projeto musical " inesquecível"

of 36 /36
Página | 1 Projeto INESQUECÍVEL Alan Andrade [email protected] .

Author: administradora-de-bens

Post on 24-Jul-2016

226 views

Category:

Documents


3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • P g i n a | 1

    Projeto

    INESQUECVEL

    Alan Andrade

    [email protected]

  • P g i n a | 2

  • P g i n a | 3

    Apresentao

    Aliando o seu cenrio cotidiano a poesias e ritmos o

    artista cantor compositor Alan Andrade concebeu o disco lbum

    INESQUECVEL, este, que traz como titulo uma de suas faixas.

    Apresentando-se na noite, em bares e, em projetos:

    Castanheira Shopping Musica no Shopping, FUMBEL Tem Art

    na Praa e, atuar como participante de workshopings e oficinas,

    este artista vem construindo uma carreira voltada de elogios, de

    novas experincias e, novas parcerias.

    Aqui nesta pequena amostra, procura-se mostrar um pouco

    do que constri, e, desenvolve este artista.

  • P g i n a | 4

    SUMRIO

    Capa

    Abertura

    Apresentao

    Sumrio

    Repertrio

    Cronograma de atividade

    Plano de Investimento

    Oramento Indstria de cpia de Cds e Dvds

    Arte do lbum

    Projeto digital do lbum

    Realize (comprovao de participaes)

    Contra partida do autor

    Continuidade do projeto

    Letras

    Dados bancrios

    Contatos

  • P g i n a | 5

    REPERTRIO

    NALA

    ADORO VOC

    VERDE SINAL

    OURO MEU PAI

    L SONG

    DUNAS DE AREIA

    FLR

    BICHO DO MATO

    A RAINHA DE LISTRADOS

    OS DOIS

    PRA SEMPRE

    MAL NECESSRIO

  • P g i n a | 6

    CRONOGRAMA DE ATIVIDADE

    VISUAL (ANEXO- ART)

    INCIO DATA - HORA

    VISUAL (ANEXO- ART)

    FIM DATA - HORA

    ENTRADA EM ESTDIO

    SADA DE ESTDIO

    INCIO DATA - HORA

    FIM DATA - HORA

    ENCOMENDA INDSTRIA DE CPIA DE CDs

    RECEBIMENTO

    REPASE PAGAMENTOS (CONTRATOS)

    PRESTAO DE CONTAS

    AUDIO (ANEXO- DISCO)

    INCIO DATA - HORA

    AUDIO (ANEXO- DISCO)

    FIM DATA - HORA

    ENTRADA EM ESTDIO

    PRODUO DIGITAL

    FINALIZAO

    MIXAGEM

    MASTERIZAO

    SADA DE ESTDIO

    PRODUO VISUAL

  • P g i n a | 7

    PLANO DE INVESTIMENTO

    pagamento produo 20%

    pagamento msicos 30%

    pagamento masterizao, mixagem, finalizao e tiragem 40%

    pagamento despesas administrativa 10%

    plano de desembolso

  • P g i n a | 8

    ORAMENTO INDSTRIA DE

    CPIAS DE CDS E DVDS

    Produto: CD REPLICADO COM IMPRESSO SILK SCREEN

    Especificaes: CD REPLICADO COM IMPRESSO SILK SCREEN

    EMBALADO NO BOX TRADICIONAL ACRLICO + GRFICO

    12X24 3 lminas / 4X4 + LACRE.

    - Condies de pagamento: 50% no pedido + 50% no faturamento

    - Prazo de entrega: De 30 a 35 dias aps o recebimento das partes de

    produo e confirmao do pedido.

    - Condies de Entrega: Frete FOB Belm - PA

    - Impostos: Inclusos no preo.

    - Quantidade 1.000 Ttulo 01 Preo Unitrio R$ 3,15

    - Valor total do pedido: R$ 3.150,00

  • P g i n a | 9

    ARTE DO LBUM

    BELM - 2015

  • P g i n a | 10

    PROJETO DIGITAL DO LBUM

    PROJETO DIGITAL

    CAPTURA DE SONS

    TITULO: ALBUM INESQUECVEL

    HARDWARES: COMPUTADOR WINDOWS SATA 2

    MESA DE SON 12 CANAIS

    MICROFONE SHURE

    SOFTWARE MMX MAGIC MUSIC MAKER

    FABRICANTE: MMX

    PISTAS: 02

    CANAIS: 02

    SISTEMA: ESTREO

    EFEITOS: PLUGIN CHAINER- IN SEQUENCIA:

    1WAVE HAMER , 2AUTO GAIN COMPESATE,

    3SIMPLE DALAY, 4 REVERB GRAPHIC EQ

    EDITOR EXTERNO

    FORMATO DE SADA: WAVE

  • P g i n a | 11

    PROJETO DIGITAL

    EDIO

    TITLO: ALBUM INESQUECVEL

    FAIXA 01: SOFTWARE SOUND FORD

    FABRICANTE : SONI

    HARDWARE: WINDOWS SATA 2

    PISTAS: 02

    CANAIS : 02

    SISTEMA: ESTREO

    PISTAS: 02

    CANAIS : 02

    EFEITOS: PARADONA 1 : PLUGIN CHAINER- IN

    SEQUENCIA:

    1WAVE HAMER , 2AUTO GAIN COMPESATE,

    3SIMPLE DALAY, 4 REVERB GRAPHIC EQ

  • P g i n a | 12

    PROJETO DIGITAl VISUAL

    ARTE DO LBUM

    TITLO: LBUM INESQUECVEL

    FORMATO

    CAPA

    LBUM DO DISCO

    ESPELHO DO DISCO

    FUNDO DO DISCO

    CONTRA CAPA DO DISCO

    TIPO

    4 * 4

    MATERIAL: ACRILICO

    EMPACOTADO

    HARDWARES: COMPUTADOR WINDOWS SATA 2

    PALETA DE CORES CDMY

    2 ABAS

    3 FOTOS, 1 SIMBOLO

    RESOLUO 320 DPI

    FONTES: ARIAL (09, 12, 14 16) BOSSH (12)

    CAIXAS: AUTAS

    CORES: 3 CORES

    BRANCA, PRETA E VERMELHA.

  • P g i n a | 13

    SOFTWARE COREW DREW 6, PAINT, WORD. 2010

    EFEITOS : SONBRA, INVERSO DE CORES, BAIXO

    GRADIENTE(PARTE SUPERIOR)

    FORMATO DE SADA: JPG

    BELM 2015

  • P g i n a | 14

    Realize

    Alan Andrade estudante AUTO-DIDATA, Paraense, msico,

    cantor, interprete, compositor premiado pelo Prmio SECUT-

    Pa de Msica. Atualmente esta produzindo o seu novo lbum

    autoral INESQUECVEL.

    Alan Andrade tambm produtor contemplado por lei de

    incentivo fiscal do municpio de Belm Lei T Teixeira e

    Guilherme Paraense, Lei Estadual SEMEAR. Arranjador e produtor fonogrfico pela

    AMAR/SOMBRAS, estudante de canto, dico e violo popular desde os seus 12

    anos, hoje com 36 anos possui mais de 60 musicas prprias e arranjadas, apresentou-

    se em bares, programaes culturais e programas de rdio (ao vivo- cultura Fm).

    Participou de Workshoping ministrado pela pianista/ tecladista Delia

    Ficher(IAP), participou de oficina musical com Professor Paulo Moura

    FCPCV(Curro Velho), oficina de voz e dico na EMUFPa(SAN) com o Professor

    Marlcio Marreco, Tcnicas de escalas e improvisao com o Prof. Alcir

    Meireles(IAP),pratica de conjunto nas linguagens musicas: Jazz e Bossa Nova com o

    guitarrista Delclei Machado; Editorao de Partituras com Ziza Padilha(SESC

    BOULEVARD),Oficina de carimbo(Fundao Curro Velho).

    BELM - 2015

  • P g i n a | 15

    CONTRA PARTIDA DO AUTOR

    COMO CONTRAPARTIDA O AUTOR SE COMPROMETE, MEDIANTE

    AVISO PREVIO, DIVULGAR E DIFUNDIR O PRODUTO DESTE PROJETO,

    JUNTO ENTIDADES QUE QUEIRAM E PRECISEM DE APOIO.

    MUITO IMPORTANTE FRIZAR QUE OS CUSTOS DESTAS

    PARTICIPAES SERO, MEDIANTE PRVIO ACORDO, DE

    RESPONSABILIDADE DO AUTOR.

  • P g i n a | 16

    CONTINUIDADE DO PROJETO

    PRETENDE-SE AQUI REALIZZAR COMO CONTINUIDADE DESTE

    PROJETO:

    SHOW EM TEATRO, CASAS DE SHOW, PARTICIPAES EM PROJETOS

    ETC...

    INTERCMBIO.

    VISITAS OUTROS PAISES, ESTADOS E MUNICPIOS.

    PARTICIPAES EM CURSOS E EVENTOS DA REA MUSICAL.

    DIVULGAO NAS PRINCIPAIS RDIOS PBLICAS E PARTICULARES DE

    TODO O BRASIL: ENVIO VIA SEDEX E PAC DO LBUM.

  • P g i n a | 17

    Participaes

    Fotos-Entrevistas

  • P g i n a | 18

    PROJETO TEM ART NA PRAA

    (FUMBEL)

  • P g i n a | 19

    Projeto Msica no Shopping

    (Castanheira Shopping Center)

  • P g i n a | 20

    Frum Mundial

    (Edio: Belm do Par)

    Restaurante

    Feitio da Ilha

    (Do outro lado do rio Guam- Cumbu-Pa)

  • P g i n a | 21

    ENTREVISTA RDIO UNAMA

    BELM 2015

  • P g i n a | 22

    Outros Incentivos

  • P g i n a | 23

    LETRAS

    OBRA INESQUECVEL

    AUTOR ALAN DA SILVA ANDRADE

    PSEUDO ALAN ANDRADE

    DADOS CATALOGAO FUNDAO BIBLIOTECA NACIONAL

    FBN/EDA/UFPA

    BELM 2015

  • P g i n a | 24

    Ttulo: Flor. Autor: Alan Andrade.

    Ningum notou ningum cantou. Mas, eu estou de novo amor. Uma vida inteira de paixo, Eu sou amante de quem me amou.

    Ainda sinto o seu perfume, da minha cor. O seu cabelo, liso, assanhado. O seu vestido, fui eu quem tirou.

    Na mesa, eu escuto o jogo. Tiro de ouvido, uma cano. O tema incrvel voc, Verdadeiro amor.

    Hoje eu acordo pronto, de cabelo amarrado. a tua fora, que grita no meu jardim de flor.

    Flor, flor, flor. todo seu, O meu amor.

  • P g i n a | 25

    Titulo: A Rainha de Listrados. Autor: Alan Andrade.

    Hei! Que frenesi, Que onda escandalosa nestes olhos, Olhos de frenesi.

    Ela passou por aqui, Exalando o seu cheiro, deixando paixo, esfaqueando todo corao.

    A festa inteira se empolgou. Todo mundo ofegante. Foi a rainha de listrados, Que descartou as cartas todas, do baralho.

    voc o meu sol, Minha razo de viver.

  • P g i n a | 26

    Titulo: Papo de Mulher. Autor: Alan Andrade.

    Eu j te falei que se voc disser que eu no sou tua mulher, Eu vou rir na tua cara e, falar pra todo mundo ouvir que voc piada, E piada barata.

    Quando eu disser que sou tua mulher, Voc diz acentuado, cada palavra que eu quiser, E, quando eu te ligar e, voc disser que no estar, Eu vou pirar, Rodar a cidade inteira at te achar, Eu vou incendiar o barraco, Tomar vinho barato, Me embriagar, Com qualquer um deitar, Depois eu vou espalhar.

    Que tu eras o cara da minha vida, que eu te amava. Que tu era o meu homem, Que voc era tudo de bom, tudo que eu queria. Eu te mimava, te fazia de meu gatinho, eu te apresentava para todas as minhas amigas, como o meu namorado.

    E ai, tu quando estava com teus amigos, tu mudava soltava da minha mo e, dizia para eles que ramos somente amigo. Eu otria pagando tudo, E era o que tu querias, s minha grana, me fazer de besta. S desfilando de bacana, comprando tudo com meu dinheiro. Corna que eu era, Mas eu j te falei...

  • P g i n a | 27

    Titulo: Mar Remoa. Autor: Alan Andrade.

    De nada valem, Estas guas remoas, Se teus olhos, Brilham para outro, Se tua boca, mo, e nuca Exalam-te para outro.

    Quero teu brilho, Teu odor, tua boca, Tua mo.

    Quero ver, como Comporta-te.

    O mar, remoo, Eu, ofuscante, a ti.

  • P g i n a | 28

    Titulo: Meu Pai Autor: Alan Andrade.

    Ouro descobri, Quando te vi.

    O ano inteiro eu pedi por ti, H! Sempre que faz sol Eu penso em ti.

    Vou seguindo caminhos, Passos seus, quem sabe? No vazio errei, Pelas luas, te busquei, em mim.

    Ser voc, meu pai? Ser voc, meu espelho? Ou eu, o seu cristal?

  • P g i n a | 29

    Titulo: verde sinal. Autor: Alan Andrade.

    H! Voc! Deixou-me pra ser, depois, No olhou pra mim, Pro meu desejo, Deixou de escrever, Esqueceu mesa, Resolveu ser s.

    Hum! Seu medo! Lhe contou do sinal vermelho, Despediu-se assim, Em falsas afirmaes, Falso querer, A vida, para curtir.

    Ou ser, que foi o nosso amor, Um louco amor, que s comigo cultivei, Em vasos, obstrudos, Em artrias mortas(secas), Meu corao, parado, Na avenida vida(corao), Verde sinal verde.

  • P g i n a | 30

    Titulo: Adoro Voc. Autor: Alan Andrade.

    Eu ainda invento canes, para sobreviver. Cato no liso da agenda, novos, velhos nomes, No cinema, me escondo, Para no morrer, de fome.

    No fundo, estou atando o meu caminho, A trilhos passados, Temidos, largados.

    Ouvir preciso, Dizer eu no sei, Minto.

    Eu, adoro voc.

  • P g i n a | 31

    Titulo: Os Dois. Autor: Alan Andrade.

    Eu quero tanto voc, Que at esqueci de dizer, Que eu te amo.

    A tinta seca no quadro, O que era mvel, mido, deixou de ser. A tristeza do pintor, a fuga do ator, Que s, crescia e, morria ele s. Juntou-se, a moldura e, mais cresceu e, viveu (morreu). Junto a sua pintura, Desconfiou do mundo e, morreu (viveu), Alegre de viver.

  • P g i n a | 32

    Titulo: De Saia de Praia e de Chapu Blue. Autor: Alan Andrade.

    O teu cabelo preto e, teus olhos azuis, so cores lagrimas, de cascatas azuis. Quando, te vejo de saia, de praia e, de chapu blue? Quando, te vejo de saia, de praia, e, de chapu blue?

    Milnios se passam e, no vejo teu cabelo mudando, nem a cor dos teus lbios, nem mesmo o tempo passando. Quem voc, de saia, de praia, e, de chapu blue? Quem voc, de saia, de praia, e, de chapu blue?

    Nem o tempo virado, rasgado, pirado, faz- me parar, Ou, me faz insensato, largado, jogado ou minha cabea rodar. Onde esta voc, de praia, de saia, e, de chapu blue? Onde esta voc, de praia, de saia, e, de chapu blue?

  • P g i n a | 33

    Titulo: Dunas de Areia. Autor: Alan Andrade.

    Deitando o meu corpo cansado, no meio da noite, nas dunas de areia, Vi so Sebastio, o guerreiro encantado em cima da lua cheia. Com sua lapela de couro, sua espada de vaqueiro e, sua viola de artista. O olhar, destemido com seu gibo de nordestino.

    Meio lampio destemido, Meio deus e, o diabo na guerra. O ouro e a luz nas areias, Das dunas na hora da ceia, lampio matando no serto, Sebastio livrando os pecados.

    O sangue pelo cho a morte, Na terra libertao.

    o santo guerreiro, So Sebastio, Matando a misria Em noite de lua, No mar das areias

  • P g i n a | 34

    Titulo: Mal Necessrio. Autor: Alan Andrade.

    Algum prazer, pelo menos deve ter sentido. Hoje, meu sorriso irreal, as vezes fingido. Sinto o peito sufocado, at coagido, Por lembranas que sei, que iro devastar minhas esperanas. Como um golpe letal, em meu nobre corao.

    Uma forma a mais, de inundar viso, At atingir o limite, que o meu corpo permite, Seus carinhos no, no, no,

    Um fugaz lampejo, um doce beijo, utopia (...) iluso (...)! Provocastes um mar de dor, que ainda arrebenta em mim. Nos delrios de amor, percebi que perdi parte da razo, Agora no mais iluso, ferida profunda e, um latejar de paixo.

    Mesmo assim vou seguir, a vida aventura, Alegra, mas, no falta cura. A tarde o arrebol e, um mar para olhar com doura, Meu mal necessrio, As horas e os dias, ainda vo lhe mostrar a sua loucura.

    BELM 2015

  • P g i n a | 35

    Dados Bancrios

    Banco: Banpara Agncia: Metr So Brs n 025 Cd/ dv: 00 Conta Corrente: 0037104-1 Nome: Alan da Silva Andrade

    Dados: CONFINS / PIS / PASEP Parentesco: Me Raimunda da Silva Andrade N

  • P g i n a | 36

    Contatos

    Telefones: (91) 3229 8652 (91) 981400555 (91) 3249 7751

    E-mail: [email protected] [email protected] [email protected]

    [email protected]

    Site: http://www.cantoralanandrade.com

    Link CD para baixar: url: http://www.myspace.com/qualeatua

    http://alan-andrade.conexaovivo.com.br

    Belm- 2015