recursos minerais – brasil estrutura ge0lÓgica escudos cristalinos: minerais metálicos (ferro,...

Download RECURSOS MINERAIS – BRASIL ESTRUTURA GE0LÓGICA Escudos Cristalinos: Minerais metálicos (ferro, manganês, cobre, tungstênio, alumínio...); rochas ornamentais

Post on 18-Apr-2015

105 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • RECURSOS MINERAIS BRASIL ESTRUTURA GE0LGICA Escudos Cristalinos: Minerais metlicos (ferro, mangans, cobre, tungstnio, alumnio...); rochas ornamentais e de construo (pedras preciosas, mrmore, granito, quartzito, gnaisse...). Bacias Sedimentares: combustveis fsseis (carvo, petrleo, xisto betuminoso); minrios de construo e industriais (calcrio, argila, areia, sal-gema, potssio, diatomita...); garimpo de aluvio; gua mineral.
  • Slide 2
  • RECURSOS MINERAIS - BRASIL A atividade mineradora monopolizada no comrcio mundial: exige vultosos volumes de capitais (pesquisa, infra-estrutura, transporte) e de produo. A atividade mineradora monopolizada no comrcio mundial: exige vultosos volumes de capitais (pesquisa, infra-estrutura, transporte) e de produo. No Brasil, at anos 90, o setor minerador foi dominado pelo Estado brasileiro, quando as polticas neoliberais o repassaram ao setor privado. No Brasil, at anos 90, o setor minerador foi dominado pelo Estado brasileiro, quando as polticas neoliberais o repassaram ao setor privado.
  • Slide 3
  • Slide 4
  • REGIES MINERADORAS: QUADRILTERO FERRFERO (MG) QUADRILTERO FERRFERO (MG) - Maior produo brasileira de minrio de ferro (cerca de 60%), tambm h produo de mangans e ouro. - Maior produo brasileira de minrio de ferro (cerca de 60%), tambm h produo de mangans e ouro. - Mercado interno: abastece as siderrgicas de RJ (CSN Companhia Siderrgica Nacional, especialmente) e SP (COSIPA), atravs da E.F. Central do Brasil. Fornece minerais metlicos tambm ao Vale do Ao, em MG (USIMINAS, ACESITA, MANNESMAN - Mercado interno: abastece as siderrgicas de RJ (CSN Companhia Siderrgica Nacional, especialmente) e SP (COSIPA), atravs da E.F. Central do Brasil. Fornece minerais metlicos tambm ao Vale do Ao, em MG (USIMINAS, ACESITA, MANNESMAN...).
  • Slide 5
  • ESCOAMENTO INTERNO
  • Slide 6
  • VALE DO AO E EXPORTAO
  • Slide 7
  • SIDERURGIA. A estrutura do setor siderrgico brasileiro ao longo dos anos 90 passou por profundas mudanas, dentre as quais destacam-se a privatizao e processos de fuses e aquisies, casos de USIMINAS/COSIPA, ACESITA/CST, Belgo Mineira/ Mendes Jnior, GERDAU/AOMINAS.. Setor altamente monopolizado: em torno de nove empresas so responsveis por 96% da produo de ao no Brasil, destacando-se: CST - Companhia Siderrgica Tubaro, GERDAU e CSN Companhia Siderrgica Nacional. Em 2008, 13 empresas, sob controle de 8 grupos empresariais, operavam 26 siderrgicas em 10 estados, produzindo 33,7 milhes de toneladas de ao bruto).. Setor altamente monopolizado: em torno de nove empresas so responsveis por 96% da produo de ao no Brasil, destacando-se: CST - Companhia Siderrgica Tubaro, GERDAU e CSN Companhia Siderrgica Nacional. Em 2008, 13 empresas, sob controle de 8 grupos empresariais, operavam 26 siderrgicas em 10 estados, produzindo 33,7 milhes de toneladas de ao bruto).
  • Slide 8
  • Slide 9
  • CARAJS --VASTA PROVNCIA MINERAL (OURO, NQUEL, COBRE, MANGANS...), COM DESTAQUE PARA O FERRO: A MAIOR JAZIDA DE ALTO TEOR DO MUNDO. --DESCOBERTA NA DCADA DE 6O MAS SOMENTE NOS ANOS 8O O PROGRAMA GRANDE CARAJS, CRIADO PELA CVRD, DESENVOLVE PROJETO MINERADOR, INDUSTRIAL (PRODUO DE FERRO-GUSA E OS PLOS DE ALUMNIO) E AGROPECURIO, ENVOLVENDO VASTA REGIO.
  • Slide 10
  • - INFRA-ESTRUTURAS IMPANTADAS:. ESTRADA DE FERRO CARAJS: CERCA DE 1000 KM, DO SUL-SUDESTE DO PAR ILHA DE SO LUS DO MARANHO. SO 330 VAGES E 4 LOCOMOTIVAS (TRANSPORTA 40.000 ton. DE MINRIO DE FERRO E POSSUI 3.500 m. DE EXTENSO).
  • Slide 11
  • INFRA-ESTRUTURAS IMPANTADAS:. E. F. CARAJS. PORTO PONTA DA MADEIRA: EM ITAQUI, PRXIMA CAPITAL MARANHENSE. RECEBE NAVIOS COM CAPACIDADE SUPERIOR A 400 MIL TONELADAS.
  • Slide 12
  • INFRA-ESTRUTURAS IMPANTADAS:. E. F. CARAJS. PORTO PONTA DA MADEIRA. HIDRELTRICA DE TUCURU: A SEGUNDA MAIOR DO BRASIL. FORNECE ENERGIA COM DESCONTO AOS PLOS DE ALUMNIO.
  • Slide 13
  • CARAJS: INFRA-ESTRUTURAS
  • Slide 14
  • BAUXITA
  • Slide 15
  • - AS REAS DE PRODUO DE BAUXITA SO, PRINCIPALMENTE:. O VALE DO RIO TROMBETAS, NA SERRA DE ORIXIMIN (NORDESTE DO PAR), QUE PRODUZ EM TORNO DE 80% DESTE MINRIO.. POOS DE CALDAS, NO SUL DE MINAS GERAIS.
  • Slide 16
  • Slide 17
  • MANGANS Minrio fundamental para a fabricao do ao, tambm empregado na indstria qumica, cermica (colorao), eltrica (pilhas secas), agricultura (fertilizante), entre outras aplicaes.
  • Slide 18
  • - AS MAIORES RESERVAS DE MANGANS ENCONTRAM-SE NO PAR, MATO GROSSO DO SUL E MINAS GERAIS.
  • Slide 19
  • - O MACIO DO URUCUM POSSUI A 2 MAIOR RESERVA DE MANGANS (DEPOIS DO PAR), PORM SUA PRODUO LIMITADA PELA MAIOR DISTNCIA DAS SIDERRGICAS DO SUDESTE E PARTE DE SUA PRODUO EXPORTADA AOS VIZINHOS PLATINOS (HIDROVIA DO RIO PARAGUAI). - O MACIO DO URUCUM POSSUI A 2 MAIOR RESERVA DE MANGANS (DEPOIS DO PAR), PORM SUA PRODUO LIMITADA PELA MAIOR DISTNCIA DAS SIDERRGICAS DO SUDESTE E PARTE DE SUA PRODUO EXPORTADA AOS VIZINHOS PLATINOS (HIDROVIA DO RIO PARAGUAI).
  • Slide 20
  • ESTANHO - Extrado do metal cassiterita e j utilizado h mais de 5 mil anos, na idade do bronze.
  • Slide 21
  • ESTANHO - Aplicaes: ligas variadas (bronze, solda, metal de sino...) na produo de fusveis, molas, juntas ; anti- corrosivo; conservao de alimentos (folhas de flandres); sabes, perfumes, espelhos, remdios, papel (sais de estanho); embalagens (finas lminas em confeitos, doces...); fios de ims supercondutores.
  • Slide 22
  • Slide 23
  • - O Brasil possui cerca de 11% das reservas mundiais de estanho (a quinta maior do mundo). tambm o sexto maior produtor mundial. - As reservas brasileiras esto localizadas na regio Amaznica: Provncia Mineral do Mapuera, no Amazonas e na Provncia Estanfera de Rondnia (cerca de 60% e 40%, respectivamente, da produo nacional). - As reservas brasileiras esto localizadas na regio Amaznica: Provncia Mineral do Mapuera, no Amazonas e na Provncia Estanfera de Rondnia (cerca de 60% e 40%, respectivamente, da produo nacional).
  • Slide 24