jornal dos aposentados e pensionistas – sindipetro bahia ano i | · pdf file 2013. 7....

Click here to load reader

Post on 28-Mar-2021

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Depois do encontro realizado em Salvador e da reunião entre a FUP e a Petros, no Rio, na quarta (17\7), com a presença do Conselheiro Deliberativo Paulo César, onde se cobrou a suspensão dos descontos nos benefícios dos aposentados e pensionistas a título de “aplicação da IRSM”, a direção da Petros sustou o processo de cobrança do débito. Uma conquista, portanto, da ação imediata e profissional da direção do Sindipetro Bahia e da FUP.

    Em comunicado enviado aos assistidos, a direção da Fundação pede que seja “desconsiderado o prazo de 30 (trinta) dias para manifestação, informado na carta da Gerência de Benefícios datada de 10 de junho de 2013”.

    Em virtude da suspensão da cobrança, a Petros informa que não serão implantados os descontos para aqueles que já assinaram o Termo de Transação de Direitos e Quitação. Os desdobramentos serão divulgados em breve.

    SI n

    D IC

    aT O

    Divulgamos nas duas últimas edições do jornal Petrolino - maio e junho – as resoluções pertinentes aos aposentados e pensionistas aprovadas no II Congresso do Sindipetro e

    posteriormente na plenária da IV Plenafup, em Pernambuco. Bom lembrar que essa pauta foi também debatida e aprovada no Conselho nacional dos aposentados e Pensionistas/

    CnaP, realizado em Fortaleza e com participação de delegação da Bahia. agora, é reta final: a pauta será submetida a referendo nas assembleias e, após aprovação, será entregue

    à direção da Petrobras e suas Subsidiárias. no Sindipetro Bahia, a assembleia geral extraordinária está marcada para o sábado, 3/8, às 9h, na sede (Ladeira da Independência, 17-a, nazaré).

    A P O S E N TA D O S E P E N S I O N I S TA S

    Jornal dos Aposentados e Pensionistas – Sindipetro Bahia Ano I | nº20 | Julho 2013

    Assembleia sábado dia 3 de agosto decide pauta do ACT unificado 2013/2015

    Acordo coletIvo

    excursão para Paulo Afonso e região confirmada para setembro. Faça ou confirme sua inscrição no Sindipetro Bahia.

    SRP- CL- 758/2013 Rio de Janeiro, 19 de julho de 2013. a(o) \ Sr(ª). assunto: Suspensão temporária da cobrança do débito de Benefício Petrosdecorrente da aplicação do IRSM Prezado(a) assistido(a), Está temporariamente suspenso o processo de cobrança do débito apurado no seubenefício Petros, em decorrência da aplicação do IRSM sobre o benefício do InSS. aação é fruto das análises a serem realizadas das demandas trazidas pelas EntidadesSindicais. Pedimos que desconsidere o prazo de 30 (trinta) dias para manifestação, informadona carta da Gerência de Benefícios datada de 10 de junho de 2013. Em virtude da suspensão, não serão implantados os descontos para aqueles que jáassinaram o “Termo de Transação de Direitos e Quitação”. O tema está na pauta de discussões com as Entidades Sindicais e os desdobramentos serão divulgados em breve. Estamos à disposição por meio da nossa Central de atendimento 0800 025 35 45, desegunda a sexta-feira, das 8 às 19 horas, para mais esclarecimentos\Rua do Ouvidor, 98, Rio de Janeiro (21) 2506-0335 FaX (21) 2506-0202 \ e-mail: [email protected]\ portal: www.petros.com.br atenciosamente, ana Cristina de araújo GiorgioGerente de Relacionamento com Participantes

    Petros suspende cobrança indevida do ISRM aos assistidos

    confira a carta

    em reunião no rio, FUP e Sindipetro Bahia cobraram a suspensão da cobrança indevida

  • A P O S E N TA D O S E P E N S I O N I S TA S

    nº20 | Julho 2013 2 trAnSPArêncIA

    RLAM, 30 anos da greve de 83

    no mês de julho o movimento sindical brasileiro e baiano, em especial os petroleiros, comemoraram 30 anos de um importante movimento paredista, que ficou conhecido como a Greve de 1983.

    Em plena ditadura militar, centenas de petroleiros cruzaram os braços para lutar contra o arrocho salarial, a manipulação do InPC, o Decreto-Lei 2.036 e contra o acordo com o FMI. apesar de toda a repressão policial, os petroleiros da REPLan e da RLaM decidiram paralisar as atividades.

    O resultado foi a intervenção do governo no Sindicato dos Petroleiros da Bahia e demissões de centenas de trabalhadores. Em Paulínia, foram demitidos 153, em Mataripe, 205.

    a Greve dos Petroleiros, em 1983, tem uma grande importância histórica e contribuiu de forma decisiva para a realização da primeira greve geral durante a ditadura militar, com enfrentamento da famigerada Lei de Segurança nacional.

    neste mesmo ano, em 28 de agosto, nascia a Central Única dos Trabalhadores, a CUT, e com ela o chamado “novo sindicalismo”, a partir da retomada do processo de uma maior mobilização da classe trabalhadora.

    30 anos depois, todos os petroleiros que foram perseguidos e perderam seus empregos no confronto político com os militares foram anistiados. na Bahia, 150 obtiveram a anistia com reparação, mas outros 55 ainda lutam e aguardam decisão

    Assembleia mantém punição a diretores a categoria petroleira em assembleia realizada na quarta (17\7) rejeitou os recursos interpostos pelos membros do Plenário do Sistema Diretivo do Sindipetro punidos com suspensão dos mandatos. Por 86 votos a favor, 3 contra e 19 abstenções, a assembleia manteve a suspensão dos diretores que fizeram acusações

    contra a direção da entidade sem apresentar qualquer tipo de prova. a assembleia foi convocada como determina o Estatuto do Sindipetro Bahia, dando aos acusados o mais amplo direito de defesa. Confira os nomes dos diretores que tiveram o recurso negado pela categoria: Marcos andré

    para que seja feita a justiça de forma completa, com a obtenção também da reparação. Para marcar data tão significativa, a direção do Sindipetro Bahia publica entrevistas com dirigentes demitidos e anistiados, confira em

    www.sindipetroba.org.br; em 11 de julho, durante o Dia nacional de Luta, com mobilizações, paralisações e greves, os petroleiros foram às ruasem defesa dos direitos da classe trabalhadora e em homenagem aos que fizeram a greve de 83.

    dos Santos, Carlos Eugênio Reis almeida, Orlando Santana Santa Rita, Luiz Cláudio Costa Lacerda, Guilherme Moreira da Silva, antônio Carlos Freitas dos

    Santos, Germino Borges dos anjos, Jorge Machado Freitas, José da Guia, Jorge augusto Portela Braga, José Jorge Martins e Jair Figueiredo dos Santos.

    Jornal dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas do

    Sistema Petrobrás – Sindipetro Bahia

    E X P E D I E n T E Ladeira da Independência, nº16a, nazaré, SSa/Ba, CEP 40040-340 – Tel.: 71-3034-9313 E-mail: [email protected] Site: www.sindipetroba.org.br

    Diretor de Imprensa: Leonardo Urpia Textos e Edição: alberto Sobral e Carol de athayde Editoração: Márcio Klaudat Tiragem: 5.000 exemplares – Gráfica: Mundo Plano

    w a

    n D

    a IC

    K C

    O ST

    a w

    a n

    D a

    IC K

    C O

    ST a

    recursos foram submetidos à votação e assembleia decidiu manter a punição de suspensão

    nas ruas, petroleiros relembram a greve que fez história no país e exigem plebiscito já

  • A P O S E N TA D O S E P E N S I O N I S TA S

    nº20 | Julho 20133 PetroBráS nA BAhIA

    AMS

    Graça Foster atende sindicato e garante investimentos na Bahia

    Assistidos reivindicam PASA custo zero

    as atividades do Sindipetro Bahia em defesa dos investimentos da Petrobrás na Bahia e no nordeste – esse tema foi destaque do II Congresso e depois da audiência pública realizada na assembleia Legislativa da Bahia – levaram a direção do sindicato e da FUP ao encontro com a presidente da Petrobrás, Graça Foster, na segunda (15\7), no Rio de Janeiro.

    Segundo o coordenador geral do Sindipetro Bahia, Paulo César, os resultados podem ser avaliados como positivos, destacando que a reunião teve a participação de toda a diretoria da estatal: JoséFormigli diretor de Exploração e Produção E&P, José Carlos Consenza, diretor de abastecimento, José alcides

    Santoro, Gás e Energia, José Figueiredo, Serviços, almir Barbassa, diretor financeiro e Mauro Mendes, gerente executivo de E&P norte\ nordeste. O diretor financeiro negou a mudança do pessoal do Cofip para o Rio - ameaça feita nos últimos meses aos trabalhadores – e a gerência da E& informou que não há redução das atividades em campos terrestres e em áreas da sondagem na Bahia, apesar das denúncias divulgadas pelo sindicato, em especial de demissões dos terceirizados.

    Graça Foster determinou a apuração dos casos relatados, suspendeu qualquer processo de demissões das empresas Lupatech, Sertel e BCH Energy e orientou a reavaliação do modelo

    aposentados, pensionistas e trabalhadores da ativa esclareceram dúvidas, solicitaram informações e deram diversas sugestões durante o encontro aMS na Área. O evento aconteceu na sede do Sindipetro Bahia, na quinta (4\7) e contou com a presença de petroleiros de Salvador, Feira de Santana, Pojuca, Mata de São João, alagoinhas, Cachoeira, São Sebastião do Passé, Santo amaro e Serrinha.

    assuntos como exames periódicos, ampliação da assistência pré-hospitalar e o plano 28 foram apresentados pelo coordenador do RH da Petrobrás, Leandro nildo e pelo consultor do Serviços Compartilhados, Diego Soares. Eles falaram sobre as boas práticas de utilização

    da aMS, deram d