sugest•es de fichas de atividade - .sugest•es de fichas de atividade ... as fichas se...

Download SUGEST•ES DE FICHAS DE ATIVIDADE - .SUGEST•ES DE FICHAS DE ATIVIDADE ... As fichas se encontram

Post on 02-Dec-2018

250 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • SUGESTES DE FICHAS DE ATIVIDADE

    Sempre alerta!

    Durante todo o ms de novembro de 2014 membros de todos os ramos do escotismo

    podero realizar fichas de atividade do mutiro relacionadas ao tema da doao de sangue e

    medula ssea. As fichas foram elaboradas conjuntamente por um grupo de pioneiros e escotistas

    de vrias partes do Brasil, a quem gostaramos de agradecer pela colaborao.

    Para cumprir as fichas de atividade, valem algumas dicas:

    Algumas fichas dependem da ajuda dos chefes escoteiros para serem realizadas. Mas outras

    podem ser feitas de forma autnoma pela patrulha ou cl, independente dos chefes.

    Atentem-se para as regras de seu grupo escoteiro e da Unio dos Escoteiros do Brasil no

    que se refere realizao de atividades extra sede (necessidade de obter autorizao do

    grupo e dos pais ou responsveis) e observao de regras de segurana.

    Caso no seja possvel realizar as fichas da forma que propomos, adapte-as realidade da

    sua regio, tropa ou grupo escoteiro. Para isto, basta usar a criatividade.

    As fichas se encontram abaixo! Bom trabalho!

    Atenciosamente,

    Coordenao Nacional do IV Mutiro Nacional de Doao de Sangue

  • Ataque ao Mowgli sugesto de Thais Raicosk

    Ramo: Lobinho.

    Introduo: Os lobinhos, apesar de no poderem doar sangue, podero, no futuro, se tornar

    doadores. Dessa forma, j importante eles terem conscincia da importncia de se doar. Alm

    disso, eles podero incentivar seus pais a doar sangue e medula ssea.

    Objetivo:

    Ensinar aos lobinhos os tipos sanguneos e qual outro tipo de sangue cada um pode doar e

    receber, alm de incentivar a criana e seus pais a se tornarem doadores.

    Preparao:

    A chefia dever auxiliar a alcateia a fazer cartes com perguntas sobre os critrios para

    doao de sangue e medula ssea (disponveis no site do mutiro na seo como

    participar). Chefes e lobinhos podem pesquisar conjuntamente e podem contar com a

    ajuda dos pais dos membros da alcateia na realizao da atividade. Alm disso, se possvel,

    pode-se tentar encenar um local de doao de sangue, a critrio da chefia.

    Sugesto de atividades:

    Os chefes contariam aos lobinhos que o Mowgli foi atacado pelo Shere Khan e que ele agora

    est machucado e precisa da ajuda dos lobos.

    o 1 etapa: Identificar o tipo sanguneo de cada lobinho, para saber quem pode doar

    ao Mowgli. (ver na ficha do SIGUE).

    o 2 etapa: Como podemos ajudar?

    Nesta hora os chefes explicam o que necessrio para doar sangue, quem pode,

    quem no pode, onde doar, quais cuidados se devem ter antes de doar e etc.

    o 3 etapa: Vamos agir!

    Em um jogo, os lobinhos tero que responder perguntas sobre o que lhes foi

    ensinado anteriormente. Conforme eles acertam as respostas, eles so encaminhados para

    a doao. A chefia deve deixar claro que eles ainda no podem doar, mas podem vir a s-

    lo no futuro. Faz-se uma encenao, como se estivessem doando e a atividade pode

    terminar com um lanche coletivo. Ao final, graas ajuda dos lobinhos o Mowgli se

    recuperou e j saiu do hospital.

  • Identificando o Uso sugesto de Flvio Anastcio

    Ramos: Todos, com preferncia para lobinhos.

    Introduo: Em jornais e revistas possvel notar vrias noticias que envolvem, direta ou

    indiretamente, a doao de sangue.

    Objetivo:

    Fazer o jovem perceber que a necessidade da doao de sangue algo comum na sociedade

    atual, que os critrios de doao no so to restritos como se pensa e que h uma extensa

    rede de coleta de sangue e medula.

    Preparao:

    Separar jornais ou revistas que podem ser recortadas (notcias), tesouras, cola e cartolinas.

    Sugesto de Atividades:

    Cada equipe (matilha ou patrulha) dever receber uma cartolina, cola, tesouras e jornais. As

    equipes devero, ento, recortar notcias ligadas a situaes que requerem a transfuso de

    sangue e/ou transplante de medula ssea, que devero ser coladas no cartaz e

    apresentadas seo. Os participantes podem avaliar e discutir conjuntamente as notcias

    recolhidas e as situaes narradas nas reportagens. Terminada esta primeira parte, a equipe

    deve fazer uma explicao simples sobre a doao de sangue e medula e sobre os centros

    de coleta sangunea (como funciona, quem pode doar e quem pode receber, onde esto

    localizados os hemocentros, etc.). Se achar necessrio, os participantes podem falar sobre

    os diferentes tipos sanguneos.

  • Pode Estar do Seu Lado - sugesto de Flvio Anastcio

    Ramos: Escoteiro e snior.

    Introduo: Vrias pessoas no sabem o quo importante a doao de sangue e como ela pode

    salvar vidas.

    Objetivo:

    Melhorar a compreenso dos participantes a cerca da importncia de se doar sangue.

    Preparao:

    Os participantes devem entrar em contato com algum que j recebeu e/ou doou sangue.

    Sugestes de execuo:

    A equipe (tropa ou patrulha) participante pode levar ao grupo escoteiro algum que teve a

    experincia de receber sangue ou j doou para algum conhecido e fazer uma discusso

    sobre as vantagens, desvantagens, mitos e dvidas que envolvem a doao.

    Caso os participantes no consigam levam algum at o grupo para realizar a tarefa, eles

    podem procurar entre seus parentes e amigos relatos de experincia de doao e/ou

    recebimento de sangue, que podem ser levadas ao conhecimento de toda a tropa ou

    patrulha. Estes relatos podero ajudar na discusso a cerca da doao de sangue.

  • Correndo nas Veias sugesto de Dimitri Muniz

    Ramos: Escoteiro e Snior.

    Introduo: Para incentivar as pessoas a doar sangue nada melhor do que saber a importncia do

    sangue para o nosso corpo.

    Objetivo:

    Ensinar a importncia do sangue para o corpo.

    Preparao:

    A seo dever, conjuntamente ou separadamente, pesquisar a importncia do sangue para

    o corpo. Confeccionar as perguntas, obter uma corda para cada patrulha.

    Sugesto de Atividades:

    1 Parte: Os chefes devem explicar previamente a funo do sangue no corpo humano, e

    qual sua importncia, assim como a funo de algumas partes do corpo como:

    o Corao: Sua funo bombear o sangue oxigenado (arterial) proveniente dos

    pulmes para todo o corpo e direcionar o sangue pobre em oxignio (venoso), que

    retornou ao corao, at os pulmes, onde deve ser enriquecido com oxignio.

    o Rins: Os rins so rgos em forma de feijo, mais ou menos do tamanho do punho

    de um adulto, situados nos lados direito e esquerdo do corpo, prximo ao meio das

    costas, bem abaixo das costelas. Os rins filtram o sangue e removem resduos, tanto

    provindos do esgotamento normal do tecido do organismo, como dos alimentos.

    Regulam o equilbrio dos minerais e da gua do organismo. Os resduos, o excesso de

    minerais e a gua formam a urina, que flui para a bexiga atravs dos tubos chamados

    ureteres. Os rins tambm liberam hormnios importantes, notavelmente um que

    estimula a produo das hemcias (eritropoetina), e outro que regula a presso

    sangunea (renina). Alm disso, eles convertem a vitamina D em sua forma ativa, o

    que essencial para ossos saudveis.

    o Veias: No sistema circulatrio, uma veia um vaso sanguneo que leva sangue em

    direo ao corao. Os vasos que carregam sangue para fora do corao so

    conhecidos como artrias.

    o Panturrilhas: A panturrilha, ou batata da perna, conhecida como corao

    perifrico. formada por dois msculos (gastrocnmio e sleo), localizado na parte

    de trs da perna.

  • A panturrilha tem uma importante funo que bombear o sangue de volta ao

    corao, uma vez que cerca de 70% do sangue do corpo se encontra nos membros

    inferiores, quando estamos na posio de repouso. Contrair a panturrilha ajuda no retorno

    venoso (sangue das veias que voltam ao corao), alm de auxiliar constantemente na

    marcha (caminhada), postura e equilbrio do corpo!

    Exercitando a panturrilha com alongamentos, fortalecimento, condicionamento dos

    msculos, auxilia-se no tratamento de problemas circulatrios, trombose, varizes e

    cimbras.

    Quando contramos os msculos da panturrilha, o sangue bombeado, ocorrendo

    uma compresso nas veias, jogando o sangue em direo ao corao. A panturrilha mais

    fraca no realizar esta funo to bem quanto o msculo condicionado.

    *OBS: Outras partes do corpo podem ser adicionadas e as explicaes sobre as mesmas podem

    ser simplificadas.

    2 Parte: Aps aprender estas informaes, todos os membros das patrulhas tero que

    percorrer juntos um circuito feito por uma corda (esse circuito representa as veias do nosso

    corpo, por isso o nome da atividade correndo nas veias). Em determinados pontos do

    circuito, o chefe vai parar a equipe e fazer com que eles escolham um carto com uma

    pergunta (confeccionado com cartolina). Nesse carto haver uma pergunta sobre uma das

    partes do corpo cujas funes eles acabaram de aprender. Para seguir a corrida a patrulha

    deve acertar a pergunta. A cada patrulha deve ser feita uma pergunta de cada rgo. Assim,

    ao final do circuito, ser como se eles tivessem percorrido todo o corpo humano.

    Vence a patrulha que completar o circuito inteiro em menor tempo.

  • Panfletagem sugesto de Matheus Teixeira

    Ramos: Snior e pioneiro.

    Introduo: Os hemocentros tm uma srie de panfletos informativos j prontos que so utilizados

    para divulgar informaes sobre a doao de medula e sangue, tais como seus requisitos e

    instrues para doadores (quem pode e no pode doar, como s