jornal aposentados setembro 2011

of 8 /8
APOSENTADOS ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DE JUNDIAÍ E REGIÃO www.aapjr.org.br jornal dos A A P e pensionistas SETEMBRO/2011 nº 284 FIQUE ESPERTO: Cuidado com falsas promessas de receber altos valores AAPJR não vê com bons olhos a decisão do governo federal de desonerar a folha de pagamento em 20% até 2012. R$ 100 bilhões a menos deixarão se ser arrecadados para a Previdência Social Desoneração traz risco e desagrada aposentados página 5 página 6 Miss & Mister AAPJR 2011 Marília Braun e Laudemir Silva foram eleitos em 06 de agosto Guido Mantega, ministro do Fazenda e Miriam Belchior, do Planejamento, autores da proposta de desoneração das folhas de pagamento página 4 ORIENTAÇÃO SEGURA: Procure a Associação para esclarecer dúvidas sobre aposentadoria página 8 Fernando Biral, da AAPJR Renato Araújo ABr

Author: associacao-aposentados

Post on 30-Mar-2016

218 views

Category:

Documents


2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e regisão de Setembro de 2011

TRANSCRIPT

  • APOSENTADOSASSOCIAO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DE JUNDIA E REGIO

    www.aapjr.org.br

    jornal dosAAP e pensionistasSETEMBRO/2011 n 284

    FIQUE ESPERTO: Cuidado com falsas promessas de receber altos valores

    AAPJR no v com

    bons olhos a deciso

    do governo federal de

    desonerar a folha de

    pagamento em 20% at

    2012. R$ 100 bilhes

    a menos deixaro se

    ser arrecadados para a

    Previdncia Social

    Desonerao traz risco e desagrada aposentados

    pgina 5pgina 6

    Miss & Mister AAPJR 2011Marlia Braun e Laudemir Silva foram eleitos em 06 de agosto

    Guido Mantega, ministro do Fazenda e Miriam Belchior, do Planejamento, autores da proposta de desonerao das folhas de pagamento

    pgina 4

    ORIENTAO SEGURA: Procure a Associao para esclarecer dvidas sobre aposentadoria

    pgina 8Fernando Biral, da AAPJR

    Renato Arajo ABr

  • EXPEDIENTEInformativo da Associao dos

    Aposentados e Pensionistas de

    Jundia e Regio. Rua XV de

    Novembro, 1336, Jundia/SP, cep

    13.201-305.

    Fones: (11) 4586 1129

    Site: www.aapjr.org.br

    Associao: [email protected]

    Farmcia: farmaciaaposentados

    @aapjr.org.br

    Diretor responsvel:

    Marcos Tebom

    Jornalista responsvel:

    F Martins Juncal - Mtb 0063416

    Diagramao: Selma Cerri

    Tiragem: 15 mil exemplares

    1 e 6 03/10 01/11 2 e 7 04/10 03/113 e 8 05/10 04/114 e 9 06/10 07/11

    5 e 0 07/10 08/11

    1 26/09 25/10 2 27/09 26/103 28/09 27/10 4 29/09 28/10 5 30/09 31/10 6 03/10 01/11 7 04/10 03/118 05/10 04/119 06/10 07/110 07/10 08/11

    at 1 salrio mnimo

    acima de 1 salrio mnimo

    Final do SETEMBRO OUTUBRObenefcio

    Final do SETEMBRO OUTUBRO-benefcio

    Fique scio da AAPJR

    INFORMAES2 SETEMBRO/2011 APOSENTADOSjornal dosA

    AP e pensionistas

    Calendrio pagamentos SETEMBRO/OUTUBRO 2011

    Conhea os e-mails da AAPJR

    Institucional: [email protected] Assuntos Jurdicos: [email protected] Depto de Lazer e Cultura: [email protected] Facebook - Aapjr Associao dos Aposentados Jundia

    SITE: www.aapjr.org.br

    A vida como ela

    O Jornal de Jundia de 06 de agosto noti-ciava a deciso da Justia determinando que Jaime Martins, Miguel Ha-ddad e Osvaldo Fernandes foram condenados a de-volver valores aos cofres pblicos.

    lamentvel na repor-tagem a ausncia na preo-cupao com o mau uso do dinheiro pblico, focando com nfase a devoluo imediata desses valores.

    O secretrio Jurdico da prefeitura afirma que o pre-feito ir recorrer, e mesmo que seja condenado isso no impedir sua candidatura a reeleio ao cargo. Mais uma vez, o que vemos a preo-cupao na reeleio e no a defesa dos cofres pblicos. Portanto, cabe populao a

    anlise e a resposta.Tem ainda no jornal artigo

    de Valderez de Mello sobre a importncia dos avs que na educao de bero iluminam o caminho da infncia.

    Voltei ao meu passado onde meus pais queriam seus filhos, casados ou no, sempre em volta deles.

    Hoje, com a entrada das mulheres no mercado de trabalho conquistando a cidadania completa, o que vemos a importncia dos avs na relao proteto-ra, humana e carinhosa na formao dos netos. Esta relao acaba sendo o com-bustvel na vida dos idosos em sua sbia existncia.

    Antonio GaldinoEx-vereador Jundia e

    ex-presidente da AAPJR

    Antonio Galdino, ex-presidente da AAPJR

  • LDO recebe 32 vetos de DilmaDECEPO 3SETEMBRO/2011APOSENTADOS

    jornal dosAAP e pensionistas

    Aposentados se decepcionam. Medida prejudica aumento real

    A presidente Dilma Rouseff: veto decepciona

    O leo de coco extra virgem obtido a partir da prensagem da carne do coco ma-duro. rico em subs-tncias antioxidantes e apresenta proprie-dades funcionais, conferindo diversos benefcios sade.

    BENEfCIOS

    l aumento dos nveis de energia e dis-posio;

    l reduo do colesterol e triglicrides; l auxilia na reduo da gordura abdomi-

    nal; aumenta a capacidade antioxidante geral do organismo e assim auxilia na reduo do envelhecimento cutneo.

    O leo de coco extra virgem pode ser encontrado em cpsulas e vale lembrar que no um medicamento, mas um alimento complementar co-adjuvante na preveno de doenas, que deve ser acompanhado de uma alimentao saudvel e prticas de atividades fsicas.

    leo de coco

    A presidente Dilma Rous-seff fez 32 vetos lei de diretrizes oramen-trias (LDO), regras que estabelecem a elaborao do Oramento da Unio de 2012.

    O veto foi recomendado pelos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Plane-jamento, Miriam Belchior.

    Neste contexto de vetos esto o dispositivo que

    Fator mais reduz benefcio do que adia aposentadoria

    Criado pelo governo Fer-nando Henrique Cardoso, em 1999, cujo objetivo era incen-tivar o trabalhador a adiar a aposentadoria. O objetivo era adiar a aposentadoria dos trabalhadores na ativa mas, na prtica, mais do que isso, o Fator Previdencirio reduz o valor dos atuais benefcios de aposentados e pensionistas.

    A frmula 95/105

    Tcnicos do governo consideram que apenas

    determinava que os inves-timentos pblicos teriam

    que crescer mais do que os gastos de custeio em 2012 e

    tambm a norma que exigia que o governo assegurasse recursos na lei oramentria para poltica de reajuste real das aposentadorias e penses do regime geral da Previdncia com valor acima de um salrio mnimo.

    Deciso da presidente

    A decepo dos apo-sentados com o veto da presidente Dilma Rousseff ao reajuste real das aposen-tadorias acima de um salrio mnimo, a partir de 2012, , no mnimo, o caminho da descredibilidade polti-

    ca decente. Sabe-se que a projeo do reajuste do salrio mnimo gira em torno de 13,5% para 2012 e ns, aposentados e pensionistas, no vamos receber sequer a metade desse ndice.

    Agora, as negociaes de reajuste se daro na mesa com nossos representantes Cobap e centrais sindicais. O aumento das aposentadorias e penses acima do mnimo e 2012 ser somente o valor do INPC a ser apurado em 2011.

    Que os nossos dirigentes tenham unidade nas discus-ses sobre o aumento das aposentadorias.

    elevar o prazo de contribui-o de 35 para 42 anos, no caso dos homens, e de 30 para 37, no das mulheres, beneficiaria quem comea a trabalhar mais cedo.

    A frmula 95/105 con-sidera o aumento da idade para requerer aposentadoria e do tempo de contribuio.

    Os tcnicos pretendem entregar em breve pre-sidente Dilma o projeto que trata sobre a frmula 95/105, para que ela o envie ao Congresso Nacional.

  • JURDICO4 SETEMBRO/2011 APOSENTADOSjornal dosA

    AP e pensionistas

    Associao d orientao segura

    Dra. Elizabeth NowickiCrosp 59340

    CIRURGI-DENTISTA

    OrtodontiaAparelhos fixos e mveisEstticaFacetas de porcelanaClareamento a laser

    Rua Baro do Triunfo, 49Centro - Jundia/SPFone: 4586.5078

    PARA ASSOCIADOS E FAMILIARES

    Fique bem informado na AAPJR

    Aposentado atendido na AAPJR

    www.oticasvisual.com.br

    A Associao dos Apo-sentados atende voc que quer saber quan-to tempo tem de contribui-o, ou ainda como solicitar a Lei Orgncia de Assis-tncia Social (LOAS). O atendimento de segundas, quartas e sextas-feiras, das 08h s 11h.

    Tipos de aposentadorias

    1) Aposentadoria por tempo de contribuio:

    l Homem 35 anos de re-colhimento, no importando a idade do segurado.l Mulher 30 anos de re-colhimento, no importando

    a idade do segurado.

    2) Aposentadoria Proporcional:l Homem 30 anos de recolhimento, sendo neces-sria a idade mnima de 53 anos + pedgio.l Mulher 25 anos de recolhimento, sendo neces-sria a idade mnima de 48 anos + pedgio.

    3) Aposentadoria por Idade:l Homem 65 anos com-pletos, sendo necessrias 180 contribuies (15 anos).l Mulher 60 anos com-pletos, sendo necessrias 180 contribuies (15 anos).

    As pessoas que comple-taram a idade necessria (de 65 para homens e 60 para mulheres) anteriores ao ano de 1992 necessitam de apenas 60 contribuies

    (5 anos) para adquirirem o direito da aposentadoria via judicial.

    4) Aposentadoria por invalidez:O segurado ter de estar

    contribuindo com a Previ-dncia Social h pelo menos 04 meses, pois, perdendo a capacidade laborativa para exercer sua funo, poder com um laudo de seu mdico, contento todas as informaes da inca-pacidade e direcionado percia do INSS, solicitar que afaste esta pessoa. Ela ter, assim, a concesso do auxilio doena, de onde a aposentadoria por invalidez derivada.

    5) Benefcio assistencial de prestao continuada Loas:Tem direito ao benefcio

    as pessoas que completa-ram 65 anos ou mais de idade, que no possuam renda percapta superior a do salrio mnimo (hoje R$ 136,25) e/ou a pessoa que seja portador de de-ficincia fsica ou mental, assim sendo considerado incapaz para o trabalho. O valor do benefcio de R$ 545,00.

    Importante

    As pessoas que esti-

    verem recolhendo para a Previdncia o valor re-ferente a 1 (um) salrio mnimo, a partir de abril/ 2007 pode estar recolhen-do no sobre os 20% do salrio mnimo, mas sim sobre 11%. Desta maneira, caindo de R$ 109,00 reais mensais para R$ 59,95, ter que alterar tambm o cdigo de recolhimento de 1406/1007 para 1473 e 1163 consecutivamente, sendo este como contri-buinte individual mensal ou facultativo, em valores j referente ao salrio mnimo de R$ 545,00.

    Mais esclarecimentos

    Para mais esclarecimen-tos, comparecer ao atendi-mento do Departamento de Previdncia da AAPJR.

  • 5SETEMBRO/2011APOSENTADOSjornal dosA

    AP e pensionistas

    FIQUE ESPERTO!

    Tome cuidado. Procure sempre a AAPJR para obter informaes e esclarecimentos com segurana

    Aposentados so enganadoscom promessa de alta soma

    O Ministrio Pblico Federal em So Pau-lo entrou com ao contra escritrio de advo-cacia que capta clientes aposentados incitando-os a aes judiciais, muitas

    vezes indevidas e mediante honorrios abusivos, com promessas de recebimento de altas somas em curto espao de tempo.

    Aposentados que rece-bem em torno de R$ 800,00 a R$ 1.000,00 so iludidos pelos vendedores, que so os primeiros contatos, e pagam boletos mensais no valor de R$ 150,00 a R$ 200,00 ou at mais, por um perodo que pode chegar a 36 meses, acreditando que iro receber um aumento em suas aposentadorias.

    Foi verificado, ainda, que

    Desde 26/07/2011 o recadastramento bio-mtrico em Jundia, das trs Zonas Eleitorais (65, 281 e 424) so feitos de forma unificada, na Rua dos Bandeirantes n 103 (prximo ao viaduto da Vila Rio Branco).

    O atendimento das 08h s 18 horas. preciso levar comprovante de en-dereo referente ao ms

    ou anterior. Alm disto, levar todos os documen-tos pessoais, inclusive o ttulo de eleitor antigo. O novo ser fornecido no momento do recadas-tramento.

    Em Itupeva o endereo no Center Fnix, na rua Emancipadores do Mu-nicpio, 470, Centro, e a documentao exigida a mesma.

    os representantes desses escritrios que fecham os contratos das aes no so advogados e oferecem previses de altos ganhos em curto espao de tempo. Previses estas, na maioria das vezes, incompatveis com o direito pleiteado e com os prazos comuns de trmite de aes judiciais., segundo o Ministrio Pblico.

    Ordem dos Advogados

    A Procuradoria ainda acio-nou a seo de So Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SP), para inte-grar a ao. No se pode ficar omissos em relao aos atos praticados por esses personagens incorretos e sem a noo de tica e respeito ao aposentado e aposentada, diz tambm a Procuradoria.

    Em nota, o presidente da OAB/SP, Luiz Flvio Borges DUrso, informou que no se omitiu, uma vez que ajuizou ao civil pblica contra esses escritrios suspeitos,

    buscando suspender qual-quer atividade jurdica e seu fechamento.

    Os processos tramitam em segredo de Justia no Tribunal de tica e Disciplina da OAB/SP.

    Em Jundia, a Previ-dncia Social - Regional Jundia e Associao dos Aposentados esto com aes conjuntas para des-

    mascarar esses escritrios e assegurar informaes corretas aos aposentados e aposentadas.

    Se voc tiver dvidas ou for contatado por algum destes vendedores com estas falsas promessas pro-cure imediatamente a As-sociao dos Aposentados e Pensionistas de Jundia e Regio.

    Recadastramento biomtricode eleitor em Jundia/Itupeva

  • 6 SETEMBRO/2011 APOSENTADOSjornal dosA

    AP e pensionistas

    PREVIDNCIA

    Previdncia poder deixar de receber at R$ 100 milhes/ms

    O resultado da Previdn-cia no ms de julho foi o melhor em doze anos. Dados e nmeros de-monstram que o Regime Ge-ral da Previdncia continua superavitrio. Nos ltimos doze meses, o supervit fica entre nove e quinze bilhes de reais. Esses dados so inquestionveis e referen-dados pela Associao Na-cional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip).

    A diretoria da Associa-o dos Aposentados de Jundia e Regio no v com bons olhos a inicia-tiva de o governo federal de desonerar a folha de pagamento em 20%, at o final de 2012, transferindo para taxa de 1,5% sobre o faturamento.

    Se isso for feito cerca de 100 bilhes a menos deixa-ro de ser arrecadados pela Previdncia Social.

    O que se nota hoje, em notcias veiculadas pela grande mdia, que empre-srios de vrios setores da indstria pedem para serem excludos tambm da taxa de 1,5% sobre o faturamen-to. Setores como txtil, calados, mveis e software so alguns exemplos. Eles querem iseno total.

    De onde viro osrecursos da Previdncia?

    Ora, se o governo manti-ver a desonerao da folha das empresas, chegando tambm a zerar a taxa de contribuio de 1,5% sobre o faturamento, de onde viro os recursos para garantir a aposentadoria, as penses e o prprio reajuste das aposentadorias?

    Os aposentados digerem

    mal a deciso do governo de ter criado um tributo sobre o faturamento em compen-sao retirada dos 20% sobre a folha e o excesso de iseno a vrios setores da indstria. A troca de contri-buio ao INSS por alquota sobre faturamento no seria vantajoso para ningum.

    Posio da AAPJR

    A Associao dos Apo-

    sentados no aceita que a Previdncia abra mo de R$ 100 bilhes da arrecadao para a Seguridade Social, ao mesmo tempo em que no nos concede o aumento real

    Desonerao traz riscose desagrada aposentados

    que demanda cerca de R$ 2 bilhes de reajustes. Isso algo que est sem resposta.

    O trabalhador paga de 8% at 12% para a Previ-dncia sobre o total de at R$ 3.650,00, que o teto, e o empregador paga 20% sobre o total da folha. Ora, se o empregador deixa de pagar o que lhe compete, como que a Previdncia vai se sustentar?

    A no tem milagre!

  • 7SETEMBRO/2011APOSENTADOSjornal dosA

    AP e pensionistas

    LAZER E CULTURA

    Viagens, passeios e recreaoAcompanhe a programao da Cultura e Lazer da Associao dos Aposentados

    Viagens

    n Ubatuba (Litoral Norte de SP) de 21 a 23 de outubro. Hotel Ubatuba Palace. H vagas.

    n Praia Grande (Litoral Sul de SP) de 17 a 21 de novem-bro. Colnia de Frias dos Ferrovirios. Lista de espera.

    n Curitiba (PR) de 09 a12 de dezembro . Hospedagem no Caravelle Palace. Lista de espera.

    Passeios

    n Parque Aqutico em Itupeva (SP) dia 28 de outubro. H vagas.

    n Solar das Andorinhas em Campinas (SP) 05 de no-vembro. Lista de espera.

    n Shopping Outlet Premium em Itupeva e rodovia D. Pedro Campinas (SP) dia 03 de dezembro. H vagas.

    Associao na Praa! No dia 1 de outubro

    O Dia Nacional do Ido-so foi estabelecido em 1999 pela Comisso de Educao do Senado Fe-deral e serve para refletir a respeito da situao do idoso no Pas, seus direitos e dificuldades. Ele comemorado na-cionalmente no dia 27 de setembro.

    Assim, no prximo dia 1 de outubro, um sbado, das 08h s 12 horas, a

    Associao dos Aposen-tados e Pensionistas de Jundia e Regio estar na Praa Governador Pedro de Toledo, comemorando esta data em homenagem a todos os idosos.

    Haver vrias ativi-dades, com orientaes sobre Previdncia Social, Qualidade de Vida, e apre-sentaes de dana, entre outras. Compaream, le-vem seus familiares.

    9 Livro de Poesias: Desperte o Poeta que Existe em Voc

    Dia 18 de outubro, s 18h30, haver o lana-mento do 9 Livro de Po-esias Desperte o Poeta que Existe em Voc. Na ocasio, as 50 melhores poesias selecionadas pela comisso julgadora, co-ordenada pela escritora

    Julia Hermann, tero di-vulgadas os nomes dos autores.

    O local do lanamento a sede social da Asso-ciao dos Aposentados, sita na rua XV de Novem-bro, 1336 centro Jun-dia SP.

    O Coral Msica Vida, da AAPJR apresentou-se brilhantemente, sob a ba-tuta da maestrina Elaine

    Freitas, no Festival Inter-nacional de Corais em agosto/2011, realizado na cidade de Caxambu-MG.

    Coral em Caxambu

  • 8 SETEMBRO/2011 APOSENTADOSjornal dosA

    AP e pensionistas

    Marlia Faganelli Braun e Laudemir Silva foram eleitos no dia 6 de agosto

    Eleitos miss e mister 2011da Associao dos Aposentados

    CONCURSO

    Marlia Faganelli Braun e Laudemir Silva, miss e mister 2011

    Nosso obrigado a Neide Gambini Bee, miss aposentada em 2010

    A companheira Marlia Faganelli Braun e o companheiro Laude-mir Silva foram eleitos miss e mister 2011 da Associa-o dos Aposentados de Jundia e Regio, no II Con-curso realizado no dia 6 de agosto na sede da entidade.

    A festividade transcorreu em clima de alegria, com a presena de familiares, amigos e vrios associados. Foi uma noite de sbado que brindou a todos com o glamour das passarelas.

    O(as) candidatos(as)

    Estes foram os candi-datos que participaram do concurso: Tereza Santana Infante, Suely dos Oros Mis-

    A miss Neide Gambini Bee, 61 anos que se ele-geu em 2010 no concurso de Miss Aposentada em Jundia, no estado de So Paulo e tambm na etapa nacional, se despediu no dia 19 de agosto, quando foi eleita a nova Miss Es-tadual 2011 Aposentada, que representar o estado de So Paulo na etapa Na-cional em Caldas Novas/GO. Nossos especiais agradecimentos a ela.

    Para mim, antes de tudo, foi imensa alegria ter representado a Asso-ciao dos Aposentados e Pensionistas de Jun-dia em 2010, no con-curso de Miss. Conheci

    sori , Snia Maria Musso, Marlia Faganeli Braun, Ma-ria de Lourdes Porto, Maria Aparecida Berni de Moraes, Lourdes de Campos Cas-tellani, Catarina Jorgina Ribeiro, Tarcilia Santiago, Deusdedit Cavalcanti da Silva e Laudemir Silva.

    Todos(as) os(as) candi-datos e candidatas esto de parabns pela participao.

    Agradecimentos

    A Associao dos Apo-sentados agradece s mar-cas Studio WS, Silvana Bo-los, Ateli Cores da Serra, Bijoux & Cia, Requinte e Chocolates, Gebram Se-guros, Vnia Podologia, Li-sete Modas, Cheiro Verde, Rosa Flores, CRIJU, Tock de Classe, One Hair Studio, ArtStilo, Classic Rigor, Chiquita Bacana, Danny Cosmticos e Cabeleireira Style 2M que participaram com brindes para sorteio, com estrutura de maquia-gem, cabelo, vesturio de noite, decorao e passa-

    rela para o desfile. Agradecimentos tambm

    equipe de voluntrios da

    AAPJR e ao Lazer e Cultura que organizaram o evento com dedicao e carinho.

    novos amigos e amigas, e tive momentos incrveis. Agradeo a todos pela oportunidade, disse a companheira Neide Gam-bini Bee.

    Os candidatos a miss e mister 2011, na sede da AAPJR

    Os jurados do Concurso Miss & Mister AAPJR 2011Neide Gambini Bee