hidrologia aplicada curso: engenharia disciplina: 2102 prof.: cybelle luiza barbosa musse

Download HIDROLOGIA APLICADA CURSO: ENGENHARIA DISCIPLINA: 2102 PROF.: CYBELLE LUIZA BARBOSA MUSSE

Post on 17-Apr-2015

105 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • HIDROLOGIA APLICADA CURSO: ENGENHARIA DISCIPLINA: 2102 PROF.: CYBELLE LUIZA BARBOSA MUSSE
  • Slide 2
  • HIDROLOGIA APLICADA EMENTA: Ciclo hidrolgico; Ciclo hidrolgico; Aplicaes prticas: mananciais de abastecimento de gua; Aplicaes prticas: mananciais de abastecimento de gua; Projetos e construes de obras hidrulicas; Projetos e construes de obras hidrulicas; Estudos dos fenmenos hidrolgicos: precipitaes, infiltrao, evapo-transpirao, escoamento artificial. Reservatrios de regularizao de vazes. Poos profundos. Estudos dos fenmenos hidrolgicos: precipitaes, infiltrao, evapo-transpirao, escoamento artificial. Reservatrios de regularizao de vazes. Poos profundos.
  • Slide 3
  • HIDROLOGIA APLICADA OBJETIVO: Estudar as precipitaes e os fenmenos desencadeados na superfcie da terra a partir da mesma; Estudar as precipitaes e os fenmenos desencadeados na superfcie da terra a partir da mesma; Conceituar a infiltrao da gua no solo e a formao dos depsitos subterrneos; Conceituar a infiltrao da gua no solo e a formao dos depsitos subterrneos; Conceituar a evaporao a partir do solo e das superfcies lquidas; bem como a transpirao das plantas como fontes de vapor d'gua da atmosfera; Conceituar a evaporao a partir do solo e das superfcies lquidas; bem como a transpirao das plantas como fontes de vapor d'gua da atmosfera; Estudar as profundas inter-relaes das atividades da engenharia com o escoamento superficial das guas sobre a superfcie da terra; seja atravs da qualificao, para os projetos de dimensionamento de obras hidrulicas, seja na determinao das vazes mnimas de mananciais para o abastecimento de populaes. Estudar as profundas inter-relaes das atividades da engenharia com o escoamento superficial das guas sobre a superfcie da terra; seja atravs da qualificao, para os projetos de dimensionamento de obras hidrulicas, seja na determinao das vazes mnimas de mananciais para o abastecimento de populaes.
  • Slide 4
  • HIDROLOGIA APLICADA OBSERVAES IMPORTANTES: media final > = 5,0; media final > = 5,0; Sero realizadas Provas individuais e exerccios individuais e/ou em grupos; Sero realizadas Provas individuais e exerccios individuais e/ou em grupos; Sero formados grupos de alunos (no mximo 02) para o desenvolvimento dos trabalhos em sala; Sero formados grupos de alunos (no mximo 02) para o desenvolvimento dos trabalhos em sala; No h prova substitutiva; No h prova substitutiva;
  • Slide 5
  • HIDROLOGIA APLICADA FREQUENCIA: A freqncia exigida para aprovao ser de 75%, ou seja, o aluno dever alcanar a freqncia mnima de 45 Horas-aulas; A freqncia exigida para aprovao ser de 75%, ou seja, o aluno dever alcanar a freqncia mnima de 45 Horas-aulas; A chamada ser feita 15 min aps o incio da aula e ao final da mesma. A chamada ser feita 15 min aps o incio da aula e ao final da mesma.
  • Slide 6
  • HIDROLOGIA APLICADA AVALIAO: Sero aplicadas provas individuais e feitos trabalhos individuais e/ou em grupos; Sero aplicadas provas individuais e feitos trabalhos individuais e/ou em grupos; Datas provveis: Datas provveis:
  • Slide 7
  • HIDROLOGIA APLICADA BIBLIOGRAFIA: SeroGARCEZ, Lucas Nogueira. Hidrologia. Edgard Blcher.1967. SeroGARCEZ, Lucas Nogueira. Hidrologia. Edgard Blcher.1967. PINTO, Nelson de Souza e al. Hidrologia Bsica. Edgard Blcher Ltda.1967. PINTO, Nelson de Souza e al. Hidrologia Bsica. Edgard Blcher Ltda.1967. RMNIRAS, G. Hidrologia do Engenheiro. Ed. Eyrolles.1960. RMNIRAS, G. Hidrologia do Engenheiro. Ed. Eyrolles.1960. VILLELA, Swami. Marcondes e al. Hidrologia Aplicada. Mc Graw Hill do Brasil Ltda.1975. VILLELA, Swami. Marcondes e al. Hidrologia Aplicada. Mc Graw Hill do Brasil Ltda.1975.
  • Slide 8
  • CAPTULO 01 INTRODUO A HIDROLOGIA Prof. Cybelle Luiza Barbosa Musse ENG/UCG
  • Slide 9
  • 1 INTRODUO Definio: Hidrologia a cincia que trata da gua na Terra, sua ocorrncia, circulao e distribuio, suas propriedades fsicas e qumicas, e sua reao com o meio ambiente, incluindo sua relao com as formas vivas relacionada com toda a gua da Terra.
  • Slide 10
  • 1 INTRODUO A gua encontra-se disponvel sob vrias formas; sobre a superfcie terrestre, na forma de rios, lagos, mares e oceanos; sob a superfcie terrestre, na forma de gua subterrnea e umidade do solo; na atmosfera, na forma de vapor dgua; A gua, em certos locais, pode ocorrer de forma quase ilimitada, como nos oceanos, ou em quantidades praticamente nulas, como nos desertos.
  • Slide 11
  • 1 INTRODUO Cobre 70% da superfcie do Planeta; Encontrada principalmente no estado lquido, constituindo um recurso natural renovvel atravs do ciclo hidrolgico; A gua disponvel em relao a terra equivale em nmeros fracionados ;
  • Slide 12
  • 1 INTRODUO (cont.) Ela pode ser dividida em: 97,30% - Oceanos. Imprprias para consumo e irrigao; 2,34% Gelo. S aproveitada por meio de lenis subterrneos muito difceis de acessar; 0,36% Rios, lagos e pntanos;
  • Slide 13
  • 1 INTRODUO (cont.) 0,36% A gua disponvel para consumo humano pode ser fracionada da seguinte forma: 80% para agricultura; 15% para indstria; 5% para consumo humano;
  • Slide 14
  • 1 INTRODUO (cont.) A gua doce tambm se encontra em locais de difcil acesso; Recurso renovvel, mas limitado; Distribuio da gua bastante heterognea;
  • Slide 15
  • 1 INTRODUO (cont.) Ciclo do uso e estatsticas sobre o desperdcio humano;
  • Slide 16
  • 1 INTRODUO (cont.) Brasil possui de 12% a 14% dos Recursos Hdricos potveis do mundo; 80% da gua doce se encontra na regio amaznica, mas abastece apenas 5% da populao brasileira; Os 20% restantes esto divididos pelo pas, e abastecem 95% da populao brasileira;
  • Slide 17
  • 1 INTRODUO (cont.)
  • Slide 18
  • Degradao do solo influencia diretamente na preservao dos Recursos Hdricos (desmatamento, urbanizao, pavimentaes, eroses); H duas formas de caracterizao dos Recursos Hdricos: com relao quantidade e qualidade (esto intimamente relacionadas);
  • Slide 19
  • 1 INTRODUO (cont.) Quantidade: escassez, estiagens e cheias; Qualidade: contaminao dos mananciais impede o uso para o abastecimento humano; Doenas devido aos organismos parasitas, de veiculao hdrica; Constituem flagelo ao pas, em virtude das condies inadequadas de higiene e a ignorncia das populaes;
  • Slide 20
  • 1 INTRODUO (cont.) A anlise dos dados de mortalidade e morbidade ausncia de saneamento bsico; Estudos mostram que guas subterrneas contaminadas, consumidas sem tratamento, foram responsveis por grande parte das mortalidades e morbidades levantadas;
  • Slide 21
  • 1 INTRODUO (cont.) Conforme dados do BNDES e do Datasus, 65% das internaes hospitalares de crianas com menos de 10 anos esto associadas falta de saneamento bsico; 20 crianas de zero a quatro anos morrem por dia no pas, em decorrncia da falta de saneamento bsico, principalmente de esgoto sanitrio. Uma criana de zero a quatro anos morre no Brasil a cada 72 minutos por falta de esgoto sanitrio; 7,93% das crianas brasileiras nascem com baixo peso.
  • Slide 22
  • Abastecimento Urbano; Abastecimento Industrial; Irrigao e Agricultura; Gerao de Energia Eltrica; Navegao; Diluio de despejos; Preservao de fauna e flora; Recreao; 2 Usos da gua
  • Slide 23
  • Abastecimento Urbano Uso mais nobre e prioritrio o homem depende deste recurso; A gua para abastecimento domstico deve apresentar caractersticas sanitrias e toxicolgicas adequadas; Deve estar isenta de organismos patognicos; 2 Usos da gua
  • Slide 24
  • Abastecimento Urbano A gua potvel aquela que no causa danos sade nem prejuzo aos sentidos; Incolor, inodora, atende ao consumo e ao uso; 2 Usos da gua
  • Slide 25
  • Abastecimento Industrial Usada como solvente em lavagens e processos de resfriamento; Cada uso especfico apresenta requisitos particulares dos padres da gua; 2 Usos da gua
  • Slide 26
  • Irrigao A qualidade da gua depende do tipo de cultura a ser irrigada; Controle de teor de sais presentes na gua empregada na irrigao (excesso pode afetar a atividade osmtica das plantas); A irrigao representa o uso mais intenso dos recursos hdricos; 2 Usos da gua
  • Slide 27
  • Irrigao Contaminao da gua fertilizantes sintticos e defensivos agrcolas; 2 Usos da gua
  • Slide 28
  • Gerao de Energia Eltrica Usada para fins energticos por meio de gerao de vapor dgua nas usinas termoeltricas ou pelo aproveitamento de energia potencial da gua nas usinas hidreltricas; 2 Usos da gua
  • Slide 29
  • Gerao de Energia Eltrica Podem introduzir uma srie de impactos ambientais no meio aqutico: despejar calor nos corpos dgua; criao da barragem cria desnvel entre as superfcies; Rio a montante torna-se um lago altera a velocidade de escoamento, turbulncias e o ecossistema aqutico; 2 Usos da gua
  • Slide 30
  • Navegao Transporte de carga e passageiros por via fluvial, lacustre e marinha; A gua existente no meio deve estar ausente de produtos que prejudiquem os cascos e condutos de refrigerao das embarcaes; 2 Usos da gua
  • Slide 31
  • Navegao A navegao pode perturbar o meio ambiente ao despejar substncias poluidoras das embarcaes no meio aqutico; 2 Usos da gua
  • Slide 32
  • Diluio de Despejos Os corpos dgua podem ser utilizados para transporta