edição 730

Download Edição 730

Post on 22-Jul-2016

215 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Folha Popular de 10 a 17 de julho de 2015 - www.fpop.com.br

TRANSCRIPT

  • FOLHA POPULARANO XV N 730 TENENTE PORTELA - 10 A 17 DE JULHO DE 2015 R$ 2,00

    TENENTE PORTELA PREVENO

    Poder Executivo e ACI articulam-se parainstalar Corpo de Bombeiros voluntrio PGINA 7

    BARRA DO GUARITA ENCHENTE

    PGINA 7PGINAS 5 E 6

    TCE aprova contas de Locatellido exerccio de 2009

    PGINA 10

    VISTA GACHA ADMINISTRAO

    Emenda parlamentar reformaUnidade Bsica de Sade

    PGINA 4

    DERRUBADAS ADMINISTRAO

    PGINA 10

    Mais uma vez chuvas intensas provocamenchente e desabrigam famlias ribeirinhas

    www.fpop.com.br

    ACESSE NOSSO SITE

    ENCARTE

    DIVULGAO / FP

  • Tenente Portela - 10 a 17 de julho de 201522222 FOLHA POPULARGeral

    Direo e edio Jlio Evaristo dos SantosArte e Diagramao Guilherme DamianiReprter fotogrfica - Ana Paula Amaral

    Assinaturas:Semestral:R$ 50,00, Anual: R$ 90,00, Correio R$ 190,00Circulao: SemanalImpresso: Cia da Arte Iju/RS. Fone: (55) 3332.7070

    Representante para o Brasil:Pereira de Souza & Cia. Ltda. | Fone: (51) 3311.8377

    pereriradesouza.poars@terra.com.br

    Colaboradores:Andreia Primaz Eckhardt, Cleber Tesche, Felipe dos Santos, JalmirSteffenon e Tiago Albarello.

    As matrias assinadas so de inteira responsabilidade de seusautores e, necessariamente, no refletem a opinio do jornal.

    FOLHA POPULARO jornal que voc l!

    Empresa Jornalstica Pari Ltda.CNPJ-MF:05.438.552/0001-08

    Alvar no1053

    Rua Araci, 47. Tenente Portela - RSCEP: 98500-000.

    Fone: (55) 3551.1608 / 9622-7396

    folhaportela@gmail.comwww.fpop.com.br

    Estamos vivendo um momento muito importanteda histria do Brasil. Eduardo Cunha, um desconheci-do at poucos dias atrs, se tornou uma figura muitoimportante no cenrio poltico nacional. Um deputadoacusado de corrupo, com um passado cheio dedeturpaes virou o presidente da Cmara , a Cmaraque Cid Gomes chamou de "achacadores". Pois essaCmara que elegeu Cunha o "centro nervoso dacorrupo brasileira". ali, nos conchavos e nas "ne-gociatas" que vendem o Brasil, que ameaam os go-vernos em troca da "governabilidade" e que fazemseus "ps de meias" privados. Ali, naquele antro deapolticos, est a escria invisvel do poder, ali residemos ratos imperceptveis que contaminam a vida pbli-ca nacional.

    Eduardo Cunha foi "citado" na Lava Jato e ficounervoso com o "governo". Vamos tentar entender:Eduardo Cunha no do PMDB? Esse partido tico

    cheio de pessoas de moralidade ilibada, que nunca seenvolveram em escndalos e em corrupo? Pareceque o PMDB no existe, o PMDB uma fantasmaque s praticou o bem ao pas. Pois bem, Eduardo

    Cunha, do PMDB, o mes-mo PMDB de Sartori eRenan Calheiros, se diz ali-ado do PT e um partido"governista". Na verdade,desde as diretas, quem in-terfere diretamente no pasoPMDB, e com isso qual-quer um que acompanhouahistria do Brasil deve con-

    cordar.Eduardo Cunha, desse PMDB, trocava favores

    com o governo, vendendo seu apoio por grandes influ-ncias no poder. Mas agora ele cansou de "apoiar" o

    DE OLHO NA IDIA - SANGUESSUGAS

    Felipe Santos

    Advogado

    Eduardo Cunha foi "citado" na LavaJato e ficou nervoso com o "governo" .Vamos tentar entender: Eduardo Cunhano do PMDB? Esse partido tico cheiode pessoas de moralidade ilibada, quenunca se envolveram em escndalos eem corrupo? Parece que o PMDBno existe, o PMDB uma fantasma ques praticou o bem ao pas.

    governo, ele quer "ser" o governo, ento ele "rompeu",no quer ser mais aliado. A lgica bem fcil de serpercebida: o PMDB vem interferindo nos governos des-de a poca do Sarney, masnunca est em evidncia; omaior nmero de cargos ocupado por ele, mas issonunca dito na imprensa; omaior poder de influncia opoder de seus membros, maseles nunca so consideradosresponsveis por nada. Ago-ra, fica fcil sair do governo eempurrar tudo o que deu er-rado para a base aliada. Esse o legtimo papel dos san-guessugas, aqueles que tiram o sangue de suas presas es largam quando ela est morta ou agonizante. E Eduar-

    TENENTE PORTELA LEGISLATIVO

    do Cunha romper com o governo umademonstrao clara de que esse governono tem mais sangue para dar. Quando umsanguessuga solta a presa ou porque se

    fartou ou porque a presaest morta. Como difcilacreditar que Cunha e oPMDB tenham se farta-do, mais coerente pen-sar que a presa esteja mor-ta. Por outro lado pode exis-tir uma ponta de esperan-a, pode ser, tambm, quea presa tenha optado porexpulsar o sanguessuga.Se existisse uma chance

    mnima de ter acontecido isso, teramos, embreve, uma melhora no quadro da vtima.

    CMARA MUNICIPAL DE VEREADORES TENENTE PORTELASNTESE DA SESSO EXTRAORDINRIA REALIZADA NO DIA 14/07/2015.

    Produzido e editado pela Cmara de Vereadores

    Reuniram-se os Vereadores da Cmara Municipal de Ve-readores de Tenente Portela, s treze horas em Sesso Extraor-dinria, realizada no dia 14 de julho de 2015, com as seguintespresenas: Vereadora Presidente MARCIA MUELLER MEDEI-ROS/PDT Vereadora Secretria: ROSANGELA FOR-NARI/PMDB, eVereadores:RUBENS ANTONIO MAR-RONI FURINI/PP,CRISTIANE FEYTH/PP,CLAUDENIRSCHERER/PT, EDUARDO JOS BARELLA FERRARI/PT,LUIS CLAUDIR DOS SANTOS/PDT, ITOMAR ORTOLAN/PMDB e JOO ANTONIO GHELLER/PMDBHavendonumero legal de Vereadores em Plenrio, a Pre-sidncia em nome de Deus abriu os trabalhos,saudou os Vereadores e o pblico presente. Emseguida determinou a leitura, da convocao.

    Dando prosseguimento passou para o es-pao da Ordem do Dia:

    Projeto de Lei n 052/2015: Autoriza o PoderExecutivo Municipal a dar destinao de uti-lizao de reas de terras que compe o patri-mnio do municpio e da outras providenci-as. Este projeto foi Aprovadocom emendas, conforme se-gue:

    Emenda Modificativa e aditiva no Art.3 que passarter a seguinte redao:

    Art. 3 - Para os efeitos desta Lei, considera-se aliena-o incentivada:

    II Possibilidade de rebate de at 100%, sendo: 50% novalor de cada parcela, na data do vencimento, limitado o percen-tual de cumprimento das metas estabelecidas at a data dopagamento das parcelas, estabelecidas no plano de metas, quefundamentou a escolha da empresa ou Entidade incentivada;25% se o vencedor apresentou melhor proposta no quesitomaior nmero de empregos gerados; 25% se apresentar melhorproposta no quesito maior valor adicionado. O rebate se darem cada parcela, na data do vencimento.

    Art. 5 - O Edital de chamada pblica contemplar, nomnimo, os seguintes critrios para a seleo da melhor proposta:

    IMaior nmero de empregos diretos previstos em 05(cinco) anos 250 (duzentos e cinqenta) pontos;

    II - Maior valor adicionado em favor do municpio pre-

    visto em 05 anos 150 (cento e cinquenta) pontos;III Menor valor de incentivo requerido ao municpio 150

    (cento e cinquenta) pontos;IV - Menor prazo de instalao do Empreendimento 150

    (cento e cinquenta) pontos;VMaior valor de investimento previsto 100 (cem)

    pontos;VI Maior nmero de empregos indiretos previstos em 05

    anos 100 (cem) pontos;VII - Mais de trs (3) anos ininterruptos de atividades de-

    senvolvida no Municpio de Tenente Portela/RS 250 (duzentosecinqentas) pontos.

    Emenda aditiva criando novo Art. 6, com a seguinte reda-o:

    Art. 6 - Em caso de empate entre as propos-tas apresentadas, os critrios de desempate obe-decero:

    I-Maior nmero de empregos diretos previstos em cincoanos;

    II - Maior valor adicionado previstos em favor do munic-pio em 5 anos;

    III - Menor valor de incentivo requerido ao municpio;IV - Menor prazo de instalao do empreendimento;V-Maior valor de investimento previsto;VI - Maior nmero de empregos indiretos previstos em 5

    anos.Emenda substitutiva nos artigos do projeto:O Art 6 passar ser Art 7;O Art. 7 passar ser Art. 8;O Art.8 passar ser Art.9 eO Art. 9 passar ser Art. 10.Projeto de Lei n 054/2015: Dispe sobre a orga-

    nizao do sistema municipal de defesa do con-sumidor - SMDC, institui a coordenadoria mu-nicipal de defesa do consumidor-PROCON, acomisso municipal permanente de normatiza-o - CMPN, O conselho municipal de defesa doconsumidor CONDECON, e institui o fundomunicipal de defesa dos direitos difusos - FMDD,eda outras providencias. Este projeto foi Aprovado com

    emenda aditiva no Art. 14IX - um representante da OAB de Ten. Portela.XUm representante do SINTRAF.Projeto de Lei n 055/2015: Altera o quadro de

    cargos e funes gratificadas de que trata o art.4 e o anexo I da lei municipal n 2.158/2013 eda outras providencias. Este projeto foi Aprovadocomemenda modificativa no Anexo I Cargo de Diviso de Infra-estrutura Urbana - Requisitos para a Investidura.

    Escolaridade Ensino Mdio.Projeto de Lei n 056/2015: Altera o art. 2 da lei

    municipal n 2.188/2013 passando a discipli-nar a bolsa auxilio moradia e auxilio alimen-tao e da outras providencias. Este projeto foi apro-vado.

    Projeto de Lei n 057/2015:Altera a lei munici-pal n2.149/2013, que dispe sobre o progra-ma mais leite mais renda, autoriza dispensarno exerccio de 2015 a exigncia do caput. Doart. 6 e da outras providencias. Este projeto foiAprovado.

    Projeto de Lei n 058/2015: Inclui dispositivono PPA e na LDO, autoriza a abertura de cre-dito especial e da outras providencias. Este pro-jeto foi Aprovado.

    Projeto de Lei n 059/2015: Inclui dispositivono PPA e na LDO, autoriza a abertura de cre-dito especial e da outras providencias. Este pro-jeto foi Aprovado.

    Por fim.Nada mais havendo para a presente Sesso, a Presidncia

    agradeceu a presena de todos e em nome de Deus encerrou ostrabalhos.

    Assessoria da presidncia da Cmara deVereadores de Tenente Portela, em 14 de julhode 2015. Voc ainda poder acessar o siteWWW.camaraportela.com.br para obter mais infor-maes do Legislativo Municipal de TenentePortela e tambm ouvir ao vivo a transmissodas Sesse

    Comit gestor aprovaprojetos do PUFV

    Os membros do comit gestordo Programa A Uni