palacete jardim - cm- .típicas figuras femininas fazendo lembrar a actriz sarah bernhardt, ornadas

Download PALACETE JARDIM - cm- .típicas figuras femininas fazendo lembrar a actriz Sarah Bernhardt, ornadas

Post on 10-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • PALACETE JARDIMLocalizao Avenida Frei Heitor PintoCoordenadas Lat. 4017 3.12N - Long. 730 17.05WEncomendante Joseph BouhonArquiteto/Projetista Ernesto KorrodiData 1915

    A construo surgiu pela encomenda da famlia de Jos Maria Bouhon, originria da Blgica e que fixou residncia na Covilh, nos finais do sc. XIX.

    Projetada entre 1915 e 1920, aqui viveu a mencionada famlia, tendo o edifcio posteriormente acolhido o Tribunal do Trabalho e a Delegao do INATEL. Atualmente encontra-se desabitado.Este edifcio apresenta caratersticas Arte Nova, conjugando ainda apontamentos eclticos, nomeadamente neoclssicos, como seja o uso do rusticado e neo-romnicos expressos nas colunas com capitis tipo colchete. frequentemente comparado com a Villa Hortnsia, em Leiria, onde alis viveu o Ernesto Korrodi, apresentando tambm semelhanas evidentes com vrios projetos da autoria do arquiteto Norte Jnior. O palacete implantado a meia-encosta, com vista privilegiada sobre a Serra da Estrela e sobre o vale do Zzere apresenta planta em L invertido. Encontra-se revestido por elementos cermicos importados da Blgica, sendo rematado por friso do mesmo material, interrompido na fachada lateral direita por uma empena truncada e na posterior por uma mansarda.

    As fachadas so marcadas por vos com modinaturas diversas. Algumas janelas so emolduradas por arcos ultrapassados e interrompidos por pseudocachorros que se assumem como falso fecho e sustentam a laje da sacada da janela imediatamente acima. Estes arcos so definidos por volutas que se iniciam por uma semiesfera. Outras janelas, no piso superior, apresentam vos na forma de bforas e trforas, sendo emolduradas por arcos abatidos ou por entablamentos rectos de friso e cornija. Algumas sacadas apresentam guardas em ferro forjado, formando elementos sinuosos e orgnicos caratersticos desta nova corrente.

    Possui aparelho rusticado no embasamento, rasgado pelas janelas dos pisos inferiores, que se repete no muro que envolve parcialmente a propriedade, rasgado por vrios portes metlicos, um deles flanqueado por pilares rematados por urnas, de influncia neoclssica.Os painis de azulejo exteriores dividem-se entre o naturalismo e a nova gramtica Arte Nova. Assim, encontramos paisagens buclicas e outros com inspirao nas tcnicas do cartaz, onde vemos as tpicas figuras femininas fazendo lembrar a actriz Sarah

    Bernhardt, ornadas com frutos, aves e flores. Outros ainda retratam motivos florais, de acordo com a nova corrente esttica, aparecendo estas entrelaadas e pendentes. As penias, tambm designadas de rosas damascenas ou de rosas albardeiras, so a espcie vegetal mais representada, smbolo de prosperidade e prenncio de boa sorte e casamento feliz.

    No interior reina o ecletismo, vrios estilos e tendncias se congregam criando um todo unificado onde so diferenciveis as funcionalidades e hierarquias das vrias dependncias. A Arte Nova est presente em detalhes como as faixas de papel com rosas que surgem nos caixotes, nalguns mosaicos que ainda que imitando tesselas romanas formam folhas e volutas ou no elaborado trabalho da grade em ferro que protege a escadaria. Contudo, a sua grande presena concentra-se num espao que se adapta a um tempo moderno em que o conforto, a higiene, a fluidez e o prolongamento do espao interior ao exterior determinam uma nova esttica. Para esta nova corrente contriburam no s as solues estruturais mas tambm a utilizao de materiais como o vidro que permite maior intercomunicao e iluminao.

  • Edifcio residencial Rua Beato Francisco lvares

    Localizao Rua Beato Francisco lvares N 9 Coordenadas Lat. 401658.44N - Long. 73022.21WEncomendante DesconhecidoArquiteto/Projetista DesconhecidoData Sc. XX

    Edifcio residencial, encaixado entre outras construes, sendo a nica fachada no adossada aquela que se abre para a Rua Beato Francisco lvares. Esta recortada por grande quantidade de vos com diferentes modinaturas, frisos, cornijas e sacadas em cantaria de granito lavrado. A empena precedida de friso de azulejos de inspirao Arte Nova, representando grinaldas e festes, mas contendo elementos eclticos como os medalhes. J os frisos, que precedem as janelas, apresentam maior erudio no que respeita gramtica decorativa, apresentando papoilas, cujos caules ondulantes se entrelaam.Ao nvel do trabalho do ferro destaca-se a porta do lado direito no piso trreo.

  • Banco de Portugal

    Localizao Rua Ruy Faleiro Ns 27 e 29Coordenadas Lat.4016 52.88 N - Long. 730 15.69 WEncomendante Banco de PortugalArquiteto/Projetista Ernesto KorrodiData 1922

    O projeto do antigo edifcio Banco de Portugal da autoria de Ernesto Korrodi, data de 1922.

    Edifcio que albergou a agncia do Banco de Portugal, de planta retangular em cantaria e alvenaria de granito. A fachada principal, historicista e ecltica, congrega apontamentos neomanuelinos e, embora pouco insinuados, elementos de Arte Nova.

    A estrutura simtrica composta por trs corpos separados por pilastras toscanas. O corpo central, mais clssico, com disposio cncava, possui no piso trreo duas portas de lintel recto encimadas por duas janelas de arco abatido.O piso superior rasgado por trs vos, em arco de volta perfeita, divididos por colunas de fustes corntios, sendo rematado em fronto semicircular onde se encontra o escudo portugus, aluso sua primitiva funo. Os corpos laterais, mais elevados, possuem nos pisos superior e inferior duas janelas retilneas e no central janelas com vos de volta plena formando bforas, sendo rematados por cornija.

    As pilastras que dividem os trs corpos so encimadas por cartelas ovaladas com o caduceu de Mercrio e ornadas por festes.

    Os vos retilneos possuem falsos fechos, que servem de cachorro de sustentao. O edifcio mantm as caixilharias e grades primitivas, bem como o porto do logradouro, do lado direito, onde as linhas sinuosas e orgnicas atenuam a rigidez grantica, gerando assim uma gramtica decorativa associada da Arte Nova.

  • Edifcio da Agncia do Banco COMERCIAL PORTUGUS

    Localizao Rua Visconde da Coriscada, N 100Coordenadas Lat. 4016 51.85N - Long. 7030 10.310WEncomendante DesconhecidoArquiteto/Projetista DesconhecidoData Sc. XX

    Deste edifcio, encaixado entre outras construes, sobressai a fachada para a Rua Visconde da Coriscada. Esta, rasgada por quatro eixos de vos em lintel reto, com exceo do correspondente entrada principal, de arco abatido. As janelas do segundo piso possuem grades de resguardo em ferro onde evidente o estilo Arte Nova.A fachada rematada por friso de azulejos policromos, de motivos vegetalistas estilizados, sobre o qual se sustenta, em quatro cachorros, uma platibanda de balastres, com pilares rematados por jarres, que resguarda a gua rebaixada e a mansarda central. Esta apresenta trs vos retos e empena curvilnea, ostensivamente decorada, onde surge um friso central de azulejos representando grinaldas e festes.

  • EdifcioRua do Condestvel Nuno lvares

    Localizao Rua do Condestvel Nuno lvares Pereira, N 16Coordenadas Lat. 4016 48.53N - Long. 730 8.83WEncomendante DesconhecidoArquiteto/Projetista Ernesto KorrodiData Sc. XX

    Edifcio de planta em L regular, de volume nico e cobertura homognea com telhado de quatro guas, com mansarda na fachada principal, ampla e rematada em empena com aba corrida, rasgada por trfora com molduras comuns recortadas, ladeada por uma pequena trapeira de vo retilneo, ambas protegidas por guarda em ferro fundido formando elementos volutados, interrompida por acrotrios. A fachada principal abre-se sobre a Rua do Condestvel Nuno lvares Pereira. percorrida por embasamento proeminente de granito, e apresenta trs pisos divididos por frisos, trs corpos assimtricos e graduais, definidos por pilastras toscanas de silharia fendida, sendo rematada por friso e cornija bastante saliente, sustentada por cachorrada de cantaria. No piso inferior, possui duas bforas jacentes, correspondentes cave, e, no lado esquerdo, ocupando dois pisos, o portal de acesso, de lintel reto e rematado por cornija sustentada por cachorros, protegido por duas folhas de madeira lavrada e postigos de vidro e metal, com bandeira. No segundo piso, um rs do cho elevado, uma bfora

    e uma trfora, todas retilneas, com molduras de cantaria, que se prolongam inferiormente formando falsos brincos sendo rematadas por cornijas sustentadas por cachorros; possuem caixilharias de madeira com o vidro protegido por vitrais com motivos fitomrficos, rosas, lrios, glicnias, jarros, entre outros.No piso superior apresenta uma janela simples de peitoril, uma bfora e uma trfora, com modinaturas e remates semelhantes s anteriores. Remata em cornija, tambm sustentada por cachorros. As fachadas laterais encontram-se adossadas aos edifcios contguos.No interior destacam-se os tetos em estuque com representaes fitomrficas, grinaldas, festes e frutas. A linguagem Arte Nova encontra aqui a sua grande expresso nos vitrais, podendo ainda chamar-se a ateno para os motivos que servem de inspirao aos estuques.A nvel exterior na sinuosidade do ferro e no gosto pela assimetria dos corpos que se encontram os principais elementos da nova esttica.

  • CLUB UNIOLocalizao Rua Marqus dvila e Bolama N221Coordenadas Lat. 4016 46.64N - Long. 730 8.78WEncomendante Jlio Henrique Nunes da CruzArquiteto/Projetista DesconhecidoData Sc. XX

    Destinado a residncia de Jlio Henriques Nunes da Cruz, para este edifcio foi transferida a sede do emblemtico Club Unio, no incio da dcada de 1960. Trata-se de uma construo com uma implantao em U formando um ptio sobre a rua. As fachadas, revestidas com elementos cermicos, so rasgadas por vos curvilneos, alguns formando trforas. Os pisos so divididos por frisos em cantaria de granito lavrado, material igualmente presente nas molduras dos vos, pilastras e balaustradas e nos paramentos das mansardas. A nvel exterior, a sinuosidade do ferro complementa a elegnc