cb- estratÉgia

Download CB- ESTRATÉGIA

Post on 19-Oct-2015

64 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Conhecimentos Bancrios p/ CEF

    Teoria e exerccios comentados

    Prof. Caio Figueiredo Aula 00

    Prof. Caio Figueiredo www.estrategiaconcursos.com.br 1 de 33

    AULA 00: SFN Parte 1

    SUMRIO PGINA 1. Apresentao 1-3 2. Cronograma 3-4 3. Funo do SFN 5 - 6 4. Conselho Monetrio Nacional 7 - 16 5. Banco Central 16 - 27 6. Comisso de Valores Mobilirios 27 36 7. CRSFN 36 - 37 8. Lista das questes apresentadas 37 - 44 9. Gabarito das questes apresentadas 44

    1 - Apresentao Carssimo aluno,

    com grande felicidade que escrevo esta aula demonstrativa de

    Conhecimentos Bancrios. Em primeiro lugar, porque sempre me

    interessei muito pelo dinamismo e pela importncia do Sistema

    Financeiro. Afinal, quantas manchetes de jornal e questes importantes

    das nossas vidas no envolvem os bancos? Em segundo lugar, porque

    tenho certeza que estas aulas contribuiro fortemente para voc se tornar

    um funcionrio pblico. A questo de nmeros: para citar apenas duas

    instituies, a Caixa Econmica Federal realizou 3 concursos para

    escriturrio nos ltimos 5 anos e o Banco do Brasil teve concurso para o

    mesmo cargo em todos os anos nesse mesmo perodo. Ademais, CEF e

    BB esto com editais publicados e provas marcadas para este

    semestre! Por fim, e pensando tambm no longo prazo, h o BRB e

    outros bancos regionais com concursos regulares para o mesmo cargo e

    Banco Central, BNDES e CVM, que nos seus concursos costumam exigir,

    se no toda a disciplina que estudaremos, ao menos o que diz respeito ao

    SFN e poltica econmica. Dessa forma, no se assuste com a

    quantidade de temas que estudaremos que relativamente grande, no

  • Conhecimentos Bancrios p/ CEF

    Teoria e exerccios comentados

    Prof. Caio Figueiredo Aula 00

    Prof. Caio Figueiredo www.estrategiaconcursos.com.br 2 de 33

    posso negar -, mas se satisfaa em saber que este estudo lhe ajudar em

    muito na jornada pela conquista do emprego pblico.

    Enfim, me entusiasmei demais com a matria e no me apresentei!

    Meu nome Caio Figueiredo e estou h trs anos envolvido com

    concurso pblico e, h dois, com o mercado financeiro. Sou Analista de

    Mercado de Capitais na Comisso de Valores Mobilirios (vamos falar

    bastante sobre ela neste curso) e, anteriormente, trabalhei trs anos

    como Analista de Comrcio Exterior na Secretaria de Comrcio Exterior

    (um dos rgos anuentes do SISCOMEX, o qual estudaremos mais para o

    final do curso). Ainda, estou concluindo um MBA em Finanas pelo

    IBMEC: disciplina que, afinal, est englobada em parte da nossa matria

    de Conhecimentos Bancrios. Enfim, vou tentar neste curso aliar minha

    experincia em concursos, estudo terico e exemplos da vida real. Com

    seu empenho na leitura das aulas e a sua participao nos fruns de

    dvidas, teremos boas oportunidades de aprendizado!

    Meu mtodo de estudo simples e direto, mas no abro mo de

    lhes ensinar todos os detalhes necessrios para que vocs sejam

    aprovados no concurso! As aulas seguiro, basicamente, a seguinte

    estrutura:

    explicao ampla sobre o tema;

    anlise detalhada dos tpicos cobrados normalmente em concursos,

    com exemplos demonstrativos;

    apresentao de exerccios j aplicados pela CESGRANRIO

    banca que organizar o prximo concurso da CEF e, quando

    for necessrio, por outras bancas ou de elaborao prpria;

    resoluo dos exerccios.

    Como vocs podem ver, utilizo uma linguagem simples e busco

    explicar mesmo o que parece bvio, mas, como o objetivo preparar-

  • Conhecimentos Bancrios p/ CEF

    Teoria e exerccios comentados

    Prof. Caio Figueiredo Aula 00

    Prof. Caio Figueiredo www.estrategiaconcursos.com.br 3 de 33

    lhe para ser aprovado, alcanaremos gradualmente um slido

    conhecimento da matria.

    Neste curso, focaremos exclusivamente no Edital da CEF j

    publicado com prova prevista para abril. Em relao ao edital, a

    grande dificuldade que vejo na preparao do concurseiro que,

    primeiro, o contedo exige uma ateno constante s novas normativas

    que surgem, e, segundo, os tpicos do Edital pertencem a reas diversas

    como economia, direito e administrao. A grande vantagem deste curso,

    na minha opinio, apresentar informao sempre atualizada e juntar,

    num mesmo lugar, diversas disciplinas de forma que um aluno sem

    nenhuma bagagem na rea possa entender tudo.

    2 Cronograma

    O cronograma das nossas aulas ser o seguinte (uma aula a cada

    dez dias):

    Aula Demonstrativa (J disponvel)

    Estrutura do Sistema Financeiro Nacional (Parte 1): funo do SFN;

    Conselho Monetrio Nacional; Banco Central do Brasil; Comisso de

    Valores Mobilirios; Conselho de Recursos do Sistema Financeiro

    Nacional.

    Aula 01 (08/02/2012)

    Estrutura do Sistema Financeiro Nacional (Parte 2): bancos comerciais;

    caixas econmicas; cooperativas de crdito; bancos comerciais

    cooperativos; bancos de investimento; bancos de desenvolvimento;

    sociedades de crdito, financiamento e investimento; sociedades de

    arrendamento mercantil; sociedades corretoras de ttulos e valores

    mobilirios; sociedades distribuidoras de ttulos e valores mobilirios;

    bolsas de valores; bolsas de mercadorias e de futuros; Sistema Especial

    de Liquidao e Custdia (SELIC); Central de Liquidao Financeira e de

  • Conhecimentos Bancrios p/ CEF

    Teoria e exerccios comentados

    Prof. Caio Figueiredo Aula 00

    Prof. Caio Figueiredo www.estrategiaconcursos.com.br 4 de 33

    Custdia de Ttulos (CETIP); sociedades de crdito imobilirio;

    associaes de poupana e emprstimo; Sistema de Seguros Privados:

    sociedades de capitalizao; Previdncia Complementar: entidades

    abertas e entidades fechadas de previdncia privada.

    Aula 02 (18/02/2012)

    Noes de poltica econmica, noes de poltica monetria, instrumentos

    de poltica monetria, formao da taxa de juros.

    Aula 03 (28/02/2012)

    Mercado Financeiro: mercado monetrio; mercado de crdito; introduo

    ao mercado de capitais primrio e secundrio.

    Aula 04 (09/03/2012)

    Mercado de Capitais: aes caractersticas e direitos, debntures,

    diferenas entre companhias abertas e companhias fechadas,

    funcionamento do mercado vista de aes, mercado de balco,

    funcionamento do mercado secundrio de aes.

    Aula 05 (19/03/2012)

    Mercado de cmbio: instituies autorizadas a operar; operaes bsicas;

    contratos de cmbio caractersticas; taxas de cmbio; remessas;

    SISCOMEX.

    Aula 06 (29/03/2012)

    Pessoa fsica e pessoa jurdica: capacidade e incapacidade civil,

    representao e domiclio.

    Aula 07 (06/04/2012)

    Abertura e movimentao de contas: documentos bsicos. Cheque

    requisitos essenciais, circulao, endosso, cruzamento, compensao.

    Sistema de Pagamentos Brasileiro. Produtos bancrios.

  • Conhecimentos Bancrios p/ CEF

    Teoria e exerccios comentados

    Prof. Caio Figueiredo Aula 00

    Prof. Caio Figueiredo www.estrategiaconcursos.com.br 5 de 33

    Aula 08 (16/04/2012)

    Reviso e simulado.

    Agora, vamos ao que interessa!

    3 Funo do Sistema Financeiro Nacional Este tpico no foi explicitamente cobrado no ltimo Edital da CEF,

    mas fundamental para a compreenso dos demais temas e costuma ser

    cobrado na disciplina Conhecimentos Bancrios. Portanto, preste

    ateno!

    Sou um mero funcionrio pblico e professor de curso preparatrio

    para concurso e quero comprar um apartamento no Rio de Janeiro, onde

    moro. Certamente, no tenho dinheiro para tanto. Ao contrrio, meu

    vizinho de bairro Eike Batista, um dos homens mais ricos do Mundo, no

    sabe mais onde colocar tanto dinheiro. Eu teria a opo, portanto, de

    bater na casa dele e pedir R$ 300 mil emprestado para pagar em 20

    anos, mas eu desconfio que os seguranas dele no gostariam muito da

    histria que tenho para contar. O Sistema Financeiro Nacional, porm,

    existe para resolver o nosso problema! O Eike Batista empresta o dinheiro

    que ele no consegue gastar para o Ita, por exemplo, e eu vou

    agncia do banco, apresento alguns documentos e o Ita me empresta o

    dinheiro que preciso! Essa , portanto, a principal funo do SFN: fazer a

    intermediao do fluxo monetrio entre os agentes econmicos

    superavitrios e os deficitrios. No caso, o Ita faz a intermediao,

    eu sou o agente deficitrio (ganho menos do que preciso para comprar

    um apartamento hoje vista) e o Eike Batista o agente superavitrio

    (no gasta tudo o que ganha).

    A funo de unir poupadores e gastadores (pode chamar de

    investidores ou agentes deficitrios para ficar mais bonito), apesar de ser

    a principal do SFN, no a nica. Uma funo secundria, e muitas vezes

    esquecida pelos livros de concurso, a diversificao do risco do

    emprestador. Ops, no precisa fazer cara de quem est perdido! Vamos

  • Conhecimentos Bancrios p/ CEF

    Teoria e exerccios comentados

    Prof. Caio Figueiredo Aula 00

    Prof. Caio Figueiredo www.estrategiaconcursos.com.br 6 de 33

    para outro exemplo. Imagine que eu ainda quero comprar um

    apartamento e preciso de R$ 300 mil, mas no conheo o endereo do

    Eike Batista. Porm, sei que o Z