jornal imprensa do abc - edição 59

Download Jornal Imprensa do ABC - Edição 59

Post on 30-Jan-2016

229 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

59 - Revitalizada, EMI Ângela Massei volta a funcionar normalmente

TRANSCRIPT

  • ano III - n 59 - ABC, 28-05-2011

    Etapanoturnade So

    CaetanoDia 13 de junho ltimo

    dia para inscries das equipesInformaes:

    www.rallyape.com.br

    Pgina 4 Pgina 2 Pgina 4

    Bottura pedeplano paraconstruode novashabitaespopulares

    VereadorChico BentosolicitaRondasEscolares emSo Caetano

    Ver. PauloPinheirosugere nomede WalterBraido paraNovo Hospital

    Revitalizada, EMI ngela Masseivolta a funcionar normalmente

    Os 130 estudantes de at 5anos que estudam na EscolaMunicipal Integrada (EMI)ngela Massei no BairroCermica, j usufruem das novase revitalizadas instalaes daunidade estudantil, que foitotalmente reformada pelaPrefeitura de So Caetano.

    Pgina 5

    MERENDMERENDMERENDMERENDMERENDA ESCOLAR:A ESCOLAR:A ESCOLAR:A ESCOLAR:A ESCOLAR: Em mdia, 117 mil alunos da rede municipal, estaduale entidades conveniadas de Santo Andr recebem merenda escolar distribudapela Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo Andr (Craisa)em 180 espaos educacionais.O municpio o nico do ABC que atende a rede estadual. Pgina 4

    Avenida Joo Firmino terfaixas exclusivas para nibuse estacionamento de veculos

    A Avenida Joo Firmino, queliga a regio central de SoBernardo do Campo ao BairroAssuno, est passando por umaampla reforma que inclui faixasexclusivas para nibus - ini-ciativa indita na cidade -, reapara estacionamento de ve-

    culos, ciclovias, rebaixamentode guias, nova sinali-zao, en-tre outras. O objetivo melhorara fluidez do trfego de veculosna via e oferecer condies deconforto e segurana aos pe-destres.

    Pgina 4

    Visite SoBernardo eganhe umamulta Pgina 3

    O 8 Grupamento do Corpode Bombeiros na Regio doABCM DRR completou, noltimo dia 26 de maio, seu 45Aniversrio de Fundao. A cadaano o Grupamento selecionauma cidade do Grande ABC paraa organizao das festividades.Desta vez, a cidade que acolheuo evento foi So Caetano do Sul.

    Pgina 2

    45 Ano doCorpo de

    Bombeiros doGrande ABC

    S.A. aprovaproibiode sacolasplsticas

    Seleofeminina debasquete

    treina em SCS

    A Cmara Municipal de SantoAndr aprovou por unanimidadeem primeira discusso, projetoque prev o fim do uso de sacolasplsticas distribudas nos su-permercados e demais estabele-cimentos comerciais na cidade.A matria, de autoria do vereadorDr.Jos Ricardo, aguarda a se-gunda discusso, para ser en-caminhada para sano do pre-feito Aidan Ravin. Pgina 2

    Pgina 6

    Campanha doAgasalho doFundo Social

    de SCSPara o sucesso da tradicional

    Campanha do Agasalho, realizadapelo Fundo Social de Solida-riedade de So Caetano do Sul, aparticipao da populao naarrecadao de vestimentas paraajudar a quem mais precisa seproteger do frio fundamental.Os interessados em colaborarcom a campanha podem realizaras doaes nos diversos pontosde arrecadao espalhados pelosbairros da cidade, como escolasmunicipais e estaduais, UnidadesBsicas de Sade, clubes espor-tivos e entidades variadas.

    Pgina 2

    Reuniodebate a

    criao daUniversidadedo Esporte

    no ABCPgina 6

  • 28-05-2011 - pgina 2

    OPINIO

    Quem vai ser o primeiroa dar o pontap?

    As noticias vindas da capital federal so no mnimo acintosas, um tapa na cara dos cidados honestos e trabalhadores pagadoresde escorchantes impostos e taxas: dinheiro pblico para encher asburras e cobrir rombo dos partidos; muitos deles insignificantes;ministra de estado embolsando dirias em dias no trabalhados; e osupremo tribunal federal (STF) pagando passagem area da primeiraclasse para que a mulher de ministro pudesse acompanh-lo em umaviagem aos Estados Unidos: Se no for uma prtica ilegal, e nomnimo imoral e condenvel; ex-guerrilheiro sendo condecoradocom a medalha que so entregues aos heris; recursos de merenda

    escolar sendo desviados para os bolsos dos corruptos; somedicamentos, de obrigao do estado, em falta, quando no sodesviados; o pagamento de bolsa aluguel a promotores,procuradores e a incomuns do judicirio; o patrimnio do chefeda casa civil sendo multiplicado por 20 em 4 anos, um verdadeiromilagre, por falar em milagres o atual chefe da casa civl reincidenteem se tratando de negar os fatos: lembram do caso do caseiro queat hoje o senhor Palocci no teve nenhuma punio por parte dajustia, isso incentiva a continuar praticando erros!; ingernciagovernamental em empresas privadas para acomodar oscompanheiros e aliados; so empresas

    pblicas favorecendo amigos, afilhados; mensaleiros premiadoscom novas filiaes; flexibilizao de concorrncia para as obrasda Copa(e olimpada), com certeza para que sejam superfaturadascomo foram as obras do Pan no Rio de Janeiro; enfim, corrupocorrendo livre, leve e solta em todos os nveis. E o pblico, indefeso,pagando as contas! muito, mas muito dinheiro em jogo, indo parao ralo! Ser que no h meio de cortarmos essa farra?

    Lembra dos caras pintadas, quem se habilita a liderar movimentode boicote ao pagamento dos impostos, para enxugar o caixa eobrigar as excelncias a trabalhar em prol do povo e no de seusbolsos? uma andorinha no faz vero, mais se forem milhares comcerteza os far. Quem vai dar o pontap inicial???

    TURBIO LIBERATTO

    Roberto Canavezzi*

    Todos os municpios brasileiros esto mobilizados para organizarem assuas Conferncias Municipais de Sade. Aps a etapa municipal, vir aestadual e finalmente a etapa nacional.

    As Conferncias so obrigatrias por lei e proporcionam a efetivaparticipao popular prevista na Constituio Federal de 1988, queestabeleceu o grande marco do controle social no Brasil.

    Mas o que presenciamos na prtica que a populao passados maisde vinte anos da constituio cidad, ainda no se apropriou dosinstrumentos colocados a sua disposio, para exercer o seu papel, comocontrolador das aes pblicas, objetivando a prestao de servios pblicosde melhor qualidade e que venham ao encontro dos interesses dos seususurios.

    Talvez os grandes problemas que enfrentamos hoje na educao, sade,transporte e segurana pblica, sejam frutos dessa lacuna entre o controlesocial idealizado pela Constituio, e o controle efetivamente praticadopela sociedade.

    No caso da sade ningum esta feliz, de um lado vemos os usuriosdescontentes com os servios prestados, reclamam do descaso, pssimoatendimento, descompromisso dos profissionais, do outro lado osprofissionais de sade tambm no esto felizes, reclamam dos baixossalrios, desorganizao dos servios, desvalorizao profissional, etc, ecomo se tudo isso no fosse o suficiente, os gestores tambm no estosatisfeitos. Essa constatao indica que a sade no vai bem, o que mefaz lembrar do ditado popular que ouvia da minha me: Na casa que notem po, todos brigam, mas ningum tem razo.

    Infelismente, a maioria dos brasileiros desconhece os mecanismos decontrole, o que resulta na pouca participao popular, embora outros fatorestambm influenciem.

    Com a realizao das Conferncias, a sociedade, os profissionais desade e os gestores, tem uma excelente oportunidade para a discutiremos problemas dos seus municpios, oferecendo solues e propostas paraa resoluo dos graves problemas que esto afetando a sade pblica.

    Temos que ter em mente que os direitos conquistados somente seconsolidam quando efetivamente usufrudos. E, nesse contexto, o controlesocial indica uma dimenso da participao popular, que no se reduz participao eleitoral, ou seja, uma forma de exercer ativamente acidadania, de tornar efetivos os direitos consagrados em leis.

    Enfim, a participao popular nos instrumentos de controle social imprescindvel para sua eficincia, ou seja, para que o patrimnio pblicoseja efetivamente de todos e para todos.

    * Conselheiro Distrital de Sade de So Caetano do Sul

    Conferncias de Sade

    O 8 Grupamento do Corpo deBombeiros na Regio do ABCMDRR completou, no ltimo dia 26 demaio, seu 45 Aniversrio de Funda-o. A cada ano o Grupamento se-leciona uma cidade do Grande ABCpara a organizao das festividades.Desta vez, a cidade que acolheu oevento foi So Caetano do Sul. A ce-rimnia, sob o comando do Major PMSergio Moretti, aconteceu na sede doLegislativo de So Caetano do Sul.

    O Grupamento prestou homena-gem s autoridades presentes como,Coronel PM Cesar Gomes de Oli-veira Tavares Pinto, Coronel PM JosLus Martins Navarro; Coronel Th-seo Darcy Toledo Jr.; Vice-prefeitoWalter Figueira Jr., representando oPrefeito Jos Auricchio Jr.; Presidenteda Cmara, Sidnei Bezerra da Silva;Chefe de Gabinete de So Caetano,Luiz Antonio Cicaroni; Gerente de

    45 Ano do Corpo de BombeirosQualidade e Normatizao da Ultra-gaz, Marcos Csar Siqueira; GerenteGeral da Refinaria Capuava, JosManuel Villar Gulin; Osvaldo TorresMorgado, representando Mrio Mal-visi, Gerente de Segurana, Meio am-biente e Sade da Refinaria Capuava;empresrio da Sabbahi Construtora eIncorporadora, Essam Sabbahi;Presidente da Associao DesportistaClassista GM, Carlos Luiz Vitello, eo empresrio Simon Calcin Neto.

    O Grupamento - A histria dosbombeiros fruto de um trabalhosrio e competente de homens e mu-lheres que diuturnamente se dedicam preservao da vida, do meioambiente e do patrimnio na Regiodo Grande ABC, sendo que em 2010,o 8 Agrupamento de Bombeiros,comandado pelo Comandante Interi-no, Major PM Srgio Ricardo Mo-retti, atendeu cerca de 2.549.135 habi-tantes, o que gerou uma demanda o-peracional de 15.779 ocorrncias deresgate, resultando no socorro de14.212 pessoas com vida, atendendoainda 2.243 incndios, 183 salvamen-tos aquticos e 2.096 salvamentosterrestres.

    Walter Figueira Jr., Erick HoelzColla, Reginaldo CamposRepulho, Luiz Antonio Cicaroni,Luiz Humberto Navarro, SidneiBezerra da Silva

    So Caetano se mobilizaem prol da campanha doAgasalho do Fundo Social

    Para o sucesso da tradicionalCampanha do Agasalho, realizadapelo Fundo Social de Solidariedade deSo Caetano do Sul, a participaoda populao na arrecadao devestimentas para ajudar a quem maisprecisa se proteger do frio funda-mental. Os int