slide sem t­tulo - .fracasso do modelo econ”mico no brasil. fracasso do modelo...

Download Slide sem t­tulo - .FRACASSO DO MODELO ECON”MICO NO BRASIL. FRACASSO DO MODELO ECON”MICO NO BRASIL

Post on 26-Jan-2019

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Juazeiro do Norte, 18 de maio de 2018

EVENTO

Manifesto Nacionalista escrito por Padre Ccero em 1927

Fala em patriotismo e condena as concesses de terras a estrangeiros,

lesivas integridade territorial de nossa Ptria.

Explorao das nossas florestas, do nosso solo, das nossas minas

Em vez de concesses, aforamentos e vendas de terras a estrangeiros,

melhor seria fazer arrendamento por prazo determinado, de acordo com

a indstria a ser desenvolvida, mas no alienao.

- 100 mil Km2 concedidos pela estrada de ferro Norte Mato Grosso

para um sindicato americano

- vasta extenso de terras no Amazonas vendidas ao capitalista Ford

Salvemos o Brasil

Importncia da Beata Maria Arajo

Poucos brasileiros conhecem essa Santa do Catolicismo Popular

autntico.

Padre Ccero declarou:

Ela minha espada!

Padre Ccero sempre exaltou as riquezas do Brasil

Brasil: Realidade de Abundncia e Cenrio de Escassez

9 Maior Economia Mundial

IMENSAS POTENCIALIDADES ABUNDNCIA

Maior reserva de Nibio do mundo

Terceira maior reserva de petrleo

Maior reserva de gua potvel do mundo

Maior rea agriculturvel do mundo

Riquezas minerais diversas e Terras Raras

Riquezas biolgicas: fauna e flora

Extenso territorial e mesmo idioma

Clima favorvel, recorde de safra

Potencial energtico, industrial e comercial

Riqueza humana e cultural

Reservas Internacionais US$375 Bi

R$ 1,14 Trilho esterilizados no Bacen

R$ 480 bilhes de sobra em 2015 e R$ 268

bilhes em 2016

Dvida Ecolgica histrica

Potencial de arrecadao tributria

CENRIO 2015-2018 ESCASSEZ

CRISES

Econmica seletiva

Desindustrializao

Queda da atividade comercial

Desemprego

Perdas salariais

Privatizaes

Encolhimento do PIB

Social

Poltica

Ambiental

AJUSTE FISCAL e REFORMAS: Corte de investimentos e gastos sociais; aumento de tributos para a classe mdia e pobre; privatizaes e Contrarreformas

CRESCIMENTO ACELERADO DA DVIDA PBLICA = CRISE FISCAL

O QUE SEPARA A REALIDADE DE ABUNDNCIA DO

CENRIO DE ESCASSEZ

MODELO ECONMICO CONCENTRADOR DE RENDA E

RIQUEZA

Principais eixos:

SISTEMA DA DVIDA

POLTICA MONETRIA SUICIDA

MODELO TRIBUTRIO REGRESSIVO

MODELO ECONMICO CONCENTRADOR

DE RENDA E RIQUEZA

SISTEMA DA DVIDAo Ajuste Fiscal

o Privatizaes

o Contrarreformas

o Esquemas que geram dvidas

POLTICA MONETRIA SUICIDAo Juros mais elevados do mundo

o Remunerao da sobra de caixa dos bancos Op.

Compromissadas

o Escassez de moeda na economia, juros elevados, impedimento

para investimentos

MODELO TRIBUTRIO REGRESSIVOo Tributao excessiva dos salrios e do consumo, privilgios para o

capital, lucros e dividendos, benesses, desoneraes, isenes

FRACASSO DO MODELO ECONMICO NO BRASIL

FRACASSO DO MODELO ECONMICO NO BRASIL

0

1.000

2.000

3.000

4.000

5.000

6.000

1994

1995

1996

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2004

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017

Dvida Interna (R$ bilhes)

Fonte: Banco Central - Nota para a Imprensa - Poltica Fiscal - Quadro Ttulos Pblicos Federais.

Juros sobre juros

Regime de Metas de Inflao

Reunies do BC com banqueiros:

Conflito de interesses

Dvidas dos estados com a Unio

Acumulao de Reservas Cambiais

Operaes de Mercado Aberto

Operaes de swaps

Emprstimos ao BNDES

0

100

200

300

400

500

6001

971

197

21

973

197

41

975

197

61

977

197

81

979

198

01

981

198

21

983

198

41

985

198

61

987

198

81

989

199

01

991

199

21

993

199

41

995

199

61

997

199

81

999

200

02

001

200

22

003

200

42

005

200

62

007

200

82

009

201

02

011

201

22

013

201

42

015

201

62

017

Dvida Externa (US$ bilhes)

Fonte: Banco Central - Nota para a Imprensa - Setor Externo - Quadro Dvida Externa Bruta e Sries Temporais - BC

Dcada

de 70:

dvida

da

ditadura

Dcada de 80:

Elevao

ilegal das

taxas de juros

Estatizao de

dvidas

privadas

Pagamento antecipado ao FMI e resgates com gio

Troca de dvida externa por dvida interna

Dcada de 90:

PlanoBrady

Evidncia revelada pela Auditoria Cidad

SISTEMA DA DVIDA

Utilizao do endividamento como mecanismo de subtrao

de recursos e no para o financiamento dos Estados

Se reproduz internacionalmente e internamente, em mbito

dos estados e municpios: CRISE EM DIVERSOS ENTES

FEDERADOS BRASILEIROS

Dvidas sem

contrapartida

Maior beneficirio:

Setor financeiro

Sistema da Dvida

Como opera

Modelo Econmico

Privilgios Financeiros

Sistema Legal

Sistema Poltico

Corrupo

Grande Mdia

Organismos Internacionais

Dominao financeira e graves consequncias sociais

2015: Lucro de R$ 96 bilhes + Proviso de R$ 187 bilhes

Fonte: http://www4.bcb.gov.br/top50/port/top50.asp

http://www4.bcb.gov.br/top50/port/top50.asp

Novos Esquemas que geram Dvida Pblica e sequestram recursos antes que estes alcancem o oramento, durante o percurso pela rede bancria

https://goo.gl/vo9Bys

https://goo.gl/vo9Bys

Necessidade de Auditoria da dvida pblica federalHistoricamente, no tem funcionado como instrumento de financiamento:

dvida herdada de Portugal: o dinheiro nunca chegou aqui

Auditoria feita por Getlio Vargas provou que apenas 40% do estoque

estava documentado por contratos

Dcada de 70: contratos disponibilizados CPI (2009/2010) no

comprovam nem 20% da evoluo do estoque da dvida externa com bancos

privados internacionais nessa fase da Ditadura Militar

Dcada de 80: dvidas do setor privado (nacional e internacional instalado

no pas) foram transferidas a cargo do Banco Central do Brasil

1992: Suspeita de prescrio

1994: Plano Brady em Luxemburgo

Utilizao dos ttulos Brady como moeda para comprar empresas

privatizadas

Trocas sucessivas e transformaes de dvida externa em interna

Juros elevadssimos e mecanismos financeiros que geram dvida:

remunerao sobra caixa dos bancos, swap cambial, contabilizao de juros

como se fosse amortizao, anatocismo, prejuzos do Banco Central...

AUDITORIA DA DVIDA

Prevista na Constituio Federal de 1988

Plebiscito popular ano 2000: mais de seis milhes de votos

AUDITORIA CIDAD DA DVIDA

www.auditoriacidada.org.br

CPI da Dvida Pblica

Passo importante, mas ainda no significa o cumprimento da Constituio

http://www.divida-auditoriacidada.org.br/

EQUADOR: Lio de tica e Soberania

Comisso de Auditoria Oficial criada por Decreto

Em 2009: Proposta Soberana de reconhecimento de no mximo

30% da dvida externa representada pelos Bnus 2012 e 2030

95 % dos detentores aceitaram a proposta equatoriana, o que

significou anulao de 70% dessa dvida com os bancos privados

internacionais

Economia de US$ 7,7 bilhes nos prximos 20 anos

Aumento gastos sociais, principalmente Sade e Educao

.

19

EQUADOR: Resultado da Auditoria

PARADOXO BRASIL

Estamos muito

distantes do

Brasil que

queremos

9 ECONOMIA MUNDIAL

Pior distribuio de renda do mundo http://iepecdg.com.br/uploads/artigos/SSRN-id2479685.pdfCOMPARADO COM GINI index | Data | Table

79 no ranking de respeito aos Direitos Humanos IDH empatado com a Ilha Granada (rea territorial de 344 km, populao estimada em 110 mil habitantes, produz noz-moscada)

Penltimo no ranking da Educao entre 40 pases (ndice Global de Habilidades Cognitivas e Realizaes Educacionais )

http://iepecdg.com.br/uploads/artigos/SSRN-id2479685.pdfhttp://data.worldbank.org/indicator/SI.POV.GINI

ESTRATGIAS DE AO

CONHECIMENTO DA REALIDADE

Poltica Monetria

Modelo Tributrio

Sistema da Dvida

MOBILIZAO SOCIAL CONSCIENTE

AOES CONCRETAS Acompanhar a votao dos parlamentares

Exigir pronunciamento de parlamentares em relao remunerao

da sobra de caixa dos bancos (PL 9.248/2017 e Autonomia do BC)

REPUDIAR O ESQUEMA FRAUDULENTO DE SECURITIZAO

AUDITORIA DA DVIDA COM PARTICIPAO SOCIAL

Cobrar posicionamento dos candidatos s Eleies/2018 em relao

aos temas: Poltica Monetria; Modelo Tributrio e Sistema da Dvida

Muito grata

Maria Lucia F