Red pumpkin tcc

Download Red pumpkin tcc

Post on 26-Jun-2015

858 views

Category:

Documents

8 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. Generated by CamScanner</li></ul><p> 2. "Dentro de cada um de ns h uma fbrica de sonhos.Sonhos os quais chamamos de infinito. Porque quandoum acaba, outro comea. E quando um comea, j temoutro na fila esperando sua vez."(Autor desconhecido) 3. Camilla AquinoClaudia TannerEduardo Melo Jssica Cabral Uelyn ThaisOrientadora: Anuschka Lemos 4. SUMRIOAPRESENTAO DA AGNCIA4A agncia4Misso, viso e valores5INTRODUO 6DIAGNSTICOAspectos Externos7Anlise de Mercado 8Mercado Brasileiro de Food Service 8Perfil do gasto dos brasileiros com alimentao10Setor de bares e restaurantes12Cenrio Econmico de Curitiba14Pesquisa Quantitativa e Qualitativa19Consideraes finais sobre a pesquisa quantitativa 19Consideraes finais sobre as pesquisas33Aspectos Internos37Cliente38Histrico do Cliente 38Estrutura e Atividades Desenvolvidas 39Formas de Consumo40Pblico40Sustentabilidade e Meio Ambiente 41Canais de Comunicao42Expanso 47Misso, Viso e Valores47Concorrncia 48Concorrentes 1 49Concorrentes 2 72Mix de marketing 81Posicionamento 82 5. Anlise SWOT83Objetivos e problemas 84Objetivo de Marketing 84Problema de Comunicao 84Objetivo de Comunicao 85Verba 85Recursos Disponveis85Questes do Cliente 85PLANEJAMENTOPlano de comunicao87Target87Target Primrio 87 Perfil do target 88 Chopp88 Vodka89 Whisky 90Target Secundrio 91Target Tercirio92Estratgias 93Conceito criativo 94Tticas 95Target 195 Chopp e Vodka95 Whisky 119Target 2129Target 3131Cronograma136Plano de mdia137Objetivos 137Estratgias e tticas 137 6. Mdias alternativas137Meios digitais 138Revista141Plano de produo144Captao de recursos 151Remunerao da agncia 154Resumo dos investimentos 155APNDICESBriefing criativo157Anlise das questes abertas da pesquisa qualitativa 165Relatrio de pesquisa170Descrio dos fornecedores 184Carta de apresentao187Termo de confiabilidade188Atas de reunio189ANEXOSOramentos 192Contato com cliente220 7. 4A agnciaEra uma vez uma terra muito, muito distante, que h muito tempo foi descoberta pelosportugueses. Os ndios que aqui habitavam, apresentaram aos recm chegados, uma de suasmaiores especiarias, um fruto enorme e arredondado de tons alaranjados: a abbora. Aoretornarem para o continente europeu os portugueses levaram consigo as sementes daquelefruto que era mgico e extraordinariamente diferente de tudo aquilo que j conheciam. Assementes de abbora circularam por toda a Europa, germinando e espalhando-se rapidamente,tornando-se assim um sucesso absoluto.A agncia experimental Red Pumpkin Propaganda tem como objetivo espalhar seusresultados de maneira rpida, eficiente e com sucesso por diversos lugares, comeando pelomercado curitibano, onde desenvolve uma campanha publicitria para o TAJ Bar. CLAUDIA (NATHY) CAMILLA planejamento criaoEDUARDO JESSICAUELYNproduoatendimentomdia Orientadora Professora Anuschka Lemos 8. 5MissoOferecer, de forma relevante, solues prticas que conectem o cliente e sua marca de formacriativa, tica e estruturada. Procurar sempre a superao em todos os trabalhos apresentados,mantendo a pr-atividade e inovao.VisoSer uma agncia inovadora e de qualidade, que supere a concorrncia e os desafios do mercado,alcanando o respeito e a preferncia do cliente.ValoresNosso foco deve estar no cliente, buscando entender o mercado em que est inserido etrabalhar de tal forma que seus diferenciais sejam explorados de modo prtico e criativo. 9. 6IntroduoA Agncia Red Pumpkin Propaganda uma agncia experimental criada por 5 alunos docurso de Publicidade e Propaganda que tem por finalidade reformular a comunicao do TAJ Bar,empresa a qual atua no setor de bares de Curitiba, estando localizada na Avenida Batel.Efetuamos pesquisas que foram consideradas primordiais para o incio do projeto e construodo diagnstico no qual o resultado pode ser verificado posteriormente. Nossos estudostranscorrem pelos aspectos internos e externos do nosso cliente, enfatizando que as reuniescom o mesmo foram de extrema importncia para a confeco do diagnstico. Sendo assim,segue o estudo da Agncia Red Pumpkin Propaganda sobre o TAJ Bar. 10. 7ASPECTOS EXTERNOS 11. 8Anlise de Mercado e MacroambienteMERCADO BRASILEIRO DE FOOD SERVICEO mercado de food service envolve uma cadeia de produo e distribuio de alimentos,insumos, equipamentos e servios, orientado a atender os estabelecimentos que preparam efornecem refeies efetuadas principalmente fora do lar. o segmento onde o alimento processado para que, ao final da cadeia produtiva, venha aser consumido dentro ou fora do lar. So as refeies feitas no local de trabalho, no local delazer, em um hotel ou at mesmo em um hospital, ou ainda consumidas em residncias, maspreparadas em restaurantes, empresas de produtos congelados, etc. O universo de atuao do food service muito grande e altamente segmentado, abrangendodo informal cachorro quente da esquina at o restaurante do hotel cinco estrelas, padrogastronmico mundial; as grandes cozinhas industriais e redes de fast-food, as empresas decatering, os bares, restaurantes e similares, as escolas, sorveterias, padarias, lojas de convenincia,hospitais, entre outros. Cada segmento tem caractersticas bem diferentes no nvel deconsistncia de qualidade, formao da equipe de cozinha, criatividade e amplitude do cardpio,exigncias de qualidade dos produtos-ingredientes, uso de produtos de convenincia, nvel deservio ao consumidor final, disponibilidade de equipamentos, sofisticao na preparao, etc. O ramo dividido em dois macro segmentos: o das refeies coletivas (chamado de nocomercial ou social) que atende, no mbito pblico e privado, a empresas, instituies de ensino(escolas em todos os nveis), de sade e assistncia social (hospitais, asilos e orfanatos) e outrossegmentos como foras armadas, comunidades religiosas, prises, etc., e o comercial, compostopor empresas que tm o objetivo do lucro diretamente no comrcio de alimentos processados,como bares, restaurantes tradicionais, fast-foods, cafs, lanchonetes, hotis e pontos de venda eservios de entrega em geral. De acordo com o infogrfico a seguir (produzido pela Agncia Red Pumpkin Propaganda apartir da anlise de dados do mercado), nas Amricas, o Brasil ocupa 7,7% do share do mercado,estando atrs apenas dos Estados Unidos, que ocupa 75%. Isso se deve ao fato da grandeexpanso do mercado de food service no Brasil a partir do ano de 2002. Nos ltimos anos, oavano da participao da mulher na populao economicamente ativa saltou de 23% para 43%,diminuindo a disponibilidade feminina para a confeco de refeies para a famlia, o que levouao aumento da renda familiar, possibilitando o acesso a novos padres de consumo. Pesquisas realizadas pelo ECD (Consultoria Especializada em Food Service) em 2012 afirmamque no Brasil, o setor de food service fatura quase R$420 milhes por dia, e tem suas despesasdistribudas entre impostos (13%), colaboradores (22%), mercadoria (35%) e ocupao (8%). Com 12. 9faturamento estimado em R$238 bilhes em 2012, o mercado de alimentao fora do lar devecrescer mais de seis vezes acima do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Nos bares, segmento no qual se encaixa o TAJ Bar, o faturamento equivale a 13% dofaturamento total do setor, ficando atrs somente dos restaurantes. Ainda de acordo compesquisas realizadas pelo ECD datadas de 2012, uma das principais tendncias para o setor debares um forte desenvolvimento do gastrobar, que se trata da oferta de uma gastronomiaespecializada. Afirma-se nesse sentido que o TAJ Bar j tem um diferencial de destaque nomercado, devido ao seu cardpio especializado em gastronomia indoasitica. 13. 10 PERFIL DE GASTOS DO BRASILEIRO COM ALIMENTAO FORA DE CASAO consumidor brasileiro passa a disponibilizar cada vez mais uma parte maior da sua rendapara a alimentao fora de casa. Em 2010, gastava em torno de 25%, em 2012 este ndice subiupara 30% e a prospeco para 2014 que aumente para at 37%. Um dos fatores que deve serlevado em conta a renda mensal do consumidor: Aqueles que, por exemplo, possuem umarenda mdia mensal de R$400,00 gastam at 18% com alimentao fora de casa, j aqueles quepossuem uma renda mais elevada, acabam gastando mais com este setor, chegando a 37%. De acordo com o infogrfico a seguir (produzido pela Agncia Red Pumpkin Propagandaa partir da anlise de dados do mercado), que trata do perfil de gastos (...) dos brasileiros comalimentao fora de casa, o pblico do TAJ Bar, que se encontra nas classes A e B, possui umarenda mais elevada e, portanto, acaba destinando boa parte da sua renda a este setor. E, deacordo com a anlise da pesquisa realizada pela Agncia Red Pumpkin Propaganda, esteconsumidor no se importa com promoes e preos, mas sim com a qualidade dos servios edos benefcios agregados. 14. 11 15. 12SETOR DE BARES E RESTAURANTESDe acordo com a Abrasel (Associao Brasileira de Bares e Restaurantes), o setor dealimentao em bares e restaurantes cresceu 18% em 2011, o que equivale a um montante deR$215 bilhes, chegando a representar 2,4% do PIB brasileiro. Em Curitiba, o consumidor umgrande colaborador para estes dados, pois 30% dos indivduos almoam fora de casa todos osdias da semana, tendo um gasto mdio de R$20,00 por refeio. A Abrasel tambm divulgou que, nos ltimos 20 anos, o setor de bares e restaurantestem crescido cerca de 7% ao ano, o que promove uma maior empregabilidade no setor,aumentando a taxa de ascenso e incluso social das classes menos favorecidas. As baladas emCuritiba - outro setor que concorre com os bares e restaurantes, ficam 2,44% mais caras a cadaano, o que na verdade contribui para o aumento do deslocamento do consumidor para bares erestaurantes. Curitiba tambm adquiriu um circuito de restaurantes para as classes A e B, queevoluiu muito a ponto de virar atrativo turstico. Outro sinal da evoluo da qualidade do serviona cidade a grande variedade de tipos de estabelecimentos, como os temticos, onde seenquadra o TAJ Bar, por sua inspirao indoasitica. Por outro lado, existem dados que no apresentam projees positivas para o setor. Umamdia de 150 bares e restaurantes abrem por ano e em torno de 100 fecham as portas. Issoocorre devido s cargas tributrias cobradas pelo governo, o grande nmero de concorrentes e afalta de capital de giro. O setor de bebidas tambm sofreu um grande impacto no ano de 2012.Altos impostos passaram a ser cobrados, chegando a 4,5% para bebidas alcolicas e 9% para asno alcolicas. Estes fatores contriburam tambm para que a refeio fora de casa aumentasse8,02% nos ltimos meses, fazendo com que o consumidor pense um pouco mais antes de sair decasa. Outro ponto negativo a falta de gerentes qualificados no quadro de funcionrios, o queatinge quase que 100% do setor gastronmico, apesar de o salrio para este cargo variar de R$1,8mil a R$7 mil.O TAJ Bar est sujeito a vrios destes fatores de risco, tendo como base a pesquisarealizada pela Agncia Red Pumpkin Propaganda, que mostrou que um dos grandes problemas doestabelecimento o atendimento, consequncia da falta de funcionrios qualificados citadaanteriormente. 16. 13 17. 14CENRIO ECONMICO DE CURITIBAEstado a que Pertence: ParanData de Fundao: 29 de maro de 1693Populao: 1.746.896 habitantes (Censo 2010)rea (em km): 434.967Densidade Demogrfica (habitantes por km): 4.025Produto Interno Bruto (PIB)*: R$ 45,7 bilhes (ano de 2009 - fonte IBGE)Renda Per Capita*: R$ 24.720,00 (ano de 2009)ndice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,856 elevadoPrincipais Atividades Econmicas: comrcio, finanas e serviosMortalidade Infantil (at 5 anos de idade): 24,26 (por mil crianas)Taxa de Alfabetizao: 96,63% da populao.EconomiaCapital do estado do Paran, Curitiba referncia internacional de planejamento urbanoe qualidade de vida. a melhor capital do Brasil pelo ndice de Condies de Vida (ICV). tambm um dos principais plos indstrias da regio sul e est estrategicamente situada entretrs pases que fazem parte do Mercosul: Argentina, Paraguai e Uruguai, o que lhe proporcionainmeras vantagens econmicas e comerciais. A regio Sul tambm tem sido foco parainvestimentos, oferecendo infraestrutura de qualidade. Os trs estados atraram 115 projetosentre 2007 e 2011, criando mais de 48 mil empregos. Entre os setores que so do interesse deinvestidores estrangeiros destacam-se o automotivo, TI e transformao industrial. Alm dainstalao de grandes companhias europias, como Renault e Volkswagen no Paran, iniciativas dogoverno local para o desenvolvimento do setor de tecnologia devem fortalecer o investimentoprivado.Muitos fatores fazem de Curitiba uma cidade atraente para empreendimentos. Eleitatrs vezes pela Revista Exame (2000, 2001 e 2002) como a Melhor Cidade do Brasil para seFazer Negcios, com destaque especial para o potencial de consumo de seus 1,6 milhes dehabitantes: 3852 dlares per capita por ano. Em 2000, segundo o IBGE, Curitiba j abrigava 69 milsedes de empresas, sendo 41% delas, fundadas a partir de 1995. Outro dado de grandeimportncia a vitria do prmio Globe Award Sustainable City, que elege a cada ano a cidademais sustentvel do mundo. O prmio organizado pelo Globe Forum, da Sucia. Odesenvolvimento sustentvel um dos grandes desafios da atualidade e do futuro do planeta. Oobjetivo do prmio destacar cidades com excelncia em desenvolvimento urbano sustentvel 18. 15e torn-las exemplos positivos para outras cidades. Este o segundo prmio mundial vencido porCuritiba neste ano. Em janeiro, a cidade ganhou o Sustainable Transport Award, em Washington,pela implantao da Linha Verde. O jri avaliou itens como preservao de recursos naturais;bem-estar e relao social nas cidades; inteligncia e inovao nos projetos e programas; cultura elazer; transporte; confiana no setor pblico e gerenciamento financeiro e patrimonial. Assim, Curitiba torna-se a cidade com maior atratividade fora do eixo Rio - So Paulo. SoPaulo (56,8%) e Rio de Janeiro (24,6%) continuam os destinos mais atrativos. Curitiba destacadapor ser um plo de Tecnologia da Informao (TI), por ter um bom sistema de transporte e fcilconectividade com as demais regies do Brasil. Nos ltimos dois anos, Curitiba foi a terceiracidade que mais atraiu projetos de investimentos estrangeiros diretos. Alm disso, em 2011, acidade apresentou um aumento de 120% em nmero de projetos em comparao com o anoanterior. Curitiba a cidade mais promissora do pas, segundo pesquisa realizada com 250executivos internacionais pela empresa de auditoria Ernest &amp; Young. A capital paranaense atraiu2% dos projetos estrangeiros. A pesquisa tambm mostra Curitiba como a cidade maispromissora e como a quarta cidade mais atraente, ficando a frente de Belo Horizonte e PortoAlegre, que possuem o mesmo porte da capital paranaense. 19. 16 Mais uma vez no quesito infra-estrutura, desde 2005 a Prefeitura de Curitiba comeou aestudar a criao de um plo tecnolgico e, em 2007, criou o Tecnoparque para atrair maisindstrias e tecnologias para a cidade. O presidente da Agncia Curitiba tambm ressalta comofator de atrao o ISS Tecnolgico, que reduz de 20 a 50% o valor do imposto para as empresasque investirem em equipamentos ou qualificao dos funcionrios. A nica ressalva que osprodutos ou cu...</p>