O caminho para o alcorao

Download O caminho para o alcorao

Post on 16-Jan-2015

757 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. O CAMMINHO PARA O ALOALCORO www.isslamemllinha.comm</li></ul><p> 2. PrefcioCaptulo 1: A jornada da vidaA realidade viva, eternaO novo mundo que te esperaO que o Alcoro?Graa infinita e majestadeObstculos e perigosTilawahCaptulo 2: Pr-requisitos bsicosF: a palavra de DeusPureza de inteno e objetivoMostrando gratido e louvorAceitao e confianaObedincia e mudanaDificuldades e obstculosConfiana e dependnciaCaptulo 3: Participao InteriorO que o corao?Dinmica da participao interiorEstados de conscinciaO critrio cornico da participao interiorNa presena de Allah 3. Ouvindo AllahDiscurso direto de AllahCada palavra para vocConversa com AllahConfiando e esperando as recompensas de AllahAes do dorao e do corpoResposta do seu coraoResposta da sua lnguaLgrimas nos seus olhosPosturas corporaisLendo com TartilAuto-purificaoBuscando a ajuda de Allah (Dua)Proteo de AllahEm nome de AllahProcurando as bnos do AlcoroOutra bela DuaOraes geraisLer com compreensoCaptulo 4: Estudo e CompreensoImportncia e necessidadeEstudo pessoal 4. Argumento contra o estudoA nfase cornicaA prtica inicialOs riscos do estudo pessoalCategorias da compreensoTadhakkurTadabburSuas intenesGraus e formas de compreensoExigncias mnimasrabeLer todo o AlcoroLer trabalhos de TafsirEstudo de trechos selecionadosLer repetidas vezesMente curiosaAuxlios para estudoComo estudarComo entender significadosPrincpios geraisCompreenda como uma realidade vivaCompreenda como uma mensagem para vocCompreenda como parte de um todo 5. Compreenda-o como um texto unificado coerenteCompreenda com todo o seu serCompreenda o que o Alcoro lhe dizFique com o consensoCompreenda atravs do critrio cornico nicoEntenda o Alcoro pelo AlcoroCompreenda com o Hadith e a SirahLinguagemOrientaes metodolgicasEstudando palavrasContextoPano de fundo histricoSignificado originalTraduzindo para a sua situaoSignificados irrelevantes e longnquosNvel de conhecimento e de intelignciaConhecimento humano atualO que voc no pode entenderVida do ProfetaCaptulo 5: Estudo ColetivoImportncia e necessidadeFormas de estudo coletivo 6. Quatro regras bsicasEstudo em crculoParticipantesComo conduzir um estudo em crculoDars (Estudo)PreparaoComo falarCaptulo 6: Vivendo o AlcoroObedecendo o AlcoroCumprindo a misso do Alcoro 7. PrefcioDiz Allah, subhanaha wa taala, Se tivssemos feito descer este Alcoro sobreuma montanha, t-la-ias visto humilhar-se e fender-se, por temor a Allah. Entocomo pode um ser humano, sozinho e com to pouco conhecimento e impurezaespiritual, pretender indicar o caminho para a majestade, a misericrdia, a beleza e asabedoria que esto no Alcoro? O que me animou, contudo, foi o persistenteempurro de muitos amigos que sentiam que o que eu compartilhei com eles deveriaser compartilhado com mais pessoas. Mas a fora e a coragem reais vieram dapromessa de Allah: Aqueles que se esforarem pela Nossa causa, certamente osguiaremos em Nossos caminhos. E as palavras do Profeta (saas): Transmita em meunome, mesmo que seja um versculo, e o melhor dentre vocs aquele que aprende oAlcoro e o ensina , parecem fazer disso quase um dever a ser cobiado.Meu objetivo ao escrever este livro bastante modesto. Este no um trabalho de umacadmico erudito. No sou um mufassir, nem escrevo para especialistas. No tenho ainteno de ensinar e orientar, pois no tenho pretenso alguma. Escrevo para osbuscadores comuns, inexperientes e iletrados do Alcoro, especialmente homens emulheres jovens, que se esforam para cumprir seus desejos e compreender, absorvere viver o Alcoro, como eu mesmo fao. Escrevo para estudantes sobre coisas que eumesmo estou aprendendo. Neste livro, portanto, escrevo como um viajante a outro,tentando dividir com ele tudo o que encontrei e aprendi de til nos meus tropeos, comtodas as minhas deficincias, ao longo da simples e recompensadora estrada doAlcoro. Estou certo de que eles, com sua grande sinceridade, devoo e competncia,aperfeioaro o que apresentei aqui.Este livro produto de uma longa e ininterrupta busca. Seu contedo foi reunido emmuitos anos de estudo. O comeo deste livro est h mais de trs dcadas, quandocomecei meu prprio esforo em viver pelo Alcoro, e quando assumi a tarefa deexplicar como estudar o Alcoro para um grupo de jovens estudantes da minhaconfiana. A maior parte do que eu disse ento, devo a um pequeno nmero de fontes:Tafdsari Fardhi, de Hamiduddin Farahi; Tafhimul Quran, de Sayyid Mawdudi;Tadabburi Quran, de Amin Ahsan Islahi; Ihya Ulum al-Din, de al-Ghazali; Hujjah-Allahal-Balighah e al-Fawz al-Kabit fi Usul al-Tafsir, de Shah Waliullah, e al-Iqtan fi Ulum al-Quran, de Suyuti. Por todo o contedo desses livros, continuo a ter uma dvida degratido. E devo confessar e assinalar que, nenhum desses autores so responsveispor meus prprios erros de compreenso e de apresentao. A primeira oportunidadeque tive de pr meus pensamentos no papel foi em 1977, quando escrevi uma pequenaintroduo para a traduo do Alcoro por Yusuf Ali, publicado pela Fundao Islmica"The Way to the Quran".Este livro nasceu de certas convices permanentes. E mesmo que estejam todasexplicadas neste livro, ser mais til relembrar e resumir algumas delas aqui: 8. Primeiro, nossas vidas permanecero sem sentido e arruinadas, ao menos que sejamguiadas pelo Alcoro, a palavra de Deus.Segundo, o Alcoro, sendo a eterna orientao dada pelo Deus Eterno, to relevantepara ns hoje quanto foi h quatorze sculos atrs, e ser relevante por todo o sempre.Terceiro, temo, quase o direito, em certo sentido, de receber suas bnos hoje comoreceberam os seus primeiros crentes; contanto que, logicamente, o busquemos eajamos de modo que possamos dividir seus ricos resultados.Quarto, todo muulmano tem o dever de devotar-se leitura, compreenso e memorizao do Alcoro.Quinto, devemos nos abandonar totalmente, em pensamento e ao, ao que o Alcorotem para oferecer. Qualquer orgulho, arrogncia, senso de auto-suficincia, reserva ouingenuidade que possam ser erradamente lidos nele, so fatais para a suacompreenso, e podem fechar as portas para as suas bnos.Seis, o caminho do Alcoro o caminho da auto-rendio, da prtica do que ele lhepede, mesmo que se aprenda apenas um versculo. Um versculo aprendido e levado ao, melhor do que mil versculos explicadosbelamente, mas que no concedem qualquer beleza vida do leitor. Obedincia, acimade tudo, a verdadeira chave da compreenso.H sete captulos neste livro. Cada um deles lida com um aspecto diferente da jornada.O primeiro trata do significado da jornada para as nossas vidas; o segundo, dasprovises que devem ser reunidas nos nossos coraes e mentes antes de comear; oterceiro, de quais posturas e aes do corao, da mente e do corpo so necessriaspara o envolvimento completo do seu interior; o quarto, de quais regras, devem serseguidas na leitura; o quinto, do por qu e de como entender; o sexto, de comoempreender um estudo coletivo; e o stimo, da necessidade essencial de oferecernossas vidas ao cumprimento da misso cornica. O que o Profeta (saas) disse sobrealgumas partes especficas do Alcoro foi reunido em um apndice. Outras sugeremalguns planos de ensino para estudos pessoais e coletivos, que muitos podero acharteis. Alguns auxlios de estudo tambm esto includos.Este no um livro que pode ser guardado depois de uma leitura apressada, ao menosque algum no goste do que ele diz, ou no o ache til. Aqueles que precisam de umlivro como esse e vem utilidade nele, espero, acharo necessrio tomar bastantetempo em cada parte, e l-lo repetidas vezes. Para esses eu gostaria de dizer: faadele o seu companheiro contnuo.Voc ver que deve estudar algumas coisas com cuidado, ter que guardar algumasna memria, a outras ter que recorrer constantemente. Mas somente o que praticarser til para voc. O que este livro faz demarcar a estrada e erigir os sinaisnecessrios para marcar o caminho, dar orientao, advertir, acautelar e proibir, se 9. necessrio. Ainda assim voc deve equipar-se com um veculo, abastec-lo, ir para aestrada e dirigir. Nada neste livro pode substituir o seu prprio desejo interior e a suadeterminao e persistncia.Uma palavra especial sobre os perigos e precaues, sobre a aceitao e a utilizaodo que foi dito aqui esto em cada parte do livro. Elas so importantes. Sempre astenha em mente, esteja voc tentando entender o Alcoro sozinho, usando do plano deestudos, ou agindo por outros meios.Dei grande nfase necessidade urgente dos esforos pessoais de cada muulmanoem tentar entender o Alcoro. Para mim, esta a exigncia fundamental do Alcoro.Estive, contudo, atento s armadilhas dessa estrada, e tentei apont-las. A esserespeito, quero que voc mantenha sempre com voc as palavras atribudas aSayyidina Abu Bakr: Que terras me sustentaro e que cus me protegero se disseralgo que seja minha opinio pessoal na interpretao do Alcoro? Isso sempre teveum efeito de sensatez e firmeza em mim: voc tambm deve tirar proveito disso.Estamos vivendo em uma poca em que a necessidade de centralizar as nossas vidasno Alcoro mais urgente e obrigatria. Sem isso, ns muulmanos nuncaredescobriremos a ns mesmos, nem daremos significado nossa existncia e nuncaacharemos dignidade neste mundo. Mais importante, nunca agradaremos o nossoCriador e Senhor. Sem o Alcoro, a humanidade tambm continuar a escorregar parao abismo da total extino.H, hoje, um rpido crescimento da compreenso dessa urgncia entre osmuulmanos. O desejo de entender o Alcoro e de viver por ele tm se difundido. Atendncia do renascimento islmico tanto um produto quanto um estmulo dessedesejo.Durante estes dias cruciais, se este humilde esforo acender em alguns coraes odesejo de comear a jornada atravs do Alcoro, uma jornada por toda a vida, e seservir de companhia, meu trabalho ser amplamente recompensado. Entretanto, sereibeneficiado somente se Allah perdoar todos os meus erros na inteno e nacompreenso, e abenoar esse esforo com a Sua aceitao. queles que sebeneficiaro deste livro, meu apelo : no se esquea de mim nas suas oraes. 10. Captulo 1: A Jornada da VidaA realidade viva, eterna.O Alcoro a palavra do Deus Eterno; ele foi enviado para guiar o homem nos temposque estavam por vir. Nenhum livro pode ser assim. Quando voc busca o Alcoro,Allah fala a voc. Ouvir o Alcoro ouvi-Lo e at mesmo conversar com Ele, e andarnos Seus caminhos. o encontro da vida com o Doador da Vida. "Allah! No hdivindade alm dEle, o Vivente, o Auto-Suficiente. Ele te revelou ( Mohammad)o Livro com a verdade corroborante dos anteriores, assim como havia revelado aTor e o Evangelho." (Al Imran 3: 2-3)Para aqueles que o ouviram isso pela primeira vez dos lbios do Profeta (saas), oAlcoro era uma realidade viva. Eles no tinham dvidas de que, atravs dele, Allahlhes estava falando diretamente. Seus coraes e mentes foram apanhados por ele.Seus olhos inundaram-se de lgrimas e seus corpos tremeram. Achavam que cadapalavra dele era profundamente relevante para suas preocupaes e experincias, e ointegraram por completo em suas vidas. Foram totalmente transformados por ele, tantoindividualmente como num corpo coletivo, em uma totalmente nova, viva e inspiradoraentidade. Aqueles que pastoreavam ovelhas, criavam camelos e faziam um comrciomesquinho tornaram-se os lderes da humanidade.Hoje temos o mesmo Alcoro conosco. Milhes de cpias dele esto circulando. Dia enoite, incessantemente recitado. Em casas, mesquitas e plpitos. H volumosostrabalhos de exegtica, expondo seus significados. Vertem-se palavras sem limitespara explicar seus ensinamentos e para exortar-nos a viver atravs dele. Ainda assim,olhos permanecem secos, coraes permanecem duros, mentes permanecemintocadas e vidas permanecem inalteradas. A ignomnia e a degradao parecem tertomado montes de seguidores do Alcoro. Por qu? Porque j no lemos o Alcorocomo uma realidade viva. Ele seria um livro sagrado, mas nos contaria algo dopassado somente, concernente a muulmanos e descrentes, judeus e cristos, fiis ehipcritas, que "existiram h muito tempo atrs".O Alcoro no pode tornar-se vivo, ter fora relevante e ser poderoso para ns agora,1400 anos depois, como era naquele tempo? Esta a questo mais crucial quedevemos responder se desejarmos moldar nosso destino mais uma vez sob aorientao do Alcoro.Mas parece que h algumas dificuldades. Ao menos pelo fato do Alcoro ter sidorevelado em certo ponto do tempo. Desde ento percorremos um longo caminho,fizemos um gigantesco avano tecnolgico, e vimos mudanas sociais considerveistomarem lugar na sociedade humana. Alm disso, a maior parte dos seguidores doAlcoro no conhecem o rabe, e muitos dos que o conhecem tm uma pequena idiada linguagem "viva" do Alcoro. No podemos esperar que eles absorvam seu idioma e 11. suas metforas, to essenciais para explorar e absorver as profundezas do significadocornico.Sua orientao ainda possui, pelas suas prprias afirmaes, relevncia eterna paratodas as pessoas, pois a palavra do Deus Eterno.Pela veracidade da sua afirmao, parece-me, possvel receber, experimentar eentender o Alcoro da mesma forma que os seus primeiros recebedores, ao menos emalgum e grau. Parecemos ter quase direito a essa possibilidade de receber aorientao de Deus em sua plenitude, com todas as suas riquezas e alegrias. Emoutras palavras, apesar do incidente histrico da revelao numa linguagem especficae num tempo e espao determinados, deveramos ser capazes de receber o Alcoroagora (por causa da sua mensagem eterna), capazes de fazer da sua mensagem umaparte bastante real das nossas vidas, como foi para os primeiros crentes, e com amesma urgncia e profunda relevncia para todas as nossas experincias epreocupaes presentes.Mas como faremos isso? Para sermos francos, somente acolhendo as palavras doAlcoro como se Allah estivesse falando a ns hoje e agora, e cumprindo as condiesnecessrias para tal encontro.Em primeiro lugar, devemos ver o Alcoro como palavra de Deus e pensar sobre o queele significa para ns, e trazer toda reverncia, amor, e desejo para agir conforme essapercepo exige. Em segundo lugar, devemos l-lo como ele pede para ser lido, comoo Mensageiro de Allah nos instruiu, como ele e seus Companheiros o leram. Emterceiro lugar, devemos trazer cada palavra do Alcoro para nossa prpria realidade, epreocupar-nos em transcender as barreiras do tempo, da cultura e das mudanas.Para seus primeiros recebedores, o Alcoro foi um evento contemporneo. Sualinguagem e seu estilo, sua eloqncia e sua racionalidade, seu idioma e suasmetforas, seus smbolos e parbolas, seus momentos e eventos foram todosencaixados no cenrio adequado. Essas pessoas foram testemunhas e, em certosentido, participantes de todo o ato da revelao e do seu desenrolar em sua prpriapoca. Ns no temos o mesmo privilgio; mas h a mesma obrigao dele serverdadeiro para ns.Ao entender e obedecer o Alcoro em nosso prprio tempo, ns perceberemos, namedida do possvel, os eventos contemporneos como eram percebidos naquelapoca. A essncia do homem no mudou; a mesma. Apenas as suas externalidades- as formas, modos, tecnologia - mudaram. Os pagos de Meca talvez no existammais, nem os judeus de Yathrib, nem os cristos d...</p>