manual aluno v2017 -...

of 12 /12
www.faculdadeguanambi.edu.br Av. Pedro Felipe Duarte, 4911 - Bairro São Sebastião Guanambi - Bahia Manual do Aluno

Author: vancong

Post on 01-Dec-2018

235 views

Category:

Documents


0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • www.faculdadeguanambi.edu.br

    Av. Pedro Felipe Duarte, 4911 - Bairro So SebastioGuanambi - Bahia

    Manual do

    Aluno

  • MANUAL DO ALUNO

    O Manual do Aluno um importante guia para sua vida acadmica. Por meio dele voc vai conhecer a FG, bem como os servios disponibilizados por nossa instituio. Aqui

    voc ter informaes valiosas sobre nossos procedimentos acadmicos, administrativos e financeiros. Portanto, leia com ateno e o conserve para consulta sempre que tiver uma

    dvida. A organizao e a eficcia de uma instituio de ensino dependem da colaborao e compromisso de professores, alunos e colaboradores.

    Esperamos que voc tenha uma trajetria de sucesso em sua vida acadmica.

    Seja bem-vindo FG!

    A Direo

    1

    MANTENEDORACentro de Educao Superior de Guanambi

    MANTIDAFaculdade Guanambi

    DIREO GERALFelipe Gabriel Duarte

    DIREO ACADMICA E ADMINISTRATIVAGeorgheton Melo Nogueira

    CNPJ: 04097860/0001-46Avenida Pedro Felipe Duarte, 4.911, Bairro So Sebastio

    Guanambi BA | CEP.: 46.430-000Telefones: (77) 3451-8400

    Homepage: www.faculdadeguanambi.edu.br

    2

  • A Faculdade Guanambi

    MissoFormar cidados e profissionais comprometidos com a democracia e a cidadania, capazes

    de transformar a sociedade, desenvolvendo o conhecimento e contribuindo para a qualidade de vida.

    Objetivo Desenvolver cursos e programas de formao superior, possibilitando uma formao integral do indivduo em sintonia com as necessidades da sociedade como um todo.

    3

    SUMRIO

    VOC E A FG ................................ 5Assessoria de Comunicao (ASCOM) ....... 5Biblioteca ....................................... 5Centro Pedaggico e Psicopedaggico (CPP) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5Comisso Prpria de Avaliao (CPA) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5C on v n ios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5Coordenaes dos Cursos ............................ 5Gerncia de Crdito ......................... 6Laboratrios: Sade e Engenharia ............... 6Laboratrios de Informtica ............. 6 Ncleo de Estgios ................................. 7Ncleo de Pesquisa e Extenso (NUPEX) ... . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7Ouvidoria ........................................... 7Protocolo .................................................. 7Representante de Turma ....................... 7Secretaria Acadmica ................................... 7Tecnologia da Informao (TI) ..................... 7

    FAZ PARTE DA FG .................................... 8Balco de Justia e Cidadania ....................... 8Centro de Sade .......................................... 8 Comit de tica em Pesquisa (CEP) ............ 9Comit de tica na Utilizao de Animais (CEUA) ................................................ 9Laboratrio de Anlises Clnicas ................. 9Ncleo de Assistncia Contbil e Fiscal (NAF) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9Ncleo de Prticas Jurdicas (NPJ) ............ 9Observatrio FG do Semirido Nordestino ........................................................... 9

    FAMILIARIZE-SE COM O MUNDO ACADMICO ................................ 10Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso (CONSEPE) ............................................... 10Conselho Superior de Administrao (CONSUP) ............................................... 10Colegiado de Curso ..................................... 10Ncleo Docente Estruturante (NDE) ......... 10Diretrio Acadmico (DA) .......................... 10

    DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS ........ 10Atos Administrativos ........................... 10Matriz Curricular ............................ 10Plano de Ensino ............................. 10Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) ....................................................... 11Projeto Pedaggico de Curso (PPC) ........ 11Projeto Pedaggico Institucional (PPI) ....................................................... 11Regimento Geral ..................................... 11

    PROCEDIMENTOS ACADMICOS E INFORMAES GERAIS .......................... 11Metodologia de Avaliao .......................... 11Avaliao Institucional ........................... 12Biblioteca ......................................... 13Cancelamento de Matrcula ............... 13Calendrio Acadmico e Horrio das Aulas ............................................................ 13Colao de Grau ................................... 14Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) ............................. 14Frequncia ................................................ 14Matrcula ............................................. 15Pr-Requisito ................................... 15Pro-FG ............................................. 15Programa de Oficinas de Aperfeioamento ........................................................... 15Regime Especial de Aprendizagem ........... 16Simulado ENADE ....... . . . . . . . . . . . . . . . . . 16Solicitao de Documentos Acadmicos ... 17Trancamento do Semestre ................ 17Transferncia de Curso ...................... 17Transferncia de Turno ...................... 17

    REGIMENTO GERAL DA FACULDADE GUANAMBI ............................................. 17

    PERGUNTAS FREQUENTES .................... 19

    4

  • VOC E A FG

    Conhea abaixo os setores e servios que a FG disponibiliza para voc

    Assessoria de Comunicao (ASCOM)A ASCOM o setor responsvel pela

    comunicao interna e externa da FG. Tambm responsvel pela elaborao de todo material audiovisual e impresso que leva o nome da Faculdade. Procure esse setor todas as vezes que precisar utilizar a marca da FG em algum produto [email protected]@faculdadeguanambi.edu.br(77) 3451-8428

    Biblioteca A b i b l i o t e c a d i s p e d e l i v r o s ,

    computadores com acesso internet, peridicos, salas de estudo em grupo com equipamentos audiovisuais e biblioteca virtual. Seja um frequentador assduo e consciente, j que voc vai precisar dela durante toda a graduao. Para solicitar emprstimos de livros e/ou peridicos, voc deve, nesse mesmo setor, gerar a senha da sua carteira de identificao e de acesso ao nosso Sistema Acadmico. Conhea a resoluo que regulamenta a utilizao da Biblioteca e que est disponvel para consulta no prprio setor e em nosso [email protected](77) 3451-8411

    Centro Pedaggico e Psicopedaggico (CPP)

    O Centro Pedaggico e Psicopedaggico u m r g o d e a s s e s s o r i a e d e acompanhamento dos programas e prticas de carter pedaggico e psicopedaggico, tendo como pblico-alvo a comunidade acadmica da Faculdade Guanambi.

    Procure o CPP quando:

    Perceber qualquer dificuldade na aprendizagem de alguma disciplina;quiser integrar-se ao projeto de

    Acessibilidade Plena;possuir alguma dificuldade nas relaes interpessoais (com professores ou colega) que seja insolvel entre as partes.

    Nesse setor voc receber uma ateno psicopedaggica especial (individual ou em grupo) com orientaes para um estudo mais proveitoso. Observe no sistema educacional a agenda de marcao de [email protected](77) 3451-8447

    Comisso Prpria de Avaliao (CPA)Responsvel pela Avaliao Institucional

    e monitoramento da qualidade dos servios oferecidos pela FG. um setor que preza pela transparncia e que est disposio para [email protected](77) 3451-8436

    ConvniosOs contemplados com algum convnio

    ou programa de financiamento (FIES ou PROUNI), devem manter seus dados atualizados e contratos em dia nesse [email protected](77) 3451-8419(77) 3451-8429

    Coordenao de CursosAlm de te r acesso s d iversas

    informaes sobre docentes, aulas, horrios e atividades, junto aos coordenadores de curso voc deve tratar de assuntos referentes alocao de disciplinas, atividades complementares, estgio curricular, e qualquer dificuldade relacionada ao seu curso de um modo em [email protected](77) 3451-8413

    Administrao:[email protected]

    Biologia:

    5

    [email protected]

    Biomedicina:[email protected]

    Cincias Contbeis:[email protected]

    Direito:[email protected]

    Educao Fsica:[email protected]

    Enfermagem:[email protected]

    Engenharia Ambiental:[email protected]

    Engenharia Civil:[email protected]

    Engenharia de Produo:[email protected]

    Engenharia Eltrica:[email protected]

    Farmcia:[email protected]

    Fisioterapia:[email protected] .edu.br

    Gesto de Tecnologia da Informao:[email protected]

    Jornalismo:[email protected]

    Medicina:[email protected]

    Medicina Veterinria:[email protected]

    Nutrio:n u t r i c a o @ f a c u l d a d e g u a n a m b i . e d u . b r

    Psicologia:p s i c o l o g i a @ f a c u l d a d e g u a n a m b i . e d u . b r

    FinanceiroNo setor financeiro voc pode efetuar o

    pagamento de mensalidades, verificar os va l o r e s r e f e r e n t e s a o a u m e n t o o u diminuio de carga horria e quitar multas da Biblioteca. Tambm possvel retirar sua ficha financeira para Declarao de Imposto de [email protected](77) 3451-8410

    Gerncia de CrditoEm caso de atraso em suas parcelas,

    procure com urgncia esse setor para renegociar a dvida e no atrapalhar sua matrcula ou impedir eventuais [email protected](77) 3451-8463

    Laboratrios: Sade e EngenhariaA FG conta com 19 laboratrios

    multidisciplinares de sade, 10 laboratrios de habilidade especficas da sade e 04 laboratrios de engenharia disposio dos docentes para utilizao nas aulas prticas de diversas disciplinas. Conhea o manual que regulamenta a sua utilizao e que est disponvel para sua consulta no respectivo setor e em nosso site. [email protected](77) 3451-8422

    Laboratrios de Informtica A FG conta com laboratrios de

    informtica disponveis para uso geral e aulas prticas.

    Neles so ministradas as aulas do projeto de Incluso Digital, com acompanhamento do professor da turma e do supervisor tcnico.

    Conhea o manual que regulamenta a sua utilizao e que est disponvel para sua consulta no respectivo setor e em nosso site. [email protected](77) 3451-8412

    6

  • Ncleo de EstgiosO Ncleo de Estgios da Faculdade

    Guanambi tem por objetivo operacionalizar a formalizao e o desenvolvimento dos Estgios Curriculares Obrigatrios dos cursos de graduao, alicerado na Lei N 11.788, de 25 de setembro de 2008, que define o estgio como o "ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa preparao para o trabalho produtivo do estudante". O estgio integra o itinerrio formativo do educando e faz parte do Projeto Pedaggico do Curso.

    O setor possui regulamento prprio, com orientaes para docentes e discentes q u a n t o a o s r e q u i s i t o s l e g a i s p a r a desenvolvimento e concluso dos estgios obrigatrios da instituio, e est disponvel para consulta no prprio setor e em nosso [email protected](77) 3451-8423

    Ncleo de Pesquisa e Extenso (NUPEX)Alm da pesquisa e extenso, este setor

    responde tambm pelo Programa de Monitoria, oficinas de qualificao e organizao do JEPEX (Jornada de Ensino, Pesquisa e Extenso). Fique atento ao Calendrio Acadmico e s informaes divulgadas no site e nos murais para que p o s s a a c o m p a n h a r o s e d i t a i s q u e regulamentam todas essas atividades.

    O N U P E X d i s p o n i b i l i z a a t o d a comunidade acadmica o Manual de Normalizao de Trabalhos Acadmicos, que dever ser utilizado por todos os docentes na orientao das atividades propostas aos [email protected](77) 3451-8420

    OuvidoriaResponsvel por receber e direcionar as reclamaes e sugestes de todos os membros da comunidade acadmica. Procure sempre que no conseguir resolver uma situao com os setores inicialmente

    [email protected]

    Lembre-se: redes sociais so feitas para compartilhar novidades e a FG no reconhece esse espao para reclamaes. Sendo assim, direcione-se para o lugar certo e tenha agilidade na resposta!

    ProtocoloN e s t e s e t o r s o r e q u e r i d a s e

    protocoladas, via Sistema Educacional, todas as solicitaes de documentos e processos relacionados vida acadmica. obrigao do requerente conhecer as normas e acompanhar o andamento e resposta das solicitaes. [email protected](77) 3451-8460

    Representante de TurmaO Representante de Turma, eleito por

    votao direta na sala de aula, o elo entre a sua turma e a Faculdade. Responsvel pelo dilogo tico e eficaz entre a sua turma e o Coordenador do Curso, o Representante deve administrar eventuais problemas, coletando informaes e sugestes.

    No fique sem representatividade! Eleja o seu Representante de Turma!

    Secretaria AcadmicaNesse setor fica guardada toda sua vida

    acadmica. Todas as solicitaes que envolvam a

    Secretaria Acadmica devem ser feitas via Sistema Institucional.

    Uma dica: Cada aluno tem direito de ret irar gratuitamente um Histrico Acadmico por semestre; faa isso e verifique se h pendncias de notas e/ou disciplinas, afinal, a vida acadmica do aluno tambm de sua [email protected](77) 3451-8404

    Tecnologia da Informao (TI)Para acessar a internet pelo seu notebook

    7

    ou celular necessrio passar antes por esse setor. Aqui voc tambm pode tratar de p r o b l e m a s d e a c e s s o a o S i s t e m a Educacional, Laboratrios de Informtica e demais assuntos relacionados TI. Conhea o manual que regulamenta a utilizao desse servio, ele est disponvel para sua consulta no respectivo setor e em nosso [email protected](77) 3451-8452

    FAZ PARTE DA FG

    A Faculdade Guanambi dispe de trs campi: um campus localizado na Avenida Pedro Felipe Duarte, 4.911; e dois mdulos situados Av. Baro do Rio Branco, 459 e Rua Vasco da Gama, 317, no municpio de Guanambi BA. Como extenso, a FG conta ainda com:

    Balco de Justia e CidadaniaObjetiva prestar atendimento jurdico

    comunidade carente de Guanambi e regio, com uma diferena peculiar: no balco os alunos so colaboradores do processo de mediao e conciliao, ou seja, o trabalho desenvolvido almeja um acordo de modo que no existir ao judicial, e sim um acordo judicial, economizando tempo e envolvendo os sujeitos na resoluo dos seus prprios conflitos. O Balco de Justia e Cidadania est situado no prdio da Av. Baro do Rio Branco, 459 / (77) 3451-5463.

    Centro de SadeO Centro de Sade FG foi idealizado

    para suprir as necessidades pedaggicas da i n s t i t u i o p a r a a f o r m a o e aprimoramento dos alunos por meio dos estgios curriculares e extracurriculares, atendendo aos cursos das cincias da sade oferecidos pela instituio e para prestar servios especializados comunidade, cumprindo sua funo social. Est situado na Av. Baro do Rio Branco, 459 - Centro. [email protected]

    (77) 3451-9400

    Atendimento FisioteraputicoS o r e a l i z a d o s a t e n d i m e n t o s

    fisioteraputicos nas seguintes reas: ortopdica, neurolgica, geritrica, ginecolgica e obsttrica, peditrica e respiratria. Essas prticas demandam a realizao de avaliaes, intervenes e reflexes sobre a atuao do fisioterapeuta, p r o m o ve n d o u m m a i o r a va n o n o conhecimento cientfico, na formao dos alunos, no desenvolvimento da cidadania e na promoo da qualidade de vida da comunidade.

    Avaliao NutricionalCom atendimento em Nutrio nas

    diversas reas, o Centro de Sade FG permite que, ao traar uma conduta nutricional para cada paciente, seja demandada a realizao de avaliaes, intervenes e reflexes em processos nutricionais, que promovem o avano do conhecimento cientfico, a melhoria na formao dos alunos e a garantia do a t e n d i m e n t o d a s n e c e s s i d a d e s d a comunidade no que se refere nutrio e promoo da qualidade de vida.

    Ateno FarmacuticaA Ateno Farmacutica um servio

    gratuito que visa contribuir para uma melhor qualidade de vida das pessoas que usam medicamentos. So realizadas intervenes farmacuticas que tm por objetivo garantir que os medicamentos utilizados sejam realmente indicados, efetivos, seguros e convenientes para o p a c i e n t e . A l m d i s s o , a At e n o Farmacutica tem por objetivo detectar, prevenir e resolver problemas relacionados ao uso de medicamentos; educar o paciente para que o mesmo entenda o motivo do uso e as possveis reaes adversas.

    Clnica Escola de PsicologiaA Clnica Escola de Psicologia FG oferece

    atendimento psicolgico a toda comunidade

    8

  • acadmica e populao em geral. Tem por o b j e t i v o a r t i c u l a r o s p r o p s i t o s universitrios de ensino e extenso nos m b i t o s d e p r o m o o s a d e , acompanhamento, cuidado, diagnstico e teraputico (individual e grupal).As atividades de atendimento clnico so postas em prtica sob a superviso de um profissional com a devida formao e experincia na rea.

    So oferecidas as seguintes modalidades d e a t e n d i m e n t o p s i c o l g i c o : Ps i codiagns t i co , Aconse lhamento Psicolgico, Psicoterapia Individual ( infanti l , adolescente e adulto) , de Casal/Famlia e de Grupo, Orientao Profissional e de Carreira e Atendimento Psicossocial.

    Comit de tica em Pesquisa (CEP)O Comit de tica em Pesquisa da Faculdade Guanambi, vinculado Comisso Nacional de tica em Pesquisa (CONEP), o rgo r e s p o n s v e l p e l a a v a l i a o e acompanhamento dos aspectos ticos de pesquisas que envolvam seres humanos, objetivando sempre a garantia do bem-estar dos participantes da [email protected](77) 3451-8420

    Comit de tica na Utilizao de Animais (CEUA)

    O CEUA da Faculdade Guanambi o comit responsvel pela avaliao e a c o m p a n h a m e n t o d a s a t i v i d a d e s acadmicas ou projetos de pesquisa que envolvam a ut i l izao de animais , garantindo o cumprimento das diretrizes normativas nacionais e internacionais que visam a defesa do bem-estar dos animais, zelando pelo desenvolvimento da pesquisa e do ensino, segundo os padres ticos e acadmicos. Portanto, toda atividade ou pesquisa que envolva um animal somente poder ser desenvolvida aps aprovao do CEUA. [email protected]

    (77) 3451-8422

    Laboratrio de Anlises ClnicasAtende aos estgios do curso de

    Biomedicina e Farmcia e prestam servios populao local e regional quanto ao trabalho de exames laboratoriais. Est situado na Praa Manoel Novaes, 232, Centro. [email protected](77) 3451-5547

    Ncleo de Assistncia Contbil e Fiscal (NAF)

    O NAF une as questes de cidadania com a prtica pedaggica, ao ofertar apoio contbil e fiscal a contribuintes de baixa renda, a pequenas empresas e sociedades sem fins lucrativos, numa proposta que busca trazer cidadania s comunidades e treinamento diferenciado aos estudantes do curso de Cincias [email protected](77) 3451-5547

    Ncleo de Prticas Jurdicas (NPJ)Aqui o aluno do curso de Direito

    conseguir aplicar toda a parte terica em atendimentos semanais comunidade carente de Guanambi e regio. Esta atuao consiste em elaborar peas, verificar andamentos processuais, assistir e fazer relatrios de audincias e cumprir prazos, tudo conforme a praxe forense de um profissional da rea, possibilitando alm do aperfeioamento tcnico, uma proximidade com a realidade local. O NPJ est situado no prdio da Av. Baro do Rio Branco, 459.(77) 3451-5463

    Observatrio FG do Semirido NordestinoO Observatrio FG do Semirido

    Nordestino um centro de pesquisas aplicadas que tem como intuito investigar, difundir e socializar informaes tcnicas e cientficas do Semirido Brasileiro por meio de anlises multidisciplinares, reflexivas e cr t icas , promovendo uma rede de

    9

    a r t i c u l a o c o l a b o r a t i v a e n t r e pesquisadores das mais diversas reas do conhecimento. Para isso conta com expressivos instrumentos de anlises e s p a c i a i s c o m o a s t c n i c a s Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto. Conhea mais sobre o Observatrio FG: www.observatorio.faculdadeguanambi.edu.br

    FAMILIARIZE-SE COM O MUNDO ACADMICO

    Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso (CONSEPE)

    rgo responsvel por regulamentar e aprovar procedimentos acadmicos, oriundos dos Colegiados dos Cursos, Calendrio Acadmico e demais atividades de ensino, pesquisa e extenso. Tambm atua no julgamento de recursos abertos junto ao Protocolo. composto por representantes de alunos, professores, funcionrios e direo.

    Conselho Superior de Administrao (CONSUP)

    r g o m x i m o d a I n s t i t u i o , responsvel pela incluso de novos cursos, aprovao e deliberao sobre polticas de ensino, pesquisa e extenso. Seus membros so eleitos ou indicados e representam todos os segmentos acadmicos.

    Colegiado de CursoGrupo composto por representantes de

    professores e de alunos e coordenao de cada curso. O Colegiado de Curso tem a funo de deliberar sobre novas propostas curriculares, solicitaes feitas junto ao Protocolo e demais situaes relacionadas ao respectivo curso.

    Ncleo Docente Estruturante (NDE)Grupo composto por professores cuja

    funo de pensar sobre o curso e propor inovaes e adequaes conforme a

    legislao vigente, percepes de mercado e demais circunstncias.

    Diretrio Acadmico (DA) um grupo de estudantes de um

    determinado curso, eleito por seus pares, com o objetivo de representar seu curso junto s instncias da IES. Conhea-o e faa parte!

    DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS

    Atos AdministrativosSo Portarias, Resolues e Editais

    emitidos pelos rgos administrativos e acadmicos competentes , a fim de complementar ou atualizar o que dispe o R e g i m e n t o G e r a l . T o d o s o s At o s Administrativos so publicados no site institucional.Onde consultar: www.faculdadeguanambi.edu.br

    Matriz CurricularMatriz Curricular a relao de

    disciplinas do curso ao qual o aluno est vinculado. A matriz possibilita ao aluno o acompanhamento das disciplinas que dever cursar a cada semestre. Pode ser acessada no site e no Projeto Pedaggico do Curso (PPC) e tambm disponvel com os coordenadores e na Biblioteca. Tenha esse documento sempre em mos e atualizado conforme o cumprimento das disciplinas. O aluno deve cumprir a Matriz Curricular correspondente ao curso e perodo em que ingressou.

    Planos de EnsinoPlano de Ensino o documento que

    explicita o Contedo Programtico de cada disciplina, a Bibliografia, a Metodologia a ser adotada e os Critrios de Avaliao. um documento de suma importncia, pois norteia todo o Projeto Acadmico de um curso, com informaes muito teis para acompanhamento do desenvolvimento das

    10

  • aulas e das atividades atribudas pelo professor. responsabilidade do professor apresent-lo ao incio de todo semestre; demonstrando a programao feita para se trabalhar a ementa. Na interseco da I e II unidade, o professor deve reapresent-lo demonstrando o caminho percorrido e apontando o que acontecer na Segunda Unidade. Antes do encerramento da unidade o professor novamente apresenta o P l a n o d e E n s i n o e s c l a r e c e n d o o cumprimento da Ementa.

    Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI)

    um instrumento regulamentado por lei especfica, de planejamento das Instituies de Ensino Superior (IES). Seu objetivo p r i n c i p a l n o r t e a r a s d i r e t r i z e s i n s t i t u c i o n a i s , d e t a l h a n d o p a r a a comunidade o caminho que ser seguido nos prximos anos. O PDI um documento o b r i g a t r i o p a r a o s p r o c e s s o s d e regulamentao dos cursos, alm de ser um processo de construo da identidade da faculdade, pois, fortalece o compromisso com sua misso e viso, apresentando seu corpo funcional, organizao didtico-pedaggica, infraestrutura, polticas institucionais e as metas pleiteadas.Onde consultar:Biblioteca

    Projeto Pedaggico de Curso (PPC) o documento que determina o perfil do

    egresso desejado, a Matriz Curricular v i g e n t e , s e u s p r - r e q u i s i t o s , o s regulamentos de Estgio curricular o b r i g a t r i o , T C C e A t i v i d a d e s Complementares. importante conhec-lo e acompanh-lo.Onde consultar:Biblioteca e Coordenao do Curso.

    Projeto Pedaggico Institucional (PPI) um documento, dentro do PDI, que

    contm os princpios filosficos e tcnico-

    metodolgicos gerais que norteiam as prticas acadmicas da FG. Ele contempla a organizao didtico-pedaggica da instituio, informando sobre suas polticas de ensino, extenso, pesquisa, gesto e responsabilidade social.Onde consultar:Biblioteca.

    Regimento Geral o conjunto de regras estabelecidas com

    a fi n a l i d a d e d e r e g u l a m e n t a r o funcionamento da Faculdade Guanambi. Ele orienta e dispe sobre: misso e objetivos; estrutura de funcionamento; a administrao e seus rgos; as atividades acadmicas; comunidade acadmica; Regime Escolar Acadmico; Regime Disciplinar; Avaliao Institucional e relaes com a Mantenedora. Onde consultar:Biblioteca

    PROCEDIMENTOS ACADMICOS E INFORMAES GERAIS

    Metodologia de AvaliaoAs avaliaes de aprendizagem so

    feitas atravs de Provas Regulares, trabalhos, testes e outras metodologias escolha do docente, atendendo o que prev a Metodologia Progressiva. Dessa forma, haver pelo menos duas avaliaes (notas) por unidade, perfazendo o total de 10 pontos por unidade. De acordo com a Resoluo CONSEPE 03 / 2015, a Prova Regular:

    obrigatria nas duas unidades semestrais;Deve ter peso compreendido entre 5,0 e 7,0 pontos;O professor decide em que momento ela dever acontecer;Deve apresentar pelo menos 2 (duas) questes no modelo ENADE.

    Qualquer aluno que tenha se ausentado no

    11

    dia da Prova Regular ou que queira melhorar sua nota da unidade poder requerer a real izao da Aval iao Substitutiva, via Sistema Educacional.

    De acordo com a Resoluo CONSEPE 03 / 2015 a Avaliao Substitutiva:

    Dever ter o mesmo valor da Prova R e g u l a r d e AV 0 1 e / o u AV 0 2 (Equivalncia de pesos) Dever abordar todo o contedo do semestre e ter, no mnimo, duas questes no modelo ENADE.Ser realizada ao longo de uma s e m a n a , c o n f o r m e p r e v i s o d o Calendrio Acadmico;Caso a nota da Avaliao Substitutiva seja inferior da Prova Regular, prevalecer a maior nota.

    A cada unidade acadmica atribuda uma nota, expressa em grau numrico de 0 (zero) a 10 (dez), sendo exigida mdia igual ou superior a 7,0 (sete) para aprovao na disciplina.

    Critrios de Mdia para Aprovao:Para ser aprovado, o aluno precisar ter

    mdia igual ou superior a 7,0 (sete).Caso contrrio e se sua mdia for igual ou superior a 4,0 (quatro), e at 6,9, ter que se submeter Avaliao Final, precisando, neste caso, atingir a mdia final igual ou superior a 6,0 (seis) para ser aprovado.

    De acordo com a Resoluo CONSEPE 03 / 2015 a Avaliao Final:Consistir de uma prova escrita em que todo contedo da disciplina dever ser contemplado e ter, no mnimo, 03 (trs) questes no modelo ENADE.

    Frmula para averiguao de Mdia Final:a)Sem Prova Final:MF = (M I Unidade + M II Unidade)/2

    b)Com Prova Final:MF =(MS x 7) + (AF x 5)/12

    Legenda: M = Mdia, MF = Mdia Final, AF = Avaliao Final, MS = Mdia Semestral

    Assim: Considera-se aprovado: o aluno com

    75% ou mais de frequncia e que, no caso A, obtiver mdia maior ou igual a 7,0(sete) ou, no caso b, obtiver resultado igual ou maior que 6,0 (seis).

    Dica: A conferncia das notas e o recebimento d a s p r o v a s s o d e i n t e i r a responsabilidade do aluno. Protocole qualquer divergncia.

    Correo e Reviso das Avaliaes :No dia da entrega das avaliaes, em sala

    de aula, cabe ao professor fazer a correo oral e discutir as questes com a turma. As dvidas dos alunos devero ser analisadas com o professor.

    Existe ainda a possibilidade de o aluno solicitar, via Sistema Educacional, reviso da sua prova, inclusive da Prova Final. Neste caso, fique atento ao que determina as Portarias e Resolues vigentes que normatizam a sistemtica de avaliao. Atente tambm ao prazo determinado no Calendrio Acadmico.

    Avaliao InstitucionalO Sistema Nacional de Avaliao do

    Ensino Superior (SINAES) foi institudo pela lei n. 10.861 de 14 de abril de 2004 com o propsito de melhorar a qualidade da educao superior. Tal sistema compreende a Avaliao Institucional, a Avaliao das Condies de Ensino de Graduao (ACG) e Exame Nacional de Desempenho do Estudante (ENADE).

    A Avaliao Institucional um processo de acompanhamento e controle do Ensino Superior e tem por princpio a melhoria contnua dos processos acadmicos, visando alavancar a instituio no seu percurso de crescimento e/ou consolidao.

    12

  • Nesse contexto, a Avaliao Institucional uma excelente ferramenta de diagnstico de correo de rumos, por isso, responda aos chamados da Comisso Prpria de Avaliao (CPA) e preencha nossa Avaliao Institucional. Atravs dela poderemos oferecer uma Instituio ainda melhor.

    BibliotecaSo considerados usurios da Biblioteca:

    professores, funcionrios e alunos da FG d e v i d a m e n t e m a t r i c u l a d o s e q u e apresentem sua Carteira Estudantil. Os demais usurios podero, apenas, consultar o acervo mediante apresentao de documento de identidade.

    EmprstimoO emprstimo do acervo s poder ser

    efetivado para os usurios cadastrados. Para realizao do emprstimo necessrio regularizao com as rotinas e normas da Biblioteca.As obras de tarja amarela (Coleo Reserva) no podero sair do recinto da Biblioteca.

    Para as demais obras, o regime de emprstimo ser o seguinte:

    RenovaoO emprstimo poder ser renovado por

    igual prazo, desde que o material no esteja reservado, podendo ser renovado por at 03 (trs) vezes atravs do Sistema Educacional.

    DevoluoA devoluo poder ser realizada por

    qualquer pessoa. No entanto, s estar concretizada e validada aps a emisso do comprovante de devoluo, o qual dever ser apresentado sempre que houver discordncia na aplicao da multa.Na devoluo do livro, este dever estar nas

    mesmas condies fsicas em que foi emprestado ao usurio. Em caso de danos na obra, ou at mesmo extravios, o leitor fica obrigado a substitu-la por outro exemplar de mesmo ttulo, autor e com a edio igual ou posterior quela da obra danificada. Enquanto a restituio do exemplar danificado ou extraviado no ocorrer, a devoluo do item no poder ser efetivada. Mesmo a Biblioteca tendo cincia do ocorrido, o sistema de gerenciamento continuar computando a multa relativa aos dias em atraso entre o prazo de devoluo final previsto no momento do emprstimo e a data efetiva do recebimento do novo exemplar pela Biblioteca.

    A multa por atraso de R$ 1,00 (um real) por dia e por livro emprestado. Atestados em geral no justificam a iseno do pagamento de multas

    Cancelamento de Matrcula a extino do vnculo do aluno com a

    I n s t i t u i o . C o n v e r s e c o m o s e u Coordenador antes de tomar esta deciso.

    Calendrio Acadmico e Horrio das AulasO Calendrio Acadmico aprovado

    semestralmente pelo CONSEPE e informa t o d o s o s p r a z o s r e f e r e n t e s a o s procedimentos acadmicos. O ano letivo na FG constitudo por dois perodos regulares de atividades acadmicas, cada qual com durao mnima de 100 (cem) dias de trabalho escolar efetivo, excluindo o tempo reservado a Provas Finais. Dessa forma, a sua programao de aulas no deve envolver o perodo de Provas Finais.

    O horrio de aulas da Faculdade Guanambi tem como base os seguintes parmetros:

    Matutino: 7h 12h20Vespertino: 14h 18hNoturno: 18h 23h20

    Entretanto, conforme necessidade, carga

    Categoria de usurio Quantidade Prazo

    Aluno 03 07 dias

    Professor 05 15 dias

    Funcionrio 03 07 dias

    13

    horria e perfil de cada curso, podem acontecer variaes no horrio de incio e fim, bem como, nos dias da semana. Por isso, consulte o horrio do seu curso no site institucional, no mural ou na Coordenao.Colao de Grau

    A Formatura ou Colao de Grau um ato pblico e de participao obrigatria para todos os estudantes que concluem um curso superior de graduao. Geralmente realizada em solenidade pblica, na presena dos representantes da instituio, dos alunos, dos familiares e convidados. A Colao de Grau requer a aprovao em todas as disciplinas, a realizao do Estgio Curricular Obrigatrio, a elaborao e defesa, com aprovao, do Trabalho de Concluso de Curso ou equivalente, alm de outras atividades de cada curso, como por exemplo, as atividades complementares, conforme Projeto Pedaggico de cada curso.

    Alm da concluso de todos os itens acima descritos, o aluno fica impedido de colar grau se no comparecer ao ENADE, conforme disposio do art. 5, 5, da Lei n 10.861/2004.

    Os requisitos para concluso do curso podem ser modificados ao longo do processo, neste caso, valer sempre a ltima edio das normatizaes emitidas pelos rgos competentes.

    Para maiores informaes, consulte o Manual de Formatura no site institucional.

    Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE)

    O Exame Nacional de Desempenho dos E s t u d a n t e s ( E N A D E ) u m d o s procedimentos de avaliao do Sistema Nacional de Avaliao da Educao Superior (SINAES).

    O ENADE componente curricular obrigatrio aos cursos de graduao, sendo inscrita no Histrico Escolar do estudante a sua situao de regularidade em relao a essa obrigao, atestada pela sua efetiva participao ou, quando for o caso, dispensa

    oficial pelo Ministrio da Educao, na forma estabelecida em regulamento.

    Todos os estudantes ingressantes e concluintes habilitados ao ENADE, nos termos da legislao vigente, devero ser inscritos pela IES para participao no ENADE.

    As provas do ENADE so compostas de duas partes: formao geral e formao especfica. Formao Geral: O componente de Formao Geral no deve ser confundido com uma prova de conhecimentos gerais. As questes desta parte da prova so de natureza transdisciplinar e exploram habilidades e competncias importantes para os estudantes de todas as reas do conhecimento: capacidade de relatar, analisar, sintetizar, inferir, comunicar-se c o m c l a r e z a e c o e r n c i a , u s a r adequadamente a lngua portuguesa em diferentes contextos.

    Formao Especfica: a prova, na parte de formao especfica, elaborada com base nas Diretrizes Curriculares e tambm no perfil profissional de cada curso, contemplando os saberes fundamentais exigidos em cada rea profissional.

    Mantenha-se sempre atualizado e, quando convocado, faa uma prova com conscincia. A nota da Instituio ser a sua nota!

    FrequnciaA f r e q u n c i a c o r r e s p o n d e a o

    acompanhamento formal do nmero de aulas a que o aluno, registrado na caderneta escolar, assistiu integralmente. A aferio da mesma feita atravs da chamada nominal dos alunos pelo professor ou lista de presena com assinatura. Acontece em todas as aulas e um procedimento obrigatrio de acordo com a LDB (Lei de Diretrizes e Bases), Lei 9.394/96, artigo 47 3. Se o nmero de faltas for superior a 25% das aulas ministradas em cada disciplina, o aluno ser reprovado automaticamente. importante que essa informao seja transmitida ao

    14

  • aluno no primeiro dia de aula.Poder ser atribuda falta ao aluno que se

    ausentar da sala aps a chamada, por qualquer razo que seja, por um perodo que prejudique sua aprendizagem, assim como por entradas e sadas frequentes que atrapalhem a aprendizagem dos colegas.

    de responsabilidade do professor o registro de frequncia do aluno na Caderneta e no Sistema Acadmico.

    MatrculaA Matrcula o mecanismo de ingresso e

    manuteno do aluno nos cursos da FG. O vnculo de natureza contratual bilateral e gera direitos e deveres de ambas as partes, assim como a aceitao, pelo aluno, das disposies contidas no Regimento Geral e nas normas aprovadas pelos Colegiados Superiores da FG.

    O regime adotado pela FG seriado semestral, portanto, para dar continuidade ao seu vnculo com a Instituio, o aluno deve renovar sua matrcula a cada semestre.

    O perodo de matrcula divulgado em Calendrio Acadmico e as regras so informadas nos murais, site e informativos distribudos aos alunos.

    Caso perca o prazo de matrcula, para regularizar a vida acadmica, o aluno dever solicitar a matrcula fora do prazo no setor de Protocolo. Este pedido ser analisado pela direo. Uma vez deferido, o aluno pagar a taxa de matrcula fora do prazo e perder, naquele semestre, o direito aos eventuais descontos.

    Informaes gerais sobre a matrcula:Para renovao da matrcula o aluno dever estar com:

    a) parcelas quitadas e no possuir nenhuma pendncia financeira anterior; b) situao regularizada na Biblioteca; c) nenhum documento pendente na Secretaria.

    Pr-requisito a discipl ina ou o conjunto de

    disciplinas em que o aluno deve obter aprovao para matricular-se na disciplina subsequente. condio necessria para matrcula em disciplinas que possuam pr-requisitos e esto expressas na Matriz Curricular de cada curso.

    ProFGO P r o F G u m p r o g r a m a d e

    Parcelamento Prprio que tem por objetivo proporcionar o acesso de alunos de baixa renda aos cursos oferecidos pela Faculdade Guanambi. A participao no Programa est restrita aos estudantes regularmente matriculados, observado o prazo, o curso, turno e semestre previstos em Edital especfico.

    Para a inscrio no ProFG, o aluno precisa estar adimplente com as obrigaes acadmicas e financeiras; no possuir qua lquer t ipo de benef c io , bo lsa , financiamento, convnio ou incentivos privados, municipais, estaduais e federais; ter uma renda familiar mensal de no mximo 2 (dois) salrios mnimos per capita. Para maiores informaes , acesse o s i te institucional.

    Programa de Oficinas de AperfeioamentoO P r o g r a m a d e O fi c i n a s d e

    Aperfeioamento um procedimento acadmico oferecido pela Faculdade Guanambi, que tem como objetivos:

    Suprir a carncia de conhecimentos dos seus discentes em determinadas reas de conhecimento, Proporc ionar a in tegrao e a generalizao de conhecimentos e saberes pertinentes aos cursos de graduaoMelhorar o aproveitamento do aluno no transcorrer da sua vida acadmica.

    O pblico alvo do Programa so alunos

    15

    que ingressam nos cursos oferecidos pela instituio e os que tiverem interesse em frequentar as aulas de aperfeioamento.

    So oferecidas gratuitamente oficinas de Leitura e Produo Textual, Portugus, Redao, Fsica, Matemtica e Qumica.

    importante que o docente observe o desempenho dos alunos e estimule a p a r t i c i p a o n a s O fi c i n a s d e Aperfeioamento quando considerar necessrio. Notem que esse programa servir de suporte aos docentes, uma vez que logra sanar os dficits de conhecimentos dos alunos nas reas bsicas, especialmente para aqueles na fase inicial do curso superior.

    Regime Especial de AprendizagemPara ter direito ao Regime Especial de Aprendizagem necessrio que:

    a) o perodo da licena concedida pelo mdico seja superior a 15 (quinze) dias;

    b) o aluno ou seu representante (indica do por procurao) faa o requerimento e entregue a documentao necessria no prazo mximo de 05 (cinco) dias teis, a partir do momento em que for detectada a necessidade do afastamento;

    c) sejam protocolados os documentos: laudo, relatrio mdico ou atestado com a indicao da CID da doena e do perodo de afastamento;

    d) o perodo de at sessenta dias ou, no caso de gravidez, de at noventa dias.

    Ter direito ao Regime Especial:a) aluna gestante, desde que esteja em

    condies de cumprir com as tarefas que lhe forem atribudas: por um perodo de 90 dias ou conforme prazo do atestado mdico, podendo a mesma afastar-se a partir do oitavo ms de gestao, conforme Lei n 6.202/75;

    b) aluno com necessidade de receber tratamento excepcional, desde que esteja em condies de cumprir com as tarefas que lhe forem atribudas: portador de afeces

    congnitas ou adquiridas; infeces; traumatismo ou outras condies mrbidas; determinados distrbios agudos ou agudizados, conforme Decreto Lei 1.044/69.

    Informaes importantes para o Regime Especial de Aprendizagem:

    a)as atividades encaminhadas para o aluno no abonam ou substituem as avaliaes. Essas devero ser realizadas em perodo estabelecido pela Instituio;

    b) o prazo mximo de retorno do aluno no poder ultrapassar o perodo letivo, ainda que o laudo mdico indique um afastamento maior. Sendo assim, o aluno dever retornar para a realizao das avaliaes de acordo com os prazos previstos no Calendrio Acadmico;

    c ) c a b e a o a l u n o , a t r a v s d e representante, manter-se em contato com o Protocolo e Coordenao do respectivo curso para o cumprimento das tarefas estabelecidas no Regime Especial de Aprendizagem;

    d) o descumprimento dos prazos fixados no programa de exerccios ou a baixa qualidade das atividades pode levar reprovao na(s) respectiva(s) disciplina(s). O cumprimento das atividades indicadas pelo professor compensar a ausncia na sala de aula, caso tenha rendimento satisfatrio;

    e) o aluno que no lograr aprovao por mdia dever fazer a(s) Prova(s) Final(is), no(s) dia(s) e horrio(s) da aula da(s) disciplina(s), dentro do perodo estabelecido em Calendrio Acadmico.

    Simulado ENADEO simulado busca avaliar o rendimento

    dos alunos dos cursos de graduao, em relao aos contedos programticos, habilidades e competncias adquiridas em sua formao e ter carter obrigatrio. O o b j e t i v o d o S i m u l a d o a va l i a r o desempenho dos estudantes com relao aos

    16

  • contedos programticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos de g r a d u a o , o d e s e n v o l v i m e n t o d e competncias e habilidades necessrias ao aprofundamento da formao geral e profissional, e o nvel de atualizao dos estudantes, da mesma forma que acontece no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE).

    Solicitao de Documentos AcadmicosO prazo mnimo para atendimento de

    solicitao de atestados, declaraes ou cartas de apresentao e de documentos financeiros, entre outros, de 08 (oito) dias aps o reconhecimento do pagamento da taxa. Por isso, necessrio solicit-los com a n t e c e d n c i a a t r a v s d o S i s t e m a Educacional.Trancamento do Semestre

    O aluno poder solicitar o trancamento de sua matr cu la dentro do prazo estabelecido no Calendrio Acadmico, a t r a v s d o s e t o r d e P r o t o c o l o . O trancamento s poder ser solicitado a partir do segundo semestre de curso e, no mximo, por quatro semestres, consecutivos ou no. Para efetivar a solicitao, necessrio que o aluno esteja matriculado.

    Caso o aluno no renove sua matrcula ou, concludo o perodo mximo de trancamento, no volte a se matricular, fica caracterizada a desistncia ou o abandono de curso. O reingresso na Faculdade Guanambi somente ser possvel em observao ao Calendrio Acadmico e atravs de um novo Processo Seletivo ou solicitao formal a ser analisada pela instituio.

    Transferncia de CursoA Transferncia de Curso pode ser

    solicitada atravs de requerimento dentro do prazo estabelecido no Calendrio Acadmico e segundo as normas constante em Edital prprio.

    Transferncia de TurnoO aluno poder solicitar a transferncia

    de turno atravs do Sistema Educacional. O defer imento estar condic ionado existncia de vagas no turno pretendido.

    REGIMENTO GERAL DA FACULDADE GUANAMBI

    TTULO VI DO REGIME DISCIPLINAR

    CAPTULO I DO REGIME DISCIPLINAR EM GERAL

    Artigo 147. O ato de matrcula dos discentes e o de investidura em cargo ou funo docente ou tcnico-administrativa importa em compromisso formal ao contrato firmado com a Instituio e de respeito aos Princpios ticos e Legais que regem a Faculdade Guanambi, dignidade acadmica, s normas contidas na legislao d o e n s i n o , n e s t e R e g i m e n t o e e m Regulamentos especficos, inclusive, s baixadas pelos rgos competentes e autoridades respectivas.

    A r t i g o 1 4 8 . C o n s t i t u i i n f r a o disciplinar, punvel na forma deste Regimento , o desentendimento ou transgresso do compromisso a que se refere o artigo anterior.

    Artigo 149. Na aplicao das sanes disciplinares ser considerada a gravidade da infrao, vista dos seguintes elementos:

    1.Primariedade do infrator;2.Dolo ou culpa; ou3.Valor do bem moral, cultural ou

    material atingido. Seo II Do Regime Disciplinar do Corpo Discente

    Artigo 152. Os alunos esto sujeitos s seguintes penalidades disciplinares:

    I. ADVERTNCIA, escrita e sigilosa, por:

    17

    a) transgresso dos prazos regimentais ou falta de comparecimento aos atos escolares ainda que no resultem em p r e j u z o o u t r a n s f e r n c i a d e responsabilidade a terceiros;

    b) falta de urbanidade e respeito s pessoas e ao recinto escolar com atitudes discrepantes em relao a seus pares;

    c) perturbao da ordem em sala de aula ou no recinto da Faculdade;

    d) deixar de observar os preceitos regimentais, ou as normas emitidas pelos rgos da administrao da Faculdade em suas respectivas reas de competncia;

    e) deixar de acatar, no campus da Faculdade, determinao oriunda de autoridade acadmica;

    f) deixar de acatar, desdenhar ou de qualquer forma manifestar insubmisso ou desapreo a solicitao lcita de professor, no transcorrer das aulas, ou de atividades acadmicas por ocasio ou em consequncia delas.

    Pargrafo nico. Para os casos acima previstos, poder, a depender da gravidade da conduta ou da extenso do dano, ser aplicada, substitutivamente, a pena de repreenso, suspenso ou desligamento, sem prejuzo de eventual medida judicial cabvel.

    II. REPREEENSO, escrita e sigilosa, nos casos de reincidncia de faltas punidas com advertncia, podendo, a depender da gravidade da conduta ou da extenso do dano, ser aplicada, substitutivamente, a pena de suspenso ou desligamento.

    III . SUSPENSO, com perda das avaliaes nesse perodo, por:

    a) Reincidncia nas faltas previstas no item I;

    b) uso de meios indevidos durante sua conduta acadmica;

    c) falta de cumprimento dos deveres estudantis quando convocado alm das tarefas rotineiras das disciplinas do curso;

    d) ofensa a qualquer membro do corpo administrativo, docente, discente e a terceiros presentes nas instalaes da Faculdade Guanambi ou em rgo ou empresa conveniada;

    e) incitar ou participar de ato de calnia, difamao ou injria contra a imagem ou nome da Faculdade Guanambi ou membros do seu corpo docente e/ou tcnico-administrativo por qualquer meio de comunicao.

    f) falta do cumprimento de diligncias solicitadas quanto sua documentao pessoal, informes conexos e modificao de seus documentos.

    g) praticar qualquer forma de agresso, fsica ou moral, discriminao ou submeter a ultraje, afronta ou vergonha, membros da Comunidade Acadmica ou a alunos da Faculdade, ainda que em decorrncia ou por ocasio da recepo de novos acadmicos;

    h) promover ou incitar a perturbao da ordem no recinto da Faculdade;

    i) causar danos materiais a bens de membros da comunidade acadmica ou Faculdade, sem prejuzo da obrigao de ressarcimento;

    j) utilizar ou permitir a utilizao de m e i o s i l c i t o s o u f r a u d u l e n t o s d e aproveitamento da vida escolar, em trabalhos escolares ou na prestao de provas ou exames;

    l) tratar de forma descorts, arrogante, despolida ou sem urbanidade, autoridades acadmicas, professores, colegas ou funcionrios da Faculdade;

    m) inutilizar editais e avisos afixados no recinto da instituio.

    Pargrafo nico. Para os casos acima previstos, poder, a depender da gravidade da conduta ou da extenso do dano, ser aplicada, substitutivamente, a pena de desligamento, sem prejuzo de eventual medida judicial cabvel.

    IV DESLIGAMENTO, com expedio da transferncia, por:

    18

  • a) Reincidncia nas faltas previstas no item III;

    b) atos desonestos ou delitos sujeitos a ao penal, incompatveis dignidade da Faculdade Guanambi ou de sua Entidade Mantenedora;

    c) praticar qualquer das condutas previstas para os casos de advertncia, repreenso ou suspenso, desde que a gravidade da conduta ou a extenso do dano assim o recomendem;

    d) praticar atos ilcitos de natureza criminal ou contravencional no recinto da Faculdade, ainda que nessa esfera no venha a ser processado;

    e ) p r a t i c a r q u a l q u e r o u t r o a t o incompatvel com o ambiente acadmico, e que, diante da gravidade da conduta ou extenso do dano seja recomendvel o desligamento.

    Artigo 153. A pena aplicada ser comunicada ao aluno por escrito, mediante recibo que indique a data da infrao e da cincia do aluno.

    Artigo 154. As penas de advertncia, repreenso e suspenso sero aplicadas por escrito pelo Coordenador do Curso ou, na sua ausncia, pela Direo Acadmica, independentemente da abertura de s i n d i c n c i a o u p r o c e d i m e n t o administrativo, salvo no caso de suspenso quando imprescindvel a abertura de s i n d i c n c i a o u p r o c e d i m e n t o administrativo.

    Artigo 155. A pena de suspenso ser aplicada pelo prazo de at 10 (dez) dias teis.

    Artigo 156. Durante o perodo da suspenso o aluno no ter acesso s dependncias da Faculdade e aos servios educacionais, incluindo-se a no realizao de provas, trabalhos e testes avaliativos, sem abono de faltas e/ou repetio destes, sem prejuzo do pagamento integral da

    mensalidade escolar durante o perodo da suspenso.

    Artigo 157. Em razo da penalidade de suspenso, haja vista a proibio da presena do aluno nas dependncias da faculdade, este ficar, caso comparea, sujeito a conduo coercitiva.

    Artigo 158. A aplicao da pena de desligamento de competncia do Diretor da Faculdade Guanambi, e somente poder ser aplicada mediante a instaurao de procedimento administrativo disciplinar.

    Artigo 159. Cabe ao Diretor Acadmico e Administrativo ou, em sua ausncia, ao Vice -Dire tor Acadmico cons t i tu i r Comisso e determinar a abertura de procedimento administrativo disciplinar o qual seguir o rito previsto no Captulo II deste Regimento.

    Artigo 160. Antes ou aps o incio do procedimento administrativo, o Diretor Acadmico e Administrativo da Faculdade, em deciso motivada, poder suspender o aluno, em carter cautelar, at sua concluso.

    PERGUNTAS FREQUENTES

    1.O que Plgio?Segundo a cartilha sobre Plgio Acadmico da Universidade Federal Fluminense, o plgio acadmico se configura quando um aluno retira, seja de livros ou da Internet, ideias, conceitos ou frases de outro autor (que as formulou e as publicou), sem lhe dar o devido crdito, sem cit-lo como fonte de pesquisa.

    Existem trs tipos de plgio:Integral - aquele em que o texto copiado inalteradamente, palavra por palavra.Parcial - aquele trabalho que uma colcha de retalhos, construdo com

    19

    trechos e frases de trabalhos de diversos autores sem a devida citao.Conceitual - aquele texto em que se percebem as ideias de outros autores reescritas com outras palavras, sem a devida citao.

    2.Se fui pego colando, tenho direito de solicitar a Avaliao Substitutiva?No. O professor est orientado a registrar o ocorrido para que o discente seja impedido de realizar a Avaliao Substitutiva. O mesmo procedimento deve ser utilizado em caso de plgio em trabalhos que substituam as Provas Regulares.

    3.Posso pedir iseno da taxa de pagamento da Avaliao Substitutiva?S i m . P a r a t a n t o o b s e r v e n a s regulamentaes existentes as condies necessrias para essa concesso. Observe tambm os prazos especificados no Calendrio Acadmico.

    4.Preciso apresentar algum atestado para ter direito de realizar a Avaliao Substitutiva?No. Qualquer aluno tem direito Avaliao Substitutiva desde que efetue o pagamento da taxa no prazo determinado no Calendrio Acadmico.

    5.Se discordar da Correo da minha avaliao o que devo fazer?Converse com o professor e argumente p e s s o a l m e n t e . S e a i n d a p e r s i s t i r discordncia, protocole (via sistema) o pedido de Reviso de Prova em at 48 horas, j u n t a m e n t e c o m u m a j u s t i fi c a t i va apresentando os aspectos sobre os quais se deseja apreciao. Sua avaliao ser reavaliada pelo professor da disciplina, outros dois professores e o coordenador do curso. Ao final voc receber um parecer via protocolo.

    6.Se faltei no dia da Avaliao Final posso solicitar Segunda Chamada?No. De acordo com a Resoluo 03/2015 em nenhuma hiptese o aluno ter direito real izao da segunda chamada da Avaliao Final.

    7.Se eu perder o prazo para a matrcula, o que devo fazer?Caso perca o prazo de matrcula, para regularizar a vida acadmica, o aluno dever solicitar a matrcula fora do prazo no setor de Protocolo. Este pedido ser analisado pela direo. Perder o prazo de matrcula, alm de vrios transtornos acadmicos, significa tambm ter que pagar taxa e ainda perder todos os descontos! Fique de olho no Calendrio Acadmico.

    8.Tenho problemas que no consigo resolver com meu professor. A quem devo procurar?Quando tiver problemas ou atritos que no foram resolvidos com seu professor, siga o esquema abaixo:

    Obs.: Se o problema envolver a turma com o professor, o Representante dever defender o interesse da turma nas instncias mencionadas acima.

    9.Se faltei s aulas ou avaliaes o que devo fazer?Inicialmente coloque o seu professor a par da situao (informe-o por e-mail ou pessoalmente). Se a ausncia se deu por motivo de doena, protocole o atestado; esse procedimento no abona sua falta, mas a justifica, o que lhe garante o direito de

    20

  • realizar as atividades avaliativas que ocorreram no dia da ausncia.

    10.Posso pedir ao professor para retirar minhas faltas?No. O aluno poder apresentar atestado mdico ou outro documento com o intuito de "justificar a sua ausncia, em at 72 horas aps o impedimento. Desse modo, caso a solicitao seja deferida pela coordenao de curso, o aluno ter direito a realizar as atividades avaliativas referentes aos dias de ausncia justificada. Vale ressaltar que, segundo a LDB, a aluno deve cumprir 75% de frequncia, ou seja, possui 25% de suas faltas reservadas para incidentes desta natureza.Em se tratando das Provas Regulares, caso o aluno no possa comparecer, seu direito estar assegurado com a realizao da Avaliao Substitutiva.Se o aluno ficar incapacitado de frequentar as aulas em um perodo superior a 15 (quinze) dias, por se tratar de gestao a partir do oitavo ms ou outros casos previstos no Decreto Lei 1.044/69, ele poder s o l i c i t a r o R e g i m e E s p e c i a l d e Aprendizagem.

    11.Posso gravar a aula do professor sem comunic-lo?No. As aulas somente podero ser gravadas com a autorizao do docente responsvel pela disciplina.

    12.Como fao para aproveitar disciplinas cursadas em outra Faculdade?Faa a solicitao via sistema institucional e, em seguida, apresente os documentos comprobatrios solicitados (Plano de Ensino, Histrico Acadmico e outros).

    13.Como realizo a Transferncia Interna de curso?A solicitao dever ser feita via sistema educacional e, para tanto, o aluno dever estar regularmente matr iculado na

    instituio. As vagas disponveis, critrios e prazos estaro disponveis em edital especfico.

    14.Quero ser monitor de disciplina. Como proceder?A monitoria uma excelente oportunidade de crescimento na vida acadmica. Caso tenha interesse, observe o edital lanado sempre no incio do semestre e efetue sua inscrio pessoalmente no NUPEX. Lembre-se que para ser monitor necessrio que voc j tenha cursado a disciplina pleiteada com xito e aprovao direta.15.A Faculdade Guanambi oferece alguma forma de financiamento prprio?Sim. O ProFG um programa que objetiva proporcionar o acesso de alunos de baixa renda ao ensino superior, atravs do Parcelamento Prprio. A participao no Programa restr i ta aos estudantes regularmente matriculados na FG.Para maiores informaes, acesse o site institucional.

    16.O que ENADE? o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes. A cada trs anos o curso avaliado atravs desse exame realizado pelos estudantes concluintes. O es tudante deve responder a um questionrio socioeconmico e realizar uma prova com questes que averiguaro o nvel de desempenho do estudante e a qualidade do curso oferecido pela instituio. O aluno que for convocado e no fizer a prova no ter direito ao diploma.

    17.O que Plano de Ensino? o projeto da disciplina a ser ministrada. Nele o professor apresenta a ementa da disciplina, os contedos a serem abordados, as metodologias de ensino e as formas de avaliao que sero utilizadas. Cada professor deve apresentar o seu plano turma no incio do semestre, juntamente com o seu cronograma de aulas.

    21 22

    18.Tenho dificuldades de apreender o contedo, sinto que no acompanho o ritmo da turma. O que devo fazer?Converse com o seu professor sobre as suas dificuldades. Caso seja necessrio, protocole um atendimento no CPP via sistema institucional. Aps a entrevista inicial, se necessrio, voc seguir com o atendimento psicopedaggico.

    19.Caso eu perca algum objeto dentro da Faculdade o que devo fazer?Procure a Coordenao Administrativa, que o setor responsvel pelo servio de Achados e Perdidos.Cabe lembrar que os objetivos encontrados sero mantidos na Instituio por um prazo mximo de 06 (seis) meses. Aps este perodo, sero doados para instituies de caridade da regio.

    20.Eu sou portador de necessidades especiais. Como devo proceder para receber atendimento diferenciado?P r o c u r e o C e n t r o P e d a g g i c o e Psicopedaggico. Nesse setor voc receber as orientaes necessrias para que possa usufruir dos servios e recursos de acessibilidade presentes na FG para que, d e s s e m o d o , o b t e n h a u m a p l e n a participao na vida acadmica.

    21.Como acessar o WI-FI?Cadastre seu aparelho no setor de TI. Fique atento agenda disponibilizada. Qualquer dvida envie um email para: [email protected] ou [email protected]

    22.Como fao para conseguir a Carteirinha de Estudante?A emisso da Carteirinha do Estudante realizada no ato da matrcula ou da sua renovao. Uma segunda via da Carteirinha poder ser solicitada atravs do Sistema Educacional, mediante pagamento da taxa

    respectiva.