linhas de mangueiras

Download Linhas de Mangueiras

Post on 04-Jul-2015

1.378 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Incndio IncndioLINHAS DE MANGUEIRAS ELINHAS DE MANGUEIRAS E MONTAGEM DE ESTABELECIMENTOS MONTAGEM DE ESTABELECIMENTOSO OBJETIVOS:O Ao final desta lio os participantes sero capazes de:O Citar as linhas de mangueiras existentes;O Citar as funes de uma guarnio de combate a incndio completa;O Citar as funes de uma guarnio de combate a incndio reduzida;O Descrever a funo de cada componente de uma guarnio na montagem de um estabelecimento com uma adutora e duas linhas de ataque, com um lance de mangueira cada linha;O Executar a montagem de estabelecimento com uma adutora01 lance de 2 e duas linhas de ataque com dois lances de 1 cada, nas diversas funes da guarnio de combate a incndio (completa e reduzida).O 1 LINHAS DE MANGUEIRASO inhas de mangueira so os conjuntos de mangueirasacopladas, formando umsistema para o transporte degua. Dependendo da utilizao, podem ser: linha adutora,linha de ataque, linha direta e linha siamesa.O 1.1 Linha AdutoraO A aquela destinada a conduzir gua de uma fonte deabastecimento para um reservatrio. Por exemplo: de umhidrante para o tanque de viatura, e de uma expedio ato derivante, com dimetro mnimo de 63mm, no mnimo,podendo conter vrios lances de mangueiras para essepropsitoO 1.2 Linha de AtaqueO A o conjunto de mangueiras utilizado no combate direto aofogo, isto , a linha que temumesguicho numa dasextremidades. Pela facilidade de manobra, utiliza-se,geralmente, mangueira de 38mm. A linha de ataque podeconter vrios lances de mangueiras.O 1.3 Linha DiretaO A a linha de ataque, composta por um ou mais lancesde mangueira, que conduz, diretamente, a guadesde umhidranteouexpediode bomba at oesguicho.O 1.4 Linha SiamesaO A linha siamesa composta de duas ou maismangueiras adutoras, destinadas a conduzir gua dafonte de abastecimento para um coletor, e deste, emumanicalinha, atoesguichoouaaumentar ovolume de gua a ser utilizada em uma adutora. Temporfinalidadesalimentarumcanho-monitor, torresdeguaem Auto Escadase AutoPlataformas, bemcomo vencer grandes planos inclinados. Neste tipo delinha as duas adutoras fundem-se numa s,aumentando a pressoO 2 GUARNIES DE COMBATE A INCNDIOO Aomenor grupodebombeirosqueirotrabalhar emuma operao de combate a incndios, distribudos numaviatura auto bomba tanque. A guarnio poder sercompleta, quando existirembombeiros suficientes parasuprir todas as funes existentes e, reduzida, quando noexistambombeiros suficientes para preencher todas asfunes. Neste ltimo caso, recomenda-se a utilizao deapenas uma linha de ataque, mas conforme a necessidadeda operao podero ser utilizadas duas linhas, com menorpressona expedio. Aimportantesalientar que paramanter onvel desegurana, norecomendadoqueapenas um bombeiro adentre espaos confinados, uma vezque a operao considerada arriscada, necessitandosempre o trabalho de duplas.Aguarnio completa composta por seis bombeiros,sendoatribudoacadacomponenteumnmero, deformaaidentificar sua funo:N Funo SigIa1 Chefe da Linha da Direita CLD2 Chefe da linha da Esquerda CLE3 Auxiliar da Linha da Direita ALD4 Auxiliar da Linha da Esquerda ALE5 Comandante da Guarnio CMTGU 6 Operador e condutor da Viatura OCV

Esquema 1 - Posicionamento de uma guarnio completa Aguarnioreduzida, nos locais ondenotiver bombeiros paraformar a guarnio completa, dispor apenas de trs bombeiros:N Funo SigIa1 Chefe de Linha e Comandante CLC2 Auxiliar de Linha AL3 Operador e Condutor de Viatura OCVO Cabe salientar que a utilizao dasguarnies reduzidas recomendada apenasem princpios de incndio e em incndios depequenoporte, poisacapacidadeoperativadeste tipo de guarnio bastante limitada.O Pode-se perceber que na guarnio reduzidavrias figuras de uma guarnio completa sosuprimidas, o que far com que ocomandante de guarnio exera a funo dechefedelinha. Porm, emmuitas vezes,poderocomandanteexercer afunodooperador econdutor deviatura, poisnestafunopodercontrolar evisualizar melhoras aes a serem tomadas.

Esquema 2 - Posicionamento da Guarnio ReduzidaO 2.1 ComandamentoOToda ocorrncia de incndio requer uma avaliao inicial eumaorganizaodetarefasparaseusucesso. Por isso,toda guarnio ter um comandante. Caber a este avaliara cena da ocorrncia, gerenciar os riscos e traarestratgias para um combate eficaz e seguro.OComo conseqncia disso, cabe ao comandante daguarniodistribuir as funes decadacomponentedaguarnio, deacordocomsuaexperincia,conhecimentotcnico e especialidade. Para definir o que cada um deverfazer na ocorrncia, o comandante, aps avaliar a situaoreunir sua guarnio e determinar suas aes.ONeste momento o comandante tambm determinar se ha necessidade de se efetuar buscas no interior daedificao, se h necessidade de uso de proteorespiratria ou se proceda s aes de salvamento depessoas.O $ugere-se, que no incio do servio, cada comandante deguarnio faa um simulado dos procedimentos de armarestabelecimentos para condicionar cada qual em sua funo. Tologo a guarnio chegue ao local da ocorrncia, cada integrantedever ter sua funo previamente definida e se posicionar deacordo com o especificado nos esquema 1 ou 2, dependendo docaso. O comandante far uma avaliao inicial da cena doincndio e repassar as orientaes e dar o comando de comoproceder, da seguinte forma:O "Ateno Guarnio:O Armar umestabelecimento comumlance de mangueira naadutora;O Comduaslinhasdeataquededoislancesdemangueiracadauma;O inha da direita ataca em tal ponto;O inha da esquerda ataca em tal ponto;O Bomba armar."O 3 MONTAGEM DE ESTABELECIMENTOSOChama-se estabelecimento o conjunto de linhas demangueiras destinadas ao combate ao incndio. Para cadasituao poder ser montado um estabelecimentodiferente, ficandoadecisoacritriodocomandantedaguarnio.OAprimeirapreocupaoamontagemdalinha adutora.Como tal linha visa conduzir gua de um manancial at umdivisor (derivante), natural que se d prioridade para suamontagem. Aprincpio, funodoauxiliardalinhadadireitafazeramontagemdalinhaadutora. Porm, sealinha possuir mais de um lance de mangueira, o auxiliar dalinha da direita, o chefe da linha da esquerda e o chefe dalinhadadireita, respectivamente, deveroseencarregardesta montagem. A linha adutora sempre ser montada, nomnimo, com uma mangueira de 63 mm (2 polegadas)OO comandante conduzir o derivante o mais prximopossvel do incndio, onde ser conectado na linha adutora.Doderivantesairoaslinhasdeataque, tantasquantassejam determinadas pelo comandante. Existem derivantescomduas outrssadas. Conectadaalinhaadutora, ocomandante ordenar "GUA NA ADUTORA", para que oOperador e condutor da viatura pressurize a linha.O Oprximopassoamontagemdaslinhasdeataques, quenormalmente utilizamlances de mangueira de 38 mm(1polegadas). Cabe a cada auxiliar montar sua respectiva linha deataque, conectando a mesma ao derivante e entregando a outraponta da mangueira ao chefe da linha para a conexo aoesguicho. To logo esteja a linha montada, cabe ao chefe da linhaordenar GUA NALINHA (DIREITA OU ESQUERDA)". Comistoocomandanteliberarguaparaalinhaquecomearasaes de combate ao fogo.A imprescindvel que a linha da direitaseja a primeira a ser montada e dar incio ao combate. To logoas linhas de ataque estejam montadas, os auxiliares de linha seposicionaroatrsdorespectivochefedelinha, paraauxili-lonas aes de combate.O Aprimeiralinhadeataqueaser montadadeverser adadireita, que ter prioridade na montagem. No existe umapadronizao rgida acerca das funes de cada componente daguarnio para a montagem dos estabelecimentos. Cadaguarnio deve traar tticas para que a montagem seja a maisrpida possvel e que as tarefas sejam divididas por todos.$egueabaixo alguns exemplos de montagem de estabelecimentosdiversos, pormnenhumdestes exemplos cria obrigao naexecuo. Cabe a cada guarnio treinar e chegar a um mtodoque mais lhe convir.O 3.1 Montagem de estabelecimento com uma adutorae duas linhas de ataqueOComandante da Gu: Conduzir o derivante at um localbemprximoaoincndio.Aguardaraconexodalinhaadutora pelo auxiliar da linha da esquerda e determinar apressurizao da rede atravs do comando GUA NAADUTORA. Aguardaraconexodaslinhasdeataqueeliberaroregistrododerivanteapartir docomandodochefe de cada linha. Posicionar-se- de forma a visualizartoda a ao da guarnio e evoluo dos trabalhos.OChefe da linha da direita: Conduzir um esguicho at olocal prximo ao combate. Conectar a junta da mangueirada linha de ataque ao esguicho e pedirGUA NA LINHADA DIREITA" e iniciar o combate ao fogo.OChefe da linha da esquerda: Conduzir um esguicho ato local prximo ao combate. Conectar a junta damangueira da linha de ataque ao esguicho e pedirGUANA LINHA DA ESQUERDA" e iniciar o combate ao fogo.O Auxiliar da linha da Direita: lanar a linha de ataque eentregarapontadamangueiraaochefedalinhadadireita.Conectaralinhadeataquenalinhaadutoraeseposicionaratrs do chefe da linha da direita de forma a dar-lhe sustentaoe segurana, bem como auxili-lo no que for necessrio.O Auxiliar da linha da esquerda : lanar a linha adutoraentregandoapontadamangueiraaooperador econdutor daviatura. Conectar a linha adutora ao derivante. Buscar nocaminho uma mangueira de 38 mm (1 pol), lanar a linha deataque e entregar a ponta da mangueira ao chefe da linha daesquerda. Conectaralinhadeataquenalinhaadutoraeseposicionar atrs do chefe da linha da esquerda de forma a dar-lhesustentaoesegurana, bemcomoauxili-lonoquefornecessrio.O Condutoreoperadordeviatura: posicionaraviaturaemlocal seguroesinalizarolocal. Providenciaroisolamentodolocal daocorrncia; conectaralinhaadutoraaocaminhoepressurizar a rede de acordo com a ordem do comandante daguarnio. Operarabombadeformaamanter apressonarede, bem como informar ao comandante da quantidade de guautilizada651324Esquema 3Esquema 3 -- Montagem de estabelecimento com umaMontagem de estabelecimento com uma adutora e duas linhas de ataque com um lance cada linha adutora e duas linhas de ataque com um lance cada linhaOComandantedaGu: Conduziroderivantecomtrssadas at um local bem prximo ao incndio. Aguardar aconexo da linha adutora pelo auxiliar da linha da esquerdae determinar a pressurizao da rede atravs do coman