O Rio Mondego Sofia

Download O Rio Mondego Sofia

Post on 11-Jul-2015

2.832 views

Category:

Sports

2 download

TRANSCRIPT

<ul><li><p>O rio Mondego</p></li><li><p> O rio Mondego tem um comprimento total de 234 quilmetros. A sua nascente situa-se na Serra da Estrela, no concelho de Gouveia, no stio de Corgo das Ms (ou Mondeguinho) ,a uma altitude de cerca de 1425 metros.</p></li><li><p>No seu percurso inicial, atravessa a Serra da Estrela, de sudoeste para nordeste, nos concelhos de Gouveia e Guarda. A poucos quilmetros desta cidade, junto povoao de Vila Corts do Mondego , atinge uma altitude inferior a 450 metros. </p></li><li><p> Nesse ponto, inflecte o seu curso, primeiro para noroeste e depois, j no concelho de Celorico da Beira, para sudoeste. Aqui se inicia o seu curso mdio, ao longo do planalto beiro, cortando rochas granticas e formaes metamrficas.</p></li><li><p> Depois de atravessar o concelho de Fornos de Algodres, o rio Mondego serve de fronteira entre os distritos de Viseu, a norte, e da Guarda e de Coimbra, a sul.</p></li><li><p> Assim, delimita, na margem norte, os concelhos de Mangualde, Seia, Nelas, Carregal do Sal, Santa Comba Do e Mortgua, enquanto que na margem sul serve de limite aos concelhos de Oliveira do Hospital, Tbua, Penacova e Vila Nova de Poiares. Entre Penacova e Coimbra, o rio percorre um apertado vale, num trajecto caracterizado por numerosos meandros encaixados.</p></li><li><p> Depois de se libertar das formaes xistosas e quartzticos , e j nas imediaes da cidade Coimbra, o rio inaugura o seu curso inferior, constitudo pelos ltimos quarenta quilmetros do seu trajecto e cumprindo um desnvel de apenas 40 metros de altitude. Nesta ltima etapa, percorre uma vasta plancie aluvial, cortando os concelhos de Coimbra, Montemor-o-Velho e Figueira da Foz, onde desagua, no Oceano Atlntico . </p></li><li><p> Junto sua foz forma-se um esturio com cerca de 25 km de comprimento e 3,5 km de rea. Nos ltimos 7,5 km do seu troo desdobra-se em dois braos (norte e sul), que voltam a unir-se junto foz, formando entre si a pequena ilha da Murraceira.</p></li><li><p>Este rio parece ter caldo verde em vez de gua. Umas algas crescem muito rpido, o oxignio est a desaparecer, fazendo com que os peixes morram em massa. </p></li><li><p>Nas suas margens a vegetao de:</p><p> Choupos</p></li><li><p>Nas suas margens a vegetao de:</p><p> SALGUEIRO FREIXOS</p></li><li><p>Nas suas margens a vegetao de:</p><p> CEDROS LARANJEIRA</p></li><li><p>Nas suas margens a vegetao de:</p><p> OLIVEIRA MILHO</p></li><li><p>Nas suas margens a vegetao de:</p><p> LAMOS PILRITEIROS</p></li><li><p>Nas suas margens a vegetao de:</p><p> HERAS JASMINS</p></li><li><p>Nas suas margens a vegetao de:</p><p> ROSA BONINAS</p></li><li><p>A sua fauna constituda por :</p><p> TRUTAS LAMPREIA</p></li><li><p>A sua fauna constituda por :</p><p> BARBOS ENGUIASEntre outros </p></li><li><p>OBRIGADA PELA VOSSA ATENO</p></li><li><p> Fim FEITO POR Sofia</p></li></ul>

Recommended

View more >