O médico, o paciente e o processo

Download O médico, o paciente e o processo

Post on 07-Jul-2015

120 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. O MDICO, O PACIENTE E O em caso de inocncia real e convicta, o mdico no faa sozinho a sua defesa.PROCESSO Isto porque, a prestao das informaes de modo equivocado compromete toda a linha de defesa que deveria ser estrategicamente elaborada por um advogado. E mais: certos relatos depois de protocolados e formalizados nos processos jamais podero ser desconsiderados, por mais simples que possam parecer. Exatamente por este motivo, o mdico pode, e deve, procurar o apoio especializado, em qualquer esfera que seja acionado.PorNo que tange aos interesses dosEliane Moraes de A. Metz, Advogada emmdicos e tambm dos pacientes,Campo Largo - OAB/PR 53.378 -alguns elementos como o pronturio eeliane@metzadvocacia.com o termo de consentimento so de extrema importncia, pois relatam aQualquer mdico pode ser processadorealidade dos fatos e contribuem como prova do direito de ambos. Da ana Justia (nas reas cvel e/ou importncia do preenchimento corretocriminal) ou denunciado junto ao e adequado, bem como a suaConselho Regional de Medicina disponibilizao.CRM, pela sua falha no exerccio daprofisso, o chamado erro mdico. Mas no basta que o profissional seja diligenteemsuaatuao.A respeito da existncia, ou no, da Modernamente, mais e mais pacientesculpa, no que tange aos interesses do tm exigido que a conduta seja pautadamdico e das instituies a que na dignidade do ser humano e opertencem, a defesa deve ser realizada tratamento mais humanizado.sempre no incio do procedimento.Alm disso,algumasmedidas Alm disso, a atualizao constante, opreventivas podem ser tomadas para preparo e o respeito mtuos soevitar que o problema se agrave, norteadores de qualquer atendimento.levando at mesmo a uma possvelcondenao. Finalmente, entende-se que cada lado merece ser ouvido e respeitado, j quePor isso, no basta que o mdico o processo judicial, ou administrativo,possua ttulo de especialista e certamente ir restabelecer a verdadeformao acadmica slida. A dos fatos, de modo que, tanto odenncia ou o processo no podem ser paciente quanto o mdico, possam ter ocolocados em segundo plano, tendo em problema resolvido de forma justa,vista as consequncias negativas que eficiente e tica. Pelo menos o quepodemassolara vidadeste se espera quando, independente doprofissional. nvel de complexidade da possvel falha, decorrente de ao ou omisso,Assim, recomenda-se que, ao receber a ou por inobservncia de condutanotificao do CRM, ou tcnica, atinge de forma abrupta ecitao/intimao da Justia, mesmo direta as partes envolvidas.Foto: Brunno Zotto / Apoio: Camaleo Cabelo e Estticaem http://www.metzadvocacia.com</li></ul>