PLANO DE METAS 2º SEMESTRE DE 2011

Download PLANO DE METAS 2º SEMESTRE DE 2011

Post on 30-Jan-2017

213 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li><p>PLANO DE METAS2 SEMESTRE DE </p><p>2011</p><p>SECRETARIA DE ESTADO </p><p>DA EDUCAO DO PARAN</p></li><li><p>PLA</p><p>NO</p><p> DE</p><p> ME</p><p>TAS</p><p> 2</p><p> S</p><p>EM</p><p>ES</p><p>TR</p><p>E D</p><p>E 2</p><p>011</p><p>Secretaria de Estado da Educao do ParanAv. gua Verde, 2140 - Vila Isabel - CEP: 80.240-900, Curitiba - PR | Fone: (41) 3340-1500</p><p>CARTA DO SECRETRIO</p><p>Segundo semestre: tempo de conquistas</p><p>O segundo semestre surge como uma imensa oportu-nidade para conseguirmos atingir novos objetivos. um tempo em que devemos fortalecer nosso esprito com de-terminao e empenho para realizarmos um planejamento que vai nos ajudar a conquistar os propsitos pertinentes s nossas vidas.</p><p>Para os professores e pedagogos, so mais alguns meses para continuarmos coroando o trabalho que vem sendo realizado nas nossas escolas. So profissionais que merecem o respeito e a valorizao que buscamos promover; profissionais que ainda tm horas para ousar nas prticas que contribuiro para o sucesso escolar dos nossos alunos.</p><p>Aos funcionrios, que tambm so nossos educadores, devemos lembrar do desafio de continuarem a colaborar de maneira to valorosa alis, como j tem sido feito no cotidiano das nossas escolas. Sempre podemos ajudar, falar e agir para melhorarmos cada vez mais as nossas prticas profissionais, que podem nos trazer inmeros be-nefcios.</p><p> o tempo, permanentemente, de os estudantes recebe-rem condies adequadas para darem continuidade em seus estudos. Para que se estimulem e percebam que a dedicao nos estudos ir refletir mais frente em suas vidas. Para que eles contribuam com a escola, com a fa-mlia e tambm com a sociedade. Crianas e adolescen-tes tm o tempo a seu favor, e nada melhor que usufruir dele com responsabilidade, pacincia e esforo.</p><p>Aos familiares, este perodo serve para o fortalecimen-to de laos to importantes quanto o apoio aos estudan-tes. Alm disso, tempo para participar das atividades de todas as nossas escolas. Familiares junto escola, prximos a professores, pedagogos e funcionrios, repre-</p></li><li><p>sentam segurana e confiana para os nossos alunos, e tambm facilitam a mobilizao da so-ciedade para auxiliar na gesto das escolas.</p><p>So mais seis meses para pensarmos em nos-sas aes, seguirmos os caminhos adequados para construir uma educao de qualidade, com a participao de todos os envolvidos, com dilogo, com respeito, com compromisso e com respon-sabilidade. tempo de juntos transformarmos a educao do Paran, fazendo com que ela seja a melhor do Brasil.</p><p>Flvio ArnsVice-governador do Paran</p><p>Secretrio de Estado da Educao do Paran</p></li><li><p>PLA</p><p>NO</p><p> DE</p><p> ME</p><p>TAS</p><p> 2</p><p> S</p><p>EM</p><p>ES</p><p>TR</p><p>E D</p><p>E 2</p><p>011</p><p>Secretaria de Estado da Educao do ParanAv. gua Verde, 2140 - Vila Isabel - CEP: 80.240-900, Curitiba - PR | Fone: (41) 3340-1500</p><p>CARTA DA SUPERINTENDENTE</p><p>EDUCAO: PRIORIDADE ABSOLUTA</p><p>Fazemos parte de um Governo que decididamente opta pela educao. Assim, retornando s atividades escola-res, apresentamos o Plano de Metas para o segundo se-mestre de 2011.</p><p>Esse documento foi elaborado considerando-se as rei-vindicaes sugeridas nos encontros realizados nos 32 Ncleos Regionais de Educao e a continuidade das aes iniciadas no primeiro semestre. Seu objetivo a melhoria das condies de trabalho dos profissionais da educao e a busca pela qualidade do ensino.</p><p>Agradecemos a todos e todas pelo comprometimento e a participao efetiva demonstrada no incio dos trabalhos desta Gesto. Esse envolvimento comprova que estamos no caminho certo. assim que verdadeiramente muda-mos o nosso destino, dedicando-nos luta pela realiza-o dos nossos ideais.</p><p>Parabns! Muito obrigada!</p><p>Meroujy Giacomassi CavetSuperintendente da Educao</p></li><li><p>PLA</p><p>NO</p><p> DE</p><p> ME</p><p>TAS</p><p> 2</p><p> S</p><p>EM</p><p>ES</p><p>TR</p><p>E D</p><p>E 2</p><p>011</p><p>Secretaria de Estado da Educao do ParanAv. gua Verde, 2140 - Vila Isabel - CEP: 80.240-900, Curitiba - PR | Fone: (41) 3340-1500</p><p>Avaliao Organizao do ensino Formao em AoGesto compartilhadaGesto da informaoMelhorias dos espaosIncluso social</p><p>................................................................... 8.............................................. 11</p><p>................................................... 13............................................... 14............................................. 16</p><p>............................................... 16........................................................ 18</p><p>SUMRIO</p></li><li><p>PLA</p><p>NO</p><p> DE</p><p> ME</p><p>TAS</p><p> 2</p><p> S</p><p>EM</p><p>ES</p><p>TR</p><p>E D</p><p>E 2</p><p>011</p><p>Secretaria de Estado da Educao do ParanAv. gua Verde, 2140 - Vila Isabel - CEP: 80.240-900, Curitiba - PR | Fone: (41) 3340-15008</p><p>AVALIAO</p><p>Avaliao de aprendizagem</p><p>1. Estabelecer critrios de avaliao, verificao epotencial de aprendizagem para o processo de ensinar e aprender dos alunos da Rede Estadual</p><p>Por sugesto dos profissionais da educao, o Cader-no Critrios de Avaliao passa agora a ser denominado Caderno Expectativa de Aprendizagem. Na Semana Pe-daggica de julho, os NREs validaram a proposta cons-truda.</p><p>At o final do segundo semestre, o Caderno Expectativa de Aprendizagem estar disponibilizado no portal Dia a Dia Educao. </p><p>O material dever ser utilizado por todos os professores, garantindo a homogeneidade do trabalho com os conte-dos escolares, em todas as escolas da Rede Estadual. Com isso, possvel garantir a unicidade no repasse dos contedos, levando em considerao possveis movimen-taes de alunos dentro da prpria Rede. </p><p>2. Acompanhar pedagogicamente a aplicao, corre-o e divulgao de resultados dos processos avaliativos da Prova Brasil, ENEM e resultados do IDEB</p><p>Dando sequncia aos estudos referentes a avaliao em grande escala (Prova Brasil/SAEB e IDEB), chegou o momento de propor metas para o IDEB da escola. Para tanto, necessrio considerar a realidade da escola e de-finir aes que podem ser efetivadas, na busca da melho-ria da qualidade da educao das escolas da Rede.</p><p>O material trabalhado na Semana Pedaggica de julho, referente a escala de proficincia, taxas de aprovao, de reprovao e evaso, deve ser aprofundado e ampla-</p></li><li><p>PLA</p><p>NO</p><p> DE</p><p> ME</p><p>TAS</p><p> 2</p><p> S</p><p>EM</p><p>ES</p><p>TR</p><p>E D</p><p>E 2</p><p>011</p><p>Secretaria de Estado da Educao do ParanAv. gua Verde, 2140 - Vila Isabel - CEP: 80.240-900, Curitiba - PR | Fone: (41) 3340-1500 9</p><p>mente divulgado. imprescindvel que toda a comunida-de escolar se envolva, atravs de reunies onde familia-res, alunos e profissionais da educao lotados na escola conheam os critrios que compem o ndice do IDEB, conheam o IDEB/2009 da escola, reflitam sobre estes resultados e estabeleam meta de melhoria. Os NREs de-vero auxiliar e apoiar as escolas para atingirem a meta proposta, com base na interpretao dos resultados ante-riores da Prova Brasil/SAEB, fomentando a reflexo sobre essas avaliaes, seus objetivos, os aspectos avaliados e ainda sobre as aes que podem ser efetivadas. </p><p>Sistema de avaliao estadual</p><p>1. Realizar consultas pblicas para implantar sistema de avaliao de rendimento escolar para os alunos do 6 ano (5 srie) e 9 ano (8 srie) do Ensino Fundamental e 3 ano do Ensino Mdio</p><p>A discusso referente ao sistema de avaliao est pau-tada no reconhecimento da importncia da avaliao e de seu propsito em auxiliar os professores a entenderem melhor o que os alunos sabem, a fim de tomarem deci-ses significativas sobre suas prticas e sobre o processo educativo. </p><p>O curso de itens de avaliao foi organizado em seis turmas, sendo trs para Lngua Portuguesa e trs para Matemtica, considerando o 6 ano e 9 ano do Ensino Fundamental e o 3 ano do Ensino Mdio. Estar aberto para inscrio no ms de agosto, sem limite de vagas, sendo utilizado o formato de educao a distncia.</p><p>O resultado do curso ser considerado na proposta do sistema de avaliao estadual, que ser colocado em consulta pblica no segundo semestre.</p></li><li><p>PLA</p><p>NO</p><p> DE</p><p> ME</p><p>TAS</p><p> 2</p><p> S</p><p>EM</p><p>ES</p><p>TR</p><p>E D</p><p>E 2</p><p>011</p><p>Secretaria de Estado da Educao do ParanAv. gua Verde, 2140 - Vila Isabel - CEP: 80.240-900, Curitiba - PR | Fone: (41) 3340-150010</p><p>Recuperao paralela ao processo</p><p>1. Implantar aes pedaggicas de apoio escolar e de recuperao paralela ao processo de ensino-aprendi-zagem</p><p>Os documentos referentes s salas de apoio a aprendi-zagem foram alterados pela Resoluo n 2.772/2011 e a Instruo n 007/2011, que estabelecem a oferta de uma turma de Matemtica e Lngua Portuguesa para o 6 ano e para o 9 ano, independente do nmero de turmas exis-tentes na escola. A legislao prope tambm a oferta de salas para os demais anos do ensino fundamental. </p><p>Os NREs devem organizar reunies com os professores que atuam nas salas de apoio para orientar os novos en-caminhamentos de acordo com a situao normativa, bem como discutir aes pedaggicas envolvendo a matriz de referncia da Prova Brasil, com o intuito de estabelecer relaes entre os descritores e os contedos da proposta pedaggica curricular. </p><p>2. Organizar os conselhos de classe usando resulta-dos acadmicos positivos </p><p>O conselho de classe deve assumir o papel de fortaleci-mento do processo educativo, levando reflexo sobre o desenvolvimento e o avano acadmico do aluno, durante as etapas de sua vida escolar, visando a melhoria da pr-tica docente e a efetivao da aprendizagem. </p><p>3. Organizar aes de acompanhamento pedaggico s situaes de distores idade/srie</p><p>Considerando o diagnstico enviado para as escolas, sero encaminhadas, no segundo semestre de 2011, orientaes referente ao processo de reclassificao dos </p></li><li><p>PLA</p><p>NO</p><p> DE</p><p> ME</p><p>TAS</p><p> 2</p><p> S</p><p>EM</p><p>ES</p><p>TR</p><p>E D</p><p>E 2</p><p>011</p><p>Secretaria de Estado da Educao do ParanAv. gua Verde, 2140 - Vila Isabel - CEP: 80.240-900, Curitiba - PR | Fone: (41) 3340-1500 11</p><p>alunos em situao de distoro idade/srie. Tais orien-taes abordam desde a preparao dos alunos, organi-zao das avaliaes at o comprometimento da famlia. </p><p>ORGANIZAO DO ENSINO</p><p>Educao Bsica</p><p>1. Ensino Fundamental de 9 anos</p><p>As adequaes dos projetos poltico-pedaggicos (PPP) devem seguir as orientaes trabalhadas na semana pe-daggica de julho. Tais alteraes devem ser encaminha-das para os NREs at o dia 30/09/2011. Esse documento deve contemplar todas as aes realizadas no ambiente escolar ou no seu entorno. importante tambm que o PPP seja implantado, divulgado e aprimorado quando ne-cessrio. </p><p>Com o objetivo de articular pedagogicamente o ingres-so do aluno no 6 ano do Ensino Fundamental, os NREs devem organizar discusses das Escolas Estaduais com as Redes Municipais, evitando rupturas na transio das sries iniciais para as finais. </p><p>A SEED, em agosto, encaminhar orientaes referen-tes documentao escolar dos alunos da Rede Estadual e Redes Municipais.</p><p>2. Educao de Jovens e Adultos</p><p>Ser proposta ampla discusso referente a educao de jovens e adultos, por meio de consulta pblica no ms de setembro, visando a construo uma poltica de EJA, que favorea a aprendizagem dos jovens e adultos conside-rando espao fsico, material adequado e capacitao dos professores e funcionrios. </p></li><li><p>PLA</p><p>NO</p><p> DE</p><p> ME</p><p>TAS</p><p> 2</p><p> S</p><p>EM</p><p>ES</p><p>TR</p><p>E D</p><p>E 2</p><p>011</p><p>Secretaria de Estado da Educao do ParanAv. gua Verde, 2140 - Vila Isabel - CEP: 80.240-900, Curitiba - PR | Fone: (41) 3340-150012</p><p>3. Ensino Mdio</p><p>O resultado da consulta pblica referente ao Ensino M-dio em blocos, realizada nos meses de junho e julho, ser divulgada no ms de setembro. No ms de agosto, inicia-se a discusso referente matriz curricular do Ensino Mdio.</p><p>Ensino Profissionalizante</p><p>Para garantir a qualidade do Ensino Profissional, ne-cessria uma avaliao dos cursos autorizados e os im-pactos no mundo do trabalho e gerao de rendas. O Departamento de Educao e Trabalho DET enviar questionrios para que as escolas respondam durante o segundo semestre. </p><p>No ms de outubro, sero organizadas e encaminhadas aes em contraturno visando a ampliao e o fortaleci-mento do programa de qualificao profissional para o ado-lescente, inclusive quando em situao de conflito com a lei. </p><p>Uma proposta de Educao Profissional focada na pes-quisa cientfica ser apresentada pelo DET, no incio do se-gundo semestre, na busca de inovaes nesta rea. </p><p>Educao Integral</p><p>A oferta das atividades complementares curriculares em contraturno, em conformidade com a Resoluo n 1.690/2011 e a Instruo n 004/2011, deve estar contem-plada nos projetos poltico-pedaggicos, garantindo-se desta forma a continuidade das atividades. Para tanto, necessrio que a escola estabelea critrios de avaliao das atividades complementares ofertadas, observando os benefcios para a comunidade escolar. </p><p>As escolas que tiverem interesse em ofertar educao em tempo integral devero solicitar a autorizao de fun-cionamento, considerando: consulta comunidade, dispo-nibilidade de espao fsico e diretrizes da SEED.</p></li><li><p>PLA</p><p>NO</p><p> DE</p><p> ME</p><p>TAS</p><p> 2</p><p> S</p><p>EM</p><p>ES</p><p>TR</p><p>E D</p><p>E 2</p><p>011</p><p>Secretaria de Estado da Educao do ParanAv. gua Verde, 2140 - Vila Isabel - CEP: 80.240-900, Curitiba - PR | Fone: (41) 3340-1500 13</p><p>FORMAO EM AO</p><p>1. Organizar a formao em ao de maneira a pro-piciar uma formao continuada de qualidade, presencial eadistncia,paratodososprofissionaisdaeducaoemtodas os nveis e modalidades</p><p>A oferta da formao continuada no segundo semestre ser organizada por meio de encontros presenciais e a distncia que privilegiem a formao terico-metodolgi-ca, possibilitando mudanas efetivas na prtica docente.</p><p>As oficinas sero organizadas para todos os profissio-nais da educao, atendendo s necessidades e expec-tativas de cada NRE. Os seminrios sero realizados em Curitiba, em conformidade com o planejamento de cursos disponvel no Portal. Orientaes referentes organiza-o das permanncias concentradas sero enviadas no ms de agosto, bem como orientaes quanto aquisio de programa de elaborao de horrios. </p><p>2. Aprimorar, ampliar e efetuar a proposta pedaggi-ca do Programa de Desenvolvimento Educacional PDE</p><p>Em agosto retornam para as escolas os profissionais concluintes do PDE/2009 e aqueles que esto em fase de concluso do PDE/2010. </p><p>Um procedimento para avalizao das prticas docen-tes no processo educativo considerando as turmas con-cluintes ter incio no segundo semestre. </p></li><li><p>PLA</p><p>NO</p><p> DE</p><p> ME</p><p>TAS</p><p> 2</p><p> S</p><p>EM</p><p>ES</p><p>TR</p><p>E D</p><p>E 2</p><p>011</p><p>Secretaria de Estado da Educao do ParanAv. gua Verde, 2140 - Vila Isabel - CEP: 80.240-900, Curitiba - PR | Fone: (41) 3340-150014</p><p>GESTO COMPARTILHADA1. Fortalecer as aes compartilhadas entre Conselhos </p><p>Escolares, Associao de Pais, Mestres e Funcionrios, Grmios Estudantis, Redes de Proteo para acompanha-mento e aplicabilidade de recursos</p><p>Neste momento, aes conjuntas tm sido pensadas entre as comunidades locais, viabilizando o trabalho em rede, com o Ministrio Pblico, com os Conselhos Tute-lares, com a Patrulha Escolar, com a Defesa Civil, entre outros. No segundo semestre ser realizado um diagns-tico com os municpios do Estado, para articulao entre agentes sociais e suas atribuies em combate infrequ-ncia e ao abandono escolar.</p><p>O fortalecimento dos Grmios Estudantis e a organiza-o de ambientes colaborativos entre pais, alunos e pro-fessores fundamental. Com isso, esto sendo incenti-vadas a organizao de Grmios nas escolas bem como a reorganizao, reestruturao das APMFs e a atuao efetiva dos Conselhos Escolares. </p><p>As escolas esto sendo orientadas tambm quanto utilizao de recursos financeiros destinados pelos pro-gramas federais PDE Escola, PDDE e Escola Acessvel. Ser realizada webconferncia em agosto para orienta-es, com acompanhamento direto das aplicaes pela SEED.</p><p>2. Aprimorar e fortalecer a construo coletiva e exe-cuo do Projeto Poltico Pedaggico, Pro...</p></li></ul>