rochas ornamentais e de revestimento do 02_jesue.pdf  nicas jazidas de rochas ornamentais em...

Download ROCHAS ORNAMENTAIS E DE REVESTIMENTO DO 02_Jesue.pdf  nicas jazidas de rochas ornamentais em atividade

Post on 16-Nov-2018

224 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • So Paulo, UNESP, Geocincias, v. 28, n. 2, p. 129-142, 2009 129

    ROCHAS ORNAMENTAIS E DE REVESTIMENTODO SUDOESTE DO ESTADO DO MATO GROSSO

    Jesu Antonio da SILVA 1, Antonio Misson GODOY 2Larissa Marques Barbosa de ARAJO 3

    (1) Ps-Graduao, Instituto de Geocincias e Cincias Exatas, UNESP/Campus de Rio Claroe Companhia Matogrossense de Minerao METAMAT. Avenida 24-A, 1515 Bela Vista.

    CEP 13506-900. Rio Claro, SP. Endereo eletrnico: jesuesilva@yahoo.com.br(2) Departamento de Petrologia e Metalogenia, Instituto de Geocincias e Cincias Exatas, UNESP/Campus de Rio Claro.

    Avenida 24-A, 1515 Bela Vista. CEP 13506-900. Rio Claro, SP. Endereo eletrnico: mgodoy@rc.unesp.br(3) Instituto de Cincias Ambientais e Desenvolvimento Sustentvel - ICAD, Universidade Federal da Bahia/Campus Reitor Edgard

    Santos. Rua Prof. Jos Seabra, s/n Centro. CEP 47805-100. Barreiras, BA. Endereo eletrnico: larissamarquesba@gmail.com

    IntroduoAspectos GeolgicosCaracterizao QumicaCaracterizao TecnolgicaCaracterizao ao Ataque QumicoConsideraes FinaisConclusesAgradecimentosReferncias Bibliogrficas

    RESUMO Os estudos geolgicos, petrogrficos, geoqumicos e tecnolgicos de rochas do sudoeste do Estado do Mato Grosso,encontram-se direcionados qualificao e aplicao de materiais ptreos como material ornamental e de revestimento. Visa ampliar aoferta de novas variedades estticas de rochas que apresentem padronizao das caractersticas tecnolgicas, adequada identificao etipificao, alm de apresentarem atributos mnimos quanto s suas propriedades tecnolgicas, assegurando a correta especificao destasrochas frente aos usos pretendidos respeitando-se, alm do efeito esttico desejado, as caractersticas tecnolgicas. So descritos 10 tiposrochas que demonstram viabilidade econmica de lavra, entre granitos, diabsio, gnaisses e anfibolitos, agrupados na cores predominantevermelha, cinza e preta. Os resultados obtidos nos ensaios tecnolgicos das variedades mostram que os parmetros analisados situam-sedentro dos limites padres estabelecidos pelas normas e obedecem satisfatoriamente os valores limites fixados para granitos utilizadoscomo rocha ornamental e de revestimento em ambientes internos e externos.Palavras-chave: Mato Grosso, Ensaios Tecnolgicos, Rocha Ornamental.

    ABSTRACT J.A. da Silva, A.M. Godoy, L.M.B. de Arajo - Dimension stone and covering of the south of the Mato Grosso State.Geological, petrographical, chemicals and technological studies of rocks of the southwest region of Mato Grosso State, Brazil have thepurpose of qualification and application of these rocks as dimension stones. The first objective is to enlarge the offering of new estheticvarieties that show a standardization of technologic patterns, adequate characterization and classification assuring the correct specificationof the rocks in relation to the use as dimension stones. Ten rock types are recognized for dimension stones, including granites, diabases,gneisses and amphibolites grouped by its colors in red, grey and black types and showing economic potential of plowing. The resultsobtained in the technological essays show that the rock parameters are sited inside the standard limits established by technical rules andobey satisfactorily the limit values fixed for granites in internal and external covering uses.Keywords: Mato Grosso, Technological Analysis, Dimension Stone.

    INTRODUO

    O setor de rochas ornamentais e de revestimento, atualmente, uma rea da minerao que apresentaum grande crescimento, devido principalmente aintensificao da aplicao de materiais ptreos comoelemento de revestimento, especialmente em fachadase pisos. O crescimento constante desse setor ao longodos ltimos anos tem sido marcado pela competitividadee pelo nvel de exigncia do mercado consumidor,fatores que requerem a intensificao de pesquisas

    contemplando a oferta de rochas com novas variedadesestticas e que tenham atributos mnimos quanto spropriedades tecnolgicas, assegurando a adequadaaplicao da rocha.

    A utilizao crescente de rochas ornamentais emobras civis tem alertado os usurios para os problemasdecorrentes de uma escolha inadequada desses mate-riais. A melhor medida preventiva para esses problemas a divulgao de especificao adequada das rochas

  • So Paulo, UNESP, Geocincias, v. 28, n. 2, p. 129-142, 2009 130

    aos usos pretendidos respeitando-se, alm do efeitoesttico desejado, as caractersticas tecnolgicas.

    Atualmente, o Estado do Mato Grosso encontra-se entre os menores produtores nacionais na exploraode rochas ornamentais, apresentando como nicotrabalho abrangente o Catlogo de Rochas Ornamentaisdo Estado de Mato Grosso (DNPM, 1998) e recen-temente em trabalhos de (Godoy et al., 2003, 2005a, b;Silva et al., 2007a, b, c; 2008). Ressalta-se tambm otrabalho de uma nica empresa produtora, a De JorgeMinerao Ltda., que nos anos de 1993 a 1995beneficiou blocos oriundos do Granito So Vicente, coma denominao comercial de Vermelho Pantanal, eatualmente, no extremo noroeste de Mato Grosso nomunicpio de Rondolndia, onde situam-se as duasnicas jazidas de rochas ornamentais em atividadeexploradas pela Gramazon Ltda. de Rondnia, consti-tudas pelo Granito Marrom, denominado de Caf daAmaznia e o Granito Cinza Marrom, denominadode Prata da Amaznia.

    O presente trabalho apresenta a caracterizaodos aspectos geolgicos, petrogrficos, estruturais,qumicos, tecnolgicos (fsico-mecnicos), de dez reaslocalizadas na regio sudoeste do Mato Grosso. Sendoselecionados dez tipos de rochas com padres de ordem

    estticos variados e abrangendo uma ampla diversidadelitolgica, alm da importncia quanto a sua distribuiogeolgica e geogrfica e exequibilidade de lavra a partirde aspectos geolgicos e geomorfolgicos favorveis extrao mineral, tais como morros com coberturadelgada de solo e mataces de dimenses amplas.

    A partir desta concepo espera-se agregar aoconhecimento geolgico os parmetros tcnicos dire-cionados ao estudo das rochas ornamentais possibi-litando a transformao econmica deste bem minerale contribuindo para o desenvolvimento socioeconmicodo estado, com novas variedades de rochas e assim,contribuir para a implantao e desenvolvimento destacadeia produtiva de transformao.

    A caracterizao tcnica acima citada possibilitaro aproveitamento de rochas j aceitas no mercadoconsumidor, bem como resultar em novas contri-buies com solicitaes para suas utilizaes, apoiadasem critrios tcnicos e viabilidade de solues arquite-tnicas, estticas e funcionais muito mais confiveisna construo civil. Estas novas variedades necessitamde estudos adequados para cubagem de cada padroesttico identificado, ou mesmo ampliao dos estudospara demais fcies que nesta primeira avaliao noforam selecionadas como prioritrias.

    ASPECTOS GEOLGICOS

    A nomenclatura utilizada para as rochasornamentais denominada de granitos e movimentadosincluem neste trabalho as rochas gneas constitudaspor granitos e diabsios, e para as rochas metamrficascaracterizadas por gnaisses, migmatitos e anfibolitosobjetos. As rochas estudadas so do ponto de vistageolgico relativamente conhecidas e parcialmentedescritas no mapa geolgico do estado (Lacerda Filhoet al., 2004) e nos trabalhos geolgicos regionais de(Ruiz, 2005; Ruiz et al., 2005) e trabalhos especficospor (Godoy et al., 2003; 2005a, b). Quanto aos aspectosgeolgicos regionais, as reas pesquisadas situam-seno Crton Amaznico e, na Figura 1, encontram-seindicadas a localizao das reas de exposio dasunidades geolgicas estudadas.

    As principais caractersticas petrogrficas dos 10sub-tipos de rochas estudadas encontram-se suma-rizadas na Tabela 1 e foram agrupados pela coloraodominante: os Granitos e Movimentados Vermelhos-(1) Granito Sarar, (2) Granito Rio Branco, (3)Ortognaisse Fortuna, (4) Ortognaisse Indiava Vermelho;os Granitos e Movimentados Cinzas-(5) Granito NovaLacerda, (6) Ortognaisse Indiava Cinza, (7), OrtognaisseCachoeirinha e os Granitos e Movimentados Pretos-(8) Anfibolito Indiava, (9) Anfibolito Cana, (10)

    Diabsio Salto do Cu. Na Figura 2 encontram-seilustradas as variedades a partir de placas polidas.

    O Granito Sarar (1) situa-se na poro SW doCrton Amaznico cerca de 60 km de Pontes eLacerda. Sua exposio da ordem de aproxima-damente 80 km2 e forma alongada segundo a direoNE-SW. Segundo Arajo-Ruiz (2003) o granito constitudo por trs fcies, a fcies biotita monzogranito,a fcies muscovita monzogranito que foi caracterizadaneste estudo e a fcies monzogranito. A fciesmuscovita monzogranito a mais abundante,distribuindo-se por toda poro norte-central do corpona forma de mataces, lajedos e suaves morros sub-arredondados do tipo meia-laranja. So rochas leuco-crticas, rseas, isotrpicas podendo localmente,mostrar uma fraca anisotropia de origem cataclstica,inequigranulares mdias com gros variando de 4,0 mma 1,3 cm.

    O Granito Rio Branco (2) constitui na SuteIntrusiva cida Rio Branco caracterizada no DomnioCachoeirinha, sendo identificadas trs fcies, a maiscomum, de composio sienograntica, seguida pelamonzograntica e mais raramente a de composiogranodiortica (Arajo, 2008). A fcies individualizadapara este estudo corresponde a fcies de composio

  • So Paulo, UNESP, Geocincias, v. 28, n. 2, p. 129-142, 2009 131

    FIGURA 1. Mapa geolgico simplificado do sudoestedo Estado de Mato Grosso (modificado de Ruiz, 2005) e a localizao das unidades estudadas.

    sienograntica, caracterizada pela presena de feno-cristais de feldspato potssico subdricos e ovaladospela corroso em suas bordas e apresentando feiesrapakivi com coroas de oligoclsio parcial ou totalmenteenvolvente.

    O Ortognaisse Fortuna (3) enquadra-se noconjunto litolgico denominado informalmente comoEmbasamento Metamrfico da regio do Destacamento

    Fortuna (Ruiz, 2005 e Ruiz et al., 2005). As rochasestudadas referem-se a gnaisses com estrutura ocelarcujos porfiroclastos de feldspato potssicos apresentamdimenses at

Recommended

View more >