arinos - ediÇÃo 903

Download ARINOS - EDIÇÃO 903

Post on 31-Mar-2016

227 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Desde 1997 o Jornal Arinos o mais expressivo veculo de comunicao de Nova Mutum (MT), tendo acompanhado o desenvolvimento social, poltico e econmico da regio.

TRANSCRIPT

  • NOVA MUTUM05 - 11 de Abril de 2012Edio n 903, ano 15 DISTRIBUIO GRATUITA

    A VERDADE LETRA A LETRAA VERDADE LETRA A LETRA

    Segunda Sexta12h00

    Canal 9

    Uninova/Unemat abre 130 vagaspara vestibular em maio

    E-commerce tem Dia do Frete Grtis para impulsionar vendas

    Colheita de soja avana para quase 70% da rea no Brasil

    Pg. 05

    Pg. 06

    Pg. 07

    Vereadores aprovam criao do distrito de

    Rancho e onze indicaesPg. 11Pg. 03 Pg. 11Pg. 11

    70% da populao brasileira enfrenta

    problemas com o peso

  • Atualizao de CadastroEsto sendo convocadas, pela Secretaria de Ao e Promoo Social, 186 famlias da terceira e quarta etapa do Loteamento Edelmina Querobin Marchetti, a m de que atualizem seu cadastro junto ao rgo. A medida necessria para que, posteriormente, sejam assinados os contratos requeridos pelo Programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal.As unidades habitacionais, alvo da convocao, so as de 36,07 metros quadrados que tiveram seu cadastro realizado nos anos de 2009 e 2010. No ano passado, as duas primeiras etapas foram iniciadas com previso de entrega das casas para o prximo ms de fevereiro.O prazo para a atualizao de dados como telefone e endereo atual se encerram no dia 31 de janeiro e caso o contemplado no os atualize poder ceder o benefcio ao cidado constante na lista de espera.Vale ressaltar que no momento da assinatura do contrato com a Caixa Econmica Federal o bene cirio no poder apresentar restries de crdito junto ao Sistema de Proteo ao Crdito (SPC).A lista com as famlias convocadas se encontra a xada nos postos do Programa de Sade da Famlia (PSF), Cmara de Vereadores e na Prefeitura, sendo possvel tambm consult-la em www.novamutum.mt.gov.br . Coleta de DocumentosO Departamento de Planejamento e Desenvolvimento Urbano estar promovendo entre os dias 30 de janeiro e 1 de fevereiro a coleta de documentos na Comunidade Rancho para atualizar o cadastro dos imveis da regio, com vistas lavratura das escrituras de regularizao fundiria.So requeridos os seguintes documentos para a atualizao: RG, CPF, comprovante de residncia e certido de casamento, caso o estado civil seja casado. Ainda, ser necessrio apresentar os documentos dos imveis, tais como contrato de compra e venda, permuta, entre outros.Quarenta hectares so ocupados pelo ncleo urbano e esto registrados em nome do municpio que tende a repassar a posse do terreno aos moradores.

    jornalarinos@grupoarinos.com.br

    (65) 3308.2222 Redao/Comercial

    EXPEDIENTEDiretor Geral. Claudio Prestes Diretor Administrativo. Andrei Mariotti Reportagem. Kleber Gutierrez, Poliana Chaves, Silvio Mori (MTB 844/MS) Diagramao. Bruna Alves

    Editado e distribudo porBFF Gr ca e Comunicao. Endereo: Rua dos Cedros, 39 N, Centro, CEP 78450-000, Nova Mutum, MT. O Jornal Arinos im-presso na Gr ca ImpreNorte.

    Circulao. Nova Mutum e regio. Tiragem. 1 mil exemplares.

    WWW.GRUPOARINOS.COM.BR05 - 11 de ABRIL DE 201202

    EDITORIAL

    O anncio da abertura do vestibular para 130 vagas para os cursos de adminis-trao, engenharia agron-mica e cincias contbeis, pela Uninova, despertou a ateno de muitos mutuen-ses que sonham em cursar o ensino superior no municpio.

    Conta a favor da institui-o o fato de que est passa por um processo de estadu-alizao, a ser concludo em 2013, quando passar a ser mais um campus da Uni-versidade Estadual do Mato Grosso (Unemat).

    As inscries iniciam no dia 10 de abril e a prova ser aplicada no dia 20 de maio. Portanto, vale se programar para ser aprovado no certa-me.

    Como nessa semana se comemora a Pscoa, os consumidores precisam -car atentos, pois um estudo da Fundao Getlio Vargas (FGV) aponta crescimento de 9% no valor dos produtos comercializados neste per-odo, em decorrncia do au-mento do poder de compra por parte dos brasileiros.

    Outro ponto a ser lem-brado quanto entrega da declarao do Imposto de Renda, com prazo nal pre-visto para 30 de abril.

    Um diferencial desta edio est presente na editoria Especial. Desta vez trazemos uma ao nacional que visa promover um dia de frete grtis em lojas de comrcio eletrnico de todo o pas. Mas, vale investir em compras pela internet? Nos-sos entrevistados dizem que sim, mas tambm no des-cartam ir at uma loja fsica para comparar os preos.

    No campo das leis, os vereadores de Nova Mutum aprovaram a criao do Dis-trito de Rancho e questio-naram uma manifestao re-alizada em frente a Cmara quanto ao acompanhamento de aes na rea de segu-rana pblica e tambm de infraestrutura das rodovias que cortam o municpio. J na Cmara dos Deputados, o debate est nas provas que podem ser apresenta-das para comprovar embria-guez ao volante.

    Asfalto, bolsa famlia e aumento na energia tambm esto presentes em nossas pginas. Voc leitor pode participar enviando fotos, sugestes e crticas de ma-trias atravs do e-mail: jor-nalarinos@grupoarinos.com.br ou ligar (65) 3308.2222.

    Boa leitura e feliz pscoa!

    O que voc vai fazer com as suas ideias?Edilberto

    Magalhes

    Foi o enge-nhe i ro e escr i to r Joe l Spo lks que cunhou a f rase : ide ias no va lem mui to ; a exe-cuo das ide ias que tem va lo r .

    Tenho a lguns amigos que, p r in -c ipa lmente no comeo do ano, vm conversar comigo sobre as suas ide ias para o ano que aca-bar de come-ar. Gera lmente as escuto a ten-tamente , e ao f i -na l da conversa fao o segu in te q u e s t i o n a m e n -to : mas a f ina l , o que voc va i fa -zer com as suas ide ias? A respos-ta quase sempre : vou co loc-- las em pr t ica . Ento ques t iono novamente : e como voc fa r i sso? E a que a porca to rce o rabo!

    percept ve l que poucos des-ses meus ami -gos sabem como co locar as suas ide ias em pr-t i ca . De modo gera l a vontade ex is te , mas mui -tos esbar ram no chamado pr in -c p io da inrc ia . que le , desen-vo lv ido por Isaac Newton em 1687, que a f i rma que: todo corpo con-t nua em seu es-tado de repouso ou de mov imen-to un i fo rme em uma l inha re ta , a menos que se ja fo rado a mu-dar aque le es-tado por fo ras ap l i cadas sobre e le . Ao comea-rem a descobr i r que co locar uma

    ide ia em pr t ica um tan to quan-to complexo, a ma ior ia desses meus amigos pre fere no sa i r da zona de con-fo r to e f i car p ro-c ras t inando.

    Bom, se de a l -guma fo rma voc se ident i f i ca com um desses meus amigos , impor -tan te compreen-der, a p r inc p io , que uma das fo r -mas mais e f i ca-zes de consegu i r o que voc quer saber o que voc, rea lmente , quer. E quanto mais c la ros so seus ob je t i vos , mas rp ido ma-n i fes tam-se as conqu is tas . En-to , o p r ime i ro passo desco-br i r se voc re -a lmente quer co-locar essa ide ia em pra t ica . Uma vez descober -to , necessr io ag i r ! Para isso , a p r e s e n t o - l h e s o tex to Peque-nas regras para ao , t raduz ido por Leo Babauta do or ig ina l The L i t t le Ru les o f Ac t ion .

    1. No pense demais : Gera l -mente , se voc pensa demais , f i ca g i rando em c rcu los , ou se ja , sem ag i r. Pensar um pouco bom te r uma boa no-o de onde es t indo e o porqu mas no pense demais . Apenas faa .

    2. Comece logo: Todo o p la -ne jamento do mundo no te le -var a nenhum lugar. Voc pre-c isa dar o p r i -me i ro passo, no impor ta o quo pequeno ou ins -

    tve l se ja . M inha regra para me mot ivar a cor re r : co locar o t -n is e passar pe la por ta de casa. O res to acontece na tura lmente .

    3. Esquea per fe io : Per -fecc ion ismo o in imigo da ao. Mate-o , imed ia ta -mente ! No de i -xe a per fe io o imped i r de fazer a lgo . Voc pode to rnar um pss i -mo rascunho em a lgo bom, mas voc no pode to rnar bom a lgo que no ex is -te . Ento v em f ren te .

    4. No confun-da mov imento com ao: Enga-no comum. No te r tempo para nada no s ign i f i -ca que voc es t fazendo a lgo . Quando voc per -ceber que es t se movendo mui -to rp ido , fazen-do mui tas co isas de uma vez s , um bom s ina l p ra parar. D iminua a ve loc idade e con-cent re -se .

    5. Concent re --se no que im-por tante : L iv re-se das d is t raes . Pegue a co isa mais impor tan te que voc prec isa fazer ho je e con-cent re -se n isso . Quando voc t i -ver fe i to i sso , re -p i ta o p rocesso.

    6. Devagar e c o n s c i e n t e m e n -te : A ja de l ibera-damente . Aes no prec isam ser rp idas . Na ver -dade, i sso ge-ra lmente leva a fa lhas , e embo-ra per fe io no se ja de fa to ne-cessr ia , come-te r mu i tas fa lhas que pod iam ser

    ev i tadas com um pouco de a teno tambm no .

    7 . D passos pequenos: Co lo-car na boca mais do que voc con-segue mast igar leva ina t iv ida-de . Ta lvez por -que voc se en-gasgue. No se i . Mas pequenos passos sempre func ionam. Pe-quenos buracos que i ro even-tua lmente fazer o p rd io ru i r. E cada passo uma v i t r ia , que i r lhe levar s v i t r ias segu in-tes .

    8. Pensamen-to negat ivo leva a lugar nenhum: Sr io , pare de fazer i sso . Acha que no capaz? Tem vontade de des is t i r? D iz p ra s i mesmo que normal se d is t ra i r e que pode te r -minar depo is sem prob lemas? Man-de esses pensa-mentos pra longe. Bem. ok voc pode se d is t ra i r um pouco, mas voc en tendeu. Pensamento po-s i t i vo (e o quo ca fona isso pos-sa parecer ) rea l -mente func iona. papo de voc cons igo mes-mo. O engraa-do que as co i -sas que d izemos para ns mesmos tm o cur ioso h-b i to de v i ra r rea-l idade.

    9 . Reun io no ao: Es te um er ro comum de ges to . E les fazem reun ies para fazer as co isas . Reun i