aula 18 - planta baixa

Click here to load reader

Post on 04-Jan-2016

21 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Planta baixa

TRANSCRIPT

  • 12/06/2013

    1

    Expresso Grfica

    Aula 18 Planta Baixa

    Prof. Msc. Eduardo Dias(Graduado em Arquitetura e Urbanismo, Ps-Graduado em Design de Interiores e Iluminao, Mestre emCincias e Engenharia de Materiais e Doutorando em Cincias e Engenharia de Materiais).

    Universidade FederalRural do Semi-rido

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 1

    Introduo

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 2

  • 12/06/2013

    2

    Definio

    a projeo horizontal da seco inferior que se obtm ao passar um planohorizontal atravs da edificao.

    A altura do plano horizontal de 1,50m em relao ao piso da edificao e tem quecortar as paredes, portas e janelas.

    Admite-se a retirada da parte de cima do plano horizontal e projeta-se no planohorizontal o que se v de cima para baixo.

    A planta baixa sempre desenhada com a frente da edificao voltada para baixo,uma vez que a edificao localiza-se no 1 Diedro.

    Determina a forma, dimenses e distribuio dos cmodos da edificao.

    Sendo a planta baixa a projeo de uma superfcie, ela apenas determina duasdimenses: largura (abcissa) e comprimento (afastamento), com exceo das alturas(cotas).

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 3

    Definio

    Exemplo da planta baixa:

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 4

    Plano Horizontal

    Seco Inferior

    Altura do Plano

    Planta Baixa

  • 12/06/2013

    3

    Representao dos elementos da

    planta baixa

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 5

    Linhas

    Parede cortada efetivamente pelo plano de corte: Linhas contnuas largas.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 6

    Contnuas estreitas; sendo de menor largura, ou mais estreita, quanto mais abaixo doplano horizontal de corte estiver a aresta.

    As arestas no visveis, situadas acima ou abaixo do plano horizontal de corte,devem ser representadas por linhas tracejadas estreitas.

  • 12/06/2013

    4

    Linhas - Espessuras

    Por conveno utilizada a espessura de 15cm , que corresponde a uma parede detijolo comum (20x10x5), mas para um melhor detalhamento do projeto podemosutilizar a espessura correta do tipo de tijolo.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 7

    25cm: Na espessura de um tijolo.

    15cm: Na espessura de meio tijolo.

    10cm: Parede de tijolo espelhado.

    Cotas

    A cotagem a representao grfica no desenho das caractersticas do elemento,atravs de linhas, smbolos, notas e valor numrico numa unidade de medida.

    As linhas de cotas so contnuas e estreitas.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 8

    5,00

    0,15 0,15 0,15

    5,00

    Linha de CotaLinha de Extenso

  • 12/06/2013

    5

    Cotas - Terminao

    Num mesmo desenho utilizar-se um nico tipo de terminao de cota e de mesmotamanho.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 9

    PontoCrculo

    Trao Seta

    Cotas - Mtodos de cotagem

    Escreve-se a cota paralelamente e acima da linha de cota, preferencialmente na suametade, de modo que possa ser lida da base ou do lado direito do desenho.

    Escreve-se a cota na direo horizontal, preferencialmente em sua metade, noespao que se obtm ao interromp-la, de modo que possa sempre ser lida da baseda folha de papel.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 10

    Paralela a linha de cota Horizontal a linha de cota

  • 12/06/2013

    6

    Cotas - Cotagem de crculo

    O centro de qualquer objeto circular representado pela interseo de duas linhasretas estreitas (trao e ponto).

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 11

    Raio, espessura e ngulo Dimetro Cota Paralela

    Cotas - Cotagem de chanfro

    Existe trs formas de cotar um chanfro.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 12

    Cotas Paralelas Cota Paralela e ngulo ngulo

  • 12/06/2013

    7

    Linha de chamada

    A linha que identifica ou destaca um elemento ou objeto, indicando seu nome, suafuno ou permitindo que uma cota seja escrita fora do desenho do objeto, ou deforma mais adequada.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 13

    Sem Smbolo Com um Ponto Com uma Seta

    Cota de Nvel

    Na planta baixa representam-se as cotas ou alturas dos pisos relativamente a umnvel de referncia, que quase sempre o nvel da rua (Nvel Zero).

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 14

    Nvel Acima

    Nvel Abaixo

    5 mm

    5 mm

  • 12/06/2013

    8

    Portas

    A localizao de uma porta em uma parede deve ser a mais prxima possvel docanto da parede, deixando-se apenas uma distncia de 10cm (boneca da porta).

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 15

    Porta de Correr

    Arco de 90 (sentido do giro)

    Largura da Boneca (10 cm)

    Porta de Giro Porta Vai e Vem

    Portas

    Diferena de nvel entre ambientes:

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 16

    Sem Diferena Com Diferena Com Soleira

  • 12/06/2013

    9

    Portas

    Dimenses mnimas: Externas 0,80m, Internas 0,70m e Banheiro 0,60m.

    Desenho:

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 17

    Arco 0.3

    Porta 0.5

    Parede 0.9

    Janelas

    Normalmente a janela localizada horizontalmente no centro da parede, dividindo-aem duas partes simtricas.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 18

    Verga

    Altura

    Peitoril

  • 12/06/2013

    10

    Janelas

    Representao:

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 19

    Parede 0.9

    Janela 0.5

    Batente 0.3

    Peitoril > 1,50m

    Peitoril < 1,50m

    Quadro de esquadrias

    Serve para indicar as informaes das aberturas.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 20

  • 12/06/2013

    11

    Altura dos textos

    NBR6492 Representao de Projetos.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 21

    Dimenses mnimas

    Lembrar de consulta o cdigo de obras do municpio e o plano diretor e que estasmedidas so as mnimas para o compartimento.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 22

    Compartimento rea Dimenso P-Direito Amim JanelaSala 12,00 m 2,85 m 2,50 m 1/6 Apiso

    Quarto 8,00 m 2,40 m 2,50 m 1/6 Apiso

    Cozinha 4,00 m 2,00 m 2,40 m 1/8 Apiso

    Banheiro 2,40 m 1,20 m 2,40 m 1/8 Apiso

    Q. de empregada 4,00 m 1,80 m 2,40 m 1/6 Apiso

    Lavabo 2,00 m 0,80 m 2,40 m 1/8 Apiso

    Servio - 1,00 m 2,40 m 1/8 Apiso

    Garagem 12,00 m 2,40 m 2,20 m -

  • 12/06/2013

    12

    Construo da planta baixa

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 23

    1 Fase

    Desenhar o contorno externo das paredes.

    Desenhar as principais divises internas.

    Lembrar que o desenho dever ser executado na escala de 1:50.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 24

  • 12/06/2013

    13

    1 Fase

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 25

    0.15

    3.00

    0.15

    3.00

    0.15

    0.15

    0.15

    0.15

    0.15

    1.60

    3.40

    2.20

    7.80

    1.95 2.100.15 1.800.15 0.15 0.15

    6.45

    1.05

    0.15

    1.00

    0.15

    0.15

    0.15

    4.20

    3.15

    2 Fase

    Desenhar portas e janelas.

    Usar os gabaritos para desenhar os equipamentos (pia, vaso sanitrio, chuveiro,lavanderia, ...).

    Desenhar a projeo de cobertura.

    Apagar os excessos das linhas.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 26

  • 12/06/2013

    14

    2 Fase

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 27

    3 Fase

    Linhas estreitas tracejadas: desenhar todas as arestas que estejam acima do planohorizontal de corte.

    Linhas estreitas contnuas: quadricular os pisos molhados (banheiro, cozinha,servio, lavabo, ...).

    Linhas largas mdias: para as portas, janelas e objetos vistos em segundo plano.

    Linhas largas: para as paredes.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 28

  • 12/06/2013

    15

    3 Fase

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 29

    4 Fase

    Escrever cada cmodo com sua respectiva rea usando duas casas decimais.

    Cotar o desenho.

    Indicar a posio dos cortes.

    Indicar a posio do norte.

    Indicar a entrada.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 30

  • 12/06/2013

    16

    4 Fase

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 31

    5 Fase

    Desenhar o carimbo da folha.

    12/06/2013 eduardo.dias@ufersa.edu.br 32