Manual de Auditoria Interna - audin.ufsc. ?· Manual de Auditoria Interna 1 MANUAL DE AUDITORIA INTERNA…

Download Manual de Auditoria Interna - audin.ufsc. ?· Manual de Auditoria Interna 1 MANUAL DE AUDITORIA INTERNA…

Post on 07-Dec-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Manual de Auditoria Interna

1

MANUAL DE AUDITORIA INTERNA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

Florianpolis 2017

Manual de Auditoria Interna

2

Manual de auditoria interna

AUDIN/UFSC

Manual de Auditoria Interna

3

SUMRIO

1. Apresentao ........................................................................................................ 4

2. Abrangncia ........................................................................................................... 5

2.1. Competncia regimental ............................................................................. 5

2.2. Definio de auditoria interna ................................................................... 7

3. Classificaes de auditoria, PAINT e RAINT ................................................ 7

3.1. Classificaes de auditoria ........................................................................ 7

3.2. Plano anual de atividades de auditoria interna (PAINT) ..................... 9

3.3. Relatrio anual de atividades de auditoria interna (RAINT) ............ 10

4. Trabalho de auditoria ........................................................................................ 11

4.1. Planejamento de auditoria ........................................................................ 11

4.1.1. Materialidade, relevncia e criticidade .......................................... 12

4.1.2. Atividades preliminares ao planejamento de auditoria ............. 13

4.2. Programa de trabalho ................................................................................ 14

4.3. Papis de trabalho de auditoria PTAs ............................................... 15

4.4. Amostragem ................................................................................................. 16

4.5. Fraude e erro ................................................................................................ 17

4.6. Riscos operacionais ................................................................................... 18

4.7. Procedimentos de auditoria ..................................................................... 18

4.8. Evidncias ..................................................................................................... 20

4.9. Estrutura do relatrio de auditoria ......................................................... 23

4.10. Relatrio de auditoria preliminar ........................................................ 25

4.11. Relatrio de auditoria final e ciclo de ao de auditoria .............. 26

4.12. Plano de providncias ........................................................................... 27

4.13. Atualizao do Manual de Auditoria .................................................. 28

Referncias ................................................................................................................. 29

Anexo I Programa de trabalho ............................................................................ 30

Manual de Auditoria Interna

4

1. Apresentao

Este manual foi elaborado visando padronizao dos procedimentos a

serem aplicados no desenvolvimento de auditoria, servindo de subsdio

s atividades dos servidores tcnico-administrativos lotados na AUDIN,

contendo instrues, conceitos, metodologias de trabalho, rotinas e

procedimentos aplicveis ao desenvolvimento de auditoria dos atos de

gesto contbil, patrimonial, oramentria, financeira e operacional no

mbito das unidades gestoras da UFSC, no exerccio das competncias

decorrentes do art. 74 da Constituio Federal.

Espera-se que este trabalho contribua de forma efetiva com o

aperfeioamento da gesto universitria e aplicao dos recursos

pblicos, beneficiando toda a sociedade.

Manual de Auditoria Interna

5

2. Abrangncia

As atividades de controle da Auditoria Interna da UFSC abrangem, no

mais amplo nvel, os gestores responsveis pelo gerenciamento dos

recursos pblicos no mbito da universidade, assim como qualquer

pessoa fsica ou jurdica que receba estes recursos para serem

executados para atingir uma finalidade pblica.

2.1. Competncia regimental

A competncia da auditoria interna contempla as seguintes atribuies:

I executar aes de auditoria, com o objetivo de:

a) verificar o desempenho da gesto da UFSC, visando comprovar a

legalidade e a legitimidade dos atos e examinar os resultados quanto

economicidade, eficcia e eficincia da gesto oramentria, financeira,

patrimonial, de suprimentos de bens e servios, de pessoal e dos

demais sistemas administrativos e operacionais, recomendando a

adoo de medidas de carter preventivo e corretivo, objetivando o

cumprimento da legislao pertinente;

b) acompanhar o cumprimento das metas oramentrias no mbito da

UFSC, visando comprovar a conformidade de sua execuo;

c) assessorar os gestores no acompanhamento da execuo dos

programas de governo e do planejamento da Universidade, visando

comprovar o nvel de execuo das metas, o alcance dos objetivos e a

adequao do gerenciamento;

d) verificar a execuo do oramento da UFSC, visando comprovar a

conformidade da execuo com os limites e destinaes estabelecidas

na legislao pertinente;

e) avaliar a adequao e a efetividade dos controles internos

administrativos das reas auditadas;

Manual de Auditoria Interna

6

II propor mecanismos para a adequao e o aprimoramento do

controle social sobre as aes da Universidade;

III orientar subsidiariamente os dirigentes da UFSC quanto aos

princpios e s normas de controle interno, inclusive quanto forma de

prestar contas;

IV examinar e emitir parecer prvio sobre a prestao de contas anual

da Universidade e as tomadas de contas especiais;

V orientar os dirigentes quanto s diligncias provenientes de

instncias governamentais relacionadas atividade de controle;

VI acompanhar a implementao das recomendaes e das

determinaes oriundas das unidades do Sistema de Controle Interno do

Poder Executivo Federal e do Tribunal de Contas da Unio (TCU);

VII comunicar s unidades do Sistema de Controle Interno e do Poder

Executivo Federal, tempestivamente, os fatos irregulares que causarem

prejuzo ao errio, esgotadas todas as medidas corretivas do ponto de

vista administrativo;

VIII elaborar o Plano Anual de Atividades de Auditoria Interna (PAINT)

do exerccio seguinte, bem como o Relatrio Anual de Atividades da

Auditoria Interna (RAINT), a serem encaminhados s unidades do

Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal, para efeito de

integrao das aes de controle;

IX executar outras atividades inerentes rea de controle interno que

venham a ser delegadas pelas unidades do Sistema de Controle Interno

do Poder Executivo Federal, pelo rgo de controle externo, pela

autoridade superior da Universidade ou pela legislao.

Ressalta-se que a AUDIN se sujeita orientao normativa e superviso

tcnica da Controladoria-Geral da Unio - CGU e dos rgos setoriais do

Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal (Controladorias

Regionais da Unio nos Estados), em suas respectivas reas de

jurisdio.

Manual de Auditoria Interna

7

2.2. Definio de auditoria interna

A Auditoria Interna compreende os exames, anlises, avaliaes,

levantamentos e comprovaes, metodologicamente estruturados para a

avaliao da integridade, adequao, eficcia, eficincia e

economicidade dos processos, dos sistemas de informaes e de

controles internos integrados ao ambiente, e de gerenciamento de

riscos, com vistas a assistir administrao da entidade no cumprimento

de seus objetivos.

A atividade da Auditoria Interna est estruturada em procedimentos, com

enfoque tcnico, objetivo, sistemtico e disciplinado, e tem por finalidade

agregar valor ao resultado da organizao, apresentando subsdios para

o aperfeioamento dos processos, da gesto e dos controles internos,

por meio da recomendao de solues para as no conformidades

constatadas nos relatrios.

3. Classificaes de auditoria, PAINT e RAINT

3.1. Classificaes de auditoria

A auditoria classifica-se em:

I. Auditoria de Avaliao da Gesto: esse tipo de auditoria objetiva emitir

opinio com vistas a certificar a regularidade das contas, verificar a

execuo de contratos, acordos, convnios ou ajustes, a probidade na

aplicao dos dinheiros pblicos e na guarda ou administrao de

valores e outros bens da Unio ou a ela confiados, compreendendo,

entre outros, os seguintes aspectos: exame das peas que instruem os

processos de tomada ou prestao de contas; exame da documentao

comprobatria dos atos e fatos administrativos; verificao da eficincia

dos sistemas de controles administrativo e contbil; verificao do

cumprimento da legislao pertinente; e avaliao dos resultados

operacionais e da execuo dos programas de governo quanto

economicidade, eficincia e eficcia dos mesmos.

Manual de Auditoria Interna

8

II. Auditoria de Acompanhamento da Gesto: realizada ao longo dos

processos de gesto, com o objetivo de se atuar em tempo real sobre os

atos efetivos e os efeitos potenciais positivos e negativos de uma

unidade ou entidade federal, evidenciando melhorias e economias

existentes no processo ou prevenindo gargalos ao desempenho da sua

misso institucional.

III. Auditoria Contbil: compreende o exame dos registros e documentos

e na coleta de informaes e confirmaes, mediante procedimentos

especficos, pertinentes ao controle do patrimnio de uma unidade,

entidade ou projeto. Objetivam obter elementos comprobatrios

suficientes que permitam opinar se os registros contbeis foram

efetuados de acordo com os princpios fundamentais de contabilidade e

se as demonstraes deles originrias refletem, adequadamente, em

seus aspectos mais relevantes, a situao econmico-financeira do

patrimnio, os resultados do perodo administrativo examinado e as

demais situaes nelas demonstradas. Tem por objeto, tambm,

verificar a efetividade e a aplicao de recursos externos, oriundos de

agentes financeiros e organismos internacionais, por unidades ou

entidades pblicas executoras de projetos celebrados com aqueles

organismos com vistas a emitir opinio sobre a adequao e

fidedignidade das demonstraes financeiras.

IV. Auditoria Operacional: consiste em avaliar as aes gerenciais e os

procedimentos relacionados ao processo operacional, ou parte dele, das

unidades ou entidades da administrao pblica federal, programas de

governo, projetos, atividades, ou segmentos destes, com a finalidade de

emitir uma opinio sobre a gesto quanto aos aspectos da eficincia,

eficcia e economicidade, procurando auxiliar a administrao na

gerncia e nos resultados, por meio de recomendaes, que visem

aprimorar os procedimentos, melhorar os controles e aumentar a

responsabilidade gerencial. Este tipo de procedimento de auditoria,

consiste numa atividade de assessoramento ao gestor pblico, com

vistas a aprimorar as prticas dos atos e fatos administrativos, sendo

desenvolvida de forma tempestiva no contexto do setor pblico, atuando

Manual de Auditoria Interna

9

sobre a gesto, seus programas governamentais e sistemas

informatizados.

V. Auditoria Especial: objetiva o exame de fatos ou situaes

consideradas relevantes, de natureza incomum ou extraordinria, sendo

realizadas para atender determinao expressa de autoridade

competente. Classifica-se nesse tipo os demais trabalhos de auditoria

no inseridos em outras classes de atividades

3.2. Plano anual de atividades de auditoria interna (PAINT)

O PAINT aborda as aes que a AUDIN considera relevantes para o

fortalecimento e o aprimoramento da gesto das unidades

administrativas e acadmicas da UFSC. O planejamento contempla,

tambm, as atividades administrativas e de gesto da prpria unidade de

auditoria, o acompanhamento dos diligenciamentos e o monitoramento

das recomendaes e determinaes oriundas da Controladoria Geral

da Unio (CGU) e do Tribunal de Contas da Unio (TCU), e a previso

de participao de seus servidores em eventos educacionais de

capacitao que contribuam para o aperfeioamento das atividades

desempenhadas pela AUDIN.

O PAINT ser elaborado pela unidade de auditoria, com finalidade de

definir temas e macroprocessos a serem trabalhados no exerccio

seguinte.

So princpios orientadores do PAINT a segregao de funo e a

necessidade de preservao da independncia.

No constaro no PAINT atribuies que caracterizem atos de gesto.

Na elaborao do PAINT, a unidade de auditoria interna dever

considerar o planejamento estratgico, a estrutura de governana, o

programa de integridade e o gerenciamento de riscos corporativos, os

controles existentes, os planos, as metas, os objetivos especficos, os

programas e as polticas do respectivo rgo ou entidade.

O PAINT conter, no mnimo:

Manual de Auditoria Interna

10

I - relao dos macroprocessos ou temas passveis de serem

trabalhados, classificados por meio de matriz de risco, com a descrio

dos critrios utilizados para a sua elaborao;

II - identificao dos macroprocessos ou temas constantes da matriz de

risco, a serem desenvolvidos no exerccio seguinte, considerando o

prazo, os recursos disponveis e os objetivos propostos; e

III - estimativa de horas destinadas s aes de capacitao e

participao em eventos que promovam o fortalecimento das atividades

de auditoria interna.

3.3. Relatrio anual de atividades de auditoria interna (RAINT)

A apresentao dos resultados dos trabalhos de auditoria interna ser

efetuada por meio do RAINT, que conter o relato das atividades de

auditoria interna executadas.

O RAINT conter, no mnimo:

I - descrio dos trabalhos de auditoria interna realizados de acordo com

o PAINT;

II anlise consolidada acerca do nvel de maturao dos controles

internos do rgo, com base nos trabalhos realizados, identificando as

reas que apresentaram falhas relevantes e indicando as aes

promovidas para regularizao ou mitigao dos riscos delas

decorrentes;

III - descrio dos trabalhos de auditoria interna realizados sem previso

no PAINT, indicando sua motivao e seus resultados;

IV relao dos trabalhos de auditoria previstos no PAINT no

realizados ou no concludos, com as justificativas para a sua no

execuo e, quando aplicvel, com a previso de sua concluso;

V - descrio dos fatos relevantes que impactaram positiva ou

negativamente nos recursos e na organizao da unidade de auditoria

interna e na realizao das a...

Recommended

View more >