pensamentos chineses

Click here to load reader

Post on 04-Jul-2015

397 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. ARTE DA IMAGEM, ARTE DA MSICA E ARTE DOPENSAMENTO MEDITAO CHINA MSICA: Chinese Classical Music.way TEXTOS: Confcio e Lao-Ts

2. Posio relativa daChina 3. Vamos conhecer alguns detalhes das belezas naturais e da cultura desse surpreendente povo, uma das mais antigas civilizaes do mun- do, com seus sbios filsofos, seu poder criativo e perfeccionista em todas as suas manifestaes culturais. Uma Nao que, atravs dos sculos, deu demonstraes de seu poder criativo; inventou o papel, a impresso e a plvora. fcil imaginar a dificuldade de se governar Pas de tal porte e sabedoria, sabendo-se que 2/3 do seu territrio monta- nhoso e abriga a maior populao do mundo com mais de 2 bilhes e 300 milhes de habitantes. Da as manifestaes contraditrias de sabe- doria e de fora que a China tem apresentado ao mundo s belezas culturais e de saber, opem-se as manifestao de fora e violncia Tibet e Massacre da Praa da Paz Celestial. No h, porm, como negar o vigor e sabedoria dessa civilizao, to diretamente influenciada pela religio predominante o Budismo. A China sediar provavelmente a mais bela Olimpada de todos os tempos e est caminhando para se tornar a primeira potncia econmica do Universo.Admiremos alguns aspectos das belezas natural e cultural da Chinae meditemos sobre a sabedoria de dois de seus maiores filsofos. 4. O sbio teme o cu sereno; em compensao, quando vem a tempes-tade ele caminha sobre as ondas e desafia o vento. (Confcio) 5. O homem de bem exige tudo de si prprio; o homem medocreespera tudo dos outros. (Confcio) 6. Escolha um trabalho que ama e no ter que trabalhar um nicodia em sua vida. (Confcio) 7. O que eu ouo, esqueo. O que eu vejo, lembro. O que eu fao,aprendo. (Confcio) 8. Saber o que certo e no faz-lo a pior covardia. (Confcio) 9. A natureza dos homens a mesma, so os seus hbitos que osmantm separados. (Confcio) 10. melhor acender uma vela que amaldioar a escurido. (Confcio) 11. Ao examinarmos os erros de um homem, conhecemos o seu carter. (Confcio) 12. O homem realmente culto no se envergonha de fazer perguntastambm aos menos instrudos. (Lao-Ts) 13. Quem conhece os outros sbio; quem conhece a si mesmo iluminado. (Lao-Ts) 14. Quem conhece a sua ignorncia revela a mais profunda sapincia.Quem ignora a sua ignorncia vive na mais profunda iluso. (Lao-Ts) 15. Pagai o mal com o bem, porque o amor vitorioso no ataque einvulnervel na defesa. (Lao-Ts) 16. A alma no tem segredo que o comportamento no revele. (Lao-Ts) 17. O sbio no se exibe e vejam como notado. Renuncia a si mesmo ejamais ser esquecido. (Lao-Ts) 18. Quem quer humilhar algum deve primeiro engrandec-lo. (Lao-Ts) 19. Para ganhar conhecimento, adicione coisas todos os dias. Paraganhar sabedoria, elimine coisas todos os dias. (Lao-Ts) 20. Grandes realizaes so possveis quando se d importncia aospequenos comeos. (Lao-Ts) 21. Quando vires um homem bom, tenta imit-lo; quando vires umhomem mau, examina-te a ti mesmo. (Confcio) 22. O corao do homem pode estar deprimido ou excitado. Em qualquerdos dois casos o resultado ser fatal. (Lao-Ts)_ 23. No so as ms ervas que sufocam o gro, a negligncia docultivador. (Confcio) 24. A msica gera um tipo de prazer sem o qual a natureza humana nopode passar. (Confcio) 25. Reaja inteligentemente mesmo a um tratamento no inteligente.(Lao-Ts ) 26. Todo desejo incmodo e inquieto se dissolve no amor da verdadeirafilosofia. (LAO-TS ) 27. A libertao do desejo conduz paz interior. (Lao-Tis) 28. Quando eu me despojo do que eu sou, eu me torno o que eupoderia ser. (Lao-Ts) 29. Eu no procuro saber as respostas, procuro compreender asperguntas. (Confcio) 30. O ser humano tem a perversa tendncia de transformar o que lhe proibido em tentao. (Confcio)Olimpada 2008 31. fcil apagar as pegadas: difcil, porm, caminhar sem pisar ocho. (Lao-Ts)Olimpada 2008 32. Interferncias delicadas, quando claras, vencem rgidas resistnc(Lao-Ts)Olimpada 2008 33. IMAGENS E MSICA: recebidas de meus contatos na internet TEXTOS: Confcio e Lao-Ts FORMATAO: J. Meirelles Celjm@uol.com.br www.jmeirelles.wordpress.com