padrão de projeto gof comportamental mediator

Download Padrão de Projeto GoF Comportamental Mediator

Post on 13-Jun-2015

1.443 views

Category:

Technology

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Define um objeto que encapsula a forma como um conjunto de objetos interage. O Mediator promove o acoplamento fraco ao evitar que os objetos se refiram explicitamente uns aos outros, permitindo que você varie suas interações independentemente.

TRANSCRIPT

  • 1. Padro Mediator Estephnia Rodrigues Gustavo Moreira Izabel Rodrigues Priscilla Aguiar Thiago Sinsio Ps-Graduao em Engenharia de Sotfware Centrada em Mtodos geis 2013

2. Agenda Introduo Inteno Motivao Aplicabilidade Estrutura Participantes Colaboraes Consequncias Demonstrao 3. Introduo Padres de projeto GOF Criao Comportamentais Estruturais Mediator 4. Inteno Definir um objeto para encapsular a forma como um conjunto de objetos interage; Promover baixo acoplamento; No permitir que objetos se referenciem entre si de maneira explcita. 5. Inteno 6. Inteno 7. Motivao Diminuir o alto acoplamento causado pela distribuio de comportamento entre vrios objetos. Essa distribuio pode resultar em muitas conexes, o que leva um objeto ter conhecimento sobre vrios outros. 8. Aplicabilidade O padro mediator deve ser usado quando: Um conjunto de objetos se comunicar de forma complexa, interdependncias desestruturadas e de difcil entendimento; A reutilizao de um objeto se torna difcil por ele referenciar e comunicar com muitos outros; Customizar ou adaptar um comportamento que est distribudo entre vrias classes sem a necessidade excessiva de especializao em subclasses. 9. Aplicabilidade Objetos podem se comunicar sem conhecer uns aos outros. 10. Estrutura 11. Participantes Mediator: Define uma interface de comunicao com objetos de classe Colleague. Concrete Mediator: Faz a implementao do comportamento cooperativo atravs da coordenao de objetos Colleague. Responsvel por manter e conhecer os objetos da classe Colleague. 12. Participantes Colleague Classes: Cada classe Colleague conhece seu Mediator; Os objetos Colleague se comunicam com seu objeto Mediator, ao invs de se comunicar com outros objetos Colleagues. 13. Colaboraes Os objetos Colleagues, uma vez que no se conhecem, enviam e recebem solicitaes do Mediator; O Mediator conhece cada um dos participantes e direciona as solicitaes para os objetos apropriados; A poltica de comunicao determinada pelo Mediator (Implementao Concreta do Mediator). 14. Consequncias Vantagens Limita extenso por herana (para estender ou alterar o comportamento, basta criar uma subclasse do Mediator); Baixo acoplamento entre Colleagues; Politica de comunicaes fica centralizada no Mediator e pode ser alterada sem mexer nos Colleagues; Eliminao de relacionamentos muitos-para-muitos; 15. Consequncias Desvantagens A centralizao em exagero pode ser uma fonte de gargalos de desempenho e risco para o sistema em caso de falhas; O Mediator pode se tornar muito complexo. 16. Dvidas 17. Mais Informaes Gamma Erich, Helm Richard, JohnsonRalp, Vlissides John. Padres de Projeto: Solues Reutilizveis de Software orientado a objetos. p. 257 - 266. Bookman, 2000.