universidade feredal de uberlأ‚ndia meu porto seguro, que nunca me deixa esquecer quem sou, quem...

Download UNIVERSIDADE FEREDAL DE UBERLأ‚NDIA Meu porto seguro, que nunca me deixa esquecer quem sou, quem fui

If you can't read please download the document

Post on 05-Jul-2020

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

    LIANA CASTRO MENDES

    A FORMAÇÃO INICIAL DOS PROFESSORES DE LÍNGUAS ADICIONAIS:

    REFLEXÃO SOBRE A PRÁTICA NO CURSO DE LETRAS

    Uberlândia

    2015

  • LIANA CASTRO MENDES

    A FORMAÇÃO INICIAL DOS PROFESSORES DE LÍNGUAS ADICIONAIS:

    REFLEXÃO SOBRE A PRÁTICA NO CURSO DE LETRAS

    Dissertação apresentada ao Programa de Pós-

    Graduação em Estudos Linguísticos – Strictu sensu,

    PPGEL/ILEEL da Universidade Federal de

    Uberlândia – UFU, como requisito parcial para

    obtenção do título de mestre em Estudos

    Linguísticos.

    Área de concentração: Estudos em Linguística e

    Linguística Aplicada.

    Linha de Pesquisa: Ensino e Aprendizagem de

    línguas.

    Orientadora: Profa. Dra. Maria Inês Vasconcelos

    Felice.

    Uberlândia

    2015

  • Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

    Sistema de Bibliotecas da UFU, MG, Brasil.

    M538f

    2015

    Mendes, Liana Castro, 1979-

    A formação inicial dos professores de línguas adicionais: reflexão

    sobre a prática no curso de Letras / Liana Castro Mendes. - 2015.

    133 f.

    Orientadora: Maria Inês Vasconcelos Felice.

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Uberlândia,

    Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos.

    Inclui bibliografia.

    1. Linguística - Teses. 2. Línguas - Estudo e ensino - Teses. 3.

    Professores de línguas - Formação - Teses. I. Felice, Maria Inês

    Vasconcelos . II. Universidade Federal de Uberlândia. Programa de Pós-

    Graduação em Estudos Linguísticos. III. Título.

    CDU: 801

  • LIANA CASTRO MENDES

    A FORMAÇÃO INICIAL DOS PROFESSORES DE LÍNGUAS ADICIONAIS:

    REFLEXÃO SOBRE A PRÁTICA NO CURSO DE LETRAS

    Dissertação apresentada ao Programa de Pós-

    Graduação em Estudos Linguísticos – Strictu sensu,

    PPGEL/ILEEL da Universidade Federal de

    Uberlândia – UFU, como requisito parcial para

    obtenção do título de mestre em Estudos

    Linguísticos.

    BANCA EXAMINADORA

    _________________________________________________________________

    Profa. Dra. Maria Inês Vasconcelos Felice, UFU/ MG

    _________________________________________________________________

    Profa. Dra. Dilma Maria de Mello, UFU/ MG

    __________________________________________________________________

    Prof. Dr. Silvio Ribeiro da Silva, UFG/ Jataí GO

  • Dedico este trabalho à minha avó Lerinda, meu exemplo de sabedoria,

    de simplicidade e de humildade. Meu porto seguro, que nunca me

    deixa esquecer quem sou, quem fui e, principalmente, quem posso ser.

  • Agradecimento especial

    À minha querida orientadora, Profa. Dra. Maria Inês Vasconcelos

    Felice, por ter acreditado em mim, por ter abraçado, comigo, este

    trabalho e por ter estado ao meu lado o tempo todo. Agradeço por ter

    sido para mim, nesse período árduo de estudos, muito mais que uma

    professora orientadora, mas por ser minha fonte de inspiração por seu

    exemplo profissional e sabedoria. Minha mais sincera gratidão pela

    dedicação, disposição, disponibilidade, gentileza acadêmica e por me

    mostrar os diversos caminhos a seguir, sempre me chamando a refletir

    sobre cada um deles. Muito obrigada!

  • AGRADECIMENTOS

    A Deus, que me permitiu chegar até aqui, que me amparou em cada momento difícil que

    passei, que ilumina meus caminhos, presenteando-me com a presença de pessoas que me

    ajudam a superar minhas dificuldades. A Ele, agradeço a alegria de concluir este trabalho tão

    desejado, tão desafiador, que é uma importante etapa de minha vida.

    Aos meus pais Luiz e Cerly, que desde sempre, têm me apoiado em minhas escolhas e não me

    deixam desistir dos meus sonhos, por mais difíceis que eles possam ser. A eles que me

    ensinaram a lutar por meus objetivos e a correr atrás das oportunidades que a vida me oferece.

    Ao Pepe, meu segundo pai, por tudo o que fez por mim, por me proporcionar estudos

    importantes para a minha formação e por me mostrar um mundo novo.

    Aos meus irmãos Simonides e Gabriela pelo companheirismo que só a irmandade permite.

    Aos demais membros da minha família que torcem por mim e se alegram com as minhas

    conquistas.

    À minha instituição, Instituto Federal do Triângulo Mineiro – IFTM, campus Uberlândia,

    principalmente ao Ednaldo Gonçalves Coutinho e à Deborah Santesso Bonnas pelo apoio e

    incentivo à minha formação continuada e pelo grande esforço que fizeram para que eu

    conseguisse a liberação de minhas atividades docentes e, assim, pudesse me dedicar

    exclusivamente à pesquisa e aos estudos de Mestrado pelo período de um ano e meio.

    Aos meus queridos colegas de trabalho Valéria Nehme, Sueli, Ângela e Edilson, pelo

    constante incentivo e pelo companheirismo que ultrapassa as paredes da nossa Sala 7.

    Às minhas grandes amigas Elizabete e Lilian, que estão sempre ao meu lado em todos os

    momentos e também à querida amiga Michele, que além de seu companheirismo, atendeu

    prontamente aos meus pedidos de ajuda no âmbito acadêmico. À querida Dalva, que é muito

    mais que uma amiga, é uma grande luz que Deus permitiu fazer parte da minha vida e ao

    César pelas muitas orações.

    Aos meus inesquecíveis tios João e Paulo, que já não estão aqui, na Terra, mas deixaram

    muita saudade. A eles que sempre me incentivaram a seguir os estudos e assistem, com toda

    certeza, a esta importante conquista acadêmica.

    Às componentes da banca de qualificação, Profa. Dra. Maria de Fátima Fonseca Guilherme e

    Profa. Dra. Dilma Maria de Mello pelas importantes sugestões que valorizaram meu trabalho.

    À Profa. Dra. Paula Tatianne Carréra Szundy e à Profa. Dra. Tânia Regina de Souza Romero

    pelas considerações feitas durante o SEPELLA, respectivamente, em Dezembro de 2013 e

    Novembro de 2014.

    Aos professores que ministraram as disciplinas que cursei durante o período de estudos e aos

    colegas de turma, em especial à Érika, pelas leituras construtivas e pelo companheirismo e

    Nathalia Gontijo pela paciência e colaboração.

    A todas as pessoas que colaboraram, direta ou indiretamente, para a realização deste trabalho.

  • RESUMO

    Esta dissertação teve por objetivo analisar e refletir sobre a formação inicial dos professores

    de línguas adicionais no curso de Letras. Para nortear a investigação, propus as seguintes

    perguntas de pesquisa: a) Qual a concepção de formação reflexiva dos professores formadores

    das disciplinas Língua Espanhola: Aprendizagem crítico-reflexiva (LE: ACR), Língua

    Francesa: Aprendizagem crítico-reflexiva (LF: ACR) e Língua Inglesa: Aprendizagem crítico-

    reflexiva (LI: ACR) levando-se em consideração as atividades propostas? b) Os alunos veem

    o mesmo conteúdo com a mesma metodologia nas três línguas? c) Como cada professor

    formador, por meio das atividades propostas aos professores em formação inicial, desenvolve

    a aprendizagem crítico-reflexiva em cada uma dessas três disciplinas? O contexto dessa

    pesquisa foram as disciplinas Língua Espanhola: Aprendizagem crítico-reflexiva, Língua

    Francesa: Aprendizagem crítico-reflexiva e Língua Inglesa: Aprendizagem crítico-reflexiva

    do curso de Letras de uma universidade pública mineira, nas quais assisti aulas e os

    participantes foram as três professoras que ministram aulas nestas disciplinas. Para discutir

    teoricamente acerca da formação de professores na contemporaneidade baseei-me em

    Zeichner (1994), Liberali (2010; 2012), Oliveira e Serrazina (2000), Szundy (2007), Pimenta

    (2008), Miller (2010; 2013), entre outros. Também foi necessária a discussão sobre os

    conceitos de formação crítico-reflexiva e sua importância na prática, foco deste trabalho, e,

    para isso, baseei-me em Liberali (1999), Mendes (2005), Oliveira e Serrazina (2002), Pimenta

    (2008), Shön (1983), Zeichner (1993), dentre outros. Esta pesquisa se inscreveu em um

    quadro metodológico de Pesquisa de natureza qualitativa, na modalidade estudo de caso, de

    base etnográfica e para seu desenvolvimento foram usados os pressupostos de Erickson

    (1991), Nunan (1992) e André (1995) e os dados foram organizados em categorias temáticas

    com base em Bardin (2010). Sobre a concepção de formação crítico-reflexiva que cada

    formadora apresenta, as análises revelaram que a concepção da PE envolve a prática de leitura

    de textos, debates, discussões acerca do tema desses textos. Já a PF e a PI a associam à

    observação da sua prática, à ação de parar para pensar o que se faz nessa prática, sendo que

    cada uma delas parece oportunizar o aprendizado dos professores em formação de, a partir de

    seus questionam

Recommended

View more >