Jornal do Sindicato

Download Jornal do Sindicato

Post on 13-Jul-2015

1.123 views

Category:

Entertainment & Humor

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li><p>1Jornal Piracema</p><p>O Sindicato dos Trabalhadores Rurais da cidade de Pi-racema, regio Oeste de Minas Gerais, foi fundado em 1974, com o objetivo de lutar pelos direitos trabalhistas e previdencirios, pela assistncia mdica e odontolgica ao trabalhador e, tambm, garantir outras necessidades da classe. Em 35 anos de existncia, j passaram pelo Sin-dicato dez presidentes. Atualmente, Waldivino dos Santos Gonalves preside os trabalhos do sindicato. Em 1991, Amarlio Viana de Andrade passou a ocupar </p><p>Uma conquista para todos os trabalhadores rurais</p><p>o cargo de tesoureiro no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Piracema. Dentre os tesoureiros, o Sindicato destaca a figura de Amarlio pelo seu esforo, dedicao, transparncia e honestidade administrativa. Os demais funcionrios que fazem parte, atualmente, da equipe do Sindicato so: Fernanda Incio Pena e Helton Silva.O Sindicato teve participao em vrios encontros. Den-tre eles destaca-se a participao no 4 Congresso Nacio-nal de Trabalhadores Rurais, realizado em Braslia, entre os dias 25 a 30 de maio de 1985. Em 2005, o Sindicato participou, junto com os trabalhadores, do ltimo lana-mento do plano Safra, realizado em Belo Horizonte. </p><p>Deputada Estadual Maria Tereza Lara parceira do Sindicato dos Trabalhadores RuraisA deputada estadual Maria Tereza Lara tem apoiado as aes do Sin-dicato dos Trabalhadores Rurais de Piracema, sobre a coordenao de Waldivino dos Santos Gonalves. A parlamentar acredita que a entidade tem o importante papel de representar e defender os di-reitos do trabalhador e da trabalhadora rural na luta em defesa dos direitos trabalhistas, da Previdncia Rural, da Educao e Sade para o campo.Os movimentos organizados so um grande instrumento para o for-talecimento das lutas e conquistas dos trabalhadores rurais. O Sindi-cato dos Trabalhadores Rurais de Piracema tem realizado um impor-tante trabalho na valorizao do homem do campo e fortalecimento da agricultura familiar. Sou parceira da entidade e contem com o nosso mandato nessa mobilizao, destacou a deputada Maria Ter-eza Lara, que participou da posse da atual diretoria.</p><p>Sindicato dos Trabalhadores rurais de Piracema - Maro 2010</p></li><li><p>2O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Piracema cultivou, em 2009, uma lavoura do milho experimental trans-gnico, na prpria cidade. Antes, s era plantado o milho convencional, o qual era muito prejudicado por pragas. O objetivo da plantao deste milho transgnico, segundo o Sindicato, au-mentar a produo na lavoura e dar um passo rumo a tecnologia de modo a cul-tivar dentro das normas tcnicas.</p><p>Programa A Voz do TrabalhadorEm agosto de 2006, o programa de rdio A Voz do Tra-balhador foi criado com o objetivo de levar aos tra-balhadores rurais informaes sobre os seus direitos. O programa, apresentado pelo presidente do sindicato e locutor, Waldivino dos Santos Gonalves, vai ao ar todas s sextas-feiras, na rdio Piracema FM 87,9, entre 7h e 7h30.</p><p>A Voz do TrabalhadorRdio Piracema FM 87,9 - Toda sexta de 7h s 7h30</p><p>4 Congresso dos trabalhadores ruraisO Sindicato Rural de Piracema esteve presente no 4 Con-gresso Nacional de trabalhadores rurais, realizado em Braslia, em 2005, com a participao de Waldivino dos Santos Gonalves.No encontro, trabalhadores rurais de todo o pas debat-eram sobre reforma agrria e sindical, poltica agrcola, Previdncia Social, entre outros temas.Com a presena de cerca de 2.500 trabalhadores rurais, os participantes ainda entregaram uma carta com reivin-dicaes ao presidente Lula, que tambm discursou no evento.</p><p>Cultivo de transgnico em Piracema</p><p>Pimenta MalaguetaNo povoado do Tatu existe 60 mil de ps de pimenta malagueta, que tem gerado uma fonte de emprego e renda para a comunidade. Em Pi-racema, a agricultura familiar , sem dvida, uma das formas de evitar o xodo rural e fortalecer as atividades do homem do campo.</p><p>Aposentadoria por idadeOs trabalhadores rurais Faustino Jos Neto, Laurita Luiza de Oliveira, Albani-to Ferreira de Andrade e Geraldo Eustquio de Oliveira, que tiveram seus pedidos de aposentadoria negados juntos ao INSS, conseguiram o benefcio atravs do Sindicato. A entidade que entrou com uma ao na Justia Fed-eral, contra o INSS, para a concesso de aposentadoria por Idade e todas as solicitaes foram acatadas.</p></li><li><p>3Composio da Atual Diretoria</p><p>DiretoriaPresidente: Waldivino dos Santos GonalvesSecretrio: Dalva Clarice de Melo Rodrigues Tesoureiro: Juarez Aparecido AlvesSuplentes: Juiz Rodrigues Filho, Milton Vilela Pinto e Ro-berto Sebastio</p><p>Conselho FiscalEfetivos: Maria Jos da Silva Gonalves, Amarlio Viana de Andrade e Ademir Roberto de ResendeSuplentes: Onede Ins Vilaa Bueno, Antnio Maria do Carmo e Carlos Marques dos Santos </p><p>Delegados RepresentantesEfetivos: Sueli Incio Pena e Marlene do Carmo PeixotoSuplentes: Abner Francisco Peixoto e Luiz Rodrigues Filho</p><p>Aquisies do Sindicato</p><p>Mais conforto para os trabalhadores ruraisA aquisio de um automvel possibilitou que vri-os trabalhadores rurais tivesse transporte gratuito para resolver questes previdencirias na cidade.</p><p>A atual administrao do sindicato no tem medido esfor-os para melhorar as condies dos trabalhadores rurais de Piracema. Saiba quais foram as principais aquisies dessa gesto:- Aparelho de medir presso arterial- Aparelho para ouvir os batimentos cardacos- Aparelho para olhar as chapas do Raio X- Balana Mdica- Bebedouro- Termmetro- Cadeiras do Escritrio Suspenso a Gs- Novos computadores- Aparelho para medir glicose- Novas cadeiras- Mquina nova e digital- Um fogo 4 bocas- Carro novo</p><p>Atendimento mdicoO atendimento mdico realizado trs vezes por semana com hora marcada. Para agendar seu horrio ligue para: (37) 3334-1410</p><p>Juntos somos maisAtravs do sindicado foi possvel a compra de insu-mos agrcolas com preo mais baixo para os trabal-hadores dePiracema.</p></li><li><p>4Funcionrios do Sindicato</p><p>Mensagem</p><p>O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Piracema conta com o apoio e a eficincia dos funcionrios Helton e Fer-nanda, que contribuem muito para o desenvolvimento da entidade. Eles atendem os scios no dia a dia, possuem uma extrema dedicao nos servios prestados, tais como confeco de processos, homologaes trabalhistas e out-ras servios inerentes ao Sindicato. </p><p>Minas discute segurana pblica </p><p>Para a deputada estadual Maria Tereza Lara (PT), vice-presidente da Comisso de Segurana Pblica da ALMG, as reunies ampliam o debate sobre segurana e </p><p>incentivam a participao popular</p><p>A Deputada Maria Tereza Lara (PT) tem acompanhado a Comisso de Segurana Pblica da ALMG em uma srie de audincias pblica realizadas pelo Estado, para discutir os problemas da violncia e en-frentamento da criminalidade em Minas.Ao todo sero 17 reunies at o final de 2010, com o objetivo de con-hecer a realidade de cada regio e estimular a participao popular na discusso e elaborao de medidas de segurana pblica. "Nosso objetivo interiorizar o debate sobre segurana e dar a oportuni-dade para que as cidades apresentem suas demandas especficas. Tambm queremos ampliar o debate e a participao popular com a interlocuo com os diversos segmentos da sociedade", destacou a deputada Maria Tereza Lara (PT), vice-presidente da Comisso de Segurana Pblica.As reunies acontecem na cidade sede de uma Regio Integrada de Segurana Pblica (Risp), que agrega em um mesmo espao fsico duas foras policiais, o Comando de Policiamento e o Departamento de Polcia Civil. As Risps de Uberaba, Montes Claros, Pouso Alegre e Barbacena j realizaram suas audincias e esto trabalhando para consolidar a poltica estadual de integrao das aes de segurana pblica, com a parceria operacional das foras policiais e o trein-amento em conjunto.</p><p>Integrao de forasMaria Tereza Lara tem defendido a integrao das trs esferas do poder pblico, junto com a sociedade organizada, no enfrenta-mento da violncia e da criminalidade. De acordo com a parlamen-tar, na I Conferncia Nacional de Segurana Pblica, realizada em agosto, em Braslia, foi afirmado a necessidade de que a segurana seja tratada como poltica de Estado e no de governo. Para ela, a violncia s pode ser superada com preveno, e para isso fun-damental o envolvimento da sociedade civil. A segurana pblica um grande desafio em nosso pas, por isso fundamental a unio de esforos e segmentos para construirmos a cultura da paz. S as-sim teremos fora suficiente para reverter esse quadro, finalizou a deputada. Saiba mais. Acesse o site do nosso mandato: www.mariaterezalara.com.br - twitter.com/depmariatereza</p><p>Salmo 33</p><p>Todos vocs que obedecem ao Deus do Senhor alegre-se, por causa daquilo que ele tem feito, louvem a Deus to-das as pessoas honestas, toquem lira em louvor ao sen-hor, cantem louvores com acompanhamento de harpas de dez cordas, cantem a Deus uma nova cano. To-quem harpas e gritem bem alto as palavras do senhor so verdadeiras, tudo que ele faz merece confiana o senhor Deus ama tudo que certo e justo, a terra esta cheia de seu amor, por meio de sua palavra o senhor fez os cus, pela sua ordem criou o sol, a lua e as estrelas, Deus juntou os mares em um lugar s, fez oceanos em reservatrios que toda terra tema a Deus do senhor que todos os habitantes do mundo o temas, pois ele falou o mundo foi criado ele deu ordem e tudo apareceu o senhor acaba com os planos das naes ele no deixa que eles se realizem mas o que o senhor planeja dura para sempre as suas decises permanecem eterna-mente, feliz a nao tem o senhor como seu Deus, Feliz o povo que Deus escolheu para ser dele. Que o senhor Jesus Cristo abenoe todos os trabalhadores e trabalha-doras rurais.</p></li></ul>

Recommended

View more >