jornal de sabado

Download jornal de sabado

Post on 09-Mar-2016

216 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

jornal com reportagens de Lençóis Paulista.

TRANSCRIPT

  • ESPORTES PG6 OPINIO PG2 CULTURA PG8 SOCIAL PG10

    Preos de locao de caambas disparam

    A ambulncia entregue on-tem pela prefeita Bel Lorenzetti e pelo diretor de Sade Mrcio Santarm ao Servio de Resgate Integrado conta com respirador mecnico, monitor cardaco, bomba de infuso e cardiorever-sor, utilizado para a reverso de paradas cardacas. No transporte dos pacientes, o veculo ser conduzido por um socorrista, acompanhado por um mdico e dois enfermeiros. A administra-o municipal investiu R$ 113,8 mil para adquirir e preparar o veculo, e completar sua iden-tificao visual. A Prefeitura j havia investido R$ 136,7 mil na compra de uma Montana LS e duas Kombis.

    Paredes de casas e muros apresentaramrachaduras depois que prefeitura elevou as margens do Crrego Corvo Branco, na Contente

    rea poder ser conglomerado de opes no esporte no Ncleo

    Prefeitura e Sade entregam ambulncia para Resgate

    Obra danificou imveis, dizem moradores

    Diretor reclamae verba sai em menos de 3 dias

    Ranger encontrada queimada no canavial

    Depois da afirmao, no incio da semana, do diretor de Esportes, Jos Lenci Neto, que a obra do Estdio Municipal Joo Roberto Vagula havia sido interrompida porque a emenda que destinaria R$ 300 mil para a construo havia sido engavetada pelo ento deputado federal Rodrigo Garcia, na ltima quinta-feira, 29, a prefeita Bel Lorenzetti (PSDB) anun-ciou a liberao do recurso. Pgina 6

    Uma caminhonete Ford Ranger foi encontrada queimada em um canavial na zona rural de Len-is Paulista. O veculo foi localizado por funcio-nrios de uma empresa agrcola, que foram comu-nicados do incndio no canavial de propriedade da empresa. Ao se aproximarem , encontraram o veculo ainda queimando. O dono FSA informou polcia que havia cedido a caminhonete para que um desconhecido testasse o veculo colocado venda. Pgina 9

    Quando per-cebi, as mqui-nas j estavam trabalhando e caminhes des-pejando terra e o muro ficou desse jeito

    H a v i a o u -tras prioridades para o esporte, afirmou o dire-tor de Esportes Jos Lenci Neto, ao se referir aos investimentos feitos na obra do Estdio Mu-nicipal Vagulo

    Planto na Cmara poderser obrigatrio

    Sabado circula hojeem Lenis

    PG. 3 PG. 4

    GREVE NOS BANCOS DEVE CONTINUAR

    PG. 9

    PESOU NO BOLSO | Enquanto o mercado da construo civil se mantm aquecido, a disparada do preo do aluguel de caambas em Lenis Paulista vai na contramo da oferta e da procura, e passa a pesar no bolso de quem reforma ou constri. O reajuste, de acordo com levantamento feito pelo Jornal de Sbado foi superior a 50% desde o incio do ano. O motivo da alta, alegam donos de empresas do setor, o aumento da distncia do local de despejo do entulho. Ao mesmo tempo, o poder pblico afirma que cabe s empresas transportadoras a escolha das reas onde sero jogados os dejetos. Pgina 5

    Para um casal, ver sua casa pronta, com pintura nova, pisos colocados e muros erguidos motivo de muita alegria. Para alguns moradores da vila Con-tente, no entanto, essa sensao foi abalada por um incidente. A obra de alargamento e limpeza do leito do crrego Corvo Bran-co fez com que muita terra fosse depositada encostada em muros ou muito prxima s paredes de alguns imveis. A presso teria causado rachaduras e outros da-nos aos imveis. A obra preven-tiva, feita pela diretoria de Obras, tem objetivo de justamente evitar danos aos moradores, como os causados pela enchente do incio desse ano. Pgina 4

    Divlgao/PM

    Billy Mao

    LENIS PAULISTA - SP - SBADO, 01 DE OUTUBRO DE 2011 - EDIO N 1 - ANO 1 - DISTRIBUIO GRATUITA

  • Quando se pensa em diver-sidade automaticamente a sensao positiva. Diversida-de de idias, posturas, comportamentos e objetivos, sempre nos remete a algo bom, sempre respeitando o direito de quem diferente.

    A proposta do Jornal de Sbado, que circula sua primeira edio hoje, exatamente essa. Compor a diversi-dade com respeito e tica, mas acima de tudo, oferecendo opes ao leitor e ao anunciante lenoenses. Oferecendo informao que reflita em seu dia-a-dia, seja atravs da prestao de servio e da disponibilidade de espao para que o leitor se sinta representado, e ao mesmo tempo sendo um meio para que o em-presrio lenoense, seja qual for o porte ou ramo de sua atividade, possa alcan-ar bons resultados comerciais.

    Viver a diversidade algo que o homem busca h muito tempo. Alguns passos importantes foram dados pela humanidade atravs dos tempos e alguns avanos foram atingidos. Mas, ainda preciso mais.

    Por isso, a partir dessa edio o Jor-nal de Sbado se coloca como opo no tradicional meio jornalstico lenoense.

    O Jornal de Sbado nasce, novinho em folha em Lenis, mas com ex-perincia suficiente para oferecer informao que realmente contribua para melhorar a vida da comunidade. novo em Lenis Paulista, mas possui dois anos de circulao na regio de Barra Bonita.

    Assim, o jornal que estar ao lado do leitor e da comunidade lenoense a partir de hoje e nos prximos sbados j nasce com todas as caractersticas da diversidade. novo, ma tem ex-perincia. Soma essa experincia sua juventude natural. Juventude que pos-sibilita linha editorial priorizar o leitor, a comunidade, seus problemas, suas conquistas e transformaes.

    Aqui, nas pginas desse jornal, boas idias e aes tero espao, assim como aes que forem ao encontro do direito do cidado e da maioria tero espao para a crtica e a denncia, sem que pesem de onde elas venham.

    Aos poucos, mas de forma constante, o leitor lenoense vai perceber que esse espao seu, diverso em opinies, mas nico em representatividade.

    Poltica, esporte, cultura e prin-cipalmente a palavra do leitor iro compor o Jornal de Sbado, que conta com uma experiente equipe, redao prpria e de fcil acesso, no centro comercial de Lenis.

    A partir de hoje, a comunidade lenoense pode comemorar a opo, a diversidade, ao mesmo tempo em que a equipe do Sabado comemora a possibilidade de oferecer tais valores comunidade. Esse nosso desafio e ele foi lanado.

    EDITORIAL

    B A T E P A P O

    Diverso em opinio, nico emrepresentao

    FALE CONOSCO

    EDSON AGNELLO

    O tema do momento a sustentabilida-de, a proposta busca promover a explora-o de recursos sem prejudicar, de forma to drstica, o meio ambiente. O propsito utilizar os recursos com conscincia para que futuras geraes possam sobreviver com os mesmos recursos. O homem teve que repensar algumas atitudes para frear a destruio. Projetos foram implantados para trazer a sustentabilidade at o ser hu-mano, o mais importante a conscientiza-o, pois educa e permite passar esse novo ensinamento para frente.

    Parece que o ser humano est acordan-do para a realidade, mas o meio ambien-te precisou mostrar que j no aguentava mais. As catstrofes que esto acontecen-do, e que so cada vez mais frequentes, so apenas o reflexo da falta de educao do homem. engraado como at as es-taes esto desreguladas, mas s vezes preciso chacoalhar para acordar, no ?

    O assunto srio e o homem est bri-gando para que prticas ilegais acabem. Leis foram criadas e a fiscalizao est batendo em cima. Antes, algumas regies eram afetadas por indstrias, a qualida-de de vida era precria e os moradores sofriam com vrias doenas. Aps a im-plantao de projetos sustentveis, tanto as indstrias quanto os moradores saram ganhando, os projetos alm de beneficiar economicamente as empresas, devolve-ram a vida saudvel nesses locais.

    A minerao, a extrao vegetal, a agricultura em larga escala, a fabricao de papel e celulose e as queimadas es-to entre as atividades que mais afetam o meio ambiente. Mas voc pode co-mear praticando a sustentabilidade em sua prpria casa: utilizando coletores de gua de chuva; transformando o lixo or-gnico em adubo para plantas; reciclar plsticos e latas; economizar nos gastos com energia eltrica e outros combust-veis e diminuir o consumo de gua. No difcil e voc estar colaborando para um mundo melhor e sustentvel.

    Edson Agnello arquiteto, urbanista e empresrio, ps-graduado pela FGV.

    agnelloedson@yahoo.com.br

    A velocidade com que acontece o trnsito em Lenis Paulista

    Mundo sustentvel

    OPINIO LENIS PAULISTA, 1 DE OUTUBRO DE 20112

    Pensar um trn-sito organizado em Len-is Paulista algo que parece distante da rea-lidade dos lenoenses. Para esta constatao, basta um passeio rpido pela cidade. Em um per-curso pelo centro e por alguns bairros possvel notar os pontos crticos dessa malha viria. Comeando pelo centro da cidade, precisamente no cruzamento da avenida 25 de Janeiro com a rua Antonio Tedesco. Ali, no semforo, constatada a falta de faixas de pedes-tres. O cidado fica perdido naquele trecho sem saber onde deve atraves-sar. E se no bastasse, muitos no sabem o momento certo para fazer a travessia. Outro problema visvel na-quele local que o motorista parece no ter se acostumado com o semfo-ro. A maioria deles para ali em fila in-diana, quando poderiam parar em fila dupla com as luzes ligadas, causando quase um engarrafamento na Antonio Tedesco, cruzamento com a 15 de No-vembro. J os pedestres no sabem que precisam esperar o indicador livre para atravessar. Como motorista neste trn-sito catico, o que me impressiona (pelo tamanho da cidade e frota de 30 mil carros) o total desrespeito com que os motoqueiros trafegam pelas ruas, alm dos motoristas de-sorientados. No faz muito tempo, por muito pouco, no derrubei um moto-taxista durante uma conver-so. O cidado motorizado entrou pela direita me ultrapassando no exato momento em que eu tambm convergia meu veculo. Eles tam-bm pagam impostos, e caro, para terem os mesmos direitos que os proprietrios de carros mas, assim, como direitos os deveres no trnsito so de responsabilidade de todos. Outro ponto extremamente

    complicado para os mo-toristas o cruzamento da avenida Jcomo Ni-colau Paccola com a rua Armando Pafetti. Inclu-sive