Plano de Aula de Filosofia para o Ensino Médio Tema ... ?· Plano de Aula de Filosofia para o Ensino…

Download Plano de Aula de Filosofia para o Ensino Médio Tema ... ?· Plano de Aula de Filosofia para o Ensino…

Post on 07-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li><p>Plano de Aula de Filosofia para o Ensino Mdio </p><p>Tema: Imagem Crtica da Filosofia</p><p> De acordo com o Caderno do Professor proposto pela Secretaria de Educao </p><p>do Estado de So Paulo, o que se denomina Imagem Crtica da Filosofia seria um </p><p>subtema de um tema principal chamado Por que estudar Filosofia?; que teria como </p><p>meta apresentar o objeto da Filosofia aos alunos. Antecedendo a apresentao do </p><p>tema em questo, temos a discusso: o que Filosofia? Para que serve o estudo de </p><p>Filosofia? Por que estudar Filosofia? s questes seguem-se propostas de trabalho </p><p>interessantes. A primeira das chamadas Situaes de Aprendizagem a criao da </p><p>Imagem Crtica da Filosofia, a ser feita com o uso de um espelho. Maiores </p><p>comentrios sobre a atividade proposta no Caderno no sero feitos, visto que no </p><p>este o objetivo deste Plano de Aula. </p><p> O que Filosofia? Responder a essa questo no uma tarefa fcil. No se </p><p>trata de uma resposta consensual, mas indispensvel partir de algum pressuposto </p><p>sobre o que seria essa rea; ainda mais aos que se propem a estud-la e lecion-la. </p><p>O Caderno do Professor parte de uma definio encontrada nos Parmetros </p><p>Curriculares Nacionais do Ensino Mdio, mas, de qualquer maneira, esta resposta </p><p>ficar em aberto para que cada um opte pela resposta que melhor lhe convier. Uma </p><p>maneira de se introduzir a questo compar-la com as demais disciplinas. </p><p>Perguntamos, ento, aos alunos: O que a Biologia estuda? O que a Fsica estuda? E a </p><p>Matemtica? E, a partir da, comentamos sobre a delimitao de objetos das reas. E </p><p>a Filosofia, que no possui um objeto fixo? Como defini-la? </p><p> Uma alternativa vivel o uso das prprias ideias dos alunos para a </p><p>construo, atravs do debate, do que seria a Filosofia. Pede-se para que os alunos </p><p>digam, em voz alta, um de cada vez, o que pensam ser Filosofia e a partir disso </p><p>direciona-se para o conceito desejado. Visto que devido ao grande nmero de alunos </p><p>na sala, a comunicao oral se torna difcil, pode se pedir que o faam de maneira </p><p>escrita. A partir das respostas escritas retomam-se a discusso e a conceituao. </p></li><li><p> A Filosofia pode refletir sobre e utilizar as mais diversas reas de estudo em </p><p>seu trabalho. Podemos nos perguntar sobre qualquer coisa, praticamente; o que no </p><p>exclui a rigorosidade de sua reflexo. Partimos ento proposta: uma apresentao </p><p>da Filosofia atravs da problemtica da conceituao sobre a vida. Utilizar-se-, aqui, </p><p>de um esforo em direo ao incio da interdisciplinaridade entre as licenciaturas </p><p>participantes do PIBID/UFABC; especificamente, das possveis contribuies da </p><p>Biologia. </p><p> A Biologia estuda os seres vivos. E a Filosofia? O que estuda? A Filosofia pode </p><p>ser, de fato, definida como amor sabedoria, se pensarmos sobre os inmeros </p><p>assuntos que aborda e se permite refletir sobre. muito difcil delimitar seu campo de </p><p>estudo, mas no difcil reconhec-la se observarmos sua maneira particular de </p><p>realiz-lo. Voltemos; a biologia estuda os seres vivos. Mas, o que vida? Como definir </p><p>o que vivo, o que no ? (estas questes podem ser abordadas na aula de Biologia, </p><p>paralelamente, junto a discusses acerca da origem da vida). A Biologia empreende </p><p>alguns esforos na tentativa de conceituar o seu prprio objeto de estudo: tm-se </p><p>contribuies de seus estudos mais tcnicos tais como metabolismo independente, </p><p>entre outros. Mas os esforos so poucos, visto que, para os Bilogos tcnicos, talvez </p><p>no seja muito til essa discusso. Porm, se pensarmos na problemtica do aborto, </p><p>vemos o quanto a definio de vida pode ser importante: se aceitarmos que um ser </p><p>vivo aquele que tem seu metabolismo independente, como ficariam as decises </p><p>sobre o aborto? Vemos tambm que, ao mesmo tempo, essa definio no </p><p>consensual sequer entre bilogos, e que no apenas da alada da Biologia </p><p>responder a esta pergunta. Tambm temos implicaes a serem consideradas para a </p><p>argumentao entorno do que vida em prticas como a do aborto, ou, at mesmo, </p><p>da eutansia; que no tocam apenas a tcnica da Biologia (embora ela tenha muito a </p><p>contribuir discusso). A reflexo filosfica que pode ser feita utiliza argumentaes </p><p>valendo-se de outros campos de estudo. </p><p>Atravs de textos da rea da Biotica, podemos apresentar a Filosofia como a </p><p>reflexo crtica a respeito do conhecimento e da ao, a partir da anlise dos </p><p>pressupostos do pensar e do agir e, portanto, como fundamentao terica e crtica do </p><p>conhecimento e das prticas, como consta no Caderno e no Plano Nacional </p><p>Curricular. </p></li><li><p> Feitas estas consideraes preliminares, prope-se a seguinte estrutura de </p><p>aula: </p><p>Sensibilizao: Entende-se que o ponto sensibilizador para a aula a prpria </p><p>existncia da disciplina como obrigatria no currculo do aluno. Uma simples frase </p><p>como "algum j se perguntou por que temos que estudar filosofia?" pode suscitar a </p><p>discusso para a problematizao dialgica. </p><p>Problematizao dialgica: a parte em que os alunos debatem sobre o que seria </p><p>Filosofia, afinal, no podemos saber por que estudar algo se sequer tivermos uma </p><p>vaga ideia sobre o que seria. Se a conversa se tornar desorganizada, possvel que o </p><p>professor pea para os alunos que escrevam; mas prefervel que a comunicao </p><p>seja feita em forma de dilogo. A partir das respostas dos alunos, inicia-se a terceira </p><p>parte da aula. </p><p>Conceituao: Partindo das ideias dos estudantes, o professor direciona as mesmas </p><p>para o conceito desejado. Pode-se utilizar exemplos da Biologia, como j foi citado, </p><p>para explicar o funcionamento da Filosofia; o que pode se transformar em uma aula a </p><p>ser pensada e trabalhada interdisciplinarmente com o professor responsvel pela </p><p>disciplina de Biologia. A ideia , a partir das colocaes dos alunos, conceituar </p><p>Filosofia como consta nos Cadernos: reflexo crtica a respeito do conhecimento e da </p><p>ao, a partir da anlise dos pressupostos do pensar e do agir e, portanto, como </p><p>fundamentao terica e crtica do conhecimento e das prticas. </p><p>Avaliao: Montam-se grupos e o professor pede para que cada aluno pergunte a um </p><p>professor de outra rea o que filosofia, que comente sobre a resposta (se est </p><p>certa ou errada), justificando a sua resposta. </p></li><li><p> H, ainda, a possibilidade de se trabalhar o assunto a partir de um trecho do </p><p>filme Scrates, de Rossellini. O trecho sobre o Belo, em que Scrates conversa com </p><p>Hpias, disponvel online atravs do link &lt; http://www.youtube.com/watch?v=nSs-</p><p>tNRZGYI&gt;, seria interessante de ser trabalhado como sensibilizao. Mas isso exigiria </p><p>uma outra abordagem durante a aula que poder vir a ser desenvolvida. De qualquer </p><p>modo, fica a sugesto. </p>http://www.youtube.com/watch?v=nSs-tNRZGYIhttp://www.youtube.com/watch?v=nSs-tNRZGYI</li></ul>