origens da teoria estruturalista teoria clássica teoria das relações humanas teoria...

Download Origens da Teoria Estruturalista Teoria Clássica Teoria das Relações Humanas Teoria Estruturalista + Max Weber + Karl Marx Organização como Unidade Social

Post on 21-Apr-2015

189 views

Category:

Documents

35 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • Origens da Teoria Estruturalista Teoria Clssica Teoria das Relaes Humanas Teoria Estruturalista + Max Weber + Karl Marx Organizao como Unidade Social grande e Complexa. Novo Conceito de Estrutura voltado para o todo e o relacionamento das partes na constituio do todo. Organizaes = Organismos - Relaes orgnicas e interdependentes - Complexidade - Contnua transformao - Interao com o ambiente
  • Slide 2
  • A Sociedade de Organizaes - O homem depende para nascer, viver e morrer. - O estruturalismo estuda a interao entre as organizaes sociais. Etapas Histricas das Organizaes (Etzioni) Natureza Trabalho Capital Organizao
  • Slide 3
  • Escola Clssica Relaes Humanas Estruturalismo Organizaes - Estrutura Interna. - Interao com outras organizaes. - Conceito: Unidades sociais construdas a fim de atingir objetivos especficos (Corporaes, exrcitos, escolas, igrejas... - Organizaes Formais Organizaes Complexas. Homo economicus Homem social Homem organizacional ou Moderno - Flexibilidade - Tolerncias s frustraes - Adiar recompensas - Desejo de realizao
  • Slide 4
  • Anlise das Organizaes Abordagem Mltipla: Modelo Racional de Organizao x Modelo Natural de Organizao Nveis da Organizao: - Estratgico - Gerencial - Tcnico Organizao Formal x Organizao Informal Anlise Interorganizacional Diversidade de Organizaes Recompensas Materiais x Recompensas Sociais - Teoria da Burocracia - Teoria das Relaes Humanas - Teoria Clssica
  • Slide 5
  • Tipologia das Organizaes Identificao/Classificao das Organizaes buscando capturar sua identidade caracterizadora (personalidade organizacional) 1- Tipologia de Etzioni uso e significado da obedincia. ORGANIZAESPODERCONTROLEENVOLVIMENTOEXEMPLOS CoercitivasFora Fsica Prmios ou Punies Alienativo Campos de concentrao, priso... UtilitriasMaterial Interesse e vantagem desejada CalculistaComrcio NormativasConsensoMoral Igrejas, Universidades, Hospitais... CRTICA: Pouca considerao Estrutura, Tecnologia e Ambiente externo.
  • Slide 6
  • Tipologia das Organizaes 2- Tipologia de Blau e Scott beneficiados da organizao. ORGANIZAESBENEFICIRIOEXEMPLOS Associaes de benefcios Mtuos Membros da organizao Cooperativas, sindicatos, consrcios... Organizaes de Interesses Comerciais Proprietrios, dirigentes ou acionistas S.A ou LTDA. Organizaes de Servios Grupo de Clientes Hospitais, Escolas, Universidades, Igreja... Organizaes de Estado Pblico em geral Correios, Organizao Militar, Segurana Pblica... CRTICA: Pouca considerao Estrutura e Tecnologia.
  • Slide 7
  • Objetivos Organizacionais 1. Estado que se procura 2. Funes - orientao - legitimidade - padres - controle 3- Modelos de Empresa - sobrevivncia - eficincia 4- Categorias: - da sociedade - da produo - do sistema - dos produtos - derivados AMBIENTE ORGANIZACIONAL 1- Interdependncias das Organizaes com a Sociedade
  • Slide 8
  • Para os estruturalistas existem estratgias de Competio e de Cooperao. ESTRATGIA ORGANIZACIONAL Competio. a forma de rivalidade entre duas ou mais organizaes frente mediao de terceiro grupo. No caso de organizaes industriais, o terceiro grupo pode ser o comprador, o fornecedor ou outros. Ajuste ou negociao. uma estratgia que busca negociaes para um acordo quanto troca de bens ou servios entre duas ou mais organizaes
  • Slide 9
  • Para os estruturalistas existem estratgias de Competio e de Cooperao. ESTRATGIA ORGANIZACIONAL Cooptao ou coopo. um processo para absorver novos elementos estranhos na liderana ou no esquema de tomada de decises de uma organizao, como um recurso para impedir ameaas externas sua estabilidade ou existncia. Coalizo. Refere-se combinao de duas ou mais organizaes para alcanar um objetivo comum.
  • Slide 10
  • Ao contrrio da competio, as outras trs estratgias ajuste, cooptao e coalizo so subtipos de estratgia cooperativa. As estratgias cooperativas requerem a interao direta entre as organizaes do ambiente. Assim, para os estruturalistas, a estratgia funo da poltica organizacional: ESTRATGIA ORGANIZACIONAL As organizaes so coalizes de vrios indivduos e grupos de interesse. Existem diferenas entre os membros de coalizaes em termos de valores, crenas, interesses e percepes da realidade.
  • Slide 11
  • ESTRATGIA ORGANIZACIONAL A maior parte das decises importantes envolve a alocao de recursos escassos quem obtm o qu. Recursos escassos e diferenas duradouras do ao conflito um papel central na dinmica organizacional e fazem do poder o recurso mais importante da organizao. Metas e decises emergem de barganhas, negociaes e manobras em busca de posies entre os diferentes interessados.
  • Slide 12
  • Conflitos Organizacionais Coordenao x Comunicao Livre Organizaes - Especializadas - No especializadas - De servios Disciplina Burocrtica x Especializao Profissional Planejamento Centralizado x Iniciativa Individual Autoridade de Especialista x Autoridade Administrativa Conflito Mudanas Inovao Linha x Staff
  • Slide 13
  • Stiras Organizao 1- Lei de Parkinson Lei da multiplicao de subordinados e Lei da multiplicao do trabalho. 2- Princpio de Peter em uma hierarquia todo empregado tende a subir at o seu nvel de incompetncia. 3- Dramaturgia Administrativa de Thompson hierarquia contrria a criatividade e inovao. 4- Maquiavelismo nas organizaes fins so mais importantes que os meios.
  • Slide 14
  • Apreciao Crtica 1- Convergncia de vrias abordagens divergentes Teoria Clssica, Relaes Humanas e Burocracia. 2- Ampliao da Abordagem viso mais ampla. 3- Dupla tendncia terica integrativa e conflito. 4- Anlise Organizacional mais ampla. 5- Inadequao das tipologias. 6- Teoria da Crise. 7- Teoria da Transio e Mudana.
  • Slide 15
  • Alencar Albuquerque um renomado consultor de empresas e profundo observador das organizaes. Em uma empresa, ele notou a preocupao dos gerentes em ter mais subordinados para aumentar o seu poder, a presena de diretores incompetentes, uma dramaturgia para fortalecer a hierarquia e a luta cerrada entre linha e staff. Tudo isso reduzia a competitividade organizacional, alm do pessimismo existente na organizao. Como explicar tudo isso de maneira inteligvel direo da empresa? EXERCCIO A EXPLICAO DE ALBUQUERQUE