king of flames

Download King of Flames

Post on 05-Jul-2015

191 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Reinos de Chamas

No se conhece a origem real desse grimrio, de seu simbolismo e do idioma de seus encantamentos. E.A. Koetting (que no livro utiliza o pseudnimo Archaelus Baron) recebeu de 3 homens desconhecidos, em Outubro de 2000, o estranho texto repleto de simbolismo e contexto oculto. Usou seu conhecimento mgicko para decifrar e produzir o manuscrito, transformando-o em um grimrio para ser usado pelo membros da Ordo Ascensum Aetyrnalis. Aps a eficcia do grimrio ter sido aprovada dentro da O.A.A., decidiram coletivamente lancar o grimrio publicamente, o que aconteceu em 2005 pela editora finlandesa Ixaxaar. Kingdoms of Flames (Reinos de Chamas) trata-se basicamente de um sistema de evocaco, parecido com os sistemas clssicos em alguns aspectos, extremamente diferente em outros. So 56 entidades (anjos, demnios e espritos [inteligncias neutras]) que pertencem a 10 reinos. Usa-se os tradicionais crculo mgicko e tringulo da Arte, porm com diferente smbolismo. Usa-se ainda um portal mgicko, que simboliza uma porta ao astral e tende a colocar o Operador sob o estado de vibraco conveniente. Apesar de o autor no especificar, o altar de grande utilidade aqui. importante lembrar que essa no uma traduo fiel do grimrio, o texto est reduzido, mas todos os pontos importantes para a prtica esto presentes.

O Portal

O Portal aqui uma espcie de transportador esfera espiritual adequada, uma forma de modificar as vibraces de forma a auxiliar no trabalho, ele desenhado no cho exatamente como no desenho, sob as estrelas e o luar (logicamente do lado externo do templo), seu tamanho deve ser grande o suficiente para se deitar dentro dele. Esse procedimento deve ser executado momentos antes do ritual de evocao, deita-se no portal, relaxa-se o corpo e a mente; e recita-se o seguinte encantamento: RANTKA MAA TAZU METANTU SASPARTU ITZ TERTAL KELT AMTA FALTU ERETISAL KALTAMU TELKA RETZRATU ELKAZU FELTAMA PARTATU Clamo aos limites da existncia, ltima das estrelas; e comando: Este portal deve se abrir. Os Demnios me deixaro passar e destruiro com fogo qualquer coisa que possa me danar. Os Anjos me mostraro o caminho e no me deixaro perdidos nessa terra desconhecida. Os Espritos viro para me guiar e jamais me enganaro ou deixaro me enganar. Os cus se movero ao meu favor e abriro seus portes para mim. As Chamas Divinas me devoram e esse Portal agora obedecer a mim, o Mestre. ATZ FALTU PAN SAAKS ALU TEM FELT CASU FEM KELT AMTU PEZ TALU PALTA KELA TASU

OS QUADRADOS MGICKOS Os quadrados mgickos so compostos por nmeros que equivalem letras hebraicas ou representaes astrolgicas balanceadas, com intuito de trazer a influncia da esfera desejada. Porm os quadrados do texto entregue a Koetting mostraro-se extremamente caticos, sendo possvel identificar diversas energias planetrias em uma s linha ou coluna. No grimrio, o autor menciona que o quadrado deve ser ativado atravs de um exerccio de clarividncia (skrying), porm essa forma de ativao trata-se de uma forma de consagrao de smbolos mgickos e portanto conclui-se que outras formas de consagrao tambm podem ser utilizadas na ativaco do quadrado. Aqui, o quadrado representa o reino da entidade a ser evocada, consagrado e colocado sobre o altar durante a evocao (como se faz com a Table of Union) e o objetivo impregnar o ambiente com a atmosfera adequada a entidade a ser evocada.

O SELO DO FEITICEIRO

Acima est o selo do Feiticeiro, retirado do manuscrito entregue Koetting, esse selo utilizado com um talism que, protege e fortalece ao mesmo tempo, chamando todos os Demonios, Anjos e Espritos; e combinando os poderes dos quadrados. Pode ser gravado em metal ou madeira, bordado no robe, desenhado no corpo com hena ou mesmo tatuado, enfim, isso fica sob a criatividade do usurio. O importante que deve estar com o feiticeiro durante o ritual. O autor no menciona que o selo deve ser consagrado, porm sendo esse um talism, no h nada de errado em faz-lo. Quanto ao simbolismo da figura: o tringulo representa manifestaco e tambm usado para aprisionar seres e poderes sob a vontade do magista. O pentagrama invertido significa Baphomet que um cone do incontrolvel e incompreesvel, de forcas que no so compreendidas pelo senso humano, logo o pentagrama invertido dentro do tringulo respresenta que tais foras esto sob controle, aprisionadas e se revelaro de forma compreensiva. O smbolo presente na ponta esquerda da base representa os Espritos (inteligncias neutras), na ponta direita h um smbolo que representa os Demnios e na ponta superior o smbolo que representa os Anjos. Quanto aos caracteres escritos na bordas do tringulo, nem mesmo o autor encontrou o real significado, o que se supe que so caracteres originais do idioma alienngena presente nos encantamentos.

O CRCULO E O TRINGULO

O Tringulo da Manifestaco equiltero e o crculo interno do mesmo deve fazer com que as trs pontas do tringulo fiquem de tamanho idntico. Assim como no selo do feiticeiro, coloca-se o smbolo dos Espritos na ponta esquerda da base, smbolo dos Demnios na ponta direita e na ponta superior o smbolo dos Anjos. Assim como nos sistemas tradicionais de evocaco, o selo posto no crculo interior do Tringulo. Os smbolos das entidades devem ser desenhado suas partes superiores apontando para suas respectivas pontas do tringulo. Assim, quando se evocar um anjo, a ponta com o smbolo dos anjos deve estar apontando ao Sul, direo da qual todas as entidades desse grimrio so evocadas, j que o Sul o ponto cardeal do elemento fogo e os Reinos de Chamas no podem estar em outras direes. Crculos Mgickos so escudos ritualsticos decorados de acordo com paradigmas do sistema de crenas do magista. Aqui o Crculo Mgicko um crculo comum, com estranhos smbolos colocados nas quatro direes cardeais, simbolizando, claro, os elementos. Seguindo como exemplo a figura do crculo acima, o smbolo no alto simboliza gua, o que se encontra a direita Ar, a esquerda Terra e o smbolo inferior do crculo, Fogo.

BANIMENTO A nica forma de banimento nesse sistema um encantamento em idioma alienngena. O recitar dessas palavras funcionam como um exorcismo no ambiente, varrendo qualquer energia inconveniente ao ritual e silenciando qualquer ventania astral. ASHTU MALKU TA DAT ARHATA SASTUS SECKZ ALTAMU PARTU IRETEMPAL KREZ TA FELTA VASKALLA REGENT MET SENTARUS TA SASTRUS ESTOS MELTA KELTA KELTA KELTA HINE

PRIMEIRO REINO DE CHAMAS

"Sobre mim, no ar, estava o Quadrado do Primeiro Reino de Chamas. Cada linha e letra queimava em manifestaco. Me voltei para dentro de minha alma na procura de alguma porco de medo, alguma coisa que me mantenha ligado a este mundo. Encontrei o quadrado aberto, formando um portal ao terrvel e desconhecido Regnum Spiritus. Meus olhos ainda se focam do quadrado sobre mim, entrei em um novo estado de ser, limpando minha mente e minhas emoes. Me preenchi com a Luz at que essa pulsase dentro de mim. Conforme eu havia treinado, transferi minha conscincia esse corpo astral de luz e me levantei. As letras dos quadrados se distorceram e se dissolveram contra meu corpo etreo pressionando o material invisvel do quadrado para dentro dos reinos do Alm. Muitas vozes, todas de homens, sussurravam ao meu redor como se a invencvel barreira tivesse se rompido. Com tanta tenso, era impossvel expressar palavras, nem mesmo sentir alguma emoo por traz do rudo criado pelas de vozes. L onde dezenas desses fogos iluminam, todos em diferentes direes e distncias de onde estava quando o portal foi aberto. Como uma mariposa ou um besouro, eu criava uma dessas chamas e me vi instantaneamente voando em direo disso. Figuras dancavam em crculos em volta dessa substancia combustive, estava claro que no eram humanos. Encarando espectros negros que imediatamente perceberam minha presenca. Muitos falaram a mim com palavras que no pude entender. Outros permaneceram em silncio ... gesto esse ainda mais assustador. Uma da silhuetas entrou no inferno gigante, unido com o lquido mercrio ser quando separado. Os outros fizeram o mesmo, um por um, fazendo com que o fogo aumentasse, at que me encontrei sozinho na base da montanha de fogo. Me concentrei nas chamas contemplando a antureza daquele seres negros, essas incorporaes do frio, flamas negras. Quanto mais encarava as chamas, mais possesso ficava. As vozes que ouvi ao entrar no reino novamente ecoavam, dessa vez de dentro do vulco, como se o prprio fogo falasse comigo. A fora que antes me puxava a este pilar de fogo o fazia novamente. Prximo do calor do fogo, no pude resistir ao arrasto que me jogou para dentro. Eu no queria resistir. Estava inteiramente possesso pela essncia da chama e cai na chama que imediatamente me devorou. Eu queimava. Encontrei o ecstasy do Primeiro Reino de Chamas e retornei ao mesmo vrias vezes antes de evocar qualquer um de seus habitantes. Algumas das piras estavam to longes quanto as tochas cerimoniais dos espectros negros; outras onde cidades feitas de prola e ouro queimam ferozes uma luz dentro de uma infindvel escurido. Quando abri os quadrados do grimrio, mundos inteiros descobri, onde os mistrios e verdades dos homens jamais chegaram. Aqui apenas um vislumbre, o resto deve ser descoberto individualmente, descobrir e Ascender."

MARTAL

MARTAL - Grande Demnio do Primeiro Reino de Chamas. Sua aparncia a de um ancio com longos cabelos cinzas e barbas brancas; e ao contrrio de seu rosto envelhecido, seu corpo musculoso e jovial. Seus olhar profundo e olha para o Magista como um patriarca olha para uma crianca. Martal concede os segredos da Iniciao, causa furaces no universo para que esse conspire a favor da ascenso do Mago, remove todas as pedras do caminho da Iniciao.

ESHMAK

ESHMAK - Demnio do Controle. Aparece na forma de nvoa negra, podendo tomar forma humana se o Operador assim desejar. Sua voz suave e sua conversa calma, ouve-se assovios entre suas palavras. Eshmark d ao Feiticeiro domni