#vem coleta de dados relacionais

Download #VEM Coleta de dados relacionais

Post on 12-Apr-2017

618 views

Category:

Education

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Marcelo alves

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    instrutor

    Doutorando pelo PPGCOM/UFF; Estuda comunicao poltica em rede; Scio-diretor da Vrtice Inteligncia; Pesquisador do laboratrio de mdia e democracia (LAMIDE/UFF), orientado por Afonso de Albuquerque; Publica textos no blog www.marceloalves.org

  • N = 532 fan-pagesA = 8.654 arestas

    Rede antipetista na eleio de 2014

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    c

    Quais objetos ou temas de

    pesquisa dos alunos para

    coleta de dados?

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    O que voc vai aprender

    O bsico da concepo terica da anlise de redes; Processos de coletas de dados relacionais; Leitura da documentao da Graph API do Facebook Mtodos de construes de queries; Funcionamento e prtica com Facepager; Extrair dados das pesquisas dos alunos; Tratamento e manipulao de dados relacionais; Importar dados no Gephi.

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    c

    CONCEITOS TERICOS GERAIS

    (prometo ser breve)

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Lgicas da comunicao poltica em massa e em rede - Klinger e Svensson (2014)

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Lgicas da comunicao poltica em massa e em rede - Klinger e Svensson (2014)

    Lgicas de rede no esto tomando o lugar da lgica de massa; As plataformas de mdias sociais seguem outras regras do jogo; A mdia de massa e o contedo jornalstico continuam sendo uma das principais fontes de informao; As duas lgicas no so estticas, mas esto em evoluo

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Sistemas miditicos hbridos Chadwick (2013)

    O sistema miditico hbrido baseado em conflito e cooperao entre lgicas novas e antigas; mas tambm possui considervel grau de interdependncia entre estas lgicas (Chadwick, 2013, p. 207) Convergncia miditica ambos os sistemas esto entrelaados Partidos, imprensa e movimentos sociais tradicionais esto se adaptando s lgicas de rede

    Contedo nas plataformas de mdias sociais nem sempre gerado pelo usurio, mas frequentemente envolve referncias aos meios de massa. A mdia tradicional tambm busca aprender distribuies

    virais como uma base de um novo modelo de negcios. Usurios de mdia diversificaram suas dietas noticiosas e comeam a navegar em sistemas miditicos hbridos. No entanto, a sobreposio no

    torna as lgicas miditicas indistinguveis, porque so modus operandi muitos distintos. tarefa dos estudos empricos distinguir e medir as lgicas de massa e de rede em casos especficos (Klinger e

    Svensson, 2014, p. 12).

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Repertrios digitais em redes e hibridismo organizacional (Chadwick, 2007)

    Duas tendncias paralelas 1) Organizaes polticas tradicionais esto adotando e modificando seletivamente caractersticas de movimentos sociais;Quatro repertrios principais: (a) mobilizando formas online de ao dos cidados; (b) articulando ligaes entre diferentes grupos; fundindo discurso polticos e subculturais e (d) aproveitando-se de redes sedimentrias.

    H sinais crescentes de que organizaes tradicionais, mais hierrquicas, menos inovadoras como grupos de interesse e partidos esto comeando a se adaptar e adotar repertrios digitais em

    rede (Chadwick, 2007, p. 286)

    2) Novas formas organizacionais que s podem existir na internet esto surgindo.Organizaes ainda mais radicais esto surgindo, como o MoveOn, que mistura repertrios ou

    rapidamente troca de um conjunto de aes para outras. Quando se trata de ao coletiva potencializada pela internet, a imitao parte da inovao. O conceito que melhor da conta deste

    resultado a hibridez organizacional

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    O ciclo de informao poltica Chadwick (2011)

    Ciclo noticioso = perodo do dia previsvel no qual se produzem as notcias, o tempo para selecionar, apurar, escrever, editar, compilar e apresentar material jornalstico. Fenmeno explorado pelos autores de sociologia do jornalismo e da comunicao sobre os ciclos produtivos das redaes e a noticiabilidade Construo da notcia um processo rigidamente controlado e envolve negociaes entre a elite poltica e miditica

    Ciclo de informao poltica = bricolagem entre lgicas de massa e de rede na produo de informao poltica. Maior nmero e maior diversidade de atores Estruturas temporais mais rpidas e complexas Inclui participantes que tangenciam as elites polticas e miditicas Diversificao das fontes de informaoDeslocamento do jornalismo, ou do jornalismo liberal, como balizador da produo de informao.

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    O que temos at aqui?

    Uma srie de mudanas tecnolgicas, sociais e organizacionais na comunicao poltica. As elites perdem a exclusividade do acesso e do controle de meios de criao de informao. Diversos repertrios de expresso poltica surgem para alm das burocracias partidrias e jornalsticas. Tudo isso est em permanente movimento e relacionamento.

    A delimitao dos corpus de pesquisa em meios de massa bastante simples. As notcias publicadas no jornal X ou as peas publicitrias televisivas durante o perodo eleitoral. O objeto

    a cobertura da imprensa ou propagandas polticas oficiais.Frequentemente, os estudos mais recentes escolhem um ator e dedicam-se apenas a ele, por exemplo, a produo da Mdia Ninja. Porm, essa abordagem perde as dinmicas relacionais

    criadas em torno daquele agente e todas as negociaes com os demais envolvidos.

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    c

    Contudo, num ambiente miditico hbrido, com surgimento de blogs,

    lideranas de opinio nativas digitais e uma infinidade de outros

    fenmenos, Como delimitar o corpus de

    pesquisa?

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Esfera pblica em rede (Benkler et al. 2013, p. 04) conceito provisrio

    A esfera pblica em rede uma arena alternativa para o discurso e debate pblico, uma arena que menos dominada pelas grandes organizaes miditicas, menos sujeita ao controle do governo e mais aberta a participao ampla.

    A esfera pblica em rede manifesta como um ecossistema complexo de canais de comunicao que coletivamente oferecem um ambiente que conduz a expresso poltica e a criao de diversas formas organizacionais.

    Uma srie de estudos j evidenciou que elites polticas e miditicas continuam dominando o centro das esferas pblicas em rede (Soon e Cho, 2011; Asserhofer e Maireder, 2012; Kocks, 2016 . No entanto, aceitam a abertura para aes de indivduos no organizados.

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    O que so redes sociais? (WASSERMAN e FAUST, 1994)

    A diferena fundamental entre anlise de redes e anlise estatstica a incluso de conceitos e de informaes sobre os relacionamentos entre as unidades de anlise do estudo. Em vez de focar nos atributos das unidades individualmente, estuda as caractersticas como emergentes do processo de relacionamento social. O conceito de redes enfatiza que cada indivduo tem ligaes com outros indivduos; As Redes Sociais referem-se a um conjunto de atores e as relaes entre eles; Modelar a estrutura e buscar compreender sua influncia no grupo

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Componentes bsicos da anlise de redes

    cator

    claos

    cclusters

    crede

    Componente individual

    Ligaes entre atores

    Subconjuntos identificados pela densidade

    Totalidade de atores e ligaes da amostra

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    c

    O que so dados relacionais?Duas informaes distintas

    Atributos dos atoresArestas de sada e chegada

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Mtodos digitais Richard Rogers (2004)

    A web como fonte de dados; Virada computacional nas cincias sociais; Rastros gerados espontaneamente Anlises de hiperlinks Blogosferas polticas Repercusso no Twitter Comunidades no Facebook

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Dois tipo s de redes na internet (recuero, 2009)

    Redes associativas ou de filiao possuem ligaes mais estveis, duradouras. Gera o efeito de filiao a um grupo. Exemplo: seguir pginas e fazer amizades;

    Redes emergentes so compostas por ligaes circunstanciais, criadas a partir de aes comunicativas ad hoc. Exemplo: menes, retutes, compartilhamentos.

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    c

    O que so APIs?Application

    programming interface

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Polticas de cesso de dados da facebook graph api

    As polticas de cesso de dados de cada plataforma so documentadas nas APIs; APIs so tanto documentos tcnicos, quanto reflexos das diretrizes empresariais de fornecimento de dados; APIs so modificadas frequentemente, de acordo com as necessidades e interesses mercadolgicos das organizaes; As documentaes mostram quais requisies so possveis (queries), em qual volume (rate limit) e com quais parmetros.

  • Versionamento das apis do facebook

    COLETA DE

    nas mdias sociais

  • Vamos praticar?

    https://developers.facebook.com/tools/explorer/

    COLETA DE

    nas mdias sociais

  • COLETA DE

    nas mdias sociais

    Como construir uma query? Orientao a id

    {id} + fields = {campos} Retorno em Javascript Object Notation (JSON) JSON exibido na tela e convertido para tabulao

    Construindo query no navegador https://graph.facebook.com/v2.6/ + id / {requisio} ?access_token= {token de acesso}https://graph.facebook.com/v2.6/dilmarousseff/likes?access_token=EAACEdEose0cBAErGN0ycFbkfEzlhW8o0whxulUmELq3y0bZBVh0sxbNUtUvddkuF0vQmoz9zlUln9QG9oRypH75VEEI2HI39HlsN6rYA9vZCXWYvaVTkPRN585mUqS07AeCW9HHVOvo5wIiGDgfTtu8jNioAof51U4v1n5YQYZBr0tChVsQiblwFj6KOhkZD

    https://gr

Recommended

View more >