prevalência, gravidade e fatores associados à ... as prevalências para asma em...

Click here to load reader

Post on 09-Oct-2020

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Marco Aurélio de Valois Correia Junior

    PREVALÊNCIA, GRAVIDADE E FATORES ASSOCIADOS À

    ASMA E A OCORRÊNCIA DO BRONCOESPASMO

    INDUZIDO POR EXERCÍCIO EM ADOLESCENTES DE UMA

    REGIÃO DE BAIXA UMIDADE RELATIVA DO AR

    Recife 2016

  • Marco Aurélio de Valois Correia Junior

    PREVALÊNCIA, GRAVIDADE E FATORES ASSOCIADOS À

    ASMA E A OCORRÊNCIA DO BRONCOESPASMO

    INDUZIDO POR EXERCÍCIO EM ADOLESCENTES DE UMA

    REGIÃO DE BAIXA UMIDADE RELATIVA DO AR

    Tese apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Pernambuco, para obtenção do título de Doutor em Saúde da Criança e do Adolescente

    Orientador: Professora Dra. Silvia Wanick Sarinho Coorientador: Professor Dr. José Ângelo Rizzo

    Recife 2016

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

    REITOR Prof. Dr. Anísio Brasileiro de Freitas Dourado

    VICE-REITOR

    Prof. Dr. Silvio Romero Barros Marques

    PRÓ-REITOR PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Prof. Dr. Ernani Rodrigues Carvalho Neto

    DIRETOR CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

    Prof. Dr. Nicodemos Teles de Pontes Filho

    VICE-DIRETORA Profa. Dra. Vânia Pinheiro Ramos

    COORDENADORA DA COMISSÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO DO CCS

    Profa. Dra. Jurema Freire Lisboa de Castro

    PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

    COLEGIADO CORPO DOCENTE PERMANENTE

    Profa. Dra. Luciane Soares de Lima (Coordenadora) Profa. Dra. Claudia Marina Tavares de Araújo (Vice-Coordenadora)

    Prof. Dr. Alcides da Silva Diniz Profa. Dra. Ana Bernarda Ludermir

    Profa. Dra. Andréa Lemos Bezerra de Oliveira Prof. Dr. Décio Medeiros Peixoto

    Prof. Dr. Emanuel Savio Cavalcanti Sarinho Profa. Dra. Estela Maria Leite Meirelles Monteiro

    Profa. Dra. Gisélia Alves Pontes da Silva Profa Dra. Maria Gorete Lucena de Vasconcelos

    Profa. Dra. Marília de Carvalho Lima Prof. Dr. Paulo Sávio Angeiras de Góes

    Prof. Dr. Pedro Israel Cabral de Lira Profa. Dra. Sílvia Regina Jamelli Profa. Dra. Sílvia Wanick Sarinho

    Profa. Dra. Sophie Helena Eickmann (Genivaldo Moura da Silva- Representante discente - Doutorado) (Davi Silva Carvalho Curi - Representante discente -Mestrado)

    CORPO DOCENTE COLABORADOR Profa. Dra. Bianca Arruda Manchester de Queiroga

    Profa. Dra. Cleide Maria Pontes Profa. Dra. Daniela Tavares Gontijo

    Profa. Dra. Kátia Galeão Brandt Profa. Dra. Margarida Maria de Castro Antunes

    Profa. Dra. Rosalie Barreto Belian

    SECRETARIA Paulo Sergio Oliveira do Nascimento (Secretário)

    Juliene Gomes Brasileiro Leandro Cabral da Costa

  • Dedico este trabalho aos meus queridos pais, a minha amada esposa e a nossa pequena filha Alice com todo meu amor.

  • AGRADECIMENTOS

    À Deus, essa força maior que me ilumina e me orienta;

    À minha mãe Maria das Graças Valois, por me ensinar os caminhos da vida pelo seu

    próprio exemplo, ao meu pai Marco Valois e irmã Priscila Valois pelo amor que sempre

    tiveram por mim.

    À minha esposa Emilia Valois, por acreditar sempre em mim, acreditar nos nossos

    sonhos e fazer com que eles se tornem realidade. Você me faz ser uma pessoa melhor a cada

    dia, amo você. A nossa pequena Alice que chegou para alegrar ainda mais o nosso lar. Tentarei

    ser sempre um exemplo de pai para você meu amor.

    À minha orientadora Silvia W. Sarinho, pela confiança depositada nesses seis anos de

    convivência entre mestrado e doutorado, pela compreensão, paciência e incentivo ao

    amadurecimento científico.

    Ao meu coorientador José Ângelo Rizzo, pelo seu exemplo pessoal e profissional, pela

    orientação provocadora e ao mesmo tempo generosa, pelos momentos de trabalho

    descontraídos e gratificantes. Em toda minha caminhada de mestrado e doutorado, me acolheu

    com paciência, dedicação e incentivou-me ao amadurecimento científico.

    Ao professor Emanuel Sarinho, pela preciosa ajuda em todas as etapas da pesquisa.

    Pela forma brilhante com que incentiva o amadurecimento profissional e a busca do

    conhecimento.

    À professora Maria Eugênia Motta, pela oportunidade que me deu de sua convivência.

    O carinho que sempre teve por mim e minha esposa. Irei guardar esses momentos sempre.

  • A todos meus amigos que contribuíram para eu alcançar este objetivo. Incluo aqui os

    amigos da Universidade de Pernambuco Rodrigo Cappato, Ricardo Freitas e Juliana

    Maranhão. Incluo também o meu amigo de Petrolina Marcelo Torres e sua família, pela

    ajuda que sempre me deram na pesquisa e também pela amizade que como um irmão tornou o

    meu caminho em Petrolina muito mais fácil.

    Aos alunos de Iniciação científica que ajudaram na coleta dos dados e a todos que

    contribuíram direta ou indiretamente na realização desse trabalho, em especial aos estudantes,

    aos pais e a todas as escolas que permitiram a realização da pesquisa.

    Aos professores da Pós-graduação em Saúde da Criança e do Adolescente e à equipe

    técnica, em especial Paulo Nascimento pelos ensinamentos deixados e pelo exemplo de

    organização e disciplina. Vou procurar levar seus ensinamentos e me aperfeiçoar neles cada

    vez mais. A busca pelo conhecimento e aprendizado será sempre uma constante após esta

    passagem por aqui. Ao professor Décio Peixoto e a professora Graça Araújo pelas

    considerações durante a etapa de qualificação dessa Tese. A Dra. Marineves Morais da Silva

    pela contribuição valiosa como médica da pesquisa.

    Aos colegas do Doutorado, por dividir os momentos de angustias e dificuldades e a

    todos os meus amigos que compartilharam essa conquista comigo. Essa foi uma importante e

    sonhada conquista não só minha, mas de muitos familiares, amigos e professores que

    participaram de alguma forma desse projeto.

    Obrigado!

  • "É preciso amor para poder pulsar.

    É preciso paz para poder sorrir.

    É preciso a chuva para florir!".

    Almir Sater e Renato Teixeira

  • Resumo

    A umidade relativa do ar é descrita como um importante fator associado à asma e ao broncoespasmo induzido por exercício (BIE). Esta tese teve como objetivo avaliar a prevalência, a gravidade e os fatores associados à asma, assim como a ocorrência do broncoespasmo induzido por exercício em uma região de clima quente e seco. Os fatores associados à asma avaliados foram sexo, renda familiar, escolaridade da mãe, fumante na residência, antecedente de asma nos genitores, rinite, dermatite atópica e nível de atividade física. A classificação das doenças alérgicas, assim como sua gravidade foi realizada por meio do questionário International Study of Asthma and Allergies in Childhood (ISAAC). O BIE foi definido por uma redução no volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1) maior do que 10% e o limite da redução no VEF1 com 95% de confiança (média percentual das quedas no VEF1 - 2 vezes desvio padrão) serviu para avaliar uma resposta normal nos assintomáticos. No que se refere à asma, as razões de prevalência bruta e ajustada foram calculadas para cada variável exploratória utilizando-se a regressão de Poisson. Participaram da pesquisa 1.591 adolescentes, sendo 49,7% do sexo masculino. As prevalências para asma em atividade, asma grave e diagnóstico médico de asma foram de 14,0%, 10,4% e 17,8%, respectivamente. Adolescentes asmáticos faltaram mais as aulas do que seus pares (33 vs 22 aulas/ano; p

  • Abstract

    The air relative humidity has been described as an important associated factor both asthma and for exercise-induced bronchoconstriction (EIB). This thesis aimed to assess the prevalence, severity and associated factors with asthma, as well as the occurrence of exercise-induced bronchospasm in a hot and dry climate region. The factors associated with asthma evaluated were gender, family income, mother's education, people smoking in dwelling-place, parental history of asthma, personal history of allergic rhinitis or atopic dermatitis and physical activity level. The classification of allergic diseases, as well as its severity was conducted by questionnaire International Study of Asthma and Allergies in Childhood (ISAAC). The EIB was defined by a decrease in forced expiratory volume in one second (FEV1) greater than 10% and the limit of the reduction in FEV1 with 95% confidence (mean value falls in FEV1 - 2 standard deviation) was used to evaluate a normal response in asymptomatic. The reasons of crude and adjusted prevalence ratios were calculated for each exploratory variable using Poisson regression. Participated in the study 1,591 adolescents, 49.7% were male. The prevalence of asthma in activity, severe asthma and physician-diagnosed asthma were 14.0%, 10.4% and 17.8%, respectively. Adolescents with asthma had more school absence than their peers (33 vs 22 class/year; p

  • Listas de Ilustrações

    Quadro 1 - Prevalência de asma entre adolescentes (13 – 14 anos de idade) de diferentes

    ce

View more