que o conhecimento coletivo maior do que a soma dos conhecimentos individuais, alm de ser qualitativamente diferente. Nossa unidade ter como ponto de partida um trabalho colaborativo, para a formao de uma comunidade aprendente.</p><p>9</p></li><li><p>GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAOCOORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIORDIRETORIA DE ENSINO REGIO DE SANTOSEE WILLIAM AURELIEndereo: Rua Carijs, S/N Jd . Rio da Praia (SESC) - Bertioga, SP.Tel: (13)3317 3718 (13) 3317 1601 email: e011617a@see.sp.gov.br</p><p>Nossas aes j constroem coletivamente a Proposta Pedaggica, com aes por meio da reflexo e da prtica compartilhadas, e o uso intencional da convivncia como situao de aprendizagem.</p><p>b) O currculo como espao de cultura: por ser o currculo expresso do que existe na cultura cientfica, artstica e humanista, que transposto para uma situao de aprendizagem e ensino, damos por entendido que todas as nossas atividades so curriculares. Na nossa escola, o professor no se limita a suprir o aluno de saberes, mas sim, dele ser parceiro dos fazeres culturais, com isso aquele que promove, das mais variadas formas, o desejo de aprender, sobretudo com exemplo do seu prprio entusiasmo pela cultura humanista, cientfica e artstica.</p><p> c) As competncias como eixo de aprendizagem: nosso desafio </p><p>o de promover os conhecimentos prprios de cada disciplina articulados s competncias e habilidades. Essas competncias e habilidades corroboraro para que o aluno faa uma leitura crtica do mundo, questionando-o para melhor compreend-lo, inferindo questes e compartilhando idias, sem ignorar a complexidade do nosso tempo.</p><p>Outro desafio at o momento refere-se aos alunos da Educao de Jovem e Adulto - EJA para tal necessrio consider-los em sua busca renovada por escolarizao formal significativa, num momento em que acumulam etapas escolares interrompidas por barreiras pessoais de ordem social e econmica. Para tanto a escola precisa respeitar suas caractersticas individuais, seu tempo e sua ocupao laboral para permitir-lhes a reposio de estruturas de conhecimento necessrio para a sustentabilidade de seus projetos pessoais, assim como conscientiza-los de que somente com a presena nas aulas, bem como realizando as atividades propostas, com base na superao das foras naturais que conseguiro sobressairem-se nessa jornada. As especificidades dos alunos da EJA so inevitveis quanto a sua id...</p></li></ul>

Recommended

View more >