revolucao francesa-versao-atual

Download Revolucao francesa-versao-atual

Post on 07-Dec-2014

192 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • 1. O DESPERTAR DE UM NOVO TEMPO
  • 2. INTRODUO: Compreendendo as causas da Revoluo Francesa
  • 3. Revoluo burguesa; marca a transio da Idade Moderna para a Idade Contempornea; destruiu o chamado Antigo Regime; extinguiu os resqucios feudais; acabou com um modelo de organizao poltica e social baseada nos privilgios de nascimento e de posio social colocou a burguesia no poder. DEFINIO
  • 4. A Frana passava crise devastadora. Por que? Havia a existncia de grupos privilegiados (clero, nobreza e o prprio rei); esses grupos no pagam impostos; gastavam recursos pblicos demasiadamente. Em contrapartida, os grupos sociais geradores de riqueza (burguesia, trabalhadores urbanos e camponeses); no possuam privilgios; viviam esmagados por impostos e leis. CONTEXTO HISTRICO
  • 5.
  • 6. A sociedade francesa seguia a seguinte lgica: rgida hierarquia social, baseada na diviso de classes (critrio nascimento); Sociedade estamental (sem mobilidade); Privilgios para o 1 e 2 Estados; Explorao total do 3 Estado que no participava da poltica. Entenda a pirmide a seguir: A ORGANIZAO SOCIAL
  • 7. PIRMIDE SOCIAL
  • 8. Objetivo, caractersticas e resultados: Solucionar a crise financeira da Frana Formada, em sua maioria, com membros do 2 Estado (nobreza); As propostas do rei foram rechaadas pelos nobres que o ameaam; Como consequncia, uma nova assembleia foi realizada (Assembleia dos Estados Gerais) que culminou no incio da Revoluo Francesa e na criao de uma Assembleia Nacional Constituinte. Assembleia dos Notveis
  • 9. Reunio entre os trs Estados para apontar solues acerca da profunda crise econmica. Cada Estado = 1 voto 1 e 2 se aliaram = 2 votos X 3 Estado = 1 voto 3 Estado reponde Queda da Bastilha Assembleia Nacional Constituinte Assembleia dos Estados Gerais
  • 10. Problemas sem soluo; incapacidade de a Monarquia resolver os problemas do Pas. popularizao das ideias iluministas, que propunham mudanas profundas na conduo dos negcios pblicos e na prpria estrutura do Estado; os iluministas foram os principais responsveis pela desestruturao dos alicerces ideolgicos do Antigo Regime. POR QUE UMA REVOLUO?
  • 11. Smbolo mximo da Revoluo queda do principal smbolo do Absolutismo monrquico, smbolo da tirania e das arbitrariedades do rei; A primeira vitria revolucionria demonstrou a possibilidade de xito contra o Antigo Regime; Queda da Bastilha
  • 12. Medidas: Declarao dos Direitos do Homem e do Cidado Principais pontos: liberdade, igualdade, inviolabilidade da propriedade; resistncia opresso poltica; direito propriedade privada; o Poder Executivo caberia ao rei e o Poder Legislativo caberia Assembleia. Confiscou dos bens do clero. Assembleia Nacional
  • 13. Consequncias da Assembleia: Lus XVI tenta fugir da Frana para forma um exrcito fora do pas e invadir a Frana, mas foi preso; O exrcito austro-prussiano avanava rumo Paris plano: contrarrevoluo conspirada pelo rei e pela aristocracia.
  • 14. No dia 20 de setembro de 1792 a Repblica da Frana foi proclamada, sendo governada por uma nova Assembleia Nacional: a Conveno. As foras polticas internas mais importantes desse perodo foram: - Partido Girondino representavam a alta burguesia. - Partido Jacobino representavam a pequena burguesia. Em 1793, o rei Lus XVI foi julgado na Conveno e condenado morte como traidor. O rei foi executado na guilhotina em 21 de janeiro de 1793. A Conveno
  • 15. O Perodo do Terror e o Governo Jacobino Os jacobinos, liderados por Robespierre, assumem o poder em 1792; Adotam medidas radicais, como: a imposio do Edito do Mximo: tabelamento dos preos mximos. taxavam os ricos, obrigando-os a pagar mais impostos. implantam o Terror, executando todos os suspeitos de discordarem de suas prticas. Em 1794, Robespierre foi deposto da Conveno.
  • 16. Reao Termidoriana Em 1795, os girondinos assumem o poder, e as medidas jacobinas so abolidas. Robespierre e outros jacobinos foram executados na guilhotina. A Conveno comea a elaborar uma nova Constituio, enquanto no sul e oeste do pas surgia uma contrarrevoluo realista que pretendia tomar o poder em Paris, mas foi repreendida por Napoleo. Em seguida a Conveno foi dispensada.
  • 17. A nova Constituio ficou pronta em 1795. A Constituio estabelecia a continuidade do regime republicano que seria controlado pelo Diretrio, formado por 5 membros eleitos pelo Legislativo. E era duvidosa a possibilidade da consolidao da burguesia atravs desse regime. O Diretrio perdurou at o ano de 1799, foi um perodo conturbado marcado pelo desemprego e corrupo e muitas revoltas, tanto das baixas camadas quanto da aristocracia. O Diretrio
  • 18. O general francs Napoleo Bonaparte, apoiado pela burguesia e pelo exrcito, aplicou o Golpe do 18 Brumrio que derrubou o Diretrio e o Conselho Legislativo, consolidando o poder da burguesia. Napoleo implantou o Consulado marcando o fim na Revoluo Francesa. O 18 Brumrio