Seminários de Araxá e Teresópolis

Download Seminários de Araxá e Teresópolis

Post on 28-Jan-2016

11 views

Category:

Documents

0 download

DESCRIPTION

Um resumo contendo uma sntese dos dos documentos de Arax e Terespolis, estes que, deram inicio da perspectiva modernizadora do Servio Social.

TRANSCRIPT

<p>Instituto Superior de Teologia Aplicada INTAServio Social 4 SemestreFHTMSS IIIProfessora: Isabelle DuarteAluna: Ana Kren M. Gonalves</p> <p>Os documentos de Arax e Terespolis</p> <p>Sobral CE2015Os documentos de Arax e Terespolis, foram de suma importncia para o enriquecimento do Servio Social gestado enquanto profisso. Ambos apresentam e despontam suas peculiaridades e distines, mas posteriormente podemos entender que tais trabalhos foram enriquecedores e teorizam o Servio Social. Os Documentos produzidos tm caractersticas diferenciadas, mas so modelares na tentativa de adequar o Servio Social como instrumento de suporte a polticas de desenvolvimento importante destacar que quando o primeiro documento foi formulado, o Brasil estava num perodo crtico, pois estava ocorrendo o incio da Ditadura Militar. </p> <p>O Documento de Arax (MG)O Servio Social surge como uma demanda do capitalismo, porm na dcada de 1960, profissionais encontravam-se descontentes com as direes que a profisso estava indo. Nesse momento assistentes sociais provenientes das mais distintas universidades brasileiras se agrupam e instituem o que constituiria um marco de uma ruptura com o que estava posto: o Documento de Arax.Tal documento foi constitudo no I Seminrio de Teorizao do Servio Social, em Minas Gerais (Arax) de 19 a 26 de maro de 1967 e subsequentemente difundido pela CBISS (Centro Brasileiro de Cooperao e Intercmbio de Servios Sociais). Esse documento tem um enorme grau de importncia, foi uma das primeiras atividades que objetivavam a teorizao do Servio Social, foram identificados a Natureza, Objetivos, Funes, Metodologia, Vinculao entre a teoria e a prtica. Amplas contribuies foram trazidas por este documento, foram avaliados os fatos na realidade brasileira, estando ainda volvido ao Servio Social norte-americano de teoria funcionalista; a produo do mesmo foi o experimento de extruso com os mtodos assistencialistas com objetivo da constituio de novas conjeturas terico-metodolgicos. Ampliar o assistente social de mero algoz das polticas scias, ocupaes de auxlio, mas como um profissional que capaz de legislar e administrar as polticas sociais. evidente que o Documento de Arax apresentou lacunas em alguns elementos que so debatidos, porm impossvel contraditar a sua seriedade, pois foi um dos documentos de absoluta expresso da profisso, tencionando no que foi elementar para a conjuntura profissional, abordado a concordncia de que a modo de administrar seu desempenho no estava respondendo s indigncias que passaram a existir, em decorrncia disto, a renovao foi necessria. Ao longo do documento possvel ver a conflitualidade entre o conservador e os novos princpios. O objetivo remoto do Servio Social o provimento de recursos indispensveis ao desenvolvimento, valorizao e melhoria das condies do ser humano, atendimento de valores universais e harmonia entre estes e aos valores culturais e individuais</p> <p>Documento de TerespolisO Documento de Terespolis tem distines ao Documento de Arax. O encontro ocorreu em janeiro de 1970, contou com a participao de 33 profissionais que tiveram conhecimento precedente acerca da temtica do encontro, dividiram-se em dois grupos para debater e avaliar as seguintes teses Concepo Cientfica da Prtica do Servio Social e Aplicao da Metodologia do Servio Social, grupos denominados A e B. Nesses documentos temos o triunfo da perspectiva modernizadora. Os objetos em questo tinham a preciso de um aprofundamento da mtodo do Servio Social em expresso da realidade brasileira, assim o documento tem propriedades distintas e ajuntamento dos dois grupos de estudos. Vinte e um documentos acerca do roteiro foram recebidos pelo CBCISS. O conceito do mtodo que o servio social alcance uma cientificidade. Tal mtodo constitudo de duas categorias bsicas: diagnostico e interveno planejada. Uma legitimao terico-metodolgica atribuda ao Servio Social e a aplicao das cincias, oferecida uma perspectiva modernizadora terica. A inspirao do grupo A foi Lebret que relatava as necessidades sociais, uma viso universal, o grupo B tinha uma diviso progressista, com influencias do UNRISD (Instituto para o Desenvolvimento Social da Organizao das Naes Unidas), mencionado as necessidades bsicas e scias, foram identificados pelo grupo conhecimentos acerca do Servio Social, as necessidades e problemas, alm de trazer conhecimentos acerca de procedimentos lgicos que possam ser usados no conhecimento prtico. </p>