P&v 1 t13

Download P&v 1 t13

Post on 24-May-2015

196 views

Category:

Spiritual

7 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. SUMRIO05Primeiras Palavras Vivendo um novo tempo!10 13LIES 28 O que culto 32 Cultuar necessrio 36 Adorao extravagante, 1 40 Adorao extravagante, 2 44 Adorao sincera 48 Deus: o principal oficiante do culto dataPalavras do redator O que adorar?datadatadataEducao Religiosa A Sagrada Engenharia17datadata20Igreja Unidade e solidariedade52 Estilos de culto 56 Msica na Bblia, 1 60 Msica na Bblia, 2 64 Cristo: assunto central no culto datadata23Vida Crist Pecado Zero, Viva o lado santificado da vida!datadata68 Msicos ou Levitas? 72 Viver para cultuar 76 Adorao e Misso data27Sade Emocional Do solidrio ao solitrio percurso amigo no viver de irmo Apresentaodatadata</li></ul><p> 2. Quero parabenizar o pastor Jos Gomes da Silva (Igreja Batista de Ponte Preta Queimados RJ), pelo excelente comentrio sobre o livro de Neemias, em que o autor abordou com muita propriedade a Destruio de Jerusalm, pelos Babilnicos, dando incio ao cativeiro. A cidade foi totalmente arrasada, os judeus sofreram muito. Quero ressaltar a viso de Neemias na restaurao dos muros de Jerusalm em cinquenta e dois dias, sofrendo oposio de Sambalate, Tobias e outros, mas no recuou um s instante. Quantos sofrimentos, quantas vidas destroadas, at a cultura do povo foi prejudicada. Confesso que aprendi muito nestas 13 lies em que o autor abordou com muita profundidade, extraindo de um Resumo Histrico acontecimentos de um povo que foi escolhido por Deus para ser o porta-voz s naes, mas negligenciaram e foram derrotados pelos opositores babilnicos. Quero registrar tambm meus cumprimentos aos autores das demais matrias publicadas na revista e solicito ao pastor Francisco Nicodemos Sanches que escreva as 13 lies sobre o livro de J, pelo qual tenho muita apreciao, pelo seu contedo doutrinrio profundo, que certamente trar muita contribuio s igrejas batistas. Fica aqui registrada a minha contribuio. Cordialmente, Ailton Marques 1 IB Mesquita / RJQuero mas uma vez parabenizar a revista Palavra e Vida, que j faz parte da minha vida, pois todos os dias estudo as lies e tenho aprendido muito. Quero parabenizar o pastor Lcio Dornas pela iniciativa de colocar o significado de palavras no muito comuns no nosso vocabulrio dirio. Falei sobre isso na revista outubro/novembro/dezembro 2009, sobre a dificuldade de pessoas entenderem as lies, por muitas delas no terem acesso a dicionrios, por isso quando olhei a revista deste trimestre fiquei muito feliz. A paz do Senhor para todos. Andr Marcos Porto Nascimento 3 IB de Maca - RJ Ol, queridos! Graa e Paz! As lies do 4 trimestre esto timas, contextualizadas. Alis, as lies do 2 e 3 esto se complementando. Parabns! Quero salientar a necessidade de uma reviso detalhada, cuidadosa, com relao aos vocbulos empregados nas lies. Se estamos em uma Escola precisamos ser prticos e facilitadores. Gosto das palavras rebuscadas, mas elas se encaixam melhor nos halls das universidades e no nos bancos da EBD. Deduz-se que, caso os professores tenham alguma dificuldade, recorram ao dicionrio ou internet, mas, e aqueles alunos que no tm acesso estes? Sem 2 3. falar que pode interromper uma linha de raciocnio enquanto se vai busca de ajuda. Salomo, o mais sbio dos homens, escreveu teses profundas, mas de fcil assimilao. O que dizer de Jesus, o Mestre dos mestres, a essncia da sabedoria, que usava as coisas simples para ensinar grandes verdades. At as crianas estavam ao redor dele! Fao questo de ler as prdicas dos pastores Jos Maria de Souza e Marcos Zumpichiatte, quanta profundidade com tanta simplicidade! E as palavras da Lucimery (tive a honra de conhec-la no Congresso de EBD em Austin (ela bno pura!) falou exatamente o que aconteceu comigo em 2010 quando eu quis recusar ser diretora de EBD: Deus me perguntou o que eu tinha nas mos e me fez lembrar o milagre que foi conquistar o bacharelado. E quando as coisas ficaram complicadas e resolvi parar, Deus me levou at Eclesiastes 9.4,10. Por isso, enquanto eu tiver o sopro da vida e a graa de Deus, procurarei ajudar aqueles que Deus me confiou. Glrias, honras, adorao e louvor ao nico que digno de receber: o Deus Todo-Poderoso! Um forte abrao a todos. Jaine P. S. Alexandrino 1 IB em Pira/RJOl, Irm Lucimery Ontem recebi a revista do trimestreefiquei muito feliz em ler um artigo seu. Realmente Deus a abenoou com o dom da escrita, porm mais que isso, o discernimento que voc tem, a viso dotodo. Irm, me identifiquei muito. Sou do tipo que utiliza todos os recursos disponveis... se notem isso, uso aquilo,eassim realizamos a obra. Eu era membro de uma igreja maior, mais cidade. Quando me transferi para Vila Brasil em Itaboraeaparecina EBD com tiras de papel com tpicos previamente escritos. Para minha surpresa a classe amou, o diretor veio me parabenizar. Eu pensei: Se aparecesse na outra igreja com isso seria chamada de arcaica. Fiz recentemente o estudo do Manual na JCA utilizando um lbum seriado, confeccionado por mim. Foi um sucessoeserviu de exemplo no treinamento de professores da EBD. Obrigada por reforar a ideia que o que vier s nossas mos precisa ser bemfeito com os recursos disponveis. Deus aabenoe constantemente, como tem feito. Fico aqui orandoeaguardando sua prximapalavra. Beijo, Nilma BeltroEscreva para nossa redao.contato@batistafluminense.org.br Mande suas sugestes, crticas e observaes.3 4. PrimeiVivendo um novo tempo! Ento lhes contou esta parbola: Ningum tira um remendo de roupa nova e o costura em roupa velha; se o fizer, estragar a roupa nova, alm do que o remendo da nova no se ajustar velha. E ningum pe vinho novo em vasilha de couro velha; se o fizer, o vinho novo rebentar a vasilha, se derramar, e a vasilha se estragar. Ao contrrio, vinho novo deve ser posto em vasilha de couro nova. Lucas 5.36-38Naturalmente que no Mundo Antigo no havia vasilhames de vidro e plstico, seno cantis feitos de peles de animais e moringas feitas de barro. O texto antes fala do remendo novo que no deve ser colocado em roupa velha, pois esta no resistiria e acabaria se rompendo causando desperdcio de tempo e recursos.Dentro da cultura do seu tempo, como lhe era de costume, Jesus usa estas duas figuras: remendo novo em roupa velha e vinho novo em odres velhos, para falar de mudanas e transformaes. De um modo geral podemos afirmar que h um princpio claro nessa parbola: realidades e situaes novas requerem estruturas novas para serem vivenciadas. De um outro ponto de vista, podemos afirmar que se desejamos resultados diferentes em um novo tempo, precisamos ter aes ou atitudes diferentes, caso contrrio, como temos aprendido, insanidade. Se voc vai para uma atividade nova, seja um esporte, um trabalho, uma situao nova, 5 5. normalmente isso vai exigir de voc que aprenda habilidades novas. Por exemplo, se voc vai entrar num relacionamento novo no emprego, nos estudos, na vizinhana, e at mesmo no casamento e vida em famlia, isso vai requerer de voc a capacidade de adquirir novas atitudes. Se voc deseja viver um novo tempo, se as nossas igrejas desejam experimentar um novo tempo, ainda que entremos num novo ano, isso no ocorre de modo automtico. Quantas e quantas vezes vemos pessoas, famlias, empresas, igrejas entrarem num novo tempo (ano) e no experimentarem nada novo. Sem dvida, um novo tempo vai estar relacionado sempre a novas atitudes. Aplicando vida pessoal, o que poderia ser chamado de odres velhos ou remendos velhos? Velhas maneiras de pensar, hbitos velhos, velhos modos de agir, de falar, de responder. Aplicando vida da igreja, poderamos falar de estratgias que j deram certo e hoje pela conjuntura atual j no funcionam mais, ainda que no passado tenham produzido bons frutos, mas hoje j no produzem mais. Que tal diante de um novo ano, fazermos uma reviso dos nossos procedimentos, de nossos hbitos, de nossas estratgias? Ns no 6precisamos abrir mo de nossas convices, para nos abrirmos para novas estratgias e metodologias. Considerando esta possibilidade quero desafi-lo a, diante dos novos problemas, reagir com criatividade; diante das novas presses reagir com convico e diante das novas possibilidades, reagir com coragem. Em primeiro lugar, diante dos novos problemas reaja com criatividade. Se voc tem dvidas, eu tenho certeza que voc enfrentar muitos problemas em 2013 e vrios deles se apresentaro de forma que voc no estava acostumado a enfrentar. Tenho aprendido que ser inteligente ter a capacidade de estar aberto a novas ideias e at mesmo a procurar por elas. Posso afirmar, pela observao, que a maioria das pessoas gasta mais tempo e energia girando em volta dos problemas do que tentando resolv-los com criatividade. Ser criativo na busca de soluo dos velhos e novos problemas implica voc deliberadamente evitar endurecer em suas opinies. Lembro-me muito bem quando fazia os meus trabalhos de seminrio e com muito custo usava a mquina de escrever, quando era possvel. Pode rir, mas sou desse tempo. Algum tempo depois, numa instituio, mesmo com a chegada do computador, ainda era 6. proibido entregar os trabalhos de ps-graduao digitados, tinham que ser datilografados. Hoje, impossvel se pensar num trabalho de ps-graduao que no seja preparado em um computador. Diante dos novos problemas, vamos reagir com criatividade. Em segundo lugar, diante das novas presses, reaja com convico. Uma coisa a capacidade criativa para buscar estratgias novas e outra coisa manter a nossa convico diante das presses da vida. No se amoldem ao padro deste mundo, mas transformemse pela renovao da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradvel e perfeita vontade de Deus. Romanos 12.2 O ensino do texto que no se pode permitir que o mundo molde voc, as suas convices, mas ao contrrio voc vai se deixar ser moldado por Deus. Nada pode ser mais valioso do que o conjunto de crenas que temos conosco. De acordo com o que cremos vamos ser bem ou malsucedidos em nossas vidas em todas as reas. A guerra no uma coisa boa, mas apenas para ilustrar, a guerra para alguns apenas uma tarefa que se cumpre em nome de algum pas, enquanto para outros, uma questo de honra, de luta por umideal. O diferencial o que se cr, so os valores que se tem. Pergunto eu: quais so os valores em que voc acredita pessoalmente, como famlia? Quais so os valores inegociveis de sua igreja? Um lder sem convico no vai a lugar algum com os seus liderados. Pessoas sem convico no realizam grandes coisas. Diria que uma frase que revela convico seria: Farei somente a coisa certa no importando quais sejam as consequncias. Daniel, o servo de Deus da Bblia, fez isso. Diante do manjar do Rei, posicionou-se em no com-lo, correndo todos os riscos. O resultado foi a bno de Deus sobre sua vida. Faa uma reflexo pessoal, diante da oportunidade de viver um novo ano, rever os seus valores e suas convices, sendo eles coerentes com Deus e com a sua Palavra, reafirme-os e Deus abenoar voc. Em terceiro lugar, diante das novas possibilidades, reaja com coragem. Se um novo ano traz consigo novas possibilidades isso pode significar uma oportunidade de crescimento. Quando uma porta se abre, se temos a certeza de que de Deus para ns, devemos reagir com f, com coragem. Eu creio que Deus ao nos dar um novo tempo, est nos dando tambm novas possibilidades. Precisamos estar 7 7. com os olhos abertos para elas e nos lanarmos para realiz-las, ainda que isso signifique correr algum risco. A bem da verdade, voc se lembra de algum ato de f na Bblia que no tinha consigo riscos iminentes? Que tal identificar velhos e maus hbitos e lutar contra eles mudando para novos e bons hbitos abenoados por Deus? Que tal adotarmos uma disciplina especfica seja relacionada vida espiritual, fsica, familiar ou at mesmo profissional, visando obtermos resultados novos e duradouros? O que voc espera colher de forma diferente do que voc tem colhido at aqui, requer que voc semeie. Uma colheita diferente na vida familiar, financeira, fsica, espiritual, familiar, profissional, requer uma semeadura diferente e corajosa. Diz a Bblia: Pois o que o homemsemear, isso8tambm colher (Glatas 6.7). Se voc deseja que sua vida material cresa, que sua vida espiritual cresa, que a sua igreja cresa, voc precisa estar aberto a assumir novos compromissos com coragem e f. Vivendo um novo tempo: diante de novos problemas ou situaes, use a sua criatividade dada por Deus; diante das presses sejam elas quais forem, aja com convico e baseado nos seus valores; diante das novas possibilidades, mantenha a coragem e a f. Aproveite a ocasio de um novo ano, para que com ele voc viva de fato um novo tempo do agir de Deus em sua vida, em sua histria, em sua liderana e na vida da sua igreja. Jos Maria de Souza Pastor, diretor executivo da CBF 8. O que adorar? Mas a hora vem, e agora , em que os verdadeiros adoradores adoraro o Pai em esprito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. (Joo 4.23) Jesus afirma com autoridade que o Pai procura adoradores que o adorem em esprito e em verdade, porque Deus sempre quis do homem uma atitude de adorao verdadeira e voluntria. Por isso ns, que hoje nos levantamos como adoradores, se queremos adorar ao Senhor da maneira certa devemos antes entender o verdadeiro significado da adorao. ADORAR: O dicionrio Aurlio define adorao como culto a uma divindade; culto, reverncia e venerao. O mesmo dicionrio define o verbo adorar como render culto a (divindade); reverenciar, venerar (Dicionrio AurlioEletrnico). No original grego encontramos a palavra proskuneo, que tem como significado: prostrarse, vergar-se, obedecer, mostrar reverncia, homenagear, louvar, adorar. Na adorao a Deus no existe uma frmula exata de como fazer ou um modelo de adorao predefinido. A adorao algo que deve ser feito com espontaneidade, voluntariedade, em esprito e em verdade como o prprio Jesus falou. A mulher samaritana trouxe a Jesus uma pergunta muito difcil de ser respondida, pois qualquer um que no fosse entendido diria que o modelo certo de adorao 10 9. seria o da sua igreja. Aquela mulher sendo samaritana sabia que os seus pais adoravam nos montes,mas ela tambm sabia que Jesus era judeu e que os judeus adoravam em Jerusalm, no Templo feito para adorao. Porm Jesus conhece o verdadeiro significado da adorao e ao responder Ele nos d uma lio, uma grande lio. No existe lugar especfico para adorar a Deus. Os samaritanos subiam os montes para adorar, mas ao descer esqueciam todo o sentido da reverncia e o verdadeiro amor ao Pai, enquanto que os judeus iam ao Templo para adorar, faziam longas viagens at Jerusalm no intuito de adorarem a Deus, mas tambm no conseguiam entender o verdadeiro sentido da adorao. Jesus responde: nem nos montes, nem em Jerusalm, mas em esprito e em verdade. O que ser que Jesus quis dizer com esteadorar em esprito e em verdade? Adorar em esprito e em verdade, implica buscar a Deus de todo o nosso corao: Deus nos garantiu que o acharamos, ao busc-lo de todo o nosso corao (Jr 29.12,13 Ento vocs clamaro a mim, viro orar a mim, e eu os ouvirei. Vocs me procuraro e me acharo quando...</p>