panamby magazine outubro 2015

Download Panamby Magazine Outubro 2015

Post on 23-Jul-2016

219 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • 1Ano

    2

    Ed

    io

    19

    Out

    ubro

    20

    15

    O que eu mais amo no Morumbi

    Crise? Que crise? O PANAMBY REAGE

  • 3sumrio

    voc j parou para pensar sobre o que seu bair-ro tem de melhor? Esquea por um momento as preocupaes com a violncia, com o trn-sito e foque no que h de bom. Fizemos esse pedido

    para alguns moradores e o resultado est na mat-

    ria que comea na pgina 14 desta edio. Quere-

    mos ouvir tambm sua opinio. Entre em contato

    com Panamby Magazine e diga o que mais gosta

    no Panamby. Poderemos contar sua histria nas

    prximas edies da revista!

    E em poca de vacas magras, quando 10 entre 10

    pessoas reclamam da situao econmica do pas,

    h gente arregaando as mangas e abrindo novos

    negcios no Panamby. Nossa matria de capa deste

    ms conta novidades que j chegaram ao Panamby

    e ao morumbi e outras que vm por a. Comercian-

    tes e empreendedores apostam no pblico consu-

    midor exigente da regio e concordam: quanto mais

    opes melhor, para que os moradores possam in-

    clusive sair a p, usufruindo do comrcio e dos ser-

    vios prximos de casa, fortalecendo o bairro e seus

    empreendimentos.

    Boa leitura e at o prximo ms!

    Luiza Oliva

    Editora

    www.panambymagazine.com.br

    www.facebook.com/panambymagazine

    Caro morador do PaNamBy

    ANO 2 | N 19 | Outubro 2015

    Editorial

    14 MEU BAIRRO o que eu mais amo no morumbi 20 EDUCAO vestibular sem estresse

    04 CAPA o Panamby reage

    22 22 DIVERSO mar de bolinhas para crianas e

    adultos

    CULTURA 2a mostra Porto e sbado aberto

    Exposio de fotos

    25 EVENTO Exposio de fotos retrata Parque Burle marx

    DIRETORES: luiza oliva (luiza@leituraprima.com.br) e marcelo santos (marcelo@leituraprima.com.br) FOTOGRAFIA: Juliana amorim CRIAO E ARTE: adalton martins e vanessa thomaz IMPRESSO: laser Press PERIODICIDADE: mensal CIRCULAO: Condomnios de alto padro e comrcio do Panamby JORNALISTA RESPONSVEL: luiza oliva mtB 16.935

    PANAMBY MAGAZINE uma publicao mensal da Editora leitura Prima. PaNamBy maGaZiNE no se responsabiliza pelos servios, informes publicitrios e produtos de empresas que anunciam neste veculo. PaNamBy maGaZiNE no se responsabiliza pelos conceitos e opinies emitidos em reportagens e artigos assinados.

    REDAO, PUBLICIDADE E ADMINISTRAO: al. dos Jurupis, 1005, conj. 94 moema so Paulo sP tel. (11) 2157-4825, 2157-4826 e 98486-3000 contato@leituraprima.com.br www.leituraprima.com.brm tecnologia e Comunicao ltda.

    Divu

    lga

    o

    14

    Pa

    na

    mb

    y Ma

    gazin

    e

  • 4Desen

    ho

    s: Divu

    lga

    o G

    azit-B

    rasil

    Nas mesas de bar, nos encontros de famlias, nas reunies de negcios no se fala em outra coisa: a crise tica, poltica e econmica que vive o Bra-sil. mas, andando pelas ruas do Panamby possvel sentir

    um clima menos pesado no ar. H novos empreendimen-

    tos sendo inaugurados, outros em construo, gente com

    bons projetos e ideias, de olho no potencial do bairro.

    a grande construo que salta aos olhos de morado-

    res e gente que passa pela avenida Giovanni Gronchi, na

    esquina com a Nelson Gama de oliveira, o maior smbolo

    de que o morumbi est vencendo a crise. a previso de

    que em maio de 2016 seja inaugurado ali o Morumbi Town,

    shopping erguido pela Gazit, empresa global que adminis-

    tra mais de 448 propriedades ao redor do mundo, listada

    CaPa

    Os re exos da crise econmica pela qual passa o pas esto em toda a cidade. Multiplicam-se os imveis

    com placas de vende-se ou aluga-se, resultado de inmeros comerciantes

    e prestadores de servios que desistiram de seus negcios.

    No Panamby, claro que a crise tambm sentida. Porm, o

    crescimento do bairro nos ltimos anos e o grande mercado consumidor

    formado por moradores com alto poder de compra atraem novos

    negcios de grandes multinacionais a pequenos empreendedores que

    apostam na regio como sinnimo de crescimento e prosperidade.

    O PANAMBY rEaGE

  • 5nas bolsas de valores de Nova iorque, toronto e tel aviv.

    desde que se instalou no Brasil, a Gazit adquiriu o mais

    shopping no largo 13, o shoppping light, no centro, e o

    top Center na avenida Paulista, promovendo revitaliza-

    es nesses centros de compras. todos esses shoppin-

    gs, informa mario Goldberg, superintendente comercial

    da Gazit, tm em comum o fato de estarem localizados

    em reas de grande densidade populacional. No morum-

    bi, no diferente. Para identifi car o potencial do bairro,

    a Gazit encomendou uma pesquisa de mercado com a

    consultoria de varejo Gouva de souza. detectamos que

    desde 2011 o bairro vem passando por uma grande trans-

    formao. a rea de um quilmetro ao redor do shopping

    teve um crescimento de 19% em nmero de domiclios. E

    o crescimento da renda da regio foi da ordem de 30%.

    as reas primria e secundria ao shopping tm 150 mil

    domiclios, ou 466 mil habitantes. s em termos de com-

    parao, uma cidade como Jundia tem 350 mil habitan-

    tes, frisa Goldberg.

    a pesquisa descobriu ainda que a populao do mo-

    rumbi, com um perfi l demogrfi co de 50% de classes a e

    B e 33% de classe C, demanda por servios como gastro-

    nomia diferenciada e opes de entretenimento e lazer.

    verifi camos que cabe no bairro um shopping moderno.

    a partir da, procuramos fazer o shopping que a popula-

    o gostaria, customizado de acordo com suas necessi-

    dades. o bairro mudou: temos aqui pessoas que esto

    em busca de qualidade de vida, uma classe mdia pu-

    jante que consome. Goldberg resume o morumbi town

    como um shopping com arquitetura moderna, aconche-

    gante, de fcil acesso e com segurana. alis, a empresa

    contratou uma empresa de consultoria israelense para

    assinar o projeto de segurana do shopping. Entre os di-

    ferenciais do projeto esto uma praa com clima de bair-

    ro, para a convivncia de famlias, crianas e animais de

    estimao, o p direito alto das lojas, de 6,60 metros, e

    acabamentos arrojados, como iluminao de led e piso

    de granito. o morumbi town ser mais do que um shop-

    ping, ele oferecer um equipamento de arquitetura mo-

    derna, aconchegante, com novas marcas, servios e lazer

    de qualidade que antes era possvel encontrar somente

    fora do bairro. o morumbi era ainda o nico bairro da ci-

    dade que no dispunha de um shopping moderno e con-

    dizente com seu padro, resume.

    o shopping nasce com 31 mil metros quadrados de

    rea bruta locvel, com projeto de expanso para mais 16

    mil metros quadrados. as lojas ncoras confi rmadas so

    o Hipermercado Zaffari, com oito mil metros quadrados, a

    tok&stok e a drogaria Panvel, todas no pavimento trreo.

    No primeiro pavimento, renner, riachuelo, ri Happy e pra-

    a de alimentao com 550 assentos e 17 operaes. No

    segundo andar, destaque para a academia Bio ritmo, com

    1200 metros quadrados, e para o cinema Cinesytem, que

    oferecer nove salas, sendo quatro regulares, quatro vip

    e uma sala imaX. o morumbi town rene ainda elevador

    panormico, 1500 vagas de estacionamento e 120 lojas.

    Morumbi Townav. Giovanni Gronchi

    esquina com rua Nelson Gama de oliveira

  • 6CaPa

    O PRECURSOR JARDIM SUL

    alm de novas empresas, quem est no bairro h bas-

    tante tempo tambm tem programado novidades para

    atender um pblico crescente e cada vez mais exigente.

    No Shopping Jardim Sul, que acaba de completar 25

    anos no bairro, a grande pedida o outback steakhouse,

    com inaugurao prevista at o final do ano. segundo vil-

    mar verdade, superintendente do shopping, o outback

    um fenmeno de pblico. a inaugurao do restaurante

    vem para reforar nossa estratgia de atender cada vez

    melhor s expectativas e necessidades de nosso pbli-

    co. Gastronomia um dos principais pilares trabalhados

    pelo empreendimento, que conta com praa de alimen-

    tao rica em opes de comida de diversos tipos (fast

    food, oriental, caseira, massas, pizzaria, etc.), alm de

    vrios cafs, docerias e restaurantes renomados, como

    amrica, almanara, lia Giorno e Nakombi, diz.

    Em breve o Jardim sul receber ainda unidades do

    Burger King e da hamburgueria H3, alm de lojas como

    a vr, especializada no pblico masculino. tambm at o

    final deste ano o shopping ir inaugurar um teatro pr-

    prio. Conforme o superintendente do Jardim sul, o shop-

    ping tem como objetivo tornar a experincia de compra

    e lazer dos consumidores ainda mais prtica e agradvel.

    recentemente, por exemplo, o Jardim sul recebeu mar-

    cas de peso para compor seu mix, como Bacio di latte,

    Canal, BB Bsico e luit. alm disso, lojas como le lis

    Blanc, renner, lia Giorno, Calvin Klein e m. martan, alm

    do uCi Cinemas, passaram por reformas para trazer um

    layout moderno e atualizado ao shopping. o Jardim sul

    ainda investiu em servios diferenciados, como totens

    de carregamento de celular, cobertura completa de wi-fi

    pelo shopping e atendimento via Whatsapp, para garan-

    tir uma melhor experincia de convivncia a seus visitan-

    tes, afirma verdade.

    Evellyn Nastasi escolheu o Jardim sul para inaugu-

    rar sua franquia da marca BB Bsico, focada em rou-

    pas confortveis e coloridas para crianas de zero a seis

    anos. Ela e o marido, tiago tintori vallejo,